Busca

Tag: Investigação


08:03 · 24.01.2017 / atualizado às 08:03 · 24.01.2017 por
Delegada titular da DRPC de Quixadá, Ana Claudia Nery, concluiu inquérito de mais de 300 páginas (Fotos: José Avelino Neto)
Delegada titular da DRPC de Quixadá, Ana Claudia Nery, concluiu inquérito de mais de 300 páginas (Fotos: José Avelino Neto)

Quixadá. A Polícia Civil deste Município do Sertão Central, distante cerca de 170 km de Fortaleza, concluiu o inquérito que investiga a morte de três policiais militares em um confronto com bandidos no dia 30 de junho do ano passado, no distrito de Juatama, e indiciou 12 pessoas, seis por participação na morte do cabo Antônio Joel de Oliveira Pinto, do soldado Antônio Lopes Miranda Filho e do sargento Francisco Guanabara Filho, e outras seis por associação criminosa. Três pessoas já estão presas.

O inquérito tem um total de 368 páginas. O trabalho de investigação demorou seis meses. As apurações foram conduzidas pela delegada titular da Delegacia Regional de Polícia Civil (DRPC) de Quixadá, Ana Claudia Nery. De acordo com a delegada, o inquérito apontou que o objetivo principal dos envolvidos não era matar os policiais.

“Ali foi um infortuito, o objetivo não era matar os policiais. A equipe se planejava para assaltar um banco, mas os policiais atendiam a um chamado em Juatama, e as luzes e o barulho das sirenes, assustou os bandidos, que revidaram porque acreditavam que era a eles que os policiais procuravam”, confessou Ana Cláudia.

PMs foram mortos a tiros no dia 30 de junho de 2016 em confronto com bandidos em Juatama
PMs foram mortos a tiros no dia 30 de junho de 2016 em confronto com bandidos em Juatama

Nomes
Foram indiciados David Willian Lázaro (Deivim); Fábio Oliveira Rabelo (Fábio Bombado); José Nobre do Nascimento Filho (Zé Filho); José Massiano Ribeiro (Massiano); Veridiano Rabelo Cabral Júnior (Veridiano Júnior) e Edneudo Oliveira Silva (Leudo Pipoca). Os seis atuaram na morte dos policiais, seqüestro com relação a outros dois, roubo a vários carros tomados de assalto durante a fuga, e por tentativa de homicídio contra um deles, o sargento João Alves Campos.

Campos foi baleado na perna e no braço. Ele ainda trocou tiros com os bandidos mas disse se fingir de morto para despistar os bandidos. É dele a voz que aparece em um áudio que circulou nas redes sociais onde pede socorro após ser baleado e ver o colega morto. “A gente tá na Juatama, cara! Eu tô baleado e o Antonio Filho está morto. O Joel tá morrendo cara! Vem socorrer a gente!”. Sargento Campos segue em recuperação.

Outras seis pessoas foram indiciadas pelo crime de associação criminosa. São elas: Fábio Jandson Gomes de Sousa (Jandson Feijão); Francisca Suely Pontes de Queiroz; Francisco Neuton Barbosa Freire (Neuton Casquinha); Alexsandro Saraiva Bessa; Jovany Rodrigues Pinheiro e João Rodrigues Barros.

Crime causou grande comoção na cidade
Crime causou grande comoção na cidade

Detalhes
Entre os indiciados, Edneudo é apontado como integrante da “quadrilha dos pipocas”, que desde o início das investigações, vem sendo desmembrada com a prisão de suspeitos e a fuga de vários outros. já vinham sendo divulgados pela Polícia, como parte do trabalho de buscas. No último dia 12 de janeiro, José Massiano, Veridiano Cabral Junior e “Zé Filho” tiveram os nomes revelados pelas equipes de investigação e passaram ser considerados foragidos. Massiano e Veridiano Júnior integram também a lista dos bandidos mais procurados do Ceará da Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS). Três suspeitos já estão presos.

Ana Cláudia Nery detalha que o trabalho que investigou a morte dos PMs deu início, há cerca de três meses, a um outro inquérito para investigar crimes de lavagem de dinheiro. Testemunhas relataram que o grupo usava laranjas através de postos de gasolina e motoristas de carros-pipa e chegavam a desviar R$ 40 mil por semana.

“O inquérito começou no decorrer das investigações, enquanto a gente ouvia testemunhas. Tivemos a certeza que havia laranjas e que se tratava sim de um esquema de lavagem de dinheiro. Tudo foi desbarateado graças a uma denúncia anônima, de um colaborador que hoje está sob segurança do Estado em condição de testemunha”, frisou a delegada.

A investigação foi entregue para ao Ministério Público do Estado do Ceará (MPCE). A expectativa é que o órgão formalize uma denúncia nos próximos cinco dias. Ana Cláudia acredita que as denúncias serão aceitas.

“O MPCE tem um prazo de cinco dias para fazer a denúncia e eu acredito que vai acatar o indiciamento da policia, e vai indiciar todas as pessoas que eu pedi que fosse denunciada. A partir daí elas serão levadas ao tribunal e julgadas”.

Leia a matéria na editoria de Polícia da edição desta terça-feira (24) do jornal Diário do Nordeste >> 12 indiciados por morte de PMs

_________

O Diário Sertão Central é o blog oficial do Diário do Nordeste no Sertão Central do Ceará e Maciço do Baturité.

Participe enviando a sua sugestão de notícia, vídeo ou foto através do WhatsApp 55 85 99931 3798, ou através do email: jornalismosertaocentral@gmail.com

09:41 · 10.01.2017 / atualizado às 09:41 · 10.01.2017 por

Senador Pompeu. Uma pessoa foi encontrada morta e outra foi assassinada a tiros em um intervalo de três horas e meia. Os casos foram registrados na manhã da última segunda-feira (9), neste Município do Sertão Centra do Ceará. Os casos devem ser investigados pela Delegacia Regional de Polícia Civil (DRPC) da cidade.

O primeiro caso foi um achado de cadáver, as seis da manhã. O corpo foi encontrado por populares as margens do Rio Banabuiú. A Polícia foi acionada e confirmou a informação. Francisco de Assis Lima foi encontrado morto vestindo apenas um short. O corpo foi levado pelo rabecão do Instituto Médico Legal (IML). Um exame deve comprovar a causa da morte mas a principal suspeita é que o homem tenha sido morto a pauladas.

As nove e meia da manhã, no bairro Pavãozinho, um jovem foi baleado com cinco tiros. A vítima era um adolescente de 19 anos. A identidade dele não foi divulgada pela Polícia. Conforme as informações da Polícia, a vítima foi atingida com três tiros no tórax e dois nas pernas. Ele foi socorrido ao hospital da cidade e em seguida transferido ao hospital de Quixeramobim, mas não resistiu aos ferimentos e morreu antes de dar entrada na unidade.

Os crimes foram os primeiros registros policiais do ano em Senador Pompeu. O delegado titular da DRPC da cidade, Jéferson Lopes Custódio, deve conduzir as investigações que vai apurar as causas dos crimes. O motivo das mortes ainda é desconhecido pela Polícia.

_________

O Diário Sertão Central é o blog oficial do Diário do Nordeste no Sertão Central do Ceará e Maciço do Baturité.

Participe enviando a sua sugestão de notícia, vídeo ou foto através do WhatsApp 55 85 99931 3798, ou através do email: jornalismosertaocentral@gmail.com

17:35 · 05.01.2017 / atualizado às 17:35 · 05.01.2017 por
Ilário suspeita que concurso possa ferir LRF (Foto: Arquivo/Cleumio Pinto)
Ilário suspeita que concurso possa ferir LRF (Foto: Arquivo/Cleumio Pinto)

Quixadá. Alvo de polêmicas, o concurso público deste Município do Sertão Central tem um novo capítulo: a homologação está suspensa para que seja feito um estudo pelo setor jurídico da prefeitura. A principal suspeita é que não tenha havido um levantamento para saber se as finanças da prefeitura da cidade, possam garantir a contratação e pagamento dos concursados.

A decisão foi tomada pelo prefeito Ilário Marques e confirmada na tarde desta quinta-feira ao Diário Sertão Central pela assessoria de imprensa do gestor. Ilário concedeu uma entrevista a uma emissora de rádio local na última quarta onde também teria falado no assunto.

A principal suspeita é que o valor que deverá ser gasto pela prefeitura para garantir o pagamento dos concursados efetivados, chegue a um total além do permitido, gerando um desequilíbrio financeiro.

Ilário quer apurar irregularidades (Foto: reprodução/facebook)
Ilário quer apurar irregularidades (Foto: reprodução/facebook)

Esta é uma das condições da Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF). A Lei estipula que de todo o dinheiro gasto no município, o total gasto para garantir o pagamento de funcionários efetivos e contratados não deve passar de 54%. Em Quixadá, Ilário desconfia que para pagar os concursados, terá que usar um montante de dinheiro que ultrapassaria esse total permitido, o que poderia ocasionar problemas com a justiça.

Em nota a assessoria confirmou que Ilário Marques irá submeter o certame a uma análise técnica da Assessoria Jurídica. O parecer deve sair em dentro de 30 dias, confirmando se o concurso foi mesmo realizado dentro dos trâmites legais.

A homologação do concurso foi suspensa até que o parecer da sindicância saia. A partir dele é que Ilário deve decidir se anula ou dá aval para prosseguir com a contratação dos aprovados. Uma manifestação dos aprovados no certame deve acontecer no próximo dia 8 na Câmara de Vereadores de Quixadá. Os concursados estão preocupados com a situação.

Polêmica e novela
O concurso público de Quixadá foi motivo de polêmica e as decisões em torno de sua realização ganhou ares de novela. O primeiro entrave foi no dia 27 de abril. A Juíza Titular Ana Cláudia Gomes atendeu a um pedido da Consulpam, empresa concorrente no processo de pregão licitatório, que alegou ter cobrado o valor de R$ R$ 102.400,00, considerado, segundo a empresa, “inexequível pela Administração Pública”. Em sua alegação, a Consulpam afirma que a empresa Serctam, vencedora da licitação, teria cobrado o valor R$ 600.000,00, e ainda assim, vencido a licitação.

Duas semanas depois, a empresa comunicou o cancelamento das provas que haviam sido marcadas para o dia 15 e 29 de maio último, uma das primeiras datas que havia sido divulgada. Dias depois, o Juiz substituto da 2ª Vara da Comarca de Quixadá, Adriano Ribeiro Furtado Barbosa, derrubou a liminar que suspendia o concurso. O juiz tirava férias da Juíza Titular quando tomou a decisão.

Na época, a tensão tomou de conta dos cerca de 15 mil inscritos. O concurso é um dos mais disputados e chegou a tem uma concorrência de 59 pessoas por vaga. Ao todo, serão 754 vagas oferecidas para 53 categorias profissionais. A vaga mais procurada entre os concorrentes foi a de enfermeiro plantonista. 297 profissionais aptos a assumir a função se inscreveram para disputar as cinco únicas vagas oferecidas, o que corresponde a uma concorrência de 59 pessoas disputando uma oportunidade.

A segunda maior concorrência foi para fisioterapeuta, tendo 165 inscritos para o preenchimento de três vagas, o que equivale a 55 pessoas disputando uma chance. Logo em seguida, vem o cargo de atendente. 15 vagas são ofertadas no concurso e 812 inscritos decidiram disputá-la, o que fez gerar uma concorrência de 54 pessoas por vaga. A concorrência geral pode ser consultada neste documento, emitido pela Serctram.

________

O Diário Sertão Central é o blog oficial do Diário do Nordeste no Sertão Central do Ceará e Maciço do Baturité.

Participe enviando a sua sugestão de notícia, vídeo ou foto através do WhatsApp 55 85 99931 3798, ou através do email: jornalismosertaocentral@gmail.com

08:46 · 22.12.2016 / atualizado às 08:46 · 22.12.2016 por
Corpos foram encontrados na casa de Alexandre e levados pela Pefoce de Quixeramobim (Foto: Paulo Simião)
Corpos foram encontrados na casa de Alexandre e levados pela Pefoce de Quixeramobim (Foto: Paulo Simião)

Quixeramobim. Um bilhete encontrado na residência de Alexandre Gomes Leandro, 30, pode ser a principal prova para esclarecer o que teria levado o homem a matar a ex-namorada. O crime aconteceu na tarde da última quarta-feira (21), na casa de Alexandre, no bairro Pompeia, neste Município do Sertão Central. Depois de matar Francisca Antonielle de ousa, 22, Alexandre praticou suicídio.

No bilhete, que teria sido escrito pelo homem antes de se matar, estava escrito que Antonielle estaria tendo uma relação com outro rapaz. “Ela me traiu com o A. B. V., a culpa foi dele”. O Diário Sertão Central decidiu omitir o nome do envolvido para evitar represálias e garantir sua segurança, até que os fatos sejam esclarecidos. A Polícia de Quixeramobim vai investigar o caso, mas o bilhete dá indícios de que o crime foi motivado por razões passionais.

De acordo com as informações da Polícia, o corpo de Antonielle foi encontrado na cozinha da residência com um saco plástico na cabeça e um fio envolto em seu pescoço. A vítima também apresentava uma lesão na testa.

Familiares disseram aos policiais que a vítima teria saído de casa pela manhã para o trabalho e desde então, não havia retornado. Parentes estavam à procura de Antonielle e resolveram ir até a casa de Alexandre. A casa estava trancada mas eles resolveram arrombar o imóvel e encontraram os dois mortos.

A Polícia também deve apurar informações de populares de que Alexandre estaria solto há pouco tempo. Ele cumpria prisão em regime fechado por crimes e no passado também teria tentado matar uma moça com quem mantinha uma relação. Eles estavam separados mas Alexandre não aceitava o fim do relacionamento.

Leia a matéria completa na editoria de Polícia da edição impressa do jornal Diário do Nordeste desta quinta-feira (22) >> Homem mata ex-namorada asfixiada e pratica suicídio

__________

O Diário Sertão Central é o blog oficial do Diário do Nordeste no Sertão Central do Ceará e Maciço do Baturité.

Participe enviando a sua sugestão de notícia, vídeo ou foto através do WhatsApp 55 85 99931 3798, ou através do email: jornalismosertaocentral@gmail.com

 

 

14:11 · 16.12.2016 / atualizado às 15:54 · 16.12.2016 por
Trio foi preso em flagrante, em residência do Campo novo com droga, dinheiro e celulares (Foto: Divulgação/DRPC)
Trio foi preso em flagrante, em residência do Campo novo com droga, dinheiro e celulares (Foto: Divulgação/DRPC)

Quixadá. Três estudantes maiores de idade foram presos neste Município portando um quilo de maconha e 50 gramas de cocaína. O trio foi desarticulado após uma investigação da Polícia Civil de Quixadá, comandada pela delegada titular Ana Cláudia Nery. A prisão aconteceu na tarde da última quinta-feira (15).

Thiago Nascimento da Silva, José Venâncio Gomes Bezerra e Anderson Oliveira dos Santos foram presos em flagrante em uma casa no bairro Campo Velho. De acordo com a Polícia, os três, todos com mais de 18 anos, vinham tendo os passos acompanhados pelas equipes policiais.

No momento da prisão eles estavam ainda fardados. A suspeita da Polícia é que eles seria os articuladores da venda e consumo de drogas na escola onde estudam. As investigações também apontam que o trio teria sido contratado para arremessar drogas dentro da cadeia pública de Quixadá.

1 kg de maconha foi apreendido com os estudantes
1 kg de maconha foi apreendido com os estudantes

O trio usou de esperteza para tentar camuflar a droga: a cocaína estava dentro de uma mangueira usada para aguar plantas de jardins. Na residência onde foram rendidos e presos, as equipes ainda apreenderam celulares e a quantia de R$ 350,00 em dinheiro.

Os três foram presos e levados para a Cadeia Pública. Eles devem responder pelos crimes relacionados ao tráfico de drogas.

_________

O Diário Sertão Central é o blog oficial do Diário do Nordeste no Sertão Central do Ceará e Maciço do Baturité.

Participe enviando a sua sugestão de notícia, vídeo ou foto através do WhatsApp 55 85 99931 3798, ou através do email: jornalismosertaocentral@gmail.com