Enfermeiro transgênero de Quixeramobim é o segundo do Brasil a conquistar nome social