Busca

Categoria: Turismo


06:00 · 11.08.2017 / atualizado às 06:20 · 11.08.2017 por

Presidentes da Adece e Fecomércio-CE se reuniram com prefeitos do Sertão Central em Fortaleza.

A Agência de Desenvolvimento do Estado do Ceará (Adece) e a Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (Fecomércio-CE) estão fortalecendo uma parceria no auxílio ao desenvolvimento dos municípios do Sertão Central. Em setembro, as duas instituições apresentarão projetos para discussão e execução aos prefeitos dos 15 municípios da região.

De acordo com a Adece, a estratégia de desenvolvimento foi discutida na sede da Fecomércio-CE, em Fortaleza . Além do presidente da casa, Luiz Gastão Bittencourt, a presidente da Adece, Nicolle Barbosa, e o presidente da Associação dos Municípios do Sertão Central (Amusc), Marcondes Holanda Jucá, a reunião contou com a presença de prefeitos e representantes dos municípios participantes da iniciativa.

No encontro a presidente da Adece destacou as parcerias que já estão sendo realizadas individualmente com alguns municípios e ressaltou a importância do trabalho em conjunto para desenvolver a região em sua totalidade. “É importante dinamizar a economia já existente em cada localidade. A atitude da Amusc em ampliar parcerias é fundamental para o desenvolvimento sustentável da região do Sertão Central que conta com o nosso apoio“, completou.

O presidente do Sistema Fecomércio-CE apresentou a estrutura da entidade e expôs os programas existentes na casa que possam ser utilizados como ferramenta para auxiliar no desenvolvimento econômico e social dos municípios. A realização de cursos técnicos em diversas áreas, e até de idiomas são exemplos, para cidades com potencial turístico como Quixadá.

Diário Sertão Central é o blog oficial do Diário do Nordeste no Sertão Central do Ceará e Maciço do Baturité. Inclua entre os seus links favoritos. Participe do Diário Sertão Central através do telefone (88) 9 9970 5161

06:30 · 03.08.2017 / atualizado às 09:05 · 03.08.2017 por

Ciclo de romarias em Canindé teve início com Perdão de Assis e procissão. Fotos > Secretaria de Turismo de Canindé

O maior santuário franciscano da América do Sul, de São Francisco das Chagas, em Canindé (a 100Km de Fortaleza), deu início nesta quarta-feira (2) ao ciclo de romarias em homenagem ao santo protetor dos sertanejos. Os festejos começaram com a celebração da santa missa do Perdão de Assis, às 6 horas na Basílica, seguida da ordenação presbiteral dos frades Francisco Rogério, de Mossoró (RN) e Frei Ricardo de Campo Formoso (BA). O culto especial foi celebrado por dom Frei Beto Breis, bispo coadjunto da diocese de Juazeiro (BA).

À tarde, numa coletiva para a imprensa, transmitida pela web TV, o reitor da Paróquia-Santuário de São Francisco das Chagas, frei Marconi Lins, anunciou os festejos alusivos ao ciclo de romarias. Além do Perdão de Assis, os fiéis participaram a partir das 17hs30 da procissão com a imagem de Nossa Senhora dos Anjos, partindo da Igreja das Dores até a Basílica, e logo depois de mais uma celebração eucarística, dentre as muitas a serem realizadas até o dia 3 de fevereiro do próximo ano, quando a programação religiosa se encerra.

Conforme o líder religioso franciscano, em seguida, até o dia 11, serão realizados os festejos de Santa Clara. Acompanhando a programação religiosa, de 15 a 17 de setembro será a vez da Festa das Chagas, marcando o bicentenário da Paróquia-Santuário e praticamente uma semana depois, no dia 24, têm início a maior festa franciscana do País, atraindo romeiros de todos os estados do Nordeste, se estendendo até o dia 4 de outro, dedicado a São Francisco das Chagas.

Este ano os festejos de São Francisco terão como título “Francisco restaura a minha igreja”.

Para a principal festa religiosa de Canindé frei Marconi Lins informou já terem sido adotadas todas as providências para o recebimento dos romeiros nos 12 dias de novenas e festas. Reuniões já foram realizadas com o governo municipal e as forças de segurança, incluindo o Corpo de Bombeiros Militar. Resta apenas uma definição da Polícia Rodoviária Federal (PRF) acerca da fiscalização das BRs de acesso ao Estado. “Esperamos que tenham o bom senso de entenderem que a maioria dos romeiros é pobre”, justificou frei Marconi Lins evitando questionar o uso dos paus-de-arara, principal transporte dos viajantes sertanejos.

Representando a administração municipal a secretaria do Desenvolvimento Econômico e Turismo, Socorro Bastos, enfatizou a importância da população de acolher bem os romeiros. Além da hospitalidade, assegurando-lhes também paz nos momentos de oração e tranquilidade nos festejos programados pelo Santuário-Paróquia. Também demonstrou preocupação com a exploração dos visitantes, principalmente na comercialização das refeições e até nos banhos de chuveiro. Ela pediu para os comerciantes não abusarem nos preços.

Mesmo assim, para frei Marconi Lins, o número de romeiros será menor em relação aos anos anterior, em parte pela proibição dos uso dos caminhões paus-de-arara, única opção de transporte para grande parte dos devotos de São Francisco e também em razão da estiagem prolongada. “Voltou a chover no sertão, mas foram chuvas irregulares, ainda prevalecendo o quadro de seca”, frisou durante a entrevista coletiva à imprensa.

A esse respeito, este ano, na cidade, água não vai faltar. O Açude São Mateus está com 75,59% do seu volume conforme dados da Companhia de Gestão dos Recursos Hídricos (Cogerh). O aporte hídricos é suficiente para abastecer toda a cidade até a próxima quadra invernosa, garante a equipe do Serviço Autônomo de Água e Esgoto (SAAE).

No ciclo de romarias os atos religiosos são transformados pela Paróquia-Santuário em espetáculos públicos.

Diário Sertão Central é o blog oficial do Diário do Nordeste no Sertão Central do Ceará e Maciço do Baturité. Inclua entre os seus links favoritos. Participe do Diário Sertão Central através do WhatsApp 55 88 9 9970 5161

12:00 · 23.07.2017 / atualizado às 12:10 · 23.07.2017 por

Um grupo de amigos registrou nesta semana uma situação constrangedora para um cadeirante durante uma visita ao Açude Cedro. Ele é o artista plástico tetraplégico Antonio Luiz Martins. Natural de São Paulo, onde reside, resolveu visitar a “Terra dos Monóltos”, acompanhando a esposa a um Encontro de Amigos. A recepção foi calorosa, o acolhimento também, mas a visita ao principal ponto turístico da cidade expôs um problema muito debatido atualmente, a acessibilidade.

O artista plástico paulista só pode circular pela principal parede do Açude Cedro com a ajuda dos amigos 

Tão ruim quanto a dificuldade para superar os obstáculos de ferro foi o constrangimento

O turista só pode apreciar a vista mais famosa da cidade, da Pedra da Galinha Choca, graças a ajuda de outras pessoas. Foi preciso um voluntário agarra-lo pelos braços para superar o obstáculo das barras de ferro encravadas na entrada de acesso a passarela da parede do açude. Antes, a administração do Açude havia autorizado a subida do turista em um automóvel, pela rampa principal, até a varanda. Mesmo assim, a situação causou desconforto.

Na opinião do turista e dos seus acompanhantes, a solução para o problema de acessibilidade é simples. Basta retirar as barras de ferro e instalar um portão. A chave pode ficar com os funcionários da cantina instalada bem ao lado. O responsável pela cantina confirmou a disponibilidade. Mesmo assim foi mais uma imagem negativa para uma das mais belas atrações turísticas do Interior do Ceará, a cada dia mais deteriorada pela falta de ação dos gestores públicos, destacaram os visitantes.

De acordo com a administração do Açude Cedro as barras de ferro foram instaladas há décadas, para impedir o tráfego de bicicletas na parede, evitando riscos tanto para os ciclistas como pedestres. As barras impedem também o acesso de motocicletas, entretanto, cabe à superintendência do Departamento Nacional de Obras Contra a Seca (Dnocs) a adoção das providências necessárias, mas as mudanças só podem ser realizadas com aval do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan). O parque é tombado como patrimônio nacional.

A vista da Pedra da Galinha Choca da parede da Galinha Choca é o principal cartão postal de Quixadá

Diário Sertão Central é o blog oficial do Diário do Nordeste no Sertão Central do Ceará e Maciço do Baturité. Inclua entre os seus links favoritos. Participe do Diário Sertão Central através do WhatsApp 55 88 9 9970 5161

10:30 · 23.07.2017 / atualizado às 10:40 · 23.07.2017 por

Os dois maiores vales do Estado, do Jaguaribe e do Banabuiú, estão ligados oficialmente pela CE-266. O trecho com 51,77Km de extensão foi inaugurado pelo governador Camilo Santana na última sexta-feira (21) nos dois entroncamentos da rodovia estadual, no distrito de Roldão, em Morada Nova e em Banabuiú, na CE-153. A população de Banabuiú fez festa com a chegada do governador.

Antes, a distância entre Banabuiú e Morada Nova era de  112Km e agora é de 77Km

De acordo com o governo do Estado a obra faz parte do Ceará de Ponta a Ponta, que visa requalificar a malha rodoviária com obras de restauração, pavimentação e duplicação das estradas cearenses, construindo os caminhos para o desenvolvimento do turismo, da indústria e do comércio. O investimento foi de R$ 56,8 milhões, com recursos do Tesouro do Estado e do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID).

Na avaliação das lideranças políticas da região, como o prefeito de Banabuiú, Edinho Nobre, além de ligar os dois vales, a rodovia reduziu o acesso ao litoral leste do Estado, e vai facilitar o tráfego das produções entre as duas regiões. No caso de Banabuiú, quando o Açude Arrojado Lisboa voltar a ter um aporte significativo, será uma das principais rotas de comercialização do seu peixe. O número de turistas também vai aumentar na cidade.

A inauguração do novo trecho da CE-266 foi muito festejada em Banabuiú 

Também foi a oportunidade da população de Banabuiú se aproximar do governador, com direito a selfie

Diário Sertão Central é o blog oficial do Diário do Nordeste no Sertão Central do Ceará e Maciço do Baturité. Inclua entre os seus links favoritos. Participe do Diário Sertão Central através do WhatsApp 55 88 9 9970 5161

06:00 · 19.07.2017 / atualizado às 05:40 · 19.07.2017 por

A Secretaria de Cultura e Turismo (Secult) de Quixeramobim realizará nesta quinta-feira (20) o Fórum de Cultura e Turismo do Sertão Central. Na pauta do Encontro com gestores municipais das cidades da região estarão a explanação do calendário turístico focado nas suas potencialidades. O mobilizador cultural Mardônio Barros orientará os secretários municipais e suas equipes sobre a elaboração de projetos nessa área.

Ainda de acordo com a Secult de Quixeramobim o Fórum regional será realizado no Memorial Antônio Conselheiro das 8 horas às 15h30. Os representantes dos municípios do Sertão Central serão recepcionados pela secretária Ruanna Fernandes e sua equipe. Após o credenciamento e o café cultural os participantes assistirão apresentações da Banda de Música Municipal de Quixeramobim e do Reisado do Mestre Piauí.

Fórum de Cultura e Turismo do Sertão Central
Dia 20 de julho – A partir das 8 horas
Memorial Antônio Conselheiro – Quixeramobim

O Memorial Antônio Conselheiro fica localizado no Centro de Quixeramobim

Diário Sertão Central é o blog oficial do Diário do Nordeste no Sertão Central do Ceará e Maciço do Baturité. Inclua entre os seus links favoritos. Participe do Diário Sertão Central através do WhatsApp 55 88 9 9970 5161

18:30 · 09.07.2017 / atualizado às 19:00 · 09.07.2017 por

Visitar a Fazenda Não Me Deixes, em Quixadá, herança da escritora Rachel de Queiroz, imortal da Academia Brasileira de Letras, é uma opção nestas férias de julho. O passeio está sendo disponibilizado pelo Centro Cultural de Quixadá aos sábados e domingos, a partir das 8 horas.

A fazenda da família de Rachel de Queiroz era o seu recando preferido da escritora desde a sua infância

Segundo o responsável pelas visitas, Edelson Santos, os interessados podem agendar o passeio pelo telefone (88) 9 9980 8276. O translado com passaporte para a propriedade rural do século XIX localizada a 30Km do Centro de Quixadá, no distrito de Daniel de Queiroz, custa R$ 40,00 de automóvel, R$ 50,00 de micro-ônibus e R$ 80,00 de ônibus.

Os valores para acesso ao recanto predileto de Rachel de Queiroz são cobrados por veículos, e não por pessoa. A arrecadação é utilizada na manutenção da fazenda. A propriedade tem 928 hectares onde 300 deles são de caatinga, mata nativa, uma reserva particular do patrimônio natural (RPPN).

Os visitantes também poderão conhecer o Memorial Rachel de Queiroz, no Chalé da Pedra, na Praça da Cultura, no Centro da cidade. O espaço cultural fica aberto das 8h às 12h nos fins de semana. De segunda a sexta o público é recebido à tarde e á noite. Não há cobrança de taxa pela visita.

Durante a semana o Memorial Rachel de Queiroz, no Chalé da Pedra, fica aberto ao público 

Passeio à Fazenda Não Me Deixes

Sábados e Domingos – Das 8 horas ao meio-dia
Reservas (88) 9 9980 8276
R$ 40,00 – Carros
R$ 50,00 – Micro-ônibus
R$ 80,00 – Ônibus

Diário Sertão Central é o blog oficial do Diário do Nordeste no Sertão Central do Ceará e Maciço do Baturité. Inclua entre os seus links favoritos. Participe do Diário Sertão Central através do WhatsApp 55 88 9 9970 5161

19:00 · 18.06.2017 / atualizado às 19:36 · 18.06.2017 por

Realizado novamente após quatro anos, o Pula Fogueira, um festejo junino tradicional em Quixadá, encerrou a sua última noite de festa lotando a Praça José de Barros. Os órgãos oficiais de segurança, Polícia Militar e Polícia Civil, não apresentaram números oficiais de público na festa, todavia, segundo os organizadores, o público médio foi superior aos 15 mil em cada noite.

A cantora Viviane Diniz, de Quixadá, relembrou o forró das antigas e fez o público cantar em coro

Stefany Maciel, outra cantora de Quixadá, atendeu os fãs e fez fotos selfie durante o show

A praça José de Barros focou lotada para assistir o show de encerramento com Lagosta Bronzeada

O secretário do Desenvolvimento Econômico e Turismo de Quixadá, Pedro Baquit, que faz aniversário neste domingo (18), comemorou o sucesso do retorno do Pula Fogueira, que este ano chegou à sua 18ª edição. “Para o próximo ano pretendemos melhorar ainda mais a estrutura e corrigir alguns problemas, como a cobrança de flanelinhas no entorno da praça”, ressaltou.

Os artistas da terra, dentre eles Pau de Arara, Junior Gordim e Banda, Stephany Maciel e Viviane Diniz dividiram palco com atrações mais conhecidas, como Zé Cantor e Solteirões, Forró Real, e Lagosta Bronzeada, que encerrou a festa. Com uma excelente estrutura sonora, a mesma utilizada nos grandes shows, os cantores e bandas de Quixadá receberam elogios e até tietagem.

Para o prefeito Ilário Marques o retorno do Pula Fogueira vai além da festa, resgata a autoestima da população e o orgulho de ser quixadaense. O evento, de quatro noites, propicia também renda extra para dezenas de trabalhadores nas quatro noites de festa, além de atrair turistas para a cidade preservar a tradição junina com o festival de quadrilhas, antes da realização de cada show.

Os grupos juninos de várias cidades sertanejas encantaram o público com suas apresentações

Outro aspecto positivo da festa foi a segurança. Além de equipes do Município, como a Guarda Municipal e o Departamento Municipal de Trânsito (DMT) e Serviço de Atendimento Médico de Urgência (SAMU), a Polícia Militar deu apoio. Nenhum incidente grave foi registrado em relação ao evento. Os boatos de dezenas de telefones celulares furtados foram desmentidos pelos órgãos de segurança.

O Diário Sertão Central é o blog oficial do Diário do Nordeste no Sertão Central do Ceará e Maciço do Baturité. Inclua entre os seus links favoritos. Participe do Diário Sertão Central através do WhatsApp 55 88 9 9970 5161

09:30 · 17.06.2017 / atualizado às 09:35 · 17.06.2017 por

As apresentações das quadrilhas juninas Luar Serrano, de Ibaretama, Arraiá do Conselheiro, de Quixeramobim, Fulô do Sertão, de Senador Pompeu e Sol do Meu Sertão, também de Quixeramobim, surpreenderam o público na terceira noite do 18º Pula Fogueira na Praça José de Barros, no Centro de Quixadá.

Cada grupo junino apresentou um tema diferente. O Luar Serrano chegou com o sertão nosso de cada dia; a Fulô do Sertão fez uma homenagem à capital cearense, Fortaleza e a Sol do Meu Sertão fez uma homenagem especial ao humoristas cearenses.

Entretanto, na opinião da plateia, o destaque da noite foi o Arraiá do Conselheiro com o tema “Canudos no estalo da caatinga“. Do casamento dos matutos abençoado pelo herói da guerra de Canudos à invasão do arraial pelas tropas do Império e a ameaça da Republica, o roteiro impressionou, apesar da simplicidade e da agilidade dos cenários relembrando o arraial. Até a cabeça do Conselheiro foi exibida, para os jurados da União Junina do Ceará.

Hoje à noite, a partir das 19 horas, mais quatro apresentações encerram o Festival de Quadrilhas Regional, seguido do show da banda Lagosta Bronzeada. A cantora Viviane Diniz, de Quixadá, recebeu a missão de encerar a festa do 18º Pula Fogueira.

O Diário Sertão Central é o blog oficial do Diário do Nordeste no Sertão Central do Ceará e Maciço do Baturité. Inclua entre os seus links favoritos. Participe do Diário Sertão Central através do WhatsApp 55 88 9 9970 5161

10:30 · 16.06.2017 / atualizado às 10:55 · 16.06.2017 por

O Pula Fogueira, um festejo junino realizado desde o início da década de 1990 na Praça José de Barros, no Centro de Quixadá, mas cancelado nos últimos quatro anos, retornou agradando o público e também os pequenos comerciantes, proprietários de barracas. Chegando à sua 18ª edição a festa reúne apresentações de quadrilhas e shows, de forró, resgatando ainda musicas genuínas como “Olhinhos de fogueira”, da banda Mastruz com Leite.

Na segunda noite do Pula Fogueira foi a vez de Zé Cantor e Solteirões subirem ao palco. O público, que lotou a praça, esperou pacientemente o início do show, e “valeu a pena”, explicou a universitária Natália Medeiros. Ela seguiu de Senador Pompeu, com um grupo de amigas, somente para verem o ídolo. Acabaram encontrando muito mais. “Essa gente aqui sabe realmente como fazer festa”, completou a colega Amanda Teixeira.

As visitantes se referiam à estrutura e as outra atrações do Pula Fogueira. Para elas estava tudo muito organizado, com banheiros, boa iluminação, segurança e as barracas não estavam explorando no preço. Ao chegarem da viagem de mais de 100Km ficaram surpresas com a apresentação de uma quadrilha junina de Icó. “Eles andaram muito mais e mesmo assim estão apresentando um espetáculo belíssimo”, comentaram as universitárias.

Além da quadrilha junina do DNER, de Icó, a São Sebastião, de Choró, Raízes do Cangatí, de Caio Prado, um distrito de Itapiúna e a Estrela do Sertão, de Boa Viagem, se apresentaram a comissão julgadora da União Junina do Ceará. Elas e outras oito agremiações juninas concorrem ao título de campeã do Pula Fogueira. Independente da conquista sobrava felicidade em participar festa em Quixadá, comentavam.

Essa felicidade era compartilhada pelo secretário do Desenvolvimento Econômico e Turismo de Quixadá, Pedro Baquit. Pela primeira vez à frente de um evento público, com o patrocínio do governo do Estado, para ele também, a festa está superando as expectativas. Ele elogiou o empenho da sua equipe em cuidar de cada detalhe e tornou público o seu agradecimento a cada parceiro, dentre eles a Polícia Militar.

O Pula Fogueira segue na noite desta sexta-feira (16), a partir das 19 horas, com a apresentação de mais quatro quadrilhas juninas, prometendo um belo espetáculo das tradições sertanejas, seguido dos shows de Forró Real e logo depois a pegada forrozeira de Júnior Gordim e Banda. Quem chegar mais cedo poderá assistir tudo acomodado nas arquibancadas.

A programação do Pula Fogueira segue até amanhã, sábado (17).

O Diário Sertão Central é o blog oficial do Diário do Nordeste no Sertão Central do Ceará e Maciço do Baturité. Inclua entre os seus links favoritos. Participe do Diário Sertão Central através do WhatsApp 55 88 9 9970 5161

09:00 · 15.06.2017 / atualizado às 09:45 · 15.06.2017 por

Chegando este ano à sua 18ª edição, o Pula Fogueira abriu oficialmente na noite desta quarta-feira (14), na Praça José de Barros, os festejos juninos em Quixadá. A festa começou animada pelas bandas Pau de Arara e Bota pra Moer. Antes, quadrilhas juninas estudantis se apresentaram ao público, que em grande número compareceu à abertura.

Quadrilhas juninas abrem as quatro noite de festa do Pula Fogueira em Quixadá

Uma fogueira artificial, a casinha e a fazendinha do matuto são atrações a mais no Pula Fogueira deste ano. Os espaços já foram adotados pelo publico para o registro de fotos selfie. A estrutura da arena e a segurança também foram elogiadas por quem curtiu a primeira noite da tradicional festa junina interrompida nos quatro últimos anos.

O prefeito de Quixadá, Ilário Marques garantiu a continuidade do Pula Fogueira nos próximos anos da sua gestão. A festa foi criada durante a primeira vez que ele foi eleito para administra o Município, em 1992. O evento foi interrompido quando João Hudson Bezerra assumiu a prefeitura. Hoje, atrai novamente o público à principal praça da cidade.

Programação continua até sábado

Hoje, a partir das 19 horas, começa o Festival de Quadrilhas Regional, com julgamento dos grupos participantes pela União Junina do Ceará. Logo depois, a partir das 23 horas, Zé Cantor e a sua banda Solteirões sobrem ao palco. Stefany Maciel encerra a noitada musical.

O Festival de Quadrilhas segue até o sábado (17) e os shows também. De acordo com a programação da prefeitura, amanhã (16) será a vez do Forró Real, acompanhado da pegada forrozeira de Júnior Gordim e Banda e na última noite do Pula Fogueira, tem Lagosta Bronzeada e encerramento da festa com Viviane Diniz, de Quixadá.

O Diário Sertão Central é o blog oficial do Diário do Nordeste no Sertão Central do Ceará e Maciço do Baturité. Inclua entre os seus links favoritos. Participe do Diário Sertão Central através do WhatsApp 55 88 9 9970 5161