Diário Sertão Central

Busca


IRMÃOS METRALHA > Trio recambiado para cadeia de Quixeramobim

Publicado em 10/01/2012 - 6:30 por | 10 Comentários

Categorias: Polícia, Tráfico

  • Enviar para o Kindle

Quixadá > Os irmãos Alexandre Cruz Monteiro, 21 anos, Cleandro Cruz Monteiro, 18 e João Paulo Cruz Monteiro, 22, foram transferidos na tarde desta segunda-feira, 9, para a cadeia pública de Quixeramobim. O trio foi preso no último sábado, 7, por uma equipe do Ronda do Quarteirão daquela cidade. Eles foram flagrados vendendo drogas. Segundo a Polícia, usavam a residência da família, no bairro Humberto Bezerra, em Quixeramobim, como “boca de fumo”. Um quarto irmão, o menor G.C.M., 16 anos, também foi apreendido.

O adolescente foi apresentado ao Conselho Tutelar. Os três irmãos foram autuados em flagrante pelo delegado Marcos Sandro de Lira, por associação ao tráfico. Dentro da residência foram encontrados 37 papelotes de cocaína, ainda R$ 440,00, da venda de drogas e ainda um revólver calibre 38. Um dependente químico ajudou a Polícia a flagrar os “Irmão Metralha”, como está sendo conhecida a família de traficantes, comparada aos personagens de quadrinhos de Walt Disney.

Os três irmãos não negam a prática do tráfico. Também não apontam qual deles é o “cabeça” do negócio ilegal. Todos já concluíram o ensino fundamental. Vivem com o pai, além de aposentado, moto-taxista, para completar a renda familiar. São órfãos de mãe. Ela morreu de câncer faz quatro anos. Fumava muito. O mais velho, Alexandre, é pais de dois filhos. João Paulo também tem um filho, de quatro meses. Se condenados, poderão passar até 10 anos atrás das grades.

* Comente, curta no Facebook, no Orkut, no Twitter e acesse também as outras postagens do blog Diário Sertão Central >  http://blogs.diariodonordeste.com.br/sertaocentral/           A sua participação é muito importante.

Comentários

GEORGE

em 10 de janeiro de 2012

Essa foi demais. Seria comico se não fosse tragica uma situação dessas numa familia.

Antonio Agusto

em 10 de janeiro de 2012

Concordo, mas o que leva uma familia todinha a fazer esse tipo de coisa. Só pode ser “irmãos metralha” mesmo.

Aparecida

em 10 de janeiro de 2012

É um classico exemplo de uma familia desestruturada. Com certeza falta Deus nessa casa. Sem mãe e um pai ausente de casa querem ganhar dinheiro de qualquer jeito, sem saber das consequências.

glauco peixoto moreira

em 10 de janeiro de 2012

O pior é que so acaba sobrando para o pobre. Os traficantes continuam por ai a solta e logo arrumam alguem para substituir os “irmãos metralha”.

João Paulo

em 10 de janeiro de 2012

Isso é que é ir pro fundo do poço. Pelo menos vao os tres juntos. Pelo menos assim família fica unida.

Marcia Brizola

em 10 de janeiro de 2012

Lamentável a situação desses meninos. Mais uma família desustruturada com certeza. Os traficantes, os verdadeiros devem ser punidos com mais rigor.

chico borges quiramobim

em 10 de janeiro de 2012

olha é triste ver a situaçáo dessa familia, ainda bém que a mãe deles, não estar aqui para ver tudo isso,nós que somos pais preçisamos ter muito cuidado com o os nssos filhos´porquer os traficantes estão por ir, só esperando ópurtunidade para pega-lo e colacar nas drógas.

Mariana

em 11 de janeiro de 2012

Mais triste é saber que um grande número de policiais estão envolvidos com o tráfico, pegando dinheiro de traficantes para que não sejam presos e no final das contas bandidos só são esses, que são fichinhas diante da verdadeiro bandidagem. Sociedade hipócrita que só nomeia de bandido que não tem influencia.

Justiça

em 12 de janeiro de 2012

Isso é verdade, tem irmão de policial traficante, familiares etc.. mas cade que eles estão preso?

Justiça

em 12 de janeiro de 2012

O mais velho, Alexandre, é pais de um filho. João Paulo também tem uma filha, de 1 anos. Se condenados, poderão passar até 3 anos atrás das grades.


Páginas

Editora Verdes Mares Ltda.

Praça da Imprensa, S/N. Bairro: Dionísio Torres

Fone: (85) 3266.9999

teste