Busca

Traficante morre após confronto com equipe do Raio na zona rural de Quixeramobim

07:30 · 12.07.2018 / atualizado às 11:30 · 12.07.2018 por

Quatro dias após a morte de um suspeito de tráfico, mais um homem morreu em Quixeramobim durante confronto com equipe do Batalhão de Policiamento de Rondas e Ações Intensivas e Ostensivas (BPRaio). A ocorrência, registrada na noite da última terça-feira (10) foi confirmada pela Polícia Militar após às 21 horas desta quarta-feira (11). A intervenção policial ocorreu por volta das 23h30 na localidade de Fazenda Cachoeira, a cerca da 3 quilômetros da sede deste Município.

A Polícia Militar informou que uma equipe do Raio realizava patrulhamento na região quando resolveram  realizara uma barreira policial para abordarem dois suspeitos que seguiam em alta velocidade pela estrada numa motocicleta. Apesar da sinalização luminosa do intermitente da viatura a dupla furou a blitz, mas caiu logo depois. Em seguida passaram a efetuar disparos de arma de fogo na direção dos policiais.

Houve confronto armado e um suspeito foi alvejado e abandonado pelo comparsa que fugiu adentrando o matagal. Os policiais não continuaram a perseguição para socorrerem o baleado ao Hospital Municipal. Todavia, apesar do esforço ele não resistiu aos ferimentos, vindo a óbito horas depois. Em poder dele a equipe do Raio apreendeu 7,9 quilos de maconha e um revólver calibre 38. Cinco das seis munições da arma estavam deflagradas. A motocicleta Honda de placa HWH 1229 foi apreendida.

O suposto traficante morto foi identificado como Emanoel Ambrósio de Lima, 22 anos, natural de Fortaleza. Ele era conhecido pelo apelido de “Lúcifer“. O comparsa continua sendo procurado pela Polícia. As suspeitas são de que a dupla iria abastecer “bocas de fumo” – como são conhecidos os pontos de vendas de drogas ilícitas – na cidade. Não foi informado se eles são membro de alguma facção criminosa.

> Suspeito de tráfico morre em confronto com BPRaio na cidade de Quixeramobim

Ecstasy em Quixadá 

Ainda na noite da terça-feira (10) outra equipe do Raio prendeu em Quixadá um homem com 16 comprimidos de Ecstasy. O traficante foi preso nas proximidades do Posto Belas Artes e do conjunto habitacional da Cohab, na entrada da cidade. Em poder dele, além da droga ilícita sintética, encontrada com mais frequência nos grandes centros urbanos, os policiais apreenderam R$ 172,60. Em média cada comprimido de Ecstasy custa R$ 35,00.

Diário Sertão Central é o blog oficial do Diário do Nordeste no Sertão Central do Ceará e Maciço do Baturité. Participe do Diário Sertão Central através do telefone e whats app (85) 9 8755 0154

Comentários 0

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *