Busca

Categoria: Voo Livre


12:00 · 06.08.2017 / atualizado às 10:10 · 06.08.2017 por

 

Curso de resgate de pilotos de voo livre será realizado no próximo fim de semana em Quixadá.

Uma boa oportunidade para quem tem medo de voar, mas quer participar dos bastidores de um dos esportes radicais mais praticados em todo o planeta, o voo livre. A Quixadá Aventura, uma empresa especializada no resgate de pilotos de voo livre abiu inscrições para motoristas interessados em se especializar nessa área. Os interessados poderão se inscrever pelo Whats App (88) 9 9911 3182 ou por mensagem pelo Facebook da Quixadá Aventura.

Segundo o empresário Erismar Júnior, organizador do curso, os motoristas, de ambos os sexos, precisam apenas ter experiência na direção e se preferirem podem inscrever também o seu co-piloto, como ocorre nos ralis. A inscrição será confirmada após o depósito de R$ 100,00 na conta corrente 17843-8, do Banco do Brasil, agência 0241-0. As aulas serão ministradas nos dias 12 e 13 deste mês no Centro Cultural Rachel de Queiroz, no Centro de Quixadá.

Além de aulas teóricas, ministradas na noite da sexta-feira (12), os participantes terão a oportunidade de aprender na prática como os resgates dos pilotos de parapente e de asa delta são realizados. Pilotos de parapente decoarão das rampas de Quixadá e através de rádios e orientação por GPS e mapas os alunos localizarão os pouso e efetuarão os resgates.

A iniciativa recebe o apoio da Secretaria do Desenvolvimento Econômico e Turismo de Quixadá. Recentemente, o secretário municipal de Turismo, Pedro Baquit, conheceu a estrutura do voo livre da sua terra natal. Ele inclusive participou de um voo duplo de parapente, vendo no esporte mais um atrativo para o turismo e a economia local.

Logo após o curso mais uma janela de bons ventos para pratica do voo livre estará aberta em Quixadá. De setembro a novembro pilotos experientes de vários países chegam para decolarem nos ventos considerados os mais radicais do planeta para a prática desse esporte, comparado as super ondas do surfe. Por esse motivo a cidade recebe o título de “Havaí do Voo Livre”.

Diário Sertão Central é o blog oficial do Diário do Nordeste no Sertão Central do Ceará e Maciço do Baturité. Inclua entre os seus links favoritos. Participe do Diário Sertão Central através do WhatsApp 55 88 9 9970 5161

09:58 · 19.10.2016 / atualizado às 09:58 · 19.10.2016 por
Temporada aproveita fortes ventos desta época do ano (Fotos: Quixadá Aventura)
Temporada aproveita fortes ventos desta época do ano (Fotos: Quixadá Aventura)

Quixadá. Começou a nona edição da temporada internacional de voo livre de Quixadá. Quem olhar para os céus deste Município da região central cearense, certamente verá ainda mais praticantes de voo livre colorindo e cortando o céu. A temporada se estende até dezembro, prometendo reunir praticantes de esportes radicais de vários países.

A temporada é marcada no calendário por dois eventos que já ocorrem tradicionalmente nesta época, o Encontro Internacional de Voo Livre e a X-Ceará, que conta com o apoio da Confederação Brasileira de Voo Livre. O primeiro se inicia na segunda quinzena deste mês e segue até o dia 26 de novembro. No dia seguinte, tem início a X-Ceará, que encerra a temporada em e de dezembro.

Maioria do público é formado por turistas
Maioria do público é formado por turistas

De acordo com os organizadores do evento, cerca de 150 pilotos de outros países devem chegar a Quixadá. Na edição do ano passado, 118 gringos e 32 brasileiros de outros estados participaram. Com o sucesso do evento, os organizadores aguardam um público ainda maior este ano.

Além da aventura e da adrenalina, uma das principais propostas é a quebra de recordes. Em edições anteriores pilotos saíram de Quixadá e só tocaram o chão quando estavam perto do Maranhão. Empresas do ramo que atuam pelas cidades da região se envolvem para organizar a temporada.

No início de outubro deste ano o Diário do Nordeste trouxe no caderno Regional do final de semana uma grande reportagem com detalhes sobre a temporada internacional. Leia a matéria completa aqui >> Voo livre colore o céu de Quixadá

_________

O Diário Sertão Central é o blog oficial do Diário do Nordeste no Sertão Central do Ceará e Maciço do Baturité.

Participe enviando a sua sugestão de notícia, vídeo ou foto através do WhatsApp 55 85 99931 3798, ou através do email: jornalismosertaocentral@gmail.com

 

 

07:00 · 14.12.2015 / atualizado às 07:01 · 14.12.2015 por

Quixadá
O fim de semana foi de festa em Quixadá, cidade do Sertão Central conhecida como o “Havaí do voo livre”. Além da última etapa da primeira competição promovida pela Liga Cearense de Cross Country (LCXC) pilotos brasileiros e estrangeiros inauguraram a rampa de decolagens do Pedra dos Ventos Resort, um hotel fazenda situado no distrito de Juatama. Agora, o Município conta com duas rampas para a prática do voo livre. A outra fica situada ao lado do Santuário de Nossa Senhora Imaculada Rainha do Sertão, na Serra do Urucum.

Voo Livre - Rampa do Pedra dos Ventos 12.12.15 (12)

A rampa do Pedra dos Ventos é a primeira do Ceará a ter grama sintética no pátio de decolagens. A estrutura montada pelo empresário Antônio Almeida, proprietário do resort, agradou os participantes. Segundo ele, que é um dos pioneiros do voo livre no Ceará, o investimento foi de aproximadamente R$ 30 mil e nada melhor do que a realização da última etapa da competição promovida pela LCXC para marcar oficialmente as atividades na nova rampa. Será mais uma opção para o número cada vez maior de pilotos que chega a Quixadá para a prática dessa modalidade esportiva.

Voo Livre - Rampa do Pedra dos Ventos 12.12.15 (2)Voo Livre - Rampa do Pedra dos Ventos 12.12.15 (3)

Para o piloto Pergentino Junior, um dos coordenadores do LCXC 2015, que em Quixadá contou com o apoio da Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Turismo (Sedet) e ainda com os socorristas do Grupo Monólitos, o conhecimento que se adquire com um evento deste porte é de grande importância para os pilotos locais já que Quixadá tem agora duas das melhores estruturas do Ceará para a prática do voo livre. É a oportunidade para esses pilotos adquirirem mais experiência e alcançarem destaque nacional e internacional.

Voo Livre - PremiaçãoConforme o presidente da Associação de Voo Livre do Sertão Central (AVLSC), Artemir Júnior, o campeão da primeira competição de cross country realizada pela LCXC neste fim de semana, reconhecida oficialmente pela Federação Brasileira de Voo Livre, foi o piloto alemão Falko Felix Fischer. Com a conquista ele garantiu vaga no Campeonato Brasileiro de Voo Livre em 2016. Em breve os pilotos cearenses estarão chegando ao lugar mais alto do pódio, acrescentou.

O Diário Sertão Central é o blog oficial do Diário do Nordeste no Sertão Central do Ceará e Maciço do Baturité. Inclua entre os seus links favoritos.

Participe do Diário Sertão Central através do WhatsApp 55 88 9970 5161, dos fones (88) 9 9970 5161 ou (88) 9 8865 6118 e pelo email: diariosertaocentral@gmail.com

08:00 · 11.12.2015 / atualizado às 07:58 · 11.12.2015 por

Voo Livre - Rampa Pedra dos Ventos (1)Quixadá
Os amantes do voo livre terão a oportunidade de acompanharem neste fim de semana em Quixadá mais uma série de decolagens de pilotos de parapente. Após o Meeting XC Quixadá, realizado em novembro com a participação de aproximadamente 300 pilotos de vários países, esta cidade do Sertão Central recebe a última etapa da competição promovida pela Liga Cearense de Cross Country (LCXC).

As decolagens estão programadas para o início das manhãs deste sábado, 12 e domingo, 13, na rampa do Pedra dos Ventos Resort, no distrito de Juatama. O espaço é aberto ao público, mas quem preferir poderá acompanhar parte dos voos da vila rural situada logo abaixo do primeiro ponto do Ceará revestido com grama sintética.

Segundo os organizadores, 40 pilotos de parapente estão participando da competição de voos de longa distância. Alguns deles são de outros países. Quando decolarem da rampa do Pedra dos Ventos Resort estarão encerando a competição estadual que teve início em julho na rampa do Santuário de Nossa Senhora Imaculada Rainha do Sertão, na Serra do Urucum, em Quixadá. A segunda etapa foi realizada em outubro, no Sítio Bosco, em Tianguá.

Para o presidente da Associação de Voo Livre do Sertão Central (AVLSC), Artemir Júnior, a realização da competição do LCXC marca uma importante conquista para o voo livre cearense. O circuito foi reconhecido pela Federação Brasileira de Voo Livre e passa a integrar oficialmente o calendário nacional dessa modalidade esportiva. Ele ficou ainda mais feliz em razão da iniciativa ter partido da AVLSC.

O Diário Sertão Central é o blog oficial do Diário do Nordeste no Sertão Central do Ceará e Maciço do Baturité. Inclua entre os seus links favoritos.

Participe do Diário Sertão Central através do WhatsApp 55 88 9970 5161, dos fones (88) 9 9970 5161 ou (88) 9 8865 6118 e pelo email: diariosertaocentral@gmail.com

07:30 · 06.11.2015 / atualizado às 07:30 · 06.11.2015 por

Quixadá
O período prolongado de seca não é apenas motivo para lamentações no Interior do Ceará, pelo menos para os maiores hotéis de Quixadá, o Pedra dos Ventos Resort, o Vale das Pedras – Hotel de Quixadá e o Belas Artes.  O faturamento deste mês, às vésperas do pagamento do 13º salário dos funcionários, está ganhando um complemento especial, a chegada de dezenas de hospedes, a maioria estrangeiros, das Américas, da Europa e até da Ásia. São pilotos de parapente, atraídos pelas melhores correntes de ar aquecidas do mundo, para a prática do voo livre percorrendo grandes distâncias.

Economia - Pedra dos Ventos 2
Pedra dos Ventos
Economia - Vale das Pedras 3
Vale das Pedras
Economia - Belas Artes 4
Belas Artes

Para os empresários do setor hoteleiro, como Antônio Almeida, do Pedra dos Ventos, quanto mais seco e quente, melhor. O Seu resort está lotado, e deverá permanecer assim até o fim do mês. Temporada com tantos hóspedes durante praticamente duas semanas seguidas, não era registrada há cinco anos. De segunda a domingo, no início das noites, o salão do restaurante fica lotado de suíços, franceses e portugueses. Satisfeitos com o serviço e com os voos, desembolsam em média, diariamente, R$ 300,00. São profissionais simples em suas pátrias, mas também apaixonados por voar e superar suas próprias em distância com suas velas abertas.

O secretário do Desenvolvimento Econômico e Turismo de Quixadá, Fabiano Barbosa avalia os esportes de aventura, e o voo livre é um deles, como potenciais para a economia local, de municípios vizinhos e até estados fronteiriços. Pelos levantamentos feitos por ele, numa boa temporada os pilotos injetam mais de R$ 1,2 milhões na cidade. Apesar de o movimento financeiro girar principalmente em torno do comércio, servidores públicos e aposentados, essa injeção de dinheiro é bem vinda, principalmente numa época de estiagem prolongada, destaca.

A seca, esse fenômeno natural secular no Nordeste brasileiro, sazonal, foi o motivo do voo livre começar a ser praticado em Quixadá, a pouco mais de duas décadas. O empresário Antônio Almeida e um grupo de amigos foram os pioneiros. “Onde as pessoas viam a paisagem cinzenta, de uma seca desoladora, nós encontramos um verdadeiro paraíso para a prática do voo livre. Esse clima é ideal para voos mais arrojados e de longa distância, e também uma excelente fonte de renda. Construímos o Pedra dos Ventos com esse objetivo. Criamos o X Ceará e através dele o Havaí do voo livre foi descoberto pelo mundo”, explicou.

Para o idealizador e realizador do Meeting XC Quixadá, ex-piloto Paulo Rocha, disponibilizando pelo oitavo ano consecutivo infraestrutura necessária para o translado, hospedagem, decolagens e resgates dos pilotos, o  número de participantes pode até dobrar, mas é preciso maior interesse dos gestores públicos e da iniciativa privada. Ele cita como exemplo a falta de uma casa de cambio ou o serviço ser disponibilizado pelos bancos da cidade. “Os pilotos, principalmente estrangeiros utilizam moedas mais fortes, como o euro e o dólar. Estão dispostos a gastar mais nos pacotes, onde a natureza e a adrenalina estão incluídas, até porque esses dois itens não tem preço”, completa satisfeito com a atual temporada.

ECONOMIA SAZONAL > Centenas de pilotos de voo livre, a maioria estrangeiros, movimentam a economia recepitiva de Quixaadá, atraidos pelos ventos quentes e pela adrenalina.

Uma prova do potencial atrativo dessa modalidade esportiva está na população local. Professores e alunos do 4º e 5º da Escola de Ensino Fundamental João Araújo Torres, na localidade de Junco, no distrito de Custódio, é um exemplo. Encantados e curiosos, eles resolveram ver de onde apareciam aquelas coisas coloridas flutuando no céu, vistas quando se reúnem pela manhã no pátio do estabelecimento de ensino. Subiram ao Santuário e a maioria conheceu a rampa de decolagens pela primeira vez. Ficaram deslumbrados. Cada um pagou R$ 5,00 pelo passeio.

Destaque

Conforme dados governamentais a economia cearense é a terceira mais forte do Nordeste.  A sua participação no Produto Interno Bruto (PIB) regional é de 14,5%, atrás apenas dos estados da Bahia (31,5%) e Pernambuco (17,9%). O Ceará recebe mais de 2 milhões de turistas anualmente.

Enquete

O voo livre é atraente para você ?

ECONOMIA SAZONAL > Simone Lopes Elói, professora

Simone Lopes Elói
Professora

“Quando a gente vê tantos pilotos aqui é que percebe a dimensão da importância da visita deles à nossa cidade”.

ECONOMIA SAZONAL > Kaik Gomes da Silva, estudante

Kaik Gomes da Silva
Estudante

“Ver as pessoas voando que nem os pássaros nessas coisas muito coloridas é interessante para qualquer idade”.

Mais Informações

Pedra dos Ventos Resort
Rua Francisco Moreira de Souza – Distrito de Juatama
Telefone: (88) 3451-2028

Vale das Pedras – Hotel de Quixadá
Av. Jesus Maria José, 2010 – Jardim dos Monólitos
Telefone: (88) 3412-2171

Hotel Belas Artes
Estrada do Algodão, Km 98 – Curicaca
Telefone: (88) 3412-0188

Veja também a reportagem no Diário do Nordeste > Voo livre aquece setor hoteleiro

O Diário Sertão Central é o blog oficial do Diário do Nordeste no Sertão Central do Ceará e Maciço do Baturité. Inclua entre os seus links favoritos.

Participe do Diário Sertão Central através do WhatsApp 55 88 9970 5161, dos fones (88) 9970 5161 ou (88) 8865 6118 e pelo email: diariosertaocentral@gmail.com

08:00 · 04.11.2015 / atualizado às 10:47 · 04.11.2015 por

Quixadá
Aberta no último fim de semana, a temporada mais forte de ventos e térmicas ideais para a prática de cross country, voos de longa distância em parapentes e asas delta, já atraiu mais de 100 pilotos estrangeiros a Quixadá, cidade do Sertão Central, situada a 160km da capital cearense, Fortaleza, e nestes primeiros dias alguns deles já quebraram recordes pessoais e mundiais.

VIII Meeting XC Quixadá 03.11.15 (3) DN

Segundo um dos promotores do Meeting XC Quixadá, o ex-piloto Paulo Rocha, já decolaram esta semana da rampa do Santuário de Nossa Senhora Imaculada Rainha do Sertão, pilotos de praticamente toda a Europa, da Inglaterra, Itália, França, Suíça, Checoslováquia, de repúblicas russas e ainda dos Estados Unidos e Canadá, além de paulistas e cariocas.

As decolagens ocorrem no início das manhãs, durante toda a semana. Entre 5h30 e 9 horas há inclusive fila de espera na rampa situada na Serra do Urucum, a cerca de 10km do Centro de Quixadá, considerada a melhor das Américas e uma das mais famosas do mundo. O espaço é aberto ao público.

Veja mais no Diário do Nordeste no vídeo do Blog Manobra Radical

O Diário Sertão Central é o blog oficial do Diário do Nordeste no Sertão Central do Ceará e Maciço do Baturité. Inclua entre os seus links favoritos.

Participe do Diário Sertão Central através do WhatsApp 55 88 9970 5161, dos fones (88) 9970 5161 ou (88) 8865 6118 e pelo email: diariosertaocentral@gmail.com

09:00 · 18.10.2015 / atualizado às 08:56 · 18.10.2015 por

Quixadá
Seis anos após a realização da última edição do Sertão Esporte Aventura, um evento promovido pelo Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae) com o objetivo de despertar o interesse e incrementar o turismo em Quixadá, a cidade volta a receber um circuito com a mesma finalidade. No fim deste mês a adrenalina vai voltar a circular na capital cearense dos esportes de aventura. O ingrediente será o Quixadá Xtreme, idealizado pelo esportista José Gilmaks de Lima, conhecido como “Kido Aranha”, com provas em várias modalidades, incluindo o motocross.

Motocross em Quixadá

Segundo o secretário municipal do Desenvolvimento Econômico e Turismo, Fabiano Barbosa, a ideia é estimular a prática dos esportes peculiares na cidade, aproveitando as potencialidades naturais, como o montanhismo, voo livre e montain bike. Despertar o interesse da população local por essas modalidades, como também pelo ciclismo, muay thai, capoeira e inclusive parkour e slackline, será uma forma de divulgar as potencialidades turísticas locais. “As práticas esportivas da nossa cidade são divulgadas habitualmente nas redes socais. O cenário peculiar da “Terra dos monólitos” sempre aparece nas imagens”, explica.

Apesar de não ter a mesma proporção do evento promovido pelo Sebrae, o Quixadá Xtreme será a oportunidade para a iniciativa privada se mobilizar e incluir novamente no calendário municipal anual as disputas esportivas para incrementar a economia. Um exemplo é a Associação de Voo Livre do Sertão Central (AVLSC). Indiscutivelmente a cidade é um dos melhores lugares do mundo para decolagens de asas delta e parapentes. Mas foi preciso mais de duas décadas para os pilotos da cidade se organizarem e passarem a difundir o esporte.

Se nos ares é mais fácil notar a presença dos pilotos, no solo também não está sendo diferente, acrescenta o ciclista Daniel Alves de Oliveira. Vários grupos de ciclismo já foram formados em Quixadá e a atividade é praticada cotidianamente nos últimos anos. Nos fins de semana alguns deles fazem tour pelas estadas da região e registram os passeios. “Maluqueiros da Bike”, “Sou Bicicleteiro” e “Bike Life” são alguns exemplos. Ele, participa da “Sertão Bike”. São mais de 60 ciclistas. No Quixadá Xtreme se unirão a mais 40 para uma corrida demonstrativa. Todos receberão medalhas.

Conforme a técnica da Agencia do Sebrae em Quixadá, Gabriela de Aquino, ainda não há estudos econômicos acerca do faturamento com o segmento turístico local, incluindo o esportivo. Em razão dessa necessidade, a nível estadual, na quinta-feira, 15, a instituição de assistência aos pequenos e microempresários iniciou wokshops com empresários de turismo, na área de inteligência de mercado. O planejamento está sendo focado em turismo de aventura e ecoturismo. Representantes do setor no Maciço de Baturité e no Cariri também participam.

O Ceará registrou crescimento acumulado 1,01% do Produto Interno Bruto (PIB) nos últimos quatro trimestres, apesar do cenário de retração de 5,32 no 2º trimestre em relação ao mesmo período do ano passado. A divulgação foi feita no dia 10 passado pelo Instituto de Pesquisa e Estratégia Econômica do Ceará (Ipece). O setor de alojamento e alimentação, ligado ao turismo, manteve crescimento de 0,77%. “Com a alta do dólar e de outras moedas frente ao Real, o Estado pode ser mais atrativo para os turistas internacionais e até para os brasileiros”, avaliou o diretor do Ipece, Flávio Ataliba ao apresentar os resultados.

Veja a reportagem no Diário do Nordeste > Quixadá Investe nos esportes como atrativo

Números
Dados do perfil básico municipal de 2014 levantado pelo Ipece

1.624 empregos formais no setor de serviço
37ª era a posição de Quixadá no ranking estadual do IDM

Mais Informações

Quixadá Xtreme

30 e 31 de outubro – a partir das 14 hora / Lago dos Monólitos
31 de outubro – a partir das 18 horas / Praça José de Barros
Telefone: (88) 9 9972-1986

O Diário Sertão Central é o blog oficial do Diário do Nordeste no Sertão Central do Ceará e Maciço do Baturité. Inclua entre os seus links favoritos.

Participe do Diário Sertão Central através do WhatsApp 55 88 9 9970 5161, dos fones (88) 9 9970 5161 ou (88) 9 8865 6118 e pelo email: diariosertaocentral@gmail.com

07:00 · 20.08.2015 / atualizado às 08:12 · 20.08.2015 por

Luiz Henrique Sabiá 2Quixadá
O esportista Luiz Henrique Tapajós Antunes dos Santos, 43 anos, conhecido como “Sabiá”, chegou a Quixadá no fim da manhã desta quarta-feira, 19. Conhecido mundialmente como um dos experts em várias moralidades de esportes, principalmente aéreos, como b.a.s.e. jump e queda-livre, sendo inclusive recordista de paraquedismo,  ele fica nesta cidade até o próximo sábado, 22, onde faz gravações para o programa “Expedição Sabiá”.

Conforme Sabiá, o programa é uma série documental de 15 episódios de 26 minutos de duração cada. Estão sendo gravadas cenas em vários locais do Brasil. As belezas naturais de Quixadá não poderiam ser dispensadas. O município é, sem dúvida, um dos mais bonitos do país em termos de paisagens exóticas, com seus gigantescos monólitos circundando a cidade. A produção, dirigida por Sylvestre Campe, será exibida semanalmente, a partir de 2016 no canal a cabo OFF.

Além da Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Turismo (Sedet) de Quixadá, Sabiá está contando com o apoio do empresário Francisco Correia Neto, conhecido como “Chico Neto”, proprietário do Clube de Tiro Esportivo Sertão Central. O avião da equipe de Sabiá pousou na fazenda dele. Sabiá resolveu tocar o solo da Terra dos Monólitos saltando de paraquedas.

A expedição estava programada para começar no início desta manhã, com um salto de um ultraleve. No sábado, Sabiá e sua equipe segue para Aracati, no litoral cearense.

Piloto português
Família sofre para cremar corpo que morreu numa queda de parapente

Enquanto Sabia e sua equipe chegavam em Quixadá familiares do piloto de parapente João Miguel Carvalho Ferreira da Silva, 39 anos, ainda aguardavam liberação da Justiça do Ceará para cremarem o corpo dele em um parque santo na cidade de Fortaleza. João Miguel morreu no início da tarde do último sábado, 15, no distrito de Juatama, na zona rural  de Quixadá, após cair com seu parapente. Ele era casado com uma brasileira, mas os pais, portugueses, preferiram levar as cinzas para sua terra natal.

A família só não sabia que seria uma burocracia para conseguirem realizar a cremação. Houve necessidade de emissão de uma procuração, para realizar o traslado do corpo da unidade de Perícia Forense de Quixeramobim, onde foi feita a necrópsia, para Fortaleza. Ao chegar na capital cearense, outro problema. Havia necessidade de autorização judicial. Até o Consulado de Portugal no Brasil teve que intervir para agilizar a liberação da cremação, explicou um piloto amigo da vítima.

Após quase uma semana, o corpo de João Miguel, que era engenheiro civil e morava em Fortaleza, deverá ser finalmente cremado na tarde desta quinta-feira.

O Diário Sertão Central é o blog oficial do Diário do Nordeste no Sertão Central do Ceará e Maciço do Baturité. Inclua entre os seus links favoritos.

Participe do Diário Sertão Central através do WhatsApp 55 88 9970 5161, dos fones (88) 9970 5161 ou (88) 8865 6118 e pelo email: diariosertaocentral@gmail.com

07:00 · 17.08.2015 / atualizado às 07:08 · 17.08.2015 por

Quixadá
O corpo do engenheiro civil português João Miguel Carvalho Ferreira da Silva, 39 anos, vítima de um acidente com parapente no início da tarde do último sábado, 15, em Quixadá, a 160Km de Fortaleza, onde morava, deverá ser liberando pelo Núcleo de Perícia Forense de Quixeramobim somente nesta segunda-feira, 17. A esposa dele, única familiar no Brasil, não pode seguir viagem para o Sertão Central do Ceará porque ela se encontra em gravidez de risco.

O presidente da Associação de Voo Livre do Sertão Central (AVLSC), Artemir Júnior, está dando auxílio à família. Como a esposa não deve seguir até Quixadá e os pais do engenheiro civil viajam somente nesta segunda- feira de Portugal para Fortaleza, Artemir Júnior aguarda procuração para liberar o corpo e fazer o traslado para a capital cearense. “Fui informado por familiares da esposa de João Miguel que ele será cremado na terça-feira e suas cinzas serão levadas pelos pais para sua terra natal”, explicou.

Acidente parapente - 15.08.15O local de onde o corpo foi resgatado é de difícil acesso, informou o Bombeiro Militar Dourado do Nascimento. Ele e sua equipe tiveram que adentrar uma mata fechada e depois escalar uma rocha íngreme. Encontraram o piloto já sem vida. As linhas do parapente estavam totalmente enroscadas. Mais abaixo a viatura do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) aguardava para realizar o socorro ao hospital mais próximo, entretanto, a morte deve ter ocorrido instantaneamente, ressaltou.

No domingo retrasado, 9, um acidente com o médico Thiago Amorim Cobra, 48 anos no Rio de Janeiro, tirou a sua vida numa modalidade de parapente chamada spped fly. O piloto se chocou contra a Pedra da Gávea. Alguns pilotos, dentre eles o presidente da Federação de Parapente e Asa Delta do Ceará (Fepace) João Guy de Almeida. Nesses casos, os pilotos mais experientes superestimam suas capacidades. O nível de confiança é maior do que o nível de segurança.

Veja a reportagem no Diário do Nordeste > Piloto de parapente cai durante voo e morre

O Diário Sertão Central é o blog oficial do Diário do Nordeste no Sertão Central do Ceará e Maciço do Baturité. Inclua entre os seus links favoritos.

Participe do Diário Sertão Central através do WhatsApp 55 88 9970 5161, dos fones (88) 9970 5161 ou (88) 8865 6118 e pelo email: diariosertaocentral@gmail.com

07:00 · 16.08.2015 / atualizado às 16:18 · 16.08.2015 por

Voo Livre - João Miguel (5) DNQuixadá

A tarde deste sábado, 15, foi marcada por uma tragédia para o voo livre, principalmente em Quixadá, considerada o Havaí dessa modalidade de esporte. O piloto português João Miguel Carvalho Ferreira da Silva, 39 anos, radicado no Brasil, morreu após decolar da rampa da Serra do Juá, no distrito de Juatama, a cerca de 15Km do Centro de Quixadá. A queda, de aproximadamente 300 metros de altura, ocorreu por volta das 14 horas, no povoado de Ouro Preto. O piloto havia chegado pela manhã de Fortaleza, onde residia, e pretendia voltar para a capital cearense ainda no sábado.

Segundo informações da Polícia Civil, a decolagem de João Miguel foi tranquila. O problema ocorreu quando o parapente do português fechou, provavelmente em decorrência de um vento circular forte conhecido como “rotor”. O paraquedas reserva não foi acionado e ele caiu. O presidente da Associação de Voo Livre do Sertão Central (AVLSC), Artemir Júnior, foi quem registrou o Boletim de Ocorrência.

Anda de acordo com a Polícia o corpo do piloto foi resgatado pela equipe do Corpo de Bombeiros de Quixeramobim. Ele bateu violentamente contra uma rocha. Apresentava um corte profundo em uma das pernas, se estendendo do joelho até o calcanhar. As suspeitas preliminares são de que ele morreu em consequência de hemorragia interna, tendo sofrido diversas fraturas internas. Todavia, somente o laudo da Perícia Forense poderá identificas as reais causas da morte, explicou um policial.

A reportagem do Diário do Nordeste, que faz a cobertura das competições de Voo Livre no Sertão Central há mais de uma década, entrevistou o piloto quando das suas primeiras decolagens em Quixadá, no ano de 2010. Ele chegou da Europa para participar do X Ceará, a maior prova na modalidade cross country do mundo. Além das excelentes térmicas, correntes de ar quente, ideais para a prática do voo livre, ele encontrou também muita hospitalidade. Adotou o Ceará como seu lar e logo se sentiu em casa. Há um mês, no dia 14 de julho, João Miguel havia superado o seu recorde pessoal, atingindo 120Km em voo.

Voo Livre - João Miguel (1)

Hoje, no caderno Jogada, do Diário do Nordeste, uma reportagem especial de George Noronha aborda a segurança no voo livre. Veja aqui > Voo rápido, pouso feliz

O Diário Sertão Central é o blog oficial do Diário do Nordeste no Sertão Central do Ceará e Maciço do Baturité. Inclua entre os seus links favoritos.

Participe do Diário Sertão Central através do WhatsApp 55 88 9970 5161, dos fones (88) 9970 5161 ou (88) 8865 6118 e pelo email: diariosertaocentral@gmail.com