Busca

Santa Casa de Canindé tem contas bloqueadas pela Justiça Federal

08:00 · 07.04.2017 / atualizado às 15:35 · 07.04.2017 por

A Santa Casa de Canindé, como é conhecido o Hospital Regional São Francisco nesta cidade do Centro do Estado, poderá paralisar as suas atividades. O motivo é o bloqueio das contas do centro de assistência à saúde. A medida foi determinada pela 23ª Vara da Justiça Federal, com sede em Quixadá. A solicitação partiu da Receita Federal.

Com o bloqueio das contas, a Santa Casa, que já enfrenta dificuldades financeiras não terá como saldar seus compromissos, principalmente com o corpo clínico, funcionários e servidores. A divulgação foi feita pelo representante do hospital filantrópico nesta quinta-feira (6) através da rádio São Francisco.

A reportagem do Diário do Nordeste procurou manter contato telefônico com a direção da Santa Casa, todavia, até a publicação desta edição as ligações não haviam sido atendidas.

Através do Sistema de Processo Judicial Eletrônico (PJE) a reportagem constatou que quatro processos estão em tramitação na Justiça Federal, todos oriundos da Procuradoria da Fazenda Nacional. Conforme um servidor, as ações são de execuções fiscais, relativas a dívidas com a União.

Em um desses processos, cuja dívida chega ao montante de R$ 126 mil, o juiz da 23ª Vara Federal determinou o bloqueio de bens da Santa Casa, dentre eles uma Kombi, um Sienna, um Pálio e uma motocicleta.

Em fevereiro do ano passado a Santa Casa, mantida pela Sociedade Hospitalar São Francisco de Canindé, tendo como presidente o frei Joãozinho Sannig, completou 50 anos de atividades. Hoje, o Hospital Regional São Francisco é afiliado às Santas Casas de Misericórdia.

O Diário Sertão Central é o blog oficial do Diário do Nordeste no Sertão Central do Ceará e Maciço do Baturité. Inclua entre os seus links favoritos. Participe do Diário Sertão Central através do WhatsApp 55 88 9 9970 5161

Comentários 1

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Evandro

07/10/2017 as 10:0419

rapaz,sou cearense e fico muito triste com essa situação,poderia fazer uma campanha para arrecadar fundos para resolver isso,mas quando fala em ajudar o próximo as pessoas ficam até sem falar com você……triste isso