Busca

Tag: Ceará


08:00 · 12.01.2017 / atualizado às 22:11 · 11.01.2017 por
Ministro deve conhecer instalações da unidade (Foto: José Avelino Neto)
Ministro deve conhecer instalações da unidade (Foto: José Avelino Neto)

Quixeramobim. Um protesto está sendo marcado pelo Movimento dos Trabalhadores Sem Terra (MST) para a manhã desta quinta-feira (12), durante a visita que o ministro da saúde, Ricardo Barros, deve fazer a sede do Hospital Regional do Sertão Central (HRSC). A manifestação do MST foi confirmada pela assessoria de imprensa do movimento no Ceará.

De acordo com a nota o protesto é contra a paralisação da reforma agrária, contra o que eles classificam como ‘golpe’ e pela construção imediata de 600 casas do Acampamento Irmã Tereza, que fica em um terreno em frente ao novo hospital.

Ricardo Barros confirmou visita ao HRSC em dezembro do ano passado, durante reunião com o deputado federal cearense Danilo Forte. Danilo divulgou a informação em seu site. O ministro deve conhecer as instalações da unidade que ainda não está realizando os atendimentos de forma completa. O hospital completou dois anos de inaugurado no último dia 29 de dezembro.

__________

O Diário Sertão Central é o blog oficial do Diário do Nordeste no Sertão Central do Ceará e Maciço do Baturité.

Participe enviando a sua sugestão de notícia, vídeo ou foto através do WhatsApp 55 85 99931 3798, ou através do email: jornalismosertaocentral@gmail.com

10:48 · 16.12.2016 / atualizado às 13:42 · 16.12.2016 por
Secult promove encontros para pensar a criação do memorial (Foto: divulgação/Secult)
Secult promove encontros para pensar a criação do memorial (Foto: divulgação/Secult)

Quixadá. A Secretaria da Cultura do Estado do Ceará (Secult) em parceria com o Observatório de Educação Patrimonial (OEPE), o Núcleo de Pesquisa, Desenvolvimento e Inovação em Mídias Interativas da UFG (MediaLab, UFG) e o Instituto Federal do Ceará Campus Quixadá realizam, nesta sexta-feira (16)  sábado (17) encontros para a criação do observatório Cego Aderaldo. De acordo com a organização, o observatório deve ser construído de forma coletiva, com um projeto de ação e gestão.

Os encontros desta sexta e sábado devem ser voltados para a discussão da formulação do memorial, com mesas redondas, discussões em torno de questões como preservação de acervo histórico e cultural, oficinas para o desenvolvimento dos projetos elaborados a partir das discussões em grupo e os critérios de mapeamento para a formação do memorial.

De acordo com a Secult, o Secretário da Cultura do Estado do Ceará, Fabiano dos Santos, estará presente nas primeiras reuniões que abrem as discussões do final de semana. Os encontros devem ser mediados pelo Coordenador de Patrimônio Histórico Cultural, Alênio Carlos Noronha Alencar. Os encontros acontecem na Fundação Cultural de Quixadá e no IFCE de Quixadá.

Ações formativas ocorrem deste o início da semana. De 12 a 15 de dezembro, foram ministrados seis cursos preparatórios, de 16 horas/aula com disponibilidade de 25 vagas, envolvendo um público composto de educadores, estudantes, agentes culturais e comunidades locais. De acordo com a Secult, as ações voltadas à formação foram formuladas buscando promover uma rede regional de pesquisas e intercâmbios entre agentes educativos, culturais e turísticos.

Para os idealizadores, a criação do Memorial deve possibilitar a experimentação do público no processo de produção do conhecimento em arte e cultura, através das múltiplas linguagens, e promove a investigação de temáticas presentes na região. Confira a programação aqui.

Quem foi Cego Aderaldo?
Referência da Cantoria Nordestina, o poeta popular e trovador, Aderaldo Ferreira de Araújo, conhecido como Cego Aderaldo, nasceu na cidade do Crato (CE), no dia 24 de junho de 1878, porém logo após o seu nascimento mudou-se para Quixadá (CE). Perdeu a visão aos 18 anos de idade, onde nesta época, trabalhava como maquinista na Estrada de Ferro de Baturité. Através de um sonho cantando em verso, descobriu seu dom para cantar e improvisar. Aprendeu a tocar viola e rabeca, e, após a morte de sua mãe, passou a andar pelo sertão cantando e recebendo por isso.

Cego Aderaldo: trovador e cantor, porem, cego (Foto: divulgação)
Cego Aderaldo: trovador e cantor famoso do CE (Foto: divulgação)

Ao longo de sua vida, rodou o sertão inúmeras vezes, sendo reconhecido em todo lugar. Ficou famoso pelas suas pelejas com os maiores cantadores de seu tempo, como a que se deu em 1914 com o maior cantador do Piauí, o Zé Pretinho. Este duelo ficou registrado no cordel “A peleja de Cego Aderaldo e Zé Pretinho”, de Firmino Teixeira do Amaral.

Cego Aderaldo cantou para muitas pessoas importantes. Quando já era um trovador famoso, foi recebido pelo Padre Cícero, em Juazeiro do Norte, e pelo cangaceiro Lampião, que lhe deu um revólver seu, após um pedido feito em versos. Morreu em Fortaleza, aos 89 anos, em 29 de junho de 1967, e apesar de nunca ter sido casado, criou 24 meninos, adotando-os.

É considerado pelos críticos literários um dos mais famosos trovadores do Ceará. 2017 é um ano importante, pois se relembram os 50 anos de seu falecimento.

_________

O Diário Sertão Central é o blog oficial do Diário do Nordeste no Sertão Central do Ceará e Maciço do Baturité.

Participe enviando a sua sugestão de notícia, vídeo ou foto através do WhatsApp 55 85 99931 3798, ou através do email: jornalismosertaocentral@gmail.com

11:50 · 13.12.2016 / atualizado às 11:50 · 13.12.2016 por
Açude Patu, no ano passado, já começava a baixar nível de água (Foto: arquivo)
Açude Patu, no ano passado, já começava a baixar nível de água (Foto: arquivo)

Senador Pompeu. Embora os dias de céu nublado que começaram a surgir no Ceará, tragam alegria e esperança de bom inverno ao cearense, a situação atual ainda é de preocupação. Os 153 açudes cearenses monitorados pela Companhia de Gestão dos Recursos Hídricos (Cogerh) amargam um acúmulo de 6,96%, frente a tudo o que podem acumular juntos. O Patu, deste Município da região Central, passou a integrar a cota dos açudes em volume morto.

De acordo com o boletim da Cogerh, ao todo, 45 açudes estão na mesma situação. Nos últimos dias, além do Patu o Santa Maria (em Ererê), o Figueiredo (em Alto Santo) e o Malcozinhado (em Cascavel), entraram para o rol do volume morto. Os açudes Canoas e Ema passaram a ser considerados secos, fazendo aumentar para 38 o número de reservatórios nesta situação.

Os número da Cogerh mostram que nenhum açude está com nível de armazenamento de água acima dos 90%. Atualmente, nenhum está sangrando e outros 134 estão com nível abaixo dos 30% de água.

_________

O Diário Sertão Central é o blog oficial do Diário do Nordeste no Sertão Central do Ceará e Maciço do Baturité.

Participe enviando a sua sugestão de notícia, vídeo ou foto através do WhatsApp 55 85 99931 3798, ou através do email: jornalismosertaocentral@gmail.com

10:24 · 13.12.2016 / atualizado às 10:24 · 13.12.2016 por

Quixeramobim. Alunos de escolas públicas deste Município da região Central do Estado participam, nesta terça-feira (13), do encerramento do Jogo Elos, programa da Secretaria Especial de Políticas sobre Drogas (SPD). O encontro para o encerramento das atividades acontece na sede da SPD em Fortaleza.

Além de Quixeramobim, representantes do município de Russas, da região jaguaribana, também participam da solenidade para encerrar as atividades dos programas da Secretaria. Durante esta semana a SPD vai realizar cerimônias para encerrar as atividade desenvolvidas em 18 municípios. Os programas visam a prevenção das drogas. Ao todo, de acordo com a SPD, 3.476 estudantes de 61 escolas da rede pública municipal de ensino foram beneficiados.

Na quarta-feira (14) ocorrerá o encerramento do programa em Camocim, Itapipoca, Sobral, Tianguá e Viçosa do Ceará. A reunião acontecerá no período da manhã, no Centro de Educação à Distância de Sobral. O mesmo local também abrigará o encerramento do programa #TamoJunto em Camocim, Massapê, Sobral e Viçosa do Ceará.

Na quinta-feira, 15, o Jogo Elos será concluído em Icó e Iguatu. O encontro de articulares e multiplicadores será realizado pela manhã, na Secretaria de Ação Social de Iguatu. No dia seguinte, 16, o Jogo Elos será finalizado em Barbalha, Crato e Juazeiro do Norte, na região do Cariri. A reunião dos representantes dos três municípios acontecerá pela manhã, no Centro de Políticas sobre Drogas do Crato. Todos os encontros de conclusão dos programas serão coordenados pelas gestores estaduais e formadoras federais.

Saiba mais
O Jogo Elos é realizado em escolas da rede municipal de ensino, sendo voltado para crianças de 6 a 10 anos matriculadas no ensino fundamental I e II. A iniciativa estimula o desenvolvimento de habilidades sociais, como autonomia, autoconhecimento, assertividade, autocontrole, protagonismo e outras, contribuindo para a formação de crianças participativas e colaborativas.

O #Tamojunto mobiliza jovens de 13 e 14 anos inseridos no ensino fundamental II da rede pública municipal. O programa envolve aulas de atividades interativas que despertam habilidades e recursos específicos para que os estudantes possam lidar com influências sociais, adquirindo conhecimento sobre drogas e suas consequências para a saúde. O programa também oferece oficinas para pais e responsáveis, entrelaçando a vida familiar com as práticas de prevenção.

Este ano, o programa Jogo Elos foi desenvolvido pela SPD em 60 escolas de 16 municípios cearenses, favorecendo 3.255 estudantes, enquanto o programa #Tamojunto foi efetivado igualmente em 16 municípios, alcançando 39 escolas e beneficiando 1.875 alunos.

_________

O Diário Sertão Central é o blog oficial do Diário do Nordeste no Sertão Central do Ceará e Maciço do Baturité.

Participe enviando a sua sugestão de notícia, vídeo ou foto através do WhatsApp 55 85 99931 3798, ou através do email: jornalismosertaocentral@gmail.com

16:49 · 09.12.2016 / atualizado às 16:49 · 09.12.2016 por
Valdecir Alves, nos campos de extermínio humano nazistas, na Polônia: pesquisa a fundo para conceber documentário (Foto: divulgação)
Valdecir Alves, nos campos de extermínio humano nazistas, na Polônia: pesquisa a fundo para conceber documentário (Foto: divulgação)

Senador Pompeu. O advogado Valdecir Alves, natural deste Município da região Central do Estado, lançou na última quinta-feira (8), no escritorio do Departamento Nacional de Obras Contra as Secas (Dnocs), na Capital, eu documentário: “Campos de concentração no Ceará: Auschwitz, ração, nazismo, escravidão”. O filme tenta mostrar que as mesmas técnicas usadas nos campos de extermínio nazista, em Auschwitz, são idênticos aos campos cearenses, que abrigavam cearenses.

Um dos principais motes para a produção do documentário é o relato de morte de retirantes que foram contratados para a construção do açude Patú, localizado em Senador Pompeu. Na época da seca entre 1915 e 1932, vários campos concentravam cearenses sofridos pela caótica situação que a seca fazia imperar no Estado. Eles não ficavam restritos ao Interior. Foram verificados nos municípios de Quixeramobim, Ipu, Senador Pompeu e Crato. Em Fortaleza, os sertanejos que fugiam das secas eram colocados em barracas de lona. Um deles ficava no Alagadiço, outro no Otávio Bonfim, além do instalado no Pirambu, chamado “Urubu”, por ficar perto de um lixão.

Casarões que abrigava flagelados, em Senador Pompeu, na seca de 1915 (Foto: arquivo/ Alex Pimentel)
Casarões que abrigava flagelados, em Senador Pompeu, na seca de 1915 (Foto: arquivo/ Alex Pimentel)

De acordo com o autor, as semelhanças entre Auschwitz e os arranjos cearenses são muitas, garante – desde as estruturas físicas, usando arame farpado, até a forma como as pessoas eram enterradas e tratadas. A comida era de segunda categoria, sobras das negociatas da “indústria da seca”, que tinha como política exterminar os flagelados ou colocá-los em guetos.

Para comprovar a hipótese que defende no documentário, o diretor visitou o campo de concentração de Auschwitz, na Polônia. A produção começou a ser realizada em 2010, levando seis anos para ser concluída, sendo custeada com recursos do autor. Valdecy não recorreu a editais, temendo controle ideológico, por isso preferiu enveredar para o campo da produção independente.  De maneira realista e em tom de denúncia, o autor promete trazer à tona memórias de uma realidade cuja história oficial faz questão de não registrar – para ele, foi o mesmo que aconteceu com Canudos e o Caldeirão.

Os detalhes sobre a produção do documentário de Valdecir Alves foram destaque no Caderno 3, na edição impressa do Diário do Nordeste da última quinta-feira (8), de one parte deste texto foi retirado. Leia a matéria completa aqui >> Auschwitz no Ceará

_________

O Diário Sertão Central é o blog oficial do Diário do Nordeste no Sertão Central do Ceará e Maciço do Baturité.

Participe enviando a sua sugestão de notícia, vídeo ou foto através do WhatsApp 55 85 99931 3798, ou através do email: jornalismosertaocentral@gmail.com