Sopa de Livros

Categoria: Literatura Cearense


08:20 · 12.11.2015 / atualizado às 08:20 · 12.11.2015 por

Nunca se falou tanto de quadrinho como se fala atualmente. Talvez seja um pouco perigoso afirmar isso com tal convicção, visto que na linha histórica da banda desenhada a separa em eras de platina, ouro, prata e bronze, enquanto a atual vem sendo chamado Era de Ferro. Entretanto, a crescente popularização das HQs é um fato incontestável por dois motivos: nunca se produziu tanto material relacionado ao gênero (cinema, TV, os videogames, artes plásticas, bens de consumo) e, principalmente, nunca se deu tanto destaque à produções autorais nacionais e regionais.

Por muito tempo, falar sobre quadrinhos era reverenciar os trabalhos das grandes editoras americanas, como Marvel e DC (e a Maurício de Sousa Produções no Brasil), entretanto vê-se uma mudança nesse cenário há alguns anos. É claro que, para muitos quadrinistas, o grande sonho ainda é trabalhar para essas empresas, mas outros simplesmente investem na produção de trabalhos autorais e, aos poucos, vão ganhando reconhecimento por suas próprias histórias.

A razão disso? A maior visibilidade do gênero, gerada direta ou indiretamente pelas grandes produções de cinema e TV, os editais governamentais que custeiam a produção dos vencedores e a ascensão do financiamento coletivo. Também pode-se adicionar ao pacote a visibilidade que a internet pode proporcionar aos artistas independentes.

No Ceará, a situação não é diferente. Vários quadrinistas vêm se destacando através da produção original, seja ela impressa ou digital, e até ganhando reconhecimento a nível nacional. Confira abaixo alguns dos promissores artistas do Estado:

 

mino

 

Mino (Hermínio Macedo Castelo Branco)

Não é possível se falar em quadrinhos cearenses sem citar o criador do primeiro personagem de repercussão do Estado, o Capitão Rapadura. O personagem foi criado há 42 anos e é um herói genuinamente nordestino, que não usa violência para combater o mal e retira suas forças da rapadura. Atualmente, suas obras podem ser conferidas no periódico Rivista, revista com “algumas pitadas de humor, cearensidade, cartuns, gastronomia, artes plásticas e mais algumas outras ‘cositas’”.

Blog: http://capitaorapadurabrasil.blogspot.com.br/

 

Zé Wellington

No mundo dos quadrinhos, Zé Wellington é roteirista. Ele assina os roteiros de “Interludio”, indicado ao Troféu HQ MIX 2010 na categoria melhor edição única independente; “Quem Matou João Ninguém?”, indicado ao Troféu HQ MIX 2015 como Novo Talento Roteirista e publicado pelo Edital de Incentivo às Artes do Governo do Estado do Ceará; e “Steampunk Ladies: Vingança a Vapor”. Além disso, participa de diversas coletâneas e revistas especializadas em literatura fantástica e quadrinhos.

Site: http://www.zewellington.com/

ZOEIRA

Talles Rodrigues 

Jornalista por formação, finalizou a faculdade e estreou nos quadrinhos através do livro-reportagem “Pânico no José Walter”, na qual investiga o Cortabundas, lenda urbana do bairro onde mora. No seu portfólio, também encontram-se as obras “Clube Dos Monstros Dos Bairros Distantes”, que marca o início da parceria com o roteirista alagoano Pablo Casado, continuada em “Mayara & Annabelle”, indicado ao HQ Mix 2015 na categoria “Publicação Independente de Autor”. A história das duas servidor públicas que caçam monstros recentemente ganhou um volume 2, financiado com sucesso no site Catarse, arrecadando mais que o dobro do valor solicitado na campanha.

Tumblr: http://tallesrodrigues.tumblr.com/

 

sirlanney

Sirlanney

Desenhista e roteirista, também foi indicada ao HQ Mix 2015 com a coletânea de quadrinhos autobiográficos “Magra de Ruim”, na categoria de “Publicação Independente de Autor”. O livro conta com os melhores quadrinhos que foram publicados no blog de Sirlanney nos anos de 2012, 2013 e início de 2014. A coletânea foi financiada com sucesso pelo Catarse, mesmo caso do Zine XXX, projeto formado por cinco zines de 24 páginas cada, com conteúdo produzido exclusivamente por mulheres.

Site: http://www.sirlanney.com/

 

natália

 

Natália Matos

A ilustradora Natália Matos é autora da página no Facebook Natitum, onde publica tirinhas de sua personagem de webcomics “Nina”, personagem sonhadora, ávida por leitura e que sempre anda com uma coroa na cabeça. Além de Nina, Natália também publica ilustrações, tirinhas e histórias mais longas em seu tumblr.

Fanpage: https://www.facebook.com/MobiliaBalao

Tumblr: http://natalia-matos.tumblr.com/post/103653483297

 

*Colaboração de Luiza Carolina Figueiredo

12:06 · 04.11.2015 / atualizado às 12:06 · 04.11.2015 por

O romance Turismo para Cegos, da cearense Tércia Montenegro, publicado pela Companhia das Letras, foi premiado pela Biblioteca Nacional. A lista foi divulgada ontem no site da instituição. Publicações de editoras pequenas e independentes dominaram a lista dos premiados deste ano. A outra exceção, além do romance de Tércia, foi a Editora Scipione, com A Linha Negra, de Mário Teixeira, na categoria Literatura Infantil. Em setembro, resenhamos a obra de Tércia, aqui no Sopa de Livros. Antes, Turismo para Cegos, já havia sido selecionado pelo programa Petrobras Cultural.

O romance Turismo para Cegos, de Tércia Montenegro, foi agraciado com o prêmio deste ano da Biblioteca Nacional
O romance Turismo para Cegos, de Tércia Montenegro, foi agraciado com o prêmio deste ano da Biblioteca Nacional

O prêmio literário abrange nove categorias: Poesia, Romance, Conto, Ensaio Social, Ensaio Literário, Tradução, Projeto Gráfico, Literatura Juvenil e Literatura Infantil. Para cada categoria foi instituída uma comissão julgadora composta por três especialistas de notório saber que avaliaram o melhor da produção literária brasileira no período de maio de 2014 a abril de 2015. Veja aqui a lista completa dos vencedores.

10:42 · 03.11.2015 / atualizado às 10:42 · 03.11.2015 por

O Sopa teve a oportunidade de entrevistar o cearense Paulo Razoni Barroso, que lançou no mês passado “Cáctus”, seu primeiro livro de contos.

"Cáctus", pela editora Premius
“Cáctus”, pela editora Premius

Na entrevista, o escritor falou um pouco sobre seu processo de escrita e as muitas inspirações para a obra. Confira abaixo:

Razoni também adiantou que pretende lançar em breve o primeiro romance. “Libélula” irá contar a história de uma atriz de teatro londrina que passa por grandes reviravoltas em sua vida.

 

*Por Rosiane Melo – Estagiária do Núcleo de Entretenimento

12:09 · 30.10.2015 / atualizado às 12:09 · 30.10.2015 por

De acordo com o portal Publishnews, o premiado escritor cearense Lira Neto irá relançar, pela Companhia das Letras, três obras de sucesso que foram esgotadas há alguns anos.

lira neto

Trata-se de biografias de Castello Branco (Castello Branco – a marcha para a ditadura), José de Alencar (O inimigo do rei) e Maysa (Maysa – numa só multidão de amores). Os livros, respectivamente, foram publicados em primeira edição em 2004, 2006 e 2007.

A data de relançamento ainda não foi divulgada pela editora.

 

*Por Rosiane Melo – Estagiária do Núcleo de Entretenimento

07:28 · 09.10.2015 / atualizado às 07:28 · 09.10.2015 por

O escritor Paulo Razoni lança seu livro de estreia, “Cáctus”, neste sábado, dia 10, a partir das 17 horas, na Livraria Ler do Shopping Aldeota.

A obra, editada pela Premius, foi a vencedora do Prêmio Oliveira Paiva de Ficção, iniciativa da Secretaria Municipal de Educação e da Secultfor.

Ao todo, são 16 contos e entre os assuntos abordados, estão a brevidade da vida, os meandros de quem vive a escassez na aridez do sertão, assim como a natureza humana e suas limitações. A linguagem do autor é bem próxima de quem é nordestino e, principalmente, de quem mora ou já morou em Fortaleza, já que são citados vários elementos daqui, como a linha de ônibus Circular 1, o bairro das Goiabeiras e a Avenida Leste Oeste. Os contextos urbano e rural também se mesclam nas narrativas, fazendo com que o leitor se identifique com alguns contos.

12041991_1690680654494792_325178830_n
Livro traz 16 contos com temáticas que incluem o sertão e também o ambiente urbano

 

Serviço: 

O quê: Lançamento do livro Cáctus

Quando: Dia 10, das 17h às 20 horas

Onde: Livraria Ler do Shopping Aldeota (Av. Dom Luís, 500)

10:06 · 02.10.2015 / atualizado às 10:14 · 02.10.2015 por

12080717_1022170477803148_326962671_n

O poeta cearense e co-fundador da Editora Substânsia, Talles Azigon, concedeu uma entrevista exclusiva para o Sopa de Livros e falou um pouco sobre poesia, inspirações, e seu mais recente lançamento, o livro de micropoemas inspirados na poesia marginal dos anos 1970, “MARoriGINAL”.

Além de poeta, Talles também é produtor cultural e contador de histórias. Fundou a Substânsia ao ao lado dos amigos Nathan Matos e Madjer Pontes, com a intenção inicial de autopublicação. A iniciativa, no entanto, deu tão certo, que a editora passou a publicar autores cearenses e de outros estados do Brasil.

“MARoriGINAL” é o seu segundo livro publicado pela Editora Substânsia (o primeiro foi “Três Golpes D’Água”).

 

 

Confira a entrevista:

 

Trechos de MARoriGINAL:
Nu escuro

“Depois de fechados os olhos
Os corpos somem
O que enxergará é o prazer

Toda beleza é miragem.”

 

Propaganda Enganosa

“Hoje encontrei teu nome
na latinha de refrigerante.

Minha suspeita era real:
teu nome faz mal.”

 

SERVIÇO

mar

 

 

MARoriGINAL, de Talles Azigon

R$ 15,00

52 páginas

 

 

 

 

 

*Por Rosiane Melo – Estagiária do Núcleo de Entretenimento

09:22 · 25.09.2015 / atualizado às 09:50 · 25.09.2015 por

Fui apresentada a Laila de uma maneira incomum: apunhalada pelas costas. Não é todo dia que encontramos uma leitura tão intensa como é Turismo para Cegos, romance de estreia da cearense Tércia Montenegro.

SONY DSC
Tércia Montenegro

Publicado pela Companhia das Letras no começo do ano, o livro dispõe de uma sinopse que parece quadrada e clichê: uma jovem aluna de artes plásticas descobre estar com uma doença degenerativa e incurável que vai lhe custar a visão e passa a enfrentar desafios sociais e de locomoção na medida que a doença avança.

Mas não se engane. Não existe nada “dentro da caixa” em Turismo para Cegos. Se, como eu, você tinha poucas expectativas em relação à história, como eu, será apunhalado pelas costas.

De forma sutil, o estranhamento inicia-se a partir do momento em que nos damos conta de que a narradora da história é a vendedora de um petshop frequentado por Laila e pelo seu namorado incomum, Pierre, um funcionário público “fechadão” inteiramente dedicado aos cuidados da companheira.

turismo
R$ 28,90

Aos poucos, o livro vai se revelando uma trama cheia de problemáticas psicológicas e personagens que fogem à mesmice. Laila poderia cair no abismo do drama de uma mulher cega carente de pena, mas sua complexidade transborda com maestria em uma personagem apática e fria, que abomina a pena e a ideia de redenção, característica que é comumente atribuída a personagens deficientes. Pelo contrário, Tércia Montenegro nos preenche até o limite com sua amargura, uma pitada de maldade e retração.

Seu relacionamento com Pierre é o centro da história. Naturalmente conturbado e fluído, a relação é uma reviravolta de mágoas e reconciliações que incomoda o leitor. Lemos as tentativas frustradas do namorado de ajudar Laila no processo de transição da doença com uma mistura de sentimentos. Ao mesmo tempo que entendemos sua necessidade de ampará-la como um instinto protetor, notamos o desejo de independência de Laila, que se revolta contra ele porque não pode se indignar com o mundo.

Quando ela chega a nomear o cachorro que os dois compraram juntos de Pierre, o desconforto é latente. Laila não quer ser a vítima, e embora Pierre parece ser o alvo constante de suas ofensas, muito menos ele é o mártir da história.

Acompanhamos, meio que perplexos, um desenrolar surpreendente ao findar o livro. Percebemos, ainda mais boquiabertos, que a autora nos envolveu tão profundamente em uma trama que desconstruiu todos os nossos preconceitos e insights. E aquela apunhalada nas costas ainda irá doer por mais algumas estações.

 

*Por Rosiane Melo – Estagiária do Núcleo de Entretenimento

00:00 · 20.06.2015 / atualizado às 22:28 · 19.06.2015 por

Aldenísia Santos tem 23 anos, é portadora de paralisia cerebral e cadeirante, mas nada disso a impediu de lutar pela carreira artística. Suas duas grandes paixões, o desenho e os animais, além da escrita, estão reunidas no livro “O Admirável Mundo de Nísia”, que será lançado neste sábado (20) na galeria do Teatro Sesc Emiliano Queiroz, às 15h.

Aldenísia Santos
Aldenísia Santos

 

Capa de "O Admirável Mundo de Nísia", da Expressão Gráfica Editora
Capa de “O Admirável Mundo de Nísia”, publicação da Expressão Gráfica Editora

O ator Emiliano Queiroz, que apadrinha a obra, estará presente no lançamento, que deve contar também com apresentações musicais e de poesia.

 

*Texto de Rosiane Melo – estagiária do Núcleo de Entretenimento do Diário do Nordeste

11:12 · 14.05.2015 / atualizado às 17:53 · 16.05.2015 por

A editora cearense Substânsia, que comemora em maio um ano de atividades em Fortaleza, realiza o lançamento da Coleção Mormaço hoje (14), a partir das 19h, na Associação dos Docentes da Universidade Federal do Ceará (ADUFC). Composta de quatro obras (Corpo nulo, de Sara Síntique; Em carne Viva, de Silvia Moura; Eu vi o invisível, de Reginaldo Figueiredo e Se eu sonhasse girassóis e outros delírios, de Tatiana Sousa), a Coleção Mormaço publica um apanhado de escritores de “primeira viagem” que, além da escrita, usam a performance e a intervenção como veículo de suas palavras.

Confira abaixo as capas dos livros da Coleção:

 

CORPO NULO_CAPA FINAL

EM CARNE VIVA_CAPA FINAL

EU VI O INVISIVEL_CAPA FINAL

GIRASSOIS_CAPA FINAL

Ficha Técnica – Coleção Mormaço

Preço individual de cada título: R$ 30,00

Coleção completa: R$ 100,00

Editora: Substânsia

 

SERVIÇO

O que: Lançamento da Coleção Mormaço

Quando: 14 de maio

Onde: ADUFC, às 19:00h

 

*Texto de Rosiane Melo – estagiária do Núcleo de Entretenimento do Diário do Nordeste

13:42 · 05.05.2015 / atualizado às 13:42 · 05.05.2015 por

Idealizada pelos editores Nathan Matos, Madjer de Souza Pontes e Talles Azigon, a editora cearense Substânsia completa um ano de atividades em maio.

substansia

Em um ano, dez livros de autores de Fortaleza, Pedra Branca, Curitiba, Santa Catarina, Rio de Janeiro já foram publicados pela Substânsia. Para comemorar o aniversário, a editora realiza três encontros literários no bairro do Benfica:

  • Lançamento do livro Partida de Não Dizeres

Hoje (5), acontece o lançamento do livro Partida de Não Dizeres, primeira obra de Vitória Régia. Partida de Não Dizeres fala sobre a insconstância de ser do corpo, que pode ser deserto ou inundação. Com capa assinada por Lily Oliveira, a obra é a décima publicação da editora Substânsia.

Vitória Régia escreve desde os 13 anos e atualmente é professora de Língua Portuguesa em escolas de Fortaleza e para estrangeiros. Assina o blog entreditos.wordpress.com.

O lançamento de Partida de Não Dizeres será realizado no Restaurante Dona Chica, a partir das 19h.

  • Sarau Geral

Na sexta-feira (8), a Substânsia promove o Sarau Geral, reunindo todos os escritores publicados pela editora em sua data exata de aniversário. Convidados: Ayla Andrade, Elvis Freire, Giovani Kurz, Jéssica Gabrielle, Marco Severo, Marelo Ikeda, Madger de Souza Pontes, Nathan Matos, Orlando Araújo, Raisa Christina, Sahmaroni Rodrigues e Talle Azigon.

O encontro se dá na Biblioteca Dolor Barreira, a partir das 18h30.

  • Lançamento da Coleção Mormaço

No dia 14, será lançada a Coleção Mormaço, composta de quatro livros de poesia, poetas, escritores e artistas: Corpo Nulo, de Sara Síntique; Em Carne Viva, de Silvia Moura; Eu Vi o Invisível, de Reginaldo Figueiredo e Se Eu Sonhasse Girassóis e Outros Delírios, de Tatiana Sousa.

O evento literário acontece na Associação dos Docentes da Universidade Federal do Ceará (ADUFC), às 19h.

 

*Texto de Rosiane Melo – estagiário do Núcleo de Entretenimento do Diário do Nordeste

Pesquisar

Sopa de Livros

Blog da jornalista Kelly Garcia, da área Entretenimento, do Diário do Nordeste.
Posts Recentes

02h03mPara marcar na agenda

02h03mEm entrevista, Jorgeana Jorge revela seu processo de criação

03h03mAutor cearense Jairo Sarfati fala sobre seu livro e novos projetos

02h03mPara marcar na agenda

11h03mUFC lança livros-reportagem nesta quarta-feira

Ver mais

Tags

Categorias
Blogs