Categoria: Tradição


08:00 · 28.11.2019 / atualizado às 07:55 · 28.11.2019 por
Chambinho do Acordeon será uma das atrações do Festival de Culinária e Cultura do Sertão no distrito de Juatama, em Quixadá. Foto > Divulgação

Um cortejo cultural, seguido de um encontro da cultura popular e de uma roda de sanfonas e violas vai abrir no fim da tarde  desta sexta-feira (29) a programação do Festival de Culinária e Cultura do Sertão, que segue no sábado (30), em Juatama, uma comunidade rural de Quixadá.

Ainda na sexta-feira, após a abertura e a roda de sanfonas e violas, a programação continua com o Forró do Refulengo, às 20h30, seguido da maior atração da noite, Chambinho do Acordeon, artista que protagonizou o filme “Luiz Gonzaga, de pai para filho”. Ele apresentará um show especial em homenagem ao Rei do Baião, Luiz Gonzaga.  Logo depois, Lívia Mara, estrela do forró autêntico, sobe ao palco, encerrando a primeira noitada cultural.

No sábado, a programação continua com uma oficina de culinária sertaneja, um concurso de pratos típicos e um dia de degustação na Tenda do Forró. De acordo com a divulgação feita pela prefeitura, o público poderá degustar os sabores sertanejos durante todo o dia, a partir das 8h.

O concurso culinário será realizado no início da noite, às 19h30. Antes, às 18h, haverá um concurso de xote. A principal atração musical da noite será Chico Pessoa. Ele deverá subir ao palco às 21h. Após duas horas de show, atrações musicais locais encerram a programação do Festival de Culinária e Cultura do Sertão.

O Festival será promovido pela Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Turismo de Quixadá, em parceria com a Fundação Cultural e Associação Para o Desenvolvimento Social e Cultural de Juatama.

Segundo o secretário de Turismo do Município, Pedro Baquit, o objetivo é incrementar a economia local através da gastronomia e da cultura regional.

Festival de Culinária e Cultura do Sertão
Dias 29 e 30 de novembro
Distrito de Juatama – Quixadá

Diário Sertão Central. Participe pelo whats app (85) 9 8755 0154

08:00 · 26.11.2019 / atualizado às 07:55 · 26.11.2019 por
A cantoria de viola é realizada na comunidade de Café Campestre desde 1961, ideia do Mestre Chico Afonso. Fotos > Alex Pimentel

A comunidade de Café Campestre, na zona rural de Quixadá, realizou neste fim de semana a 58ª Amostra Cultural de Viola Mestre Chico Afonso. O encontro, uma tradição iniciada por Mestre Chico Afonso em 1961, contou com a participação de oito cantadores de viola, explicou o organizador do evento, Cristiano Moura.

Lourival Pereira e João de Oliveira, Guilherme Calixto e Sebastião Gomes, Zé Eufrásio e Antônio LimeiraAntonio Jocélio e Chagas Bezerra se apresentaram em pares, ao público que lotou o terreiro da casa do idealizador da amostra de viola, Chico Afonso, um carpinteiro apaixonado pela genuína cultura nordestina. Ele faleceu em 2009, aos 98 anos.

Mais uma vez os cantadores atraíram um bom público ao terreiro do mestre Chico Afonso.
Atento, o público observava, ouvia e aplaudia as rimas dos cantadores ao som das suas violas.

Ao logo de mais de 50 anos era o próprio Mestre Chico Afonso quem bancava e organizava a festa, e nos últimos anos, respeitando o desejo dele, a tarefa coube aos filhos e netos.

A partir deste ano a Amostra Cultural de Viola passou a ser realizada pelo Instituto Dom Aluísio Loschaider, com o apoio da Secretaria de Cultura do Ceará, Casa de Saberes Cego Aderaldo e prefeitura de Quixadá.

A Amostra homenageou personalidades culturais de Quixadá com a comenda Cego Aderaldo.

Uma curiosidade apresentada pelos trovadores na Amostra Cultural foi o Jornal do Repente. Guilherme Calixto e Antônio Jocélio surpreenderam o público rimando notícias que ganharam destaque na mídia nacional, como a poluição do oceano na costa do Nordeste e o desabamento do edifício Andréia. Com suas violas outros repentistas reclamaram da falta de apoio à cantoria, uma cultura genuinamente nordestina.

Pelo 58º ano consecutivo os cantadores ganharam espaço e a atenção do público no terreiro do Mestre Chico Afonso.

Diário Sertão Central. Participe pelo whats app (85) 9 8755 0154

06:30 · 11.01.2019 / atualizado às 06:30 · 11.01.2019 por
Faculdade Cisne receberá Encontro de Profetas da Chuva de Quixadá neste sábado (12).

Este ano o Encontro de Profetas da Chuva de Quixadá não será realizado no campi do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Ceará (IFCE) nesta cidade. Os organizadores transferiram o evento para a Faculdade Cisne. A mudança ocorreu em razão de o IFCE não poder disponibilizar suas dependências na data agendada, neste sábado, dia 12.

De acordo com o comerciante João Soares, um dos organizadores, o Encontro terá início no mesmo horário, a partir da 8 horas. São aguardados pelo menos 30 profetas. Representantes de várias cidades cearenses, de todas as regiões do Estado, já confirmaram suas presenças no maior e mais antigo Encontro do gênero no País. Este ano chega à sua 23ª edição.

Os homenageados este ano com uma outorga especial dos idealizadores, uma tradição desde a sua criação, serão o presidente da Companhia de Água e Esgoto do Ceará (Cagece), Neury Sangelo Cavalcante Freitas; a presidente do Instituto Agropolos do Ceará, Ana Tereza Barbosa de Carvalho e o deputado estadual Guilherme Sampaio Landim.

23º Encontro de Profetas da Chuva de Quixadá
Dia 12 de janeiro – A partir das 8 horas
Auditório da Faculdade Cisne

Diário Sertão Central. Participe pelo fone e whats app (85) 9 8755 0154

12:30 · 06.01.2019 / atualizado às 16:40 · 06.01.2019 por
O Reisado de Caretas Boi Coração, da comunidade de Boa Água, em Quixadá, é considerado um dos mais tradicionais e originais do Ceará.

Hoje tem festa no terreiro da casa do Mestre Chico Emília, na comunidade rural de Boa Água, em Quixadá. O Reisado do Caretas Boi Coração vai receber os moradores e a vizinhança para a festa de Reis, comemorada neste 6 de janeiro. Após a apresentação de um dos grupos mais tradicionais do Sertão Central, será servido um jantar comunitário, encerrando o ciclo natalino nesta localidade distante 40 km da sede do Município.

Segundo o organizador da festa, o professor Edinês Brito, o encontro tem início às 18 horas. Em agradecimento as doações grupo de folguedo, uma herança dos migrantes da região do Maciço de Baturité, que se estabeleceram em Boa Água no início da década de 1930, se apresentam ao público, preservando o costume fortalecido nos últimos anos pelo interesse e participação das crianças da localidade.

A cultura original é mantida de geração a geração pelos moradores de Boa Água.
As crianças também se interessam e participam da brincadeira, assegurando a preservação da tradição.

Além dos Caretas infantis outro reisado tradicional no Sertão Central, o Boi de Antônio Maria Águeda, o “Das Águias”, comando pelo Mestre Piauí, principal mestre-de-boi em atividade na sua terra natal, Quixeramobim, deverá se apresentar no terreiro do Mestre Chico Emília. Os dois são Tesouros Vivos da cultura cearense, outorga da Secretaria de Cultura do Estado (Secult).

O Boi Coração, acompanhado dos brincantes, os Caretas, as Pastorinhas, a Ema, os Urubus, o Cabrito, repetem praticamente o ritual realizado nos outros terreiros onde o reisado é comemorado, todavia, de acordo com o Edinês Brito, historiador, a particularidade dos Caretas em relação a outros reisados está no fato de que os personagens, os Reis Magos, retornaram a Belém após a visita para saudar o filho de Deus.

O professor pesquisou o folguedo realizado pelo seu povo. Representa o retorno dos três reis à manjedoura do Menino Jesus, para alertarem Maria e José da intenção do rei Herodes de mandar matar o rei dos judeus. Para não serem notados pelos soldados romanos, Belchior, Balthasar e Gaspar, usaram mascaras e disfarces de mendigos. Retornam à Belém pedindo esmolas. Essa é a origem da tradição.

Diário Sertão Central. Participe pelo fone e whats app (85) 9 8755 0154

06:30 · 03.01.2019 / atualizado às 06:30 · 03.01.2019 por
O maior Encontro de Profetas da Chuva é realizado em Quixadá desde 1998.

Hospitalidade e um número recorde de participantes, essa é a expectativa dos idealizadores e organizadores do Encontro de Profetas da Chuva de Quixadá, o comerciante João Soares e o engenheiro químico Helder Cortez. Para este ano, o 23º, a confraternização especial deverá receber aproximadamente 40 “profetas”, como são conhecidos homens e mulheres a apontarem dos sinais da natureza suas previsões sobre a quadra invernal a chegar no sertão nordestino.

Sempre realizado no segundo sábado do ano novo, no Dia do Profeta da Chuva, data oficializada neste Município, além de tradicional, se estendendo por mais de duas décadas, o Encontro também é o maior do País nesse gênero. Em razão da participação de um grande número de “profetas”, costuma atrair autoridades na área da agricultura e pecuária e a mídia nacional. “Com um maior número de cientistas populares, maior a probabilidade de acertos”, explica João Soares.

Este ano, o campus do Instituto Federal de Educação Ciência e Tecnologia do Ceará (IFCE) na cidade, na estrada de acesso ao Açude Cedro, recebe mais uma vez o evento, o terceiro consecutivo. O local é ideal porque está próximo do maior complexo histórico da região, ao lado da exótica formação monolítica da Pedra da Galinha Choca e do parque natural, onde podem ser encontrados formigueiros, cupinzeiros, ninhos de pássaros e a flora da caatinga, de onde são extraídos a maioria dos sinais para as previsões meteorológicas.

Nos últimos anos o modelo criado pelos amigos João Soares e Helder Cortez em Quixadá se espalhou pelo Ceará. No início do mês, foi realizado em Tauá o 3º Encontro de Profetas da Chuva dos Inhamuns, com seis participantes. O próximo deverá ocorrer em Ipu, na Serra da Ibiapaba. “Incentivamos a realização dessas reuniões como forma de assegurar a prática e a preservação dessa tradição. Muitos estão ficando velhos e a cada ano sempre perdemos um desses amigos, como Ribamar Lima, de Quixadá, falecido há pouco mais de mês”, acrescenta Soares.

O profeta Josué Viana está chegando aos 80 anos de idade. São mais de 60 dedicados às experiências de observar o movimento da natureza e principalmente dos astros. Neles encontra a segurança para expor a sua previsão. Com um percentual de acertos elevado ele tem conquistado o respeito e a atenção de muitos. Apesar de restarem ainda algumas análises antes do Encontro do qual participa nas últimas duas décadas , já é possível prever um bom inverno no Ceará.

Na natureza eles encontram o sinais para previsão da quadra invernosa no sertão cearense.

João Soares, que também desenvolve suas profecias, não é tão otimista. Ele comunga com o diagnóstico dos profetas dos Inhamuns, prevê o período da quadra chuvosa inferior a um bom inverno. Entretanto, quanto mais análises mais apurada fica a definição paralela à apresentada pelo órgão oficial do Estado, a Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (Fuceme). Como o Encontro de Quixadá reúne um maior número de profetas e de várias regiões, a probabilidade de acerto é maior, reitera.

Bom, o resultado será apresentado no dia 12 de janeiro próximo. Além de mais de uma dezena de profetas e profetisas de Quixadá estão confirmadas a participação de representantes de Aracati, Camocim, Ipu, Limoeiro do Norte, Orós, Russas, Tauá e Sobral. Serão recepcionados com um café da manhã especial. Haverá homenagens a personalidades e após o Encontro será servido um almoço ao público.

O Encontro em Quixadá costuma contar com mais de 30 profetas e profetisas.

A novidade este ano será a campanha de arrecadação de alimentos não perecíveis. Como o público espectador costuma ser superior a 500 pessoas o objetivo é angariar meia tonelada de produtos para distribuição com famílias carentes sertanejas. São as mais afetadas quando boas chuvas não chegam às  suas lavouras, acrescentam Soares e Cortez.

Fique por Dentro

30 é a média de profetas participantes do Encontro em Quixadá
No último Encontro 23 apresentaram suas previsões
Lurdinha Leite e Meyrismar Nobre são as profetisas do Encontro
Em 2018 a maioria dos profetas apontaram chuvas melhores em relação ao ano anterior, interrompendo um longo período de estiagem

23º Encontro de Profetas da Chuva
Dia 12 de janeiro – A partir das 8h
Campus do IFCE – Quixadá
Estrada do Açude Cedro

Diário Sertão Central. Participe pelo fone e whats app (85) 9 8755 0154

18:00 · 25.12.2018 / atualizado às 18:05 · 25.12.2018 por
Os Caretas Boi Coração, um grupo cultural de reisado de Quixadá, busca doações para realização de jantar comunitário.

Um dos grupos culturais mais tradicionais do Sertão Central, o Reisado de Caretas Boi Coração, iniciou campanha de arrecadação de alimentos não perecíveis, para a realização do jantar comunitário na comunidade de Boa Água, no distrito de Cipó dos Anjos, na zona rural de Quixadá.

Segundo o organizador da festa de encerramento do ciclo natalino na comunidade rural, Edinês Brito, será realizada no Dia de Reis, 6 de janeiro, a partir das 18 horas, no terreiro da casa de Chico Emília. Em agradecimento as doações os Caretas Boi Coração se apresentarão ao público.

O contato com Edinês Brito pode ser mantido através das redes sociais. Ele agradece em nome do grupo de reisado, uma herança dos migrantes da região do Maciço de Baturité, que se estabeleceram em Boa Água no início da década de 1930. Seu Assis e Seu Sitônio, falecidos, são os fundadores. Ambos chegaram ao distrito ainda crianças, passando a brincar no reisado dos familiares.

Diário Sertão Central. Participe pelo fone e whats app (85) 9 8755 0154

11:00 · 27.08.2018 / atualizado às 10:55 · 27.08.2018 por

Vaqueiros de Canindé fortalecem ofício com participação em comemorações religiosas.

A Associação dos Vaqueiros de Canindé (AVC) já está organizando os detalhes para a participação nos festejos de São Francisco das Chagas, neste cidade, considerada o maior santuário franciscano das Américas. No dia 27 de setembro aboaiadores de todo o Nordeste receberão a bênção do santo na maior Missa do Vaqueiro realizada no sertão, explicou o presidente da AVC, Antônio Edilânio de Freitas, o Edilânio Aboaidor. O ritual é realizado há quase meio século, sendo um dos momentos mais importantes do festejo.

No sábado (25), dezenas de vaqueiros, cavaleiros e cavaleiras de Canindé e de municípios vizinhos participaram das comemorações do Dia do Vaqueiro, cavalgando da Estátua de São Francisco ao Parque de Exposição Francisco Diassis Bessa Xavier. Recebiam a bênção pela primeira vez no ano, e também homenagens especiais da AVC, com o apoio da Secretaria de Turismo de Canindé. A secretária Socorro Bastos e a prefeita Rozário Ximenes prestigiaram o evento.

> Evento comemora Dia do Vaqueiro

Com 85 de idade e mais de 70 de profissão, o vaqueiro Moisés Paulo Uchôa era um dos mais empolgados com a comemoração. Hoje, reside na cidade, mas a maior parte da sua vida foi dedicada à lida com o gado, na Fazenda São Serafim, a cerca de 30Km do Centro de Canindé, acompanhado dos 15 irmãos, oito homens e sete mulheres . Mas se a idade o obrigou a morar mais perto do hospital, não abandonou o ofício. Tem uma oficina de couro. Ele foi um dos homenageados.

Este ano, a vaqueira Dina Martins, também Mestra da Cultura, não participou da cavalgada. As vaqueiras foram representadas pela Rainha da AVC, Bruna Fariny Freire, de 15 anos. A cavaleira Fabíola Uchôa participou com o seu berrante. Coube à Mestra Dina puxar o cântico dos aboiadores na Missa do Vaqueiro celebrada pelo padre Roberto Reinaldo, da paróquia de São José, acompanhada do Coral de Nossa Senhora do Rosário.

Diário Sertão Central é o blog oficial do Diário do Nordeste no Sertão Central do Ceará e Maciço do Baturité. Participe do Diário Sertão Central através do telefone e whats app (85) 9 8755 0154

19:00 · 10.06.2018 / atualizado às 18:50 · 10.06.2018 por

Acompanhada de vaqueiros e de vaqueiras a presidente da AVCMN, Fátima Girão, comandou a cavalgada de 75 anos.

Uma alvorada, nas primeiras da manhã desta segunda-feira (11), deverá encerrar a 75ª Festa do Vaqueiro de Morada Nova, organizada e promovida pela  Associação dos Vaqueiros e Criadores de Morada Nova (AVCMN). A programação teve início na última quinta-feira (7). O seu momento mais marcante foi a cavalgada até o Parque de Vaquejada João de Deus Girão, no fim da tarde da sexta-feira (8), onde foi celebrada a Missa do Vaqueiro, na Capela de Nossa Senhora de Aparecida.

Segundo representantes da AVCMN este ano o cortejo especial, de aproximadamente 5 quilômetros, contou com aproximadamente 300 vaqueiros e mais de 1.500 cavaleiros, incluindo mulheres e crianças. À frente da cavalgada, os batedores, vestidos à caráter, com suas roupas de couro, acompanhavam a presidente da Associação dos Vaqueiros, Fátima Andrade Girão de Oliveira, aplaudidos pelo público que assistia o desfile no seu percurso.

Mais de 300 vaqueiros e vaqueiras, vestidos com suas indumentárias especiais participaram da cavalgada.

Quando a cavalgada cruzou a Lagoa Salina, diante da Secretaria de Cultura e Turismo do Município, recebeu uma homenagem especial da secretária Socorro Leitão Machado e da sua equipe. Era uma forma simples de demonstrar a importância da tradição mantida pela Associação na “Terra do vaqueiro“, como Morada Nova é conhecida, explicou a gestora destacando a união dos associados para a realização da festa especial.

Além das famílias de cavaleiros até os motociclistas acompanharam o desfile até o Parque de Vaquejada.

Este ano a Festa contou  com o apoio da administração municipal teve início nesta quinta-feira (7) e segue até a próxima segunda-feira (11), dia dedicado ao vaqueiro no Município. Na noite da abertura, no Espaço Cultural Moacir Bezerra da Silva, no Parque de Vaquejada, foram entregues comendas a personalidades relacionadas com a atividade do vaqueiro. Em seguida foi realizado o leilão no Pavilhão Zé Almir Girão. A arrecadação é destinada à manutenção das atividades da Associação dos Vaqueiros.

Pelo segundo ano consecutivo a Missa do Vaqueiro foi realizada na capela do Parque de Vaquejada. Nos últimos 73 anos a bênção havia ocorrido na Igreja Matriz, no Centro da cidade. Todavia, apesar da mudança de local, os vaqueiros, a diretoria da AVCMN e fiéis lotaram o pátio do parque. A missa foi celebrada pelo padre Jociel Mota.

Diário Sertão Central é o blog oficial do Diário do Nordeste no Sertão Central do Ceará e Maciço do Baturité. Participe do Diário Sertão Central através do telefone e whats app (85) 9 8755 0154

07:00 · 22.12.2017 / atualizado às 07:40 · 22.12.2017 por

O público de Quixadá terá a oportunidade de assistir espetáculos natalinos nesta sexta e sábado.

Começa nesta sexta-feira (22) e, segue no sábado, a Cantata de Natal em Quixadá com apresentações de Reisados, bois, presépios, pastoris, autos natalinos, corais, dentre outras manifestações culturais que trazem em seu contexto a representação do natal. As apresentações, gratuitas, antes programadas para a Praça da Cultura Gladson Martins Jucá, serão realizadas na Praça da Estação, diante do Museu Histórico Jacinto de Sousa, a partir das 19 horas.

Na sua estrutura o evento terá sonorização, iluminação, alimentação e água, segurança, espaço reservado para recepção dos participantes, estacionamento, rampa de acesso, guia para pessoa de mobilidade reduzida, além do espaço adequado e amplo para apresentações de máximo valor cultural, tendo o Centro Cultural, o Memorial Rachel de Queiroz e Praça da Cultura como cenários da Cantata de Natal.

Os espetáculos folclóricos e populares natalinos chegam à cidade através da Associação de Cinema e Vídeo de Quixadá (ACVQ), em parceria com a Fundação Cultural de Quixadá, Fórum de Cultura e Turismo do Sertão Central e Centro Antônio Conselheiro. Foram contemplados no XIV Edital Natal de Luz 2017 da Secretaria de Cultura do Estado do Ceará (Secult) na categoria: Mostras Regionais Natalinas.

Ainda conforme a ACVQ no período do dia serão realizadas oficinas sobre as manifestações presentes nos festejos natalinos. A artista plástica de Quixadá, Luna, será a ministrante. O evento é acima de tudo um espaço de democratização da cultura popular e de livre acesso ao artista e ao cidadão, promovendo um verdadeiro terreiro de valorização ao patrimônio imaterial, das diversas culturas presentes no Ceará em torno do ciclo natalino.

As secretarias de Educação, de Cultura e de Desenvolvimento Social de Quixadá são parceiras da Cantata de Natal deste ano.

Cantata de Natal
Dias 22 e 23 de dezembro
Praça da Estação – Quixadá

Diário Sertão Central é o blog oficial do Diário do Nordeste no Sertão Central do Ceará e Maciço do Baturité. Participe do Diário Sertão Central através do telefone e whats app (85) 9 8755 0154

07:00 · 04.12.2017 / atualizado às 12:20 · 05.12.2017 por

O Centro Cultural e a Praça da Cultura, serão os palcos da Cantata de Natal em Quixadá.

Reisados, bois, presépios, pastoris, autos natalinos, corais, dentre outras manifestações culturais que trazem em seu contexto a representação do natal, serão atrações da Cantata de Natal em Quixadá. As apresentações, gratuitas, ocorrerão nas noites dos dias 22 e 23 deste mês, na Praça da Cultura Gladson Martins Jucá e no Centro Cultural Rachel de Queiroz, nesta cidade do Sertão Central.

Em sua estrutura o evento terá sonorização, iluminação, alimentação e água, segurança, espaço reservado para recepção dos participantes, estacionamento, rampa de acesso, guia para pessoa de mobilidade reduzida, além do espaço adequado e amplo para apresentações de máximo valor cultural, tendo o Centro Cultural, o Memorial Rachel de Queiroz e Praça da Cultura como cenários da Cantata de Natal. .

Os espetáculos folclóricos e populares natalinos chegam à cidade através da Associação de Cinema e Vídeo de Quixadá (ACVQ), em parceria com a Fundação Cultural de Quixadá, Fórum de Cultura e Turismo do Sertão Central e Centro Antônio Conselheiro. Foram contemplados no XIV Edital Natal de Luz 2017 da Secretaria de Cultura do Estado do Ceará (Secult) na categoria: Mostras Regionais Natalinas.

Ainda conforme a ACVQ no período do dia serão realizadas oficinas sobre as manifestações presentes nos festejos natalinos. A artista plástica de Quixadá, Luna, será a ministrante. O evento é acima de tudo um espaço de democratização da cultura popular e de livre acesso ao artista e ao cidadão, promovendo um verdadeiro terreiro de valorização ao patrimônio imaterial, das diversas culturas presentes no Ceará em torno do ciclo natalino.

Grupos pastoris se apresentarão gratuitamente ao público nos espaços culturais de Quixadá.

Conforme os organizadores a Cantata de Natal é um espetáculo cultural para todas as idades.

As secretarias de Educação, de Cultura e de Desenvolvimento Social de Quixadá são parceiras da Cantata de Natal deste ano.

Cantata de Natal
Dias 22 e 23 de dezembro
Praça da Cultura – Quixadá

Diário Sertão Central é o blog oficial do Diário do Nordeste no Sertão Central do Ceará e Maciço do Baturité. Participe do Diário Sertão Central através do telefone e whats app (85) 9 8755 0154

Pesquisar

Faça uma busca em nosso blog:

Diário Sertão Central

Fatos diários do Sertão Central e do Maciço de Baturité em infraestrutura, polícia, economia, política, esporte e cultura. Por Alex Pimentel.

VC REPÓRTER

Flagrou algo? Envie para nós

(85) 98887-5065

Tags