Categoria: Tecnologia


07:30 · 03.12.2018 / atualizado às 07:15 · 03.12.2018 por
Congresso acadêmico sobre o Sertão Central pretende discutir potencialidades da região.

Instituições acadêmicas do Centro do Estado pretendem reunir diversos segmentos sociais para discutirem as potencialidades desta região do semiárido brasileiro. O evento, I Congresso Nacional Interdisciplinar sobre o Sertão Central (Conisce), reunirá saberes da comunidade e produções realizadas na academia sobre o Sertão Central. Será o suporte para a criação de um banco de dados, reunindo conceitos empíricos e científicos, apontam os organizadores.

Os trabalhos, enquadrados em eixos temáticos: inovação, tecnologia e espaço urbano; educação, formação e direitos humanos; desenvolvimento, sustentabilidade e recursos naturais; cultura, arte, identidade; saúde, espaço agrário e sistemas biológicos, serão apresentados no Conisce, de 4 a 7 de dezembro, na Faculdade Cisne, em Quixadá.

Podem ser inscritos artigos em diversas modalidades: trabalhos de conclusão de curso, pesquisas de iniciação científica e de mestrado e doutorado.  Além de palestras e apresentações de trabalhos acadêmicos, o congresso terá atividades ligadas a áreas culturais e educacionais, economia solidária, gastronomia regional, artesanato e planejamento regional. O endereço eletrônico é http://conisce.com.br/.

Conforme a coordenadora do Congresso, professora Simone Dantas, será a oportunidade para o diálogo com vários segmentos em busca de soluções eficientes, não somente para o convívio como também o desenvolvimento da região tendo como alicerce as suas potencialidades.

Apesar de a escassez hídrica ser apontada como principal problema, recebendo sempre soluções paliativas, o planejamento, a administração e aplicação de novas tecnologias podem minimizar esses efeitos. O conhecimento está se fortalecendo na engenharia, na arquitetura, na saúde, agropecuária, na química, na ecologia e até na tecnologia da informação como opções.

O nosso sertão precisa deixar de existi r sob o estereótipo da pobreza. Sentimos com isso a necessidade de nos organizarmos, de associarmos a academia e o ator social nessa transformação. Com isso aguardamos a inscrição de propostas interessantes. A nossa expectativa é de esse espaço se consolidar como um instrumento eficaz de mudanças”.

Além da Faculdade Cisne, o Instituto Federal do Ceará (IFCE), a Faculdade de Educação, Ciências e Letras do Sertão Central (FECLESC), da Universidade Estadual do Ceará (UECE) e a Universidade Federal do Ceará (UFC) em Quixadá estão unidas na organização da conferência especial. Contam com o apoio da Assembleia Legislativa do Estado do Ceará, do Instituto de Estudos e Pesquisas sobre o Desenvolvimento do Ceará (Ipece) e da Associação dos Municípios do Sertão Central (Amusc).

De acordo com o Ipece o Sertão Central é formado pelos municípios Banabuiú, Choró, Deputado Irapuan Pinheiro, Ibaretama, Ibicuitinga, Milhã, Mombaça, Pedra Branca, Piquet Carneiro, Quixadá, Quixeramobim, Senador Pompeu e Solonópole. São 16.014,77 km² de área com população de 392.811 habitantes.

I Congresso Nacional Interdisciplinar sobre o Sertão Central (Conisce)
De 4 a 7 de dezembro – Faculdade Cisne
Quixadá – Ceará

Diário Sertão Central. Participe pelo fone e whats app (85) 9 8755 0154

07:00 · 30.10.2018 / atualizado às 06:55 · 30.10.2018 por
O campi de TI da UFC transformou Quixadá no Vale do Silício cearense.

O campi de Quixadá da Universidade Federal do Ceará (UFC) foi destaque em dois importantes eventos nacionais da área de tecnologia, o XVII Simpósio Brasileiro sobre Fatores Humanos em Sistemas Computacionais, e o o XV Encontro Nacional de Inteligência Artificial e Computacional (ENIAC). A divulgação foi feita nesta segunda-feira (29) pela UFC.

Na área de interação humano-computador (IHC), acadêmicos do campi de Quixadá conquistaram o primeiro e o terceiro lugar da Competição de Avaliação do XVII Simpósio Brasileiro sobre Fatores Humanos em Sistemas Computacionais , realizada em Belém (PA).

Conforme a UFC, o primeiro lugar foi garantido com o trabalho “Hidrate Spark: avaliando um sistema ubíquo para motivar a ingestão de água“, de José Cezar Junior de Souza Filho, Marcos Randel Brito, Antonio Raimundo Rocha Mendonça, Marcos Vitor Martins e Andréia Libório.

Os estudantes Jêsca Nobre, Brenno Nogueira, Edney Lourenço, Maryanna Araújo, Marcos Vitor, José Cezar e Marcos Randel com a Profª Andréia Libório. Foto > UFC

O trabalho “Uma avaliação da experiência de uso de aplicativos de acompanhamento do ciclo menstrual“, de Brenno Nogueira, Edney Lourenço, Jêsca Nobre, Maryanna Araújo e Ingrid Monteiro, conquistou o terceiro lugar.

As duas equipes contaram com o auxílio das professoras orientadoras Ingrid Monteiro, coordenadora do Curso de Design Digital, e Andréia Libório, vice-diretora e coordenadora de programas acadêmicos do Campus de Quixadá.

A Competição de Avaliação de IHC teve caráter prático: os participantes fizeram a análise de um sistema computacional e, assim, aplicaram seus conhecimentos teóricos relacionados a metodologias de avaliação de IHC. Neste ano, abordou o uso de tecnologia na área de saúde, com projetos que visam à melhoria da qualidade de vida das pessoas, à educação médica e ao acesso à informação na área farmacêutica, nutricional, entre outras, ressaltou a UFC.

Encontro Nacional

No ENIAC, realizado na sede da IBM Brasil no dia 24 de outubro, em São Paulo, o artigo “Plan existence verification as symbolic model checking”, de Macílio da Silva Ferreira, egresso do Curso de Ciência da Computação, e das docentes Maria Viviane Menezes e Leliane Nunes de Barros, foi premiado como best paper. O trabalho concorreu com 99 artigos submetidos, dos quais 57 foram aceitos e quatro foram selecionados para apresentação.

O ENIAC é um dos principais fóruns nacionais para pesquisadores, profissionais e estudantes discutirem inovações, tendências, experiências e desenvolvimento no campo da Inteligência Artificial e Computacional.

Copiar conteúdo autoral sem prévia autorização é crime previsto no Artigo 184 do Código Penal. A pena é de detenção, de três meses a um ano, ou multa.

Diário Sertão Central. Participe pelo fone e whats app (85) 9 8755 0154

07:30 · 19.10.2018 / atualizado às 07:45 · 19.10.2018 por
Tecnólogos tiveram a oportunidade de novos conhecimentos técnicos em minicursos realizados pela Fatec durante a X Semana de Ciência e Tecnologia.

A Faculdade de Tecnologia Centec (Fatec) Sertão Central, sediada em Quixeramobim, encerra nesta sexta-feira (19), a partir das 19h, a programação da X Semana de Ciência e Tecnologia com um momento especial, uma celebração ecumênica seguida da entrega da entrega da comenda Dr. Oriá Fernandes a personalidades que contribuíram na história da instituição, marcando seus 10 anos de atividades na formação de profissionais tecnólogos.

Durante a semana, a Fatec promoveu minicursos sobre dietas e lucratividade em fazenda leiteira, produção de camarão, farinhas especiais na panificação, alimentos funcionais, hemoparasitose dos bovinos, qualidade do leite e seus princípios básicos, modelos de negócio, apicultura, elaboração do salame, reciclagem de óleo na produção de sabão e inseminação em bovinos.

Estudantes e agricultores participaram de um Dia de Campo promovido pela Fatec.
Técnicas de aplicação dos derivados do leite foi um dos minicursos realizados pela Fatec na programação do seu 10º aniversário.
Incrementar a economia do campo é um dos principais objetivos da formação tecnológica da Fatec.

Estudantes do ensino médio e agricultores participaram de um dia de campo, onde aprenderam a importância da integração entre lavoura, pecuária e florestas. Na aula especial foram abordadas a melhoria da fertilidade natural do solo, uso e planejamento da água de irrigação e sistema de produção de forragens em ILPF.

Ontem, das 8h às 11h, estudantes de escolas públicas municipais e estaduais da região visitaram a Fatec. À tarde, das 13h às 18h, houve ação social com serviços gratuitos para a população, como corte de cabelo, medição de pressão arterial, índice glicêmico, orientações para prevenção do câncer de mama e uma aula de zumba.

O diretor da Fatec, Jardel Paixão, destaca que ao longo desta década centenas de profissionais foram formados na unidade tecnológica do Centec que atende municípios do Centro do Estado. Atualmente 220 alunos estão em formação nos cursos de Tecnologia em alimentos e Gestão do agronegócio. A formação tem auxiliado nos avanços da produção do campo.

Faculdade Tecnológica Sertão Central – 10º Aniversário
19h – Campus Fatec / Quixeramobim
Av. Geraldo Bizarria de Carvalho S/Nº – Km 2

Copiar conteúdo autoral sem prévia autorização é crime previsto no Artigo 184 do Código Penal. A pena é de detenção, de três meses a um ano, ou multa.

Diário Sertão Central. Participe pelo fone e whats app (85) 9 8755 0154

08:00 · 12.09.2018 / atualizado às 08:10 · 12.09.2018 por
Os armazéns históricos do Açude Cedro estão desabando, literalmente. Solução se arrasta.

Após mais de duas décadas abandonados os armazéns de obra do Açude Cedro, construídos no início do século XX voltam a chamar a atenção. A Universidade Federal do Ceará (UFC) levou à superintendência do Departamento Nacional de Obras contra as Secas (Dnocs), a proposta de restauro dos dois galpões, e transforma-los em um Parque Tecnológico. Com a revitalização além das atividades educativas, nele, poderão ser realizados eventos culturais.

A ideia foi levada pelo reitor da UFC, Henry Campos, acompanhado do diretor e a vice-diretora do Campus em Quixadá, Davi Romero e Andréia Libório, ao diretor-geral do Dnocs, Ângelo Guerra no início da semana passada. Dois dias depois, na última quarta-feira (5), foi apresentada na audiência pública promovida pela da 23ª Vara Federal com o apoio da Procurador Federal Regional, com sede em Limoeiro do Norte.

> Armazéns do Cedro podem receber ações educativas

O Diário do Nordeste publicou nesta quarta-feira (12) reportagem sobre a situação dos armazéns seculares. Também constatou o abandono e a necessidade urgente de restauração dos dois espaços, um deles, a antiga vila de operários. No outro uma maquina e um forno, da época das obras, ainda permanecem no local. A proposta da sociedade organizada é transformar o lugar no Museu das Águas, resgatando e preservando a história do açude construído por ordem de D. Pedro II.

Diário Sertão Central é o blog oficial do Diário do Nordeste no Sertão Central do Ceará e Maciço do Baturité. Participe do Diário Sertão Central através do telefone e whats app (85) 9 8755 0154

07:30 · 06.09.2018 / atualizado às 07:20 · 06.09.2018 por
Diego Normandi – Publicitário

O Curso de Design Digital do Campus da Universidade Federal do Ceará (UFC) em Quixadá promoverá nesta quinta-feira (6), a quarta edição da série ddddDias de Design Digital em 2018. A organização do evento informou que desta vez, o tema será “Design para inclusão“. O ministrante será o pesquisador Diego Normandi. O encontro, aberto ao público acadêmico, tem início programado para às 13h30, na sala Multiuso do campus.

Conforme os organizadores, a série dddd compõe a Semana de Design Digital do Campus da UFC em Quixadá. Trata-se de cinco encontros distribuídos durante o ano. Na proposta educacional, profissionais são convidados para discutirem temas relacionados à área. Estudantes e professores de todas as áreas podem participar.

Diego Normandi tem graduação em Comunicação Social pela UFC com habilitação em Publicidade e Propaganda. É especialista em Audiovisual em Meios Eletrônicos e tem MBA em Gerência de Marketing pela mesma Instituição. É mestre pela Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da Universidade de São Paulo (USP), na área de concentração Design e Arquitetura.

O convidado também realiza pesquisa sobre design e design de serviços orientados à inclusão de pessoas com deficiência e integra o Programa de Doutorado em Design da Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da USP. É designer e atua na área gráfica e nas de audiovisual, interfaces digitais e jogos digitais.

Diário Sertão Central é o blog oficial do Diário do Nordeste no Sertão Central do Ceará e Maciço do Baturité. Participe do Diário Sertão Central através do telefone e whats app (85) 9 8755 0154

08:00 · 25.06.2018 / atualizado às 08:05 · 25.06.2018 por

Os alunos da UFC de Quixadá se destacaram entre os melhores do mundo na Olimpíada realizada no México.

Sete alunos da Universidade Federal do Ceará (UFC) em Quixadá enceraram participação na Olimpíada Internacional de Lógica (OIL), realizada no último sábado (23), na Universidade de Guanajuato, no México, com um dos membros da equipe cearense, Pedro Olímpio, aluno do curso de Ciência da Computação, conquistando o segundo lugar na competição. O evento é organizado pela Academia Mexicana de Lógica.

Pedro Olímpio  e os colegas do curso de Ciência da Computação, Vinícius de Melo, Leodécio da Silva Segundo e Pedro Júnior; Marisa do Carmo Silva e Mariana de Pinho Severo, cursando Engenharia de Computação;  e Rodrigo Barbosa de Almeida, de Engenharia de Software, concorreram com 217 estudantes de graduação de diversos países, passando entre os 100 para a etapa final da OIL.

A equipe da UFC de Quixadá foi orientada pelos professores Paulo de Tarso, Viviane Menezes e Francicleber Ferreira. De acordo com a instituição federal de ensino superior esta foi é a primeira vez que o Brasil participa da OIL, tendo emplacado 25 dos 100 finalistas. Ao lado da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), a UFC foi a instituição com maior número de finalistas. Dos 10 brasileiros mais bem colocados, 3 são da UFC.

Diário Sertão Central é o blog oficial do Diário do Nordeste no Sertão Central do Ceará e Maciço do Baturité. Participe do Diário Sertão Central através do telefone e whats app (85) 9 8755 0154

09:30 · 23.06.2018 / atualizado às 09:25 · 23.06.2018 por

App criado por startup de Quixadá está alcançando a marca de 400 mil downloads e ganhando destaque nacional.

Uma equipe formada por profissionais de Administração e de Tecnologia da Informação (TI) de Quixadá e de Ocara está ganhando destaque entre as startups, empresas emergentes dedicadas ao desenvolvimento de modelos de negócios tendo como plataforma os aplicativos para telefones celulares, conhecidos popularmente como apps. Um deles, o Copa do Mundo, está atingindo a marca dos 400 mil downloads.

A tabela virtual da Copa, criada pela Belong Tecnologia, ganhou destaque entre os segmentos especializados em TI. A equipe da startup é formada por Breno Viana, John Victor Oliveira e Ricardo França, graduados em Administração, e os colegas Thiago Barbosa, graduado em Sistema de Informação e Wkerlyson Batista, em Desenvolvimento de Sistemas. Além do app dos jogos eles estão desenvolvendo outros projetos.

> Negócios criativos estão despontando no Interior do Ceará

Um deles, o serviço de delivery da Ki Sabor, já está funcionando. O negócio funciona em Quixadá há nove anos. Ao receber a proposta dos jovens empreendedores o proprietário José Gomes de Alencar não pensou duas vezes. Aceitou a criação da Sabor Delivery. Ficou mais prático e mais fácil de atender os pedidos a domicílio. Estão aumentando a cada dia, reconhece. Ele recomenda a outros comerciantes apostarem na ferramenta.

O proprietário da Ki Sabor ficou surpreso com a ideia e feliz com os resultados alcançados.

Recém formado, Breno Viana ressalta que o app Copa do Mundo está funcionando como uma vitrine de vendas para a sua equipe. Juntos, sempre estão à procura de soluções e desenvolvimento de outros negócios, para lanchonetes, supermercados, farmácias, consultórios de odontologia, qualquer segmento. Podem atender demandas em todo o Brasil e de outros países a partir do Interior do Ceará.

Belong Tecnologia
belongtec.apps@gmail.com

Diário Sertão Central é o blog oficial do Diário do Nordeste no Sertão Central do Ceará e Maciço do Baturité. Participe do Diário Sertão Central através do telefone e whats app (85) 9 8755 0154

08:30 · 25.05.2018 / atualizado às 08:20 · 25.05.2018 por

UFC de Quixadá tem sete alunos como finalistas de Olimpíada Internacional de Lógica no México

Após a participação e conquistas em competições nacionais, alunos do campus da Universidade Federal do Ceará (UFC) em Quixadá começam a ganhar destaque no cenário internacional. Sete universitários foram selecionados como finalistas da Olimpíada Internacional de Lógica (OIL). A etapa final será realizada no dia 23 de junho na Universidad de Guanajuato, no México. O evento é organizado pela Academia Mexicana de Lógica.

A equipe de Quixadá é formada por Mariana de Pinho Severo (Engenharia de Computação); Pedro Olímpio Nogueira, Vinícius Teixeira de Melo, Leodécio Braz da Silva Segundo e Pedro Alves Gonçalves Júnior (Ciência da Computação); e Rodrigo Barbosa de Almeida (Engenharia de Software). Eles são orientados pelos professores Paulo de Tarso, Viviane Menezes e Francicleber Ferreira.

De acordo com a UFC as provas eliminatórias foram realizadas entre 16 e 19 de maio. Os alunos de Quixadá concorreram com 217 estudantes de graduação de diversos países. Foram eliminados 124.

Esta é a primeira vez que o Brasil participa da OIL. Além dos sete alunos da UFC , 18 estudantes da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) estão entre os 100 finalistas. A UFC foi a instituição com maior número de finalistas. Dos 10 brasileiros mais bem colocados, três são do campus de Quixadá, acrescentou o Núcleo de Comunicação do campus.

Diário Sertão Central é o blog oficial do Diário do Nordeste no Sertão Central do Ceará e Maciço do Baturité. Participe do Diário Sertão Central através do telefone e whats app (85) 9 8755 0154

12:00 · 20.04.2018 / atualizado às 12:10 · 20.04.2018 por

Estudantes desenvolvem concreto especial a partir de resíduos de construção. Fotos > Nutec

O aluno do curso de Engenharia Ambiental do campus do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Ceará (IFCE) em Quixadá, Gilson de Oliveira Galdino, está desenvolvendo juntamente com os estudantes de Engenharia George Wyllyans de Oliveira Gomes da Faculdade Ari de Sá e João Lucas Medeiros, do Centro Universitário Estácio, um tipo de concreto permeável a partir do reuso de Resíduos de Construção e Demolição (RCD).

Os primeiros resultados da pesquisa foram divulgados pela Fundação Núcleo de Tecnologia Industrial do Ceará (Nutec), onde os trabalhos estão sendo realizados, sob a supervisão do professores doutores Esequiel Mesquita  e Ari Clecius, do Laboratório de Engenharia Civil do Nutec.

De acordo com as pesquisas divulgadas, a nova mistura de concreto permeável, destinado a utilização na execução de camadas de pavimentação, é mais barato e mais sustentável, feito com agregados derivados do RCD. Tem características de permeabilidade e durabilidade equivalentes ao concreto poroso convencional, que utilizam agregados naturais.

Novo concreto, permeável, poderá ser utilizado na pavimentação em forma de bloquetes.

Ainda conforme a pesquisa, atualmente o reuso do RCD vem se consolidando como uma prática importante para a sustentabilidade, seja atenuando o impacto ambiental gerado pelo setor da construção civil ou reduzindo os custos para a geração de novos produtos.

Diário Sertão Central é o blog oficial do Diário do Nordeste no Sertão Central do Ceará e Maciço do Baturité. Participe do Diário Sertão Central através do telefone e whats app (85) 9 8755 0154

07:30 · 17.04.2018 / atualizado às 07:15 · 17.04.2018 por

Coordenadoria de Extensão da UFC em Quixadá pretende trinar tutores para alunos de escolas públicas.

O campus da Universidade Federal do Ceará (UFC) em Quixadá, está iniciando nesta terça-feira (17) o projeto de extensão Desenvolvimento Mobile com App Inventor. Segundo os organizadores, a iniciativa tem como como objetivo treinar alunos, bolsistas e voluntários, a utilizarem a ferramenta App Inventor,  uma plataforma de desenvolvimento de aplicativos voltada para não programadores. As aulas serão ministradas no Laboratório 2 do campus da UFC em Quixadá.

A coordenadora de Extensão do campus de Quixadá e do projeto, professora Maria Viviane Menezes, explica que concluído o treinamento, que prossegue até 17 de junho, com encontros nas noites das terças-feiras, a partir das 20h, os alunos capacitados irão atuar como tutores, ensinando estudantes do ensino médio de escolas públicas de Quixadá a criar aplicativos.Posteriormente, os tutores serão mentores dos estudantes das escolas públicas em competições de desenvolvimento de aplicativos.

Quatro bolsistas dos cursos de Design Digital, Engenharia de Software e Ciência da Computação já estão engajados no projeto. “Como forma de ampliar o número de futuros tutores, será aceita a participação de estudantes desses e dos demais cursos do campus – Engenharia de Computação, Redes de Computadores e Sistemas de Informação. Eles atuarão como voluntários“, acrescenta a coordenadora.

Na abertura do treinamento Viviane Menezes fará a apresentação do projeto e da ferramenta. Ao final, os alunos que desejarem se tornar voluntários podem continuar no projeto. Ela destaca que uma atenção especial será dada à participação feminina. Poderá incentivar a presença futura de garotas das escolas públicas em competições como o Technovation, criado para estimular mulheres a ingressar na área da tecnologia da informação. “De nossos quatro bolsistas, três são mulheres“, destaca a coordenadora.

Diário Sertão Central é o blog oficial do Diário do Nordeste no Sertão Central do Ceará e Maciço do Baturité. Participe do Diário Sertão Central através do telefone e whats app (85) 9 8755 0154

Pesquisar

Faça uma busca em nosso blog:

Diário Sertão Central

Blog da editoria Regional, do Diário do Nordeste, sobre os municípios da região Sertão Central, do Ceará.

VC REPÓRTER

Flagrou algo? Envie para nós

(85) 98887-5065

Tags