Busca

Categoria: Utilidade pública


07:00 · 16.02.2017 / atualizado às 07:14 · 16.02.2017 por

Banabuiú
Os moradores de Banabuiú (a 223Km de Fortaleza) terão uma noite especial na Praça 25 de Janeiro, no Centro da Cidade. Nesta sexta-feira (17), a partir das 18 horas, o Serviço Social do Comércio (Sesc) realizará uma série de atividades recreativas. Na programação estão brinquedos para a criançada, como pula-pula e cama elástica. O cantor Tiago Ribeiro, natural de Banabuiú, animará o público com repertório carnavalesco.

Também será a oportunidade para fazer um check-up com avaliação física, aferição de pressão arterial e receber orientação nutricional. Para quem quiser relaxar haverá sessões de massagem terapêutica. Todos os serviços são gratuitos.

A programação do Sesc Lúdico, como o projeto itinerante é conhecido, segue até às 22 horas. Será realizado na cidade através de parceria com a Secretaria de Cultura, Turismo, Indústria e Comércio deste município. Não haverá custos para a administração local. As informações são do Governo Municipal de Banabuiú (GMB).

Sesc Lúdico
Praça 25 de Janeiro – Banabuiú
Sexta-feira (17)
Das 18 às 22 horas

O Diário Sertão Central é o blog oficial do Diário do Nordeste no Sertão Central do Ceará e Maciço do Baturité. Inclua entre os seus links favoritos. Participe do Diário Sertão Central através do WhatsApp 55 88 9 9970 5161

12:00 · 12.02.2017 / atualizado às 13:00 · 12.02.2017 por

Quixadá
Mais de 11 mil qualificações de mão de obra. Apesar dos números satisfatórios o Centro Vocacional Tecnológico (CVT) de Quixadá está sendo desativado. Este ano, as salas de formação e o laboratório ainda não receberam nenhum aluno. Para o coordenador do Centro implantado na cidade no ano 2000, Idelbrando Ferreira Lima, não é falta de interesse. Jovens aparecem todos os dias a procura de uma oportunidade para se capacitarem, principalmente nas áreas de eletricidade e hidráulica para a construção civil, mecânica para motocicletas e até cabeleireiro.

Embora a crise esteja afetando os 38 CVTs instalados no Estado, e ainda as duas Faculdades Tecnológicas (Fatec), uma delas instalada em Quixeramobim, a situação de Quixadá é peculiar, ressalta Idelbrando. “Apesar de o Centec ter instalado o laboratório e montado a estrutura de funcionamento, disponibilizada desde 2001 aos acadêmicos da Feclesc, o campus da Universidade Estadual do Ceará na região, a direção da faculdade exige a entrega do espaço, embora seja um anexo. Além disso, existem aqui muitas salas de aula vazias, abandonadas”, desabafa.

Outro ponto levantado pelo representante do CVT local está relacionado à politica educacional pública profissionalizante. O Governo do Estado está incentivando e fortalecendo as escolas desse modelo, onde no curso regular de formação do ensino médio recebem capacitação para ingressarem no mercado de trabalho. Embora ainda jovens, quem procura o CVT não está mais inserido no perfil escolar. A opção é contar com o amparo desse modelo opcional, uma espécie de supletivo profissionalizante.

O eletricista predial e industrial Fernando Cosmo Leite, 26 anos, concorda e apoia o posicionamento do coordenador do CVT. Graças aos cursos disponibilizados, aprendeu, se qualificou e também se especializou. Agora, não tem mais preocupação em ficar desempregado. Depois do curso básico de instalação predial, em 2013 começaram a surgir oportunidades. Quando o CVT ofertou o curso de Comandos Elétricos não pensou duas vezes. No básico pagou apenas R$ 20,00 pela inscrição. Na segunda capacitação o valor foi mais elevado, R$ 350,00, mas não pensou duas vezes. Os professores são excelentes.

Hoje, Fernando Leite trabalha na construção do habitacional popular Minha Casa Minha Vida em Quixadá, o maior do Interior do Ceará, com quase 1.500 unidades. A obra está quase concluída, mas a empreiteira sinalizou interesse em mantê-lo contratado. “Há carência de profissionais nessas áreas. A automação predial é uma delas. Instituições como o CVT nos garantem estabilidade e cidadania”, ressalta. Ele recebe salário de R$ 1.280,00 mensais.

A mesma sorte não teve a dona de casa Ana Lúcia Martins. Ela percorreu mais de 20Km, de Choró a Quixadá na esperança de se inscrever no curso de mecânica de motocicletas. Esse é o ofício do marido. Ele está acidentado e não pode atender os clientes, mas da pequena oficina vem o sustento da família, do casal e os quatro filhos. Ela queria aprender pelo menos o básico. Lubrificar, engraxar e trocar uma corrente, desempenar os aros, para não passarem necessidade. “Coisas assim os concorrentes não ensinam. A gente precisa da ajuda de quem pode nos dar”.

Silêncio institucional

A reportagem procurou manter contato com os gestores dos CVTs instalados no Sertão Central e Maciço do Baturité, e da Fatec em Quixeramobim, mas uma nota circular do diretor do Centec proíbe entrevistas relativas à instituição.

Quanto à Feclesc, até a conclusão desta edição o diretor da instituição, professor Luiz Osvaldo, não havia sido localizado para se manifestar acerca do questionamento efetuado pelo coordenador do CVT de Quixadá.

Veja a reportagem publicada neste sábado (11) no Diário do Nordeste > CVTs amargam redução de receita

O Diário Sertão Central é o blog oficial do Diário do Nordeste no Sertão Central do Ceará e Maciço do Baturité. Inclua entre os seus links favoritos. Participe do Diário Sertão Central através do WhatsApp 55 88 9 9970 5161

18:00 · 10.02.2017 / atualizado às 17:30 · 10.02.2017 por

Quixadá
Apesar de a Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (Funceme) ter começado a registrar chuvas mais intensas no Estado, a população do Sertão Central ainda aguarda com expectativa mudanças no quadro climatológico para trazer precipitações mais fortes para o miolo do Estado, referência feita a Quixadá, Quixeramobim, Banabuiú, Ibaretama, Ibicuitinga, Senador Pompeu e mais alguns municípios vizinhos.

Conforme dados da Funceme, este ano ainda não houve chuva mais expressiva nesta região. A demora está preocupando ainda mais os moradores. Até às 17 horas desta sexta-feira (10) o maior registro foi de 10mm, em Quixadá e em Quixeramobim.

O Instituto de Meteorologia Climatempo prevê um forte fluxo de umidade, com chuvas de até 100mm em algumas cidades a partir de hoje, como ocorreu em Porteiras, com 128mm registrados. Foi a maior chuva do dia, no Sul do Ceará.

Ainda de acordo com as análises do Climatempo esse quadro deve se estender por este fim de semana até a quarta-feira (15). Nos satélites de hoje é possível ver nuvens carregadas no Maranhão e no Piauí. Elas serão dispersas por todo o Nordeste após a mudança na circulação dos ventos. As chuvas poderão ser observadas a partir desta sexta-feira (10).

Nos satélites de hoje é possível ver nuvens carregadas no Maranhão e no Piauí. Serão dispersas por todo o Nordeste após a mudança na circulação dos ventos. A predominância da Zona de Convergência Intertropical (ZCIT) em torno da costa norte do Nordeste brasileiro, é outro fator positivo.

As previsões do órgão oficial de meteorologia do Ceará, a Funceme, também são otimistas. Neste sábado (11), o quadro será de nebulosidade variável com chuva em todo o Estado, persistindo no domingo (12).

Veja no Diário do Nordeste a cobertura das chuvas em todo o Estado > Com 128mm, Porteiras registra maior volume de chuva do Ceará em 2017 

O Diário Sertão Central é o blog oficial do Diário do Nordeste no Sertão Central do Ceará e Maciço do Baturité. Inclua entre os seus links favoritos. Participe do Diário Sertão Central através do WhatsApp 55 88 9 9970 5161

07:30 · 10.02.2017 / atualizado às 07:40 · 10.02.2017 por

Fortaleza 
O secretário do Desenvolvimento Agrário, do Governo do Estado, Dedé Teixeira, assinará nesta sexta-feira (10) ordens de serviço para implantação de 800 sistemas de abastecimento d’água. Serão beneficiadas 800 famílias de zonas rurais nos município de Quixeramobim, Ibaretama e Madalena, no Sertão Central. As informações são da Secretaria do Desenvolvimento Agrário (SDA).

Em Quixeramobim e Madalena, respectivamente, 176 e 76 famílias das comunidades de Salgadinho e Cacimba Nova, serão atendidas com os sistemas de abastecimento. Os investimentos são de R$1.758.661,62 e R$845.412,31. As comunidades também serão beneficiadas com módulos sanitários. baretama receberá o maior investimento, R$7.169.361,56. No município serão beneficiadas 548 famílias das comunidades de Nova Vida e São Francisco.

Segundo a SDA as ordens de serviço somam o investimento de R$9.773.435,49. Do total investido 66,70% é de origem do Bando Mundial e 33,30% do Governo do Ceará via Fundo Estadual de Combate à Pobreza (Fecop), sendo a contrapartida ambiental o compromisso tocante à comunidade. O investimento contempla grande parte do esforço do Governo do Ceará em reduzir os danos causados pelo quinto ano consecutivo de estiagem, com a perspectiva do sexto ano.

O Diário Sertão Central é o blog oficial do Diário do Nordeste no Sertão Central do Ceará e Maciço do Baturité. Inclua entre os seus links favoritos. Participe do Diário Sertão Central através do WhatsApp 55 88 9 9970 5161

07:30 · 08.02.2017 / atualizado às 06:49 · 08.02.2017 por

Canindé
A acentuada crise hídrica em Canindé (a 118Km de Fortaleza) levou a Câmara de Vereadores deste município do Sertão Central a autorizar a perfuração de um poço profundo ao lado da Casa Legislativa. Conforme o presidente da Câmara, Francisco Alan Uchôa, conhecido como “Panta”, ele e os outros 14 vereadores estão custeando o serviço, de R$ 14 mil, incluindo a limpeza e o funcionamento.

O poço tem 80 metros de profundidade e uma vazão de cinco mil litros por hora.  Foto > Câmara Municipal de Canindé

Além de atender o prédio público, o poço também abastecerá os bairros vizinhos, acrescentou “Panta”. O poço está sendo perfurado na rua, ao lado do prédio da Câmara Municipal. A cidade enfrenta uma das maiores crises no abastecimento de água nos seus 170 anos de história, a incerteza hídrica continua e como o serviço de abastecimento de água sempre foi uma das suas prioridades, agora se realiza de forma humanitária, justifica.

A preocupação tem motivo. Conforme o diretor da Câmara, Giovani Lira, serão instaladas três torneiras em um ponto estratégico para a população poder apanhar água a qualquer hora. Os dois açudes da cidade, o Sousa e o São Mateus, estão completamente secos. São cinco anos de estiagem. A solução encontrada foi captar água do açude General Sampaio, para atender mais de 46 mil moradores, mas também começa a agonizar. Está apenas com 1,42% da sua capacidade, 322 milhões de metros cúbicos.

O Diário Sertão Central é o blog oficial do Diário do Nordeste no Sertão Central do Ceará e Maciço do Baturité. Inclua entre os seus links favoritos. Participe do Diário Sertão Central através do WhatsApp 55 88 9 9970 5161