Sopa de Livros

Categoria: Poesia


09:39 · 23.11.2015 / atualizado às 09:42 · 23.11.2015 por

Pois é, no último dia 19 foram divulgados os vencedores do Prêmio Jabuti de Literatura deste ano, a mais tradicional premiação literária do País. Como são muitas categorias – 27 para ser exato, que incluem obras de medicina a ficção -, o Sopa fez uma seleção das principais e mais disputadas categorias.

Apenas um cearense figura na lista, o Klevisson Viana, que ficou em terceiro lugar nas adaptações, com a obra “O Guarani em Cordel”.

betinho

 

 

Confira abaixo a lista dos principais vencedores de 2015:

> Adaptação

 Título: Kaputt – Autor: Guazzelli – Editora: WMF Martins Fontes

Kaputt

Sinopse: Misto de reportagem e ficção, ‘Kaputt’ foi escrito secretamente quando Curzio Malaparte cobria a Segunda Guerra Mundial como enviado do jornal Corriere della Sera e se tornou um best-seller ao ser publicado. Relatando jantares e conversas do lado do inimigo, Malaparte apresenta um retrato devastador da humanidade.

Kaputt-04

 

 

> Biografia

Título: Luís Carlos Prestes – Um Revolucionário Entre Dois Mundos – Autor: Daniel Aarão Reis –Editora: Companhia das Letras

luiscarlos

Sinopse: Daniel Aarão Reis — professor titular da Universidade Federal Fluminense (UFF) e respeitado historiador das esquerdas brasileiras — escreve um relato biográfico equilibrado e completo, à altura de suas grandezas e contradições de Luís Carlos Prestes em uma ambiciosa investigação sobre o homem por trás do mito do “Cavaleiro da Esperança”. Aarão Reis acompanha os passos do líder comunista com ênfase em sua incansável atuação política, marcada pela ferrenha coerência ideológica e numerosos sacrifícios pessoais.

 

> Contos e crônicas

Título: Sem Vista para o Mar – Autor: Carol Rodrigues – Editora: Edith

semvista

Em um apanhado de 21 contos, “Sem vista para o mar” reúne os escritos (texto simples, que não respeita pontos e vírgulas e lembra poesia) da autora durante o curso de escrita que fez com Marcelino Freire no Centro Cultural B_arco, em São Paulo.

 

> Didáticos e Paradidáticos

Título: Arte é Infância – Autor: Vivian Caroline Lopes – Editora: Ciranda Cultural

maria

 

 

Sinopse: Arte é infância traz cinco narrativas sobre artistas consagrados da arte moderna mundial: Joan Miró, Paul Klee, Wassily Kandinsky, Anita Malfatti e Lasar Segall. Para auxiliar professores a transformar o conteúdo lúdico dos livros em conhecimento de história da arte e práticas de sala de aula, apresenta também o Apoio Didático, com sugestão de sequências didáticas que contemplam atividades diversas, como produção de textos, produção de imagens, pesquisas pessoais de linguagem, além de proporcionar diálogos com cinema, teatro e dança. A coleção foi concebida a partir da vivência e da experiência em sala de aula com alunos de diversas faixas etárias, principalmente em escolas públicas e Organizações Não Governamentais.

 

> Ilustração

Título: Claudius – Ilustrador(a): Claudius Ceccon – Editora: Editora SESI – SP

claudius

 

Sinopse: O título faz parte da Coleção Memória e Sociedade, publicada pela editora SESI-SP, que promove uma retrospectiva da história do País e o resgate do acervo cultural de nossa sociedade.

ceccon

 

> Infantil

Título: A História Verdadeira do Sapo Luiz – Autor: Luiz Ruffato – Editora: Editora DSOP

sapo

 

Sinopse: Uma linda princesa,em idade de se casar, não consegue encontrar um pretendente que conquiste o seu coração.Sua aia, cansada de ver a jovem triste e solitaria, tem então uma grande intuição:o príncipe não aparece porque está encantado, transformado em um sapo. Basta achar o pequeno animal e dar-lhe um beijo, que logo um rapaz belo e elegante surgirá á sua frente. Mas quantos sapos a princesa precisará beijar até encontrar aquele capaz de sua vida mudar?

Mais detalhes sobre a obra, você pode conferir aqui.

 

> Juvenil

Título: A Linha Negra – Autor: Mario Teixeira – Editora: Editora Scipione

linhanegra

 

Sinopse: O jovem Casimiro começava a se descobrir homem quando foi enviado pelo pai para participar de um conflito que se estenderia por cinco anos: a Guerra do Paraguai. Em janeiro de 1865, o rapaz se tornava soldado e partia rumo ao desconhecido. Em meio às desilusões da campanha, o improvável acontece: Casimiro se apaixona pela bela Francisca, a favorita do ditador paraguaio. Porém, o rapaz é logo separado da amada e enviado para a Linha Negra, uma perigosa trincheira nas avançadas. É então que sua jornada fica ainda mais perigosa e imprevisível.

 

> Poesia

Título: Corpo de Festim – Autor: Alexandre Guarnieri – Editora: Confraria do Vento

corpo

 

Sinopse: “Alexandre Guarnieri inaugura um novo gênero literário: seu poema voyeur biológico devassa os mais íntimos processos de gênese e institui a ordem da polivalência lírica nestas plagas abaixo do Equador. Com seus versos elegantemente bandalhos, ele conta a história da humanidade”, por Furio Lonza

 

> Romance

Título: Quarenta Dias – Autor: Maria Valéria Rezende – Editora: Editora Objetiva

quarentadias

 

Sinopse: Alice é uma professora aposentada, que mantinha uma vida pacata em João Pessoa até ser obrigada pela filha a deixar tudo para trás e se mudar para Porto Alegre. Mas uma reviravolta familiar a deixa abandonada à própria sorte, numa cidade que lhe é estranha, e impossibilitada de voltar ao antigo lar. Ao saber que Cícero Araújo, filho de uma conhecida da Paraíba, desapareceu em algum lugar dali, ela se lança numa busca frenética, que a levará às raias da insanidade.

 

*Por Rosiane Melo – Estagiária do Núcleo de Entretenimento

10:06 · 02.10.2015 / atualizado às 10:14 · 02.10.2015 por

12080717_1022170477803148_326962671_n

O poeta cearense e co-fundador da Editora Substânsia, Talles Azigon, concedeu uma entrevista exclusiva para o Sopa de Livros e falou um pouco sobre poesia, inspirações, e seu mais recente lançamento, o livro de micropoemas inspirados na poesia marginal dos anos 1970, “MARoriGINAL”.

Além de poeta, Talles também é produtor cultural e contador de histórias. Fundou a Substânsia ao ao lado dos amigos Nathan Matos e Madjer Pontes, com a intenção inicial de autopublicação. A iniciativa, no entanto, deu tão certo, que a editora passou a publicar autores cearenses e de outros estados do Brasil.

“MARoriGINAL” é o seu segundo livro publicado pela Editora Substânsia (o primeiro foi “Três Golpes D’Água”).

 

 

Confira a entrevista:

 

Trechos de MARoriGINAL:
Nu escuro

“Depois de fechados os olhos
Os corpos somem
O que enxergará é o prazer

Toda beleza é miragem.”

 

Propaganda Enganosa

“Hoje encontrei teu nome
na latinha de refrigerante.

Minha suspeita era real:
teu nome faz mal.”

 

SERVIÇO

mar

 

 

MARoriGINAL, de Talles Azigon

R$ 15,00

52 páginas

 

 

 

 

 

*Por Rosiane Melo – Estagiária do Núcleo de Entretenimento

10:22 · 08.09.2015 / atualizado às 10:25 · 08.09.2015 por
Capa de "Antijogo", de Adrilles Jorge (R$ 32)
Capa de “Antijogo”, de Adrilles Jorge (R$ 32)

Lançado pela Editora Record, e com texto de orelha do filósofo Olavo Carvalho (autor de “O mínimo que você precisa saber para não ser um idiota”), “Antijogo”, primeiro livro de poesias de Adrilles Jorge, escritor mais conhecido pela sua cômica participação no reality show Big Brother Brasil 2015, reúne 137 poemas que foram escritos antes e depois do BBB e falam sobre as relações humanas e das reviravoltas que a vida pode ter.

Mais de seis meses após o fim do BBB, Adrilles confessa que acumulou grandes lições com a experiência: “Não basta ser ético ou ter uma atitude de entrega desinteressada afetiva e esperar pela compreensão do outro. O BBB é um show de hiperrealidade onde afloram o melhor e o pior  do ser humano. Uma hiperrealidade que lhe faz descobrir você mesmo, seus vícios, suas virtudes. E onde estes mesmos vícios e virtudes não são exatamente percebidos claramente para seu próximo ou mesmo para milhões de espectadores. A maior lição do BBB é a de que a comunicação humana em sua condição plena é sempre uma meta no horizonte nunca de todo encontrada e sempre imprescindível de ser buscada.”

Questionado sobre suas preferências diante da grande quantidade de versos na publicação, Adrilles afirma que para ele, não existe uma preferência, e sim um carinho afetivo por todos. “Há no livro, poemas que escrevi na adolescência em que quase não me reconheço  e outros que são a quase inteireza do que sou. Mas todos fazem parte da história de minha percepção poética da existência e são muito caros a mim”, complementa.

Confira abaixo a entrevista:

Sopa – Você esbanjou muito bom humor durante sua estadia no reality show. Como você se expressa então como poeta?

Como poeta, me considero uma medida personificadamente desequilibrada entre a melancolia, o humor, a ironia, o niilismo, o romantismo e todos os contrários que compõem o paradoxo que percebo na existência.

Sopa – Quais (ou quem) foram as suas inspirações para o livro?

Tudo e todos, dentro, fora e ao redor de mim. Pessoas, mágoas, amores, afetos contrariados, livros, conceitos, filosofias, situações sociais, políticas, etc. A poesia se alimenta de tudo, da matéria mais bruta e torpe à mais sublime e abstrata.

Sopa – “Antijogo” é o seu primeiro livro de poesias publicado. Você pretende escrever outros?

Pretendo escrever até quando puder. A escrita é a salvação da minha tendência a um certo niilismo e preguiça da vida. Criar e desvendar algum sentido na existência é que dá substrato à existência em si. E faço isto de maneira mais satisfatória – pra mim ao menos – escrevendo.

Sopa – Quais as expectativas para o lançamento do livro na Bienal do Rio, dia 13?

As melhores e piores possíveis. Tenho uma certa segurança quanto ao que escrevo mas, humano que sou, sempre espero por aceitação, afeto e consideração. E espero contribuir de alguma forma para o bom nome da poesia brasileira, bem como a expansão do mercado de poesia no Brasil.

Sopa – Além da carreira de escritor, quais são as suas grandes ambições profissionais?

Sou escritor por vocação e jornalista por profissão. Dentro destas perspectivas, faço e já fiz de tudo quase. Trabalharia em televisão ou em jornal impresso como cronista, repórter, articulista ou até mesmo clown televisivo (risos). Imodestamente, faria um talk show ao menos bem menos desinteressante dos que eu tenho assistido por aí. Tudo em que eu puder dar minha contribuição ao meu conceito de alta cultura pop eu traçaria (risos).

 

*Por Rosiane Melo – Estagiária de Entretenimento do Diário do Nordeste

16:00 · 01.07.2015 / atualizado às 16:00 · 01.07.2015 por

Logo mais, às 17h30, a poetisa Liduína Nascimento irá lançar o seu primeiro livro “Luar de Vidro”. O lançamento acontece na praça Luiza Távora, mais conhecida como Pracinha da Central de Artesanato do Ceará (Ceart) – Avenida Santos Dumont, 1589, Aldeota. Nesse link, é possível visualizar não só a poesia que dá nome ao livro, como também a capa da obra.

ceart

 

Pracinha da Ceart

 

19:06 · 20.06.2015 / atualizado às 19:11 · 20.06.2015 por

Depois de um ano sem lançar nada escrito e cinco anos do último livro de poesias, o cantor, compositor e escritor Arnaldo Antunes prepara o lançamento de um livro inédito para esta terça, dia 23, no Cine Joia, em São Paulo. A obra, intitulada Agora Aqui Ninguém Precisa de Si, publicada pela editora Companhia das Letras, contará com performance poética e projeções de Márcia Xavier. Ele participará também da Flip deste ano, no dia 4 de julho, com Karina Buhr, da mesa Desperdiçando Verso.

download

Arnaldo Antunes

O livro (veja um trecho em PDF) compila seus poemas, escritos ou visuais, feitos nos últimos cinco anos.  Fã da poesia concreta, a nova obra do autor segue esse gênero. Abaixo, algumas de suas poesias publicadas em outras obras:

77_imagem_g

 

normal_todasascoisa

 

Segundo a sinopse disponível da obra, no site da editora, o tempo e o espaço, a insignificância e a morte são os principais temas deste volume de inéditos de Arnaldo Antunes, que oscilam entre o humor e a desilusão. Alternando poemas em verso e visuais, fotografias e “prosinhas”, a obra é marcada pela pluralidade, pelo registro pop e pela sonoridade, tão próprios ao artista, que assina também o projeto gráfico. Um diálogo sensível e desafiante com o homem contemporâneo.

Confira o teaser da obra:

YouTube Preview Image

 

522541_agora-aqui-ninguem-precisa-de-si-692614_Z1

 

Agora aqui ninguém precisa de si

Arnaldo Antunes

Companhia das Letras

R$34,90

 

15:43 · 28.05.2015 / atualizado às 15:47 · 28.05.2015 por

Em entrevista exclusiva no blog Sopa de Livros, o escritor Guilherme Mendicelli, de 19 anos, falou sobre como se deu a  criação do livro “Sofia e seu cachorrinho desajeitado”, da editora Giostri, que lança na Feira do Livro Infantil de Fortaleza neste sábado, dia 30, às 10h30, na Praça do Ferreira.

Essa é a segunda obra do autor, nascido em Jacareí, São Paulo e que estreou com apenas 16 anos como escritor, com o livro de poesias “Curvas da Ilusão”. Na conversa, ele também discorre sobre as suas leituras e quais são seus escritores infantis preferidos e fundamentais para que as crianças possam se motivar a gostar de ler. E ainda adianta que vem novos livros por aí. Veja no vídeo da TVDN:

11:12 · 14.05.2015 / atualizado às 17:53 · 16.05.2015 por

A editora cearense Substânsia, que comemora em maio um ano de atividades em Fortaleza, realiza o lançamento da Coleção Mormaço hoje (14), a partir das 19h, na Associação dos Docentes da Universidade Federal do Ceará (ADUFC). Composta de quatro obras (Corpo nulo, de Sara Síntique; Em carne Viva, de Silvia Moura; Eu vi o invisível, de Reginaldo Figueiredo e Se eu sonhasse girassóis e outros delírios, de Tatiana Sousa), a Coleção Mormaço publica um apanhado de escritores de “primeira viagem” que, além da escrita, usam a performance e a intervenção como veículo de suas palavras.

Confira abaixo as capas dos livros da Coleção:

 

CORPO NULO_CAPA FINAL

EM CARNE VIVA_CAPA FINAL

EU VI O INVISIVEL_CAPA FINAL

GIRASSOIS_CAPA FINAL

Ficha Técnica – Coleção Mormaço

Preço individual de cada título: R$ 30,00

Coleção completa: R$ 100,00

Editora: Substânsia

 

SERVIÇO

O que: Lançamento da Coleção Mormaço

Quando: 14 de maio

Onde: ADUFC, às 19:00h

 

*Texto de Rosiane Melo – estagiária do Núcleo de Entretenimento do Diário do Nordeste

13:42 · 05.05.2015 / atualizado às 13:42 · 05.05.2015 por

Idealizada pelos editores Nathan Matos, Madjer de Souza Pontes e Talles Azigon, a editora cearense Substânsia completa um ano de atividades em maio.

substansia

Em um ano, dez livros de autores de Fortaleza, Pedra Branca, Curitiba, Santa Catarina, Rio de Janeiro já foram publicados pela Substânsia. Para comemorar o aniversário, a editora realiza três encontros literários no bairro do Benfica:

  • Lançamento do livro Partida de Não Dizeres

Hoje (5), acontece o lançamento do livro Partida de Não Dizeres, primeira obra de Vitória Régia. Partida de Não Dizeres fala sobre a insconstância de ser do corpo, que pode ser deserto ou inundação. Com capa assinada por Lily Oliveira, a obra é a décima publicação da editora Substânsia.

Vitória Régia escreve desde os 13 anos e atualmente é professora de Língua Portuguesa em escolas de Fortaleza e para estrangeiros. Assina o blog entreditos.wordpress.com.

O lançamento de Partida de Não Dizeres será realizado no Restaurante Dona Chica, a partir das 19h.

  • Sarau Geral

Na sexta-feira (8), a Substânsia promove o Sarau Geral, reunindo todos os escritores publicados pela editora em sua data exata de aniversário. Convidados: Ayla Andrade, Elvis Freire, Giovani Kurz, Jéssica Gabrielle, Marco Severo, Marelo Ikeda, Madger de Souza Pontes, Nathan Matos, Orlando Araújo, Raisa Christina, Sahmaroni Rodrigues e Talle Azigon.

O encontro se dá na Biblioteca Dolor Barreira, a partir das 18h30.

  • Lançamento da Coleção Mormaço

No dia 14, será lançada a Coleção Mormaço, composta de quatro livros de poesia, poetas, escritores e artistas: Corpo Nulo, de Sara Síntique; Em Carne Viva, de Silvia Moura; Eu Vi o Invisível, de Reginaldo Figueiredo e Se Eu Sonhasse Girassóis e Outros Delírios, de Tatiana Sousa.

O evento literário acontece na Associação dos Docentes da Universidade Federal do Ceará (ADUFC), às 19h.

 

*Texto de Rosiane Melo – estagiário do Núcleo de Entretenimento do Diário do Nordeste

16:00 · 04.05.2015 / atualizado às 16:00 · 04.05.2015 por

A autora gaúcha Letícia Wierzchowski, que ficou conhecida nacionalmente com o seu romance “A Casa das Sete Mulheres”, adaptado para a televisão como série da Rede Globo e vista por mais de 30 países, lança dois novos livros em maio.

YouTube Preview Image

 Aqui, o trailer em inglês da série, já reprisada três vezes na televisão brasileira, com a participação de atores como Giovana Antonelli, Werner  Schunemann e Thiago Lacerda

 

O primeiro, “Coração de Mãe”  traz poesias endereçadas às mães, da Editora Agir, com lindas fotos de Carin Mandelli, bem no estilo daqueles livros presentes, fofos e que emocionam.

coracao

 Coração de Mãe

Letícia Wierzchowski

Preço médio: R$ 25

80 Páginas

Já o segundo, “Navegue a lágrima”,  será lançado pela Editora Intrínseca.  Na sinopse, a ex-editora Heloísa decide partir de São Paulo para viver numa península uruguaia, na casa que pertenceu à família Berman, gente que ela conheceu de longe, dos tempos em que trabalhou no mercado editorial. E, anos depois de a família ter deixado a casa de tantos verões e felicidades, lá estão novamente os Berman, para o espanto de Heloísa — onipresentes, vívidos e tão humanos que nunca saberemos se o que a editora vê entre aquelas paredes é sonho, delírio ou uma curiosa e inexplicável intersecção temporal.

Nesta obra, mais uma vez, a casa, tanto em seu aspecto físico, como o de lar que agrega seus habitantes, tem grande importância.

navegue

 

Navegue a lágrima

Letícia Wierzchowski

Editora Intrínseca

Preço e-book: R$ 17,90

Preço livro físico: R$ 26,90

208 páginas

Sobre a autora

Além desses dois livros, Letícia escreveu outros 12 livros voltados para o público adulto, além de quatro para crianças.

Autora_Leticia-Wierzchowski_crédito-Calin-Mandelli_Sal_redes

Letícia Wierzchowski

Antes de ser escritora, Letícia Wierzchowski estudou em uma faculdade de arquitetura, curso que não chegou a completar. Foi trabalhando no escritório de construção civil de seu pai, que começou a escrever ficção. Seu romance de estreia, publicado em 1998 e relançado em 2001, “O anjo e o resto de nós”, conta a saga da família Flores, ambientada no início do século XX no interior do Rio Grande do Sul. Seu livro mais recente foi lançado em 2013, “Sal”, também pela Intrínseca.

Além dos livros, ainda trabalha em parceria com Tabajara Ruas, no roteiro cinematográfico de O Continente, baseado na obra de Érico Veríssimo.

11:27 · 06.04.2015 / atualizado às 16:09 · 09.05.2015 por

O domingo dedicado às mães está bem próximo, mas pode ser que ainda dê tempo dar uma passada na livraria para comprar um presente bem de acordo com o que ela gosta. Por isso, o Sopa de Livros selecionou nove obras recentes e outras nem tanto, para as mães de vários perfis. Vamos às dicas?

1. Teadorar

O livro do grande poeta de Pasárgada Manuel Bandeira traz 20 poemas sobre o amor, acompanhados dos traços certeiros de Orlando Pedroso. Os textos apresentam os impulsos da paixão que surgem para dizer que estamos vivos, com a linguagem ímpar de Bandeira, cheia de ousadia e simplicidade. Está também nessa obra o poema em que Bandeira celebra ter inventado  um novo verbo: teadorar.

teadorar-manuel-bandeira-8526021508_200x200-PU6e6c7726_1

 

Teadorar

Manuel Bandeira

Editora Global

R$ 31

56 Páginas. 

2. Almanaque do Lupi 100 anos

Lançado em março, o livro conta a trajetória do cantor Lupicínio Rodrigues, chamado o gênio da  “dor de cotovelo”, no seu centenário. Organizado em capítulos temáticos, traz letras de músicas, notas e ilustrações. No fim, está a lista das 286 canções  conhecidas, registradas ou não em editoras, os discos gravados por ele e por outros, os livros e trabalhos acadêmicos sobre sua obra. O autor, Marcello Campos é jornalista e pesquisador e mirava em Lupicínio desde que publicou seu primeiro trabalho, Week-end no Rio (2006), sobre o Conjunto Melódico Norberto Baldauf.

Aqui, uma de suas músicas interpretada por Adriana Calcanhoto:

YouTube Preview Image

E aqui, o maior de seus sucessos, na voz do próprio Lupi:

YouTube Preview Image

lupi

Almanaque do Lupi – 100 anos

Marcello Campos

Editora da Cidade/Letra&Vida

102 páginas

R$ 40

3. Mais de 100 histórias maravilhosas

Nesta antologia estão os contos de fada que a autora da Moça Tecelã escreveu ao logo das últimas três décadas. No volume, com fabulosas histórias para todas as idades, questões humanas muito profundas surgem, concentradas em enredos bastante poéticos que parecem sonhos.

“Eu queria mostrar o percurso que os contos traçam. Um percurso de sentimento, de linguagem, que é, de alguma maneira, o percurso da minha vida”, diz Marina.

Saiba mais sobre a obra nesta entrevista com a autora:

YouTube Preview Image

 

514514_mais-de-100-historias-maravilhosas-689222_L3

 

Mais de 100 histórias maravilhosas

Marina Colasanti

Editora Global

430 páginas

R$ 59,90

 

4. Meu quintal é maior do que o mundo

Considerado um dos poetas mais originais de nosso tempo, Manoel de Barros é dono de um estilo único, que transforma a natureza, os objetos e a própria condição humana em expressões poéticas carregadas de significado e emoção. Esta antologia inédita reúne poemas de todas as fases do escritor, oferecendo um panorama abrangente de sua produção literária, em mais de setenta anos de ofício. Meu quintal é maior do que o mundo revela a força, a vitalidade e o alcance universal da obra deste poeta inimitável.

quintal

 

Meu quintal é maior do que o mundo 

Manoel de Barros

Editora Alfaguara

168 páginas

R$ 16,90

5. Histórias curtas 

 

Neste livro, Rubem Fonseca, que em 2015 completa 90 anos, volta às livrarias com 38 contos inéditos, onde o autor faz referências aos temas clássicos de sua escrita, como a violência e o erotismo, mas também explora facetas até então não tão recorrentes em sua obra. A velhice e a degeneração da mente, por exemplo, são tratadas em muitos contos do novo livro, ora com irreverência, ora com profundidade dramática. Essa é a primeira obra do escritor, após Amálgama, que ganhou o Jabuti de melhor livro de contos em 2014.

rubem

 

Histórias curtas

Rubem Fonseca

Editora Nova Fronteira

R$ 39

160 páginas

6. Uma loja em Paris

Num dia qualquer, quando andava sem rumo pelas ruas de Madri, Teresa, uma órfã rica que vive sob o rígido controle de sua tia Brígida, se vê impelida a entrar em um antiquário, atraída por uma tabuleta de uma antiga loja parisiense de tecidos. De volta ao seu apartamento, após fixar a tabuleta em seu escritório — que compra sem saber muito o porquê —, a jovem é atormentada por uma série de sensações, percepções e visões que, ao que tudo indica, fazem referência à dona da tal loja, Alice Humbert, que viveu na Paris dos anos 1920. Quem terá sido essa mulher e por que a sua história agora lhe bate à porta de uma maneira tão intensa, Teresa se pergunta. Sem perder tempo, ela parte em busca das respostas na mágica, romântica e colorida capital francesa, para onde se muda.   Inspirado pelos “anos loucos” vividos na Paris de Hemingway, Modigliani, Coco Chanel e Paul Poiret, o jornalista espanhol Màxim Huerta apresenta uma história de amor que resistiu ao tempo e transpassou décadas até atingir em cheio o coração de Teresa.

Uma+loja+em+Paris

Uma loja em Paris

Màxim Huerta

Editora Planeta

256 páginas

R$ 34,90

7. O Réu e o Rei

Proibido pela justiça de lançar a biografia do cantor Roberto Carlos, o autor Paulo César de Araújo escreveu “O Réu e o Rei” sobre toda a pesquisa que fez sobre o artista e sobre a relação que manteve com o autor, desde quando ele era fã, passando por ele ser seu biógrafo e depois, inimigo. Pela polêmica e pela importância que o cantor teve durante muito tempo no cenário musical brasileiro, vale a leitura. Um livro para os fãs do Roberto Carlos e também os que querem conhecer os meandros da publicação de uma biografia.

roberto

O Réu e o Rei – Minha história com Roberto Carlos, em detalhes

Paulo César de Araújo

Companhia das Letras

521 páginas

R$ 35

8. O Diamante

Nesta história, publicada pela Editora Novo Conceito, cinco personagens, separados pelo tempo e aparentemente sem conexão entre si,contam a história da paixão das mulheres pelo diamante e não só delas pela pedra preciosa. Na obra, está também a trajetória da publicitária Frances Gerety, responsável pelo slogan: “Um Diamante é para sempre” e que o fez se tornar um presente ideal na hora do pedido de casamento. Ela mesmo nunca se casou e nessas cinco histórias, é mostrado que nem sempre um casamento é como um diamante e vários se deterioram com o tempo.  É um livro diferente, que fala das muitas formas de viver o amor e que deixa no ar uma pergunta: os casamentos são feitos mesmo para durar?

damente

O Diamante

J. Courtney Sullivan

Novo Conceito

479 páginas

R$ 35

9. Comprometida

Depois de “Comer, Rezar e Amar”, Elizabeth Gilbert lançou esse livro, que fala não só do seu compromisso com o brasileiro Felipe, mas de curiosidades sobre o casamento, sem cair no meloso demais, como nos livros de Nicholas Sparks, por exemplo. Uma das coisas que Liz nos mostra é como desde os primórdios até os dias atuais, o casamento é muito mais vantajoso para os homens do que para as mulheres e nos traz dados estarrecedores, como que o primeiro casamento inter-racial nos EUA foi aprovado somente em 1967. Nos faz viajar pelas tradições tão pouco afeitas à paixão no casamento de uma pequena tribo vietnamita à supervalorização do matrimônio na sociedade ocidental, onde mulheres supermodernas e descoladas querem entrar de véu e grinalda numa cerimônia bafônica simplesmente porque quer que todo mundo veja que ela foi escolhida. Traz estudos psicológicos interessantes que mostram o grau de furada que é se casar quando se está apaixonado, pois a paixão, segundo sua pesquisa é um vício como outro qualquer e deixa qualquer ser humano desestabilizado. Mas Liz também mostra o outro lado da moeda: a sabedoria de conviver com alguém que é diferente de você, a verdadeira necessidade de se fazer uma cerimônia e, mais do que tudo, nos mostra que mesmo em situações de extremo embaraço e insegurança é preciso estar em equilíbrio. Com a escrita envolvente de Liz, esse é um livro para ser devorado em bem poucos dias.

com

Comprometida

Elizabeth Gilbert

Editora Objetiva

374 páginas

R$20

Pesquisar

Sopa de Livros

Blog da jornalista Kelly Garcia, da área Entretenimento, do Diário do Nordeste.
Posts Recentes

02h03mPara marcar na agenda

02h03mEm entrevista, Jorgeana Jorge revela seu processo de criação

03h03mAutor cearense Jairo Sarfati fala sobre seu livro e novos projetos

02h03mPara marcar na agenda

11h03mUFC lança livros-reportagem nesta quarta-feira

Ver mais

Tags

Categorias
Blogs