Busca

07:00 · 23.08.2011 / atualizado às 11:19 · 23.08.2011 por

Quixadá > Fiscais a serviço do Departamento Estadual de Trânsito (Detran), no recolhimento de animais soltos nas rodovias estaduais foram ameaçados quando recolhiam alguns deles na CE 359, nas proximidades do aeroporto de Quixadá. O registro foi feito pelo servidor Josafá Barros Filho. Ele e dois auxiliares disseram terem sido ameaçados por um homem branco e louro enquanto recolhiam uma vaca que estava no meio da pista. Segundo ele o desconhecido disse: na próxima vez quem tentar pegar um animal aqui vai levar bala. Além da ameaça tal sujeito ainda preguntou se a equipe não tinha medo de morrer. Embora tenha respondido que não saíram daquele local.

Conforme o servidor, as fiscalizações vão se intensificar. O Detran instalou uma unidade de recolhimento ao lado do Posto Rodoviário Estadual, na saída de Quixadá para Quixeramobim. Além de jegues, caprinos, ovinos e bovinos serão removidos das rodovias. Os proprietários deverão procurar o núcleo regional do órgão de transito para receber seus animais de volta. Deverão pagar taxa pela “hospedagem” no curral especial. A fiscalização tem por objetivo evitar acidentes nas estradas, principalmente no período noturno. Muitos ruminantes preferem o asfalto para se aquecerem quando a temperatura cai na madrugada.

06:30 · 23.08.2011 / atualizado às 07:11 · 23.08.2011 por

Quixadá > Muitos motociclistas não estão nada satisfeitos com o que consideram interferência da Polícia na fiscalização do transito de Quixadá. Para eles a Polícia Militar e nem a Civil podem abordar e recolher seus veículos para a delegacia. A competência é do Departamento Municipal de Trânsito (DMT). A reclamação é feita em razão do considerável número de motocicletas recolhidas das ruas da cidade. Alguns pretendem acionar o Ministério Público para advertir as forças de segurança de suas reais atribuições, combater e investigar crimes, principalmente os assaltos.

Os comandantes do 11º Batalhão Policial de Quixadá, tenente-coronel Edivar Azevedo Rocha e do Ronda do Quarteirão, capitão Adriano Cavalcante, já haviam se manifestado a respeito do assunto. A intensificação da abordagem passou a ocorrer exatamente em razão dos assaltos praticados neste Município, na maioria das vezes por indivíduos utilizando motocicletas, de cor preta. A atuação contínua dos criminosos ficou conhecida como a “maldição da moto preta”. Para combatê-la a Polícia decretou tolerância zero à circulação de motocicletas sem placas, principalmente com essas características.

Segundo a Polícia a abordagem ocorre porque todo veículo, de qualquer tipo que seja, deve sair da concessionária ou revenda emplacado. Embora muitos achem que compete exclusivamente a fiscalização aos órgãos de transito, a manobra, utilizada na maioria das vezes para evitar a identificação do veículo e a aplicação de multas, é considerada crime. As motocicletas também são recolhidas para a Delegacia Regional de Quixadá quando estão sendo pilotadas por pessoas não habilitadas ou por menores. Em ambos os casos os proprietários são responsabilizados criminalmente.

Desde o início da operação, no fim da semana retrasada, 18 proprietários de motos foram atuados pelo artigo 310 do Código de Trânsito Brasileiro (CTB). A pena é de seis meses a um ano de detenção e multa. Coincidência ou não, os assaltos cessaram nos últimos dias. A Polícia pretende dar continuidade às abordagens a motociclistas. Quem estiver dentro da lei não precisa se preocupar. O próprio DMT pode apoiar as ações. Nessas horas o nome do coronel Humberto Rômulo Tavares é cogitado para assumir a direção do órgão municipal. Falta só o prefeito Rômulo Carneiro se decidir.

08:00 · 22.08.2011 / atualizado às 08:13 · 22.08.2011 por

Quixeramobim > Uma ocorrência curiosa registrada na primeira hora desta segunda-feira, 22, em Quixeramobim, se destacou no plantão policial deste fim de semana no Sertão Central. Conforme relatório do Comando de Operações Policiais Militares (Copom), quando a equipe da CP 1452 realizava diligências no sentido de localizar um sujeito que havia acabado de roubar o telefone celular de uma mulher, os policiais foram surpreendidos ao verificarem outra informação policial, dando conta de que um homem havia sido esfaqueado. Ao seguirem para o hospital municipal, acompanhados da vítima do assalto ela reconheceu tal sujeito como sendo o que havia lhe assaltado momentos antes.

A Polícia ainda não revelou detalhes acerca da lesão à faca sofrida pelo vendedor autônomo Francisco Oliveira Rocha, 19 anos, e nem se o telefone celular roubado por ele foi recuperado. Sabe-se apenas que foi socorrido por um moto-taxista na rua Alfredo Machado, no Centro desta cidade. Entretanto, acredita-se que o ladrão azarado tentou assaltar outra pessoa, levou a pior. Ele recebeu voz de prisão na enfermaria do Hospital Municipal Dr. Pontes Neto. Quando receber alta será interrogado pelo delegado Leonardo de Almeida. Em seguida será recolhido à cadeia pública da cidade.

Quem também se seu mal foi o agricultor Antônio Carneiro de Araújo, 26 anos. Ele foi preso pela equipe da CP 1452 após arrombar a residência de uma vizinha próxima e subtrair um televisor, um botijão de gás, várias peças de roupa e até alguns cremes hidratantes. Pouco tempo depois os policiais militares Monteiro, Edmarques e Valdevan foram acionados pela vítima, localizaram e prenderam o autor do furto e recuperaram os objetos furtados. O agricultor foi surpreendido pela Polícia quando assistia o “Domingão do Faustão”, no televisor da vítima. Não deu para “se virar nos 30”. Os policiais foram mais rápidos evitando que ele fugisse.

07:30 · 22.08.2011 / atualizado às 06:45 · 22.08.2011 por

Quixadá > Aproximadamente 300 pessoas, entre adultos, jovens e crianças, assistiram o espetáculo “Advogado de Deus”, apresentado na noite deste domingo, 21, na Praça da Cultura, no Centro de Quixadá. Atento, o público acompanhava o enredo e se divertia com algumas cenas hilárias, protagonizadas pela personagem Lídia. Apesar do enredo se desenrolar no período de 1932 e 1951, no Rio de Janeiro, época de boas músicas, romantismo e idealismo, alguns compararam o desfecho as últimas cenas da novela “Insensato coração”. Após quase duas horas os atores foram aplaudidos de pé.

A peça, escrita por Zibia Gasparetto, espirita paulista, chegou a Quixadá através da IX Mostra Brasileira de Teatro Transcendental.  O projeto é realizado pela Associação Estação da Luz. Foi apresentado nesta cidade pelo terceiro ano consecutivo. No ano passado o público assistiu o espetáculo “O Mistério dos remédios homeopáticos”. A professora Alice Ferreira gostou e voltou este ano. Mais uma vez elogiou o teatro ao ar livre e o apoio da Fundação Cultural Rachel de Queiroz, recebendo a Mostra. “O teatro deveria estar presente todos os fins de semana na nossa cidade”, completou.

07:00 · 22.08.2011 / atualizado às 16:22 · 21.08.2011 por

Quixadá > A promoção do juiz de Direito Neuter Marques Dantas Melo foi festejada no fechamento da semana passada no Fórum de Justiça Desembargador Avelar Rocha, em Quixadá. Juízes, advogados, o delegado regional de Polícia Civil, Marcos Sandro de Lira , o comandante do 11º Batalhão Policial Militar, tenente-coronel Edivar Azevedo Rocha, e do Ronda do Quarteirão, capitão Adriano Cavalcante, uniram-se aos funcionários do Fórum no almoço de despedida. Sem formalidades, o homenageado discursou destacando a igualdade entre todos, perante a sociedade, a justiça e Deus.

Foram necessários pouco mais de 12 meses para o magistrado demonstrar seu empenho em defesa da sociedade da “Terra dos monólitos”, como também é conhecido este Município. Pelo critério de merecimento foi promovido para assumir a 8ª Vara, da Comarca de Caucaia. Atuou em Quixadá de junho de 2010 ao início de agosto. Ele assumiu sua nova missão no último dia 11, mas fez questão de se despedir de todos. Embora considerado um “juiz linha dura” seu carisma conquistou muitos admiradores, até mesmo adversários de Tribunal.

Durante sua missão à frente da 2ª Vara de Justiça de Quixadá o juiz Neuter Marques expediu aproximadamente 60 mandatos de busca e apreensão entre as Comarcas local e a vinculada de Ibaretama, pela qual também respondeu. Cerca de 40 ordens judiciais culminaram com a prisão de dezenas de traficantes e outras prisões, prestando fundamental suporte à Polícia Judiciária e aos trabalhos preventivos realizados nestas duas cidades. O apoio o magistrado foi fundamental para tirar de circulação alguns dos maiores traficantes de drogas da região.  Dois deles já foram condenados. O primeiro a 12 anos de prisão e o segundo, a 16 anos de reclusão.

Dentre as muitas ações do magistrado promovido, uma medida liminar em Ação Civil Pública, obrigando o Município de Quixadá a fiscalizar o uso excessivo de paredões de som e determinando multa de R$ 1.000,00 para quem descumprir a ordem, além de determinar a apreensão do aparelho de som.  Também decretou a prisão preventiva de dois vereadores e do secretario de Obras de Ibaretama. Expediu cerca de 20 mandados de busca e apreensão e prisão temporária de membros da comissão de licitação e empresários supostamente envolvidos em um esquema de corrupção e desvio de verbas em Ibaretama.

“Todos somos iguais perante a sociedade, a Justiça e perante Deus” Neuter Marques