Sopa de Livros

Categoria: Romance policial


08:36 · 05.01.2016 / atualizado às 08:57 · 05.01.2016 por

Escolher as melhores leituras do ano não é fácil. Foram 59 livros lidos (quaaase 60 porque não cheguei a terminar a leitura da edição especial de 150 anos de “Alice”), muito mais do que em 2014, quando eu li apenas 27.

O engraçado é que metas de leitura não funcionam muito comigo, então entrou nessa lista de 2015 muitas obras que eu realmente não planejava ler. Acontece. Isso me proporcionou muitas surpresas boas – e algumas poucas não muito agradáveis.

Confira minha lista de melhores leituras de 2015. E feliz 2016!

Orgulho e preconceito, de Jane Austen

orgulho-e-preconceito-livro-capa-edit-martin-claret

Editora Martin Claret

R$ 20

Finalmente, tive a oportunidade de ler Jane Austen. Orgulho e Preconceito é um dos poucos livros da autora que eu tenho, e por acaso eu comprei na bienal do livro de 2014 em Fortaleza. Por ser o único da autora que eu li não tenho como comparar com outras obras. No entanto, o clássico romance não deixa a desejar. Austen apenas confirmou minhas suspeitas: ela é uma escritora à frente do seu tempo, que sabe capturar, com ironia e sarcasmo bastante sutis, a essência da sociedade inglesa do final do século XVIII – já que a obra foi finalizada em 1797 por uma Austen com menos de 21 anos. A publicação aconteceu apenas em 1813.

 

Outlander, de Diana Gabaldon

capa_Outlander_lombada41mm.indd

Editora Saída de Emergência

R$ 28

Comecei a ler Outlander (A Viajante do Tempo, em português), primeiro volume de uma série de romance histórico que até o momento possui oito obras, por causa da série televisiva do canal Starz baseada nos romances de Diana Gabaldon. Não imaginava que me depararia com 800 páginas de pura aventura, romance e uma história de tirar o fôlego.

Série de livros Outlander (edições originais)
Série de livros Outlander (edições originais)

> Confira nossa resenha de Outlander

Quatro escritoras contemporâneas de romance de época para conhecer

“A Viajante do Tempo” narra a história de Claire Beauchamp Randall, uma jovem enfermeira inglesa que é transportada duzentos anos no tempo, saindo da Escócia pouco tempo após o fim da Segunda Guerra Mundial para a Escócia do século XVIII. Dividida entre esses dois mundos, ela luta pela sobrevivência ao lado do jovem guerreiro escocês Jaime.

 

A casa das sete mulheres, de Letícia Wierzchowski

acasadassetemulheres

Editora Record

R$ 24

Sem dúvida, essa foi uma das leituras mais demoradas e marcantes de 2015 – e, quem sabe, da minha vida. Não tenho o costume de ler muitos romances nacionais, principalmente se eles foram históricos como esse, que narra o cotidiano de sete mulheres durante a Guerra dos Farrapos. Mas não ler literatura nacional é um pecado grande, confesso. Há muita gente talentosa no meio literário brasileiro. Basta apenas ser seletivo. E a gaúcha Letícia Wierzchowski é uma dessas riquezas nacionais. A sutileza de detalhes, o cuidado com o texto e a originalidade de suas histórias fazem de Letícia, além de romancista, uma poetisa.

> Confira nossa entrevista com Letícia Wierzchowski

 

Auri, a anfitriã, de Aline Moura e Bárbara Almeida

CADERNO 3

É a própria Auri, personagem-lugar que representa o Instituto Penal Feminino Auri Moura Costa, que narra as muitas histórias de mulheres que cumprem pena na instituição. Nascidas de um TCC escrito pelas alunas de jornalismo da UFC Aline Moura e Bárbara Almeida, essas histórias foram publicadas em um livro-reportagem através de financiamento no Catarse. A obra, em suas 156 páginas, traz de maneira sutil relatos de internas, fotografias e reflexões sobre o sistema penal brasileiro, a desigualdade de classes e a violência. É um projeto ousado e com uma narrativa cheia de reviravoltas.

 

Objetos cortantes, de Gillian Flynn

Objetos Cortantes

Editora Intrínseca

R$ 28

Sou fã assumida de Gillian Flynn. A escritora americana consegue desconstruir todo o ideal de protagonistas femininas indefesas e ingênuas, bastante difundido na literatura mundial. Em todas as suas obras, ela nos surpreende com mulheres que falham, matam, mentem e enganam. E em “Objetos Cortantes” não poderia ser diferente. Somos apresentados a Camille Preaker, uma jornalista que trabalha em um jornal de segunda em Chicago, que tem como hobby se automutilar e há poucos meses foi liberada de um hospital psiquiátrico. Ela recebe a missão de viajar para Wind Gap, sua cidade natal, para fazer uma matéria sobre dois casos policiais envolvendo crianças. No entanto, Camille teme voltar para Wind Gap, onde a família que sempre a desprezou a aguarda, ressuscitando traumas de infância que poderão levá-la a um colapso.

> Confira nossa resenha de Objetos Cortantes

 

Mayara & Annabelle vol.1 e vol.2, de Talles Rodrigues e Pablo Casado

mayara

mayara & annabelle 2

Editora Fictícia

R$ 25

E pela primeira vez eu li quadrinhos cearenses. Tá, talvez eu tenha lido aqui e ali algo do Capitão Rapadura no passado, mas nada muito significativo. Em 2015, eu tive a oportunidade de ler essas preciosidades escritas pelo jornalista cearense Talles Rodrigues e pelo roteirista alagoano Pablo Casado. As histórias giram em torno de Mayara e Annabelle, duas funcionárias públicas da Secretaria de Controle de Atividades Fora do Comum do Ceará (SECAFC-CE) que lutam contra demônios e outras criaturas sobrenaturais na terrinha alencarina. O legal é que a obra é rica em regionalismo, contendo nomes de cidades do interior, presença do cearês nos diálogos, além de referências ao cenário político local. Muito bom!

> Uma arretada produção de quadrinhos

> Enquadrando elas

 

Mensão honrosa: O Vilarejo, de Raphael Montes

o vilarejo

Editora Suma de Letras

R$ 25

Raphael Montes é uma das grandes promessas nacionais do gênero policial. Desde o início do ano passado que eu vinha cobiçando ler algo dele. A oportunidade veio – antes tarde do que nunca – na véspera de natal, quando eu devorei em uma tarde “O Vilarejo”, obra de Raphael lançada em 2015 e que curiosamente não é romance policial. Trata-se de uma coleção de histórias de terror sobre os habitantes de um vilarejo isolado, arruinado pela neve e pela fome. O autor se inspirou no padre e demonologista Peter Binsfeld, que em 1589 fez a ligação de cada um dos pecados capitais a um demônio, o que teoricamente seria responsável por invocar o mal nas pessoas.

OVilarejo-2_768x768

vilarejo-3

O projeto gráfico do livro é bastante agradável aos olhos. Mesmo na versão em pdf, que foi a que eu li. As ilustrações de Marcelo Damm dão um toque gótico e macabro à obra, que é uma leitura rápida e claramente aterrorizante.

*Por Rosiane Melo

11:28 · 02.12.2015 / atualizado às 12:31 · 02.12.2015 por

Fim de ano parece ser a época perfeita para dezenas, centenas, milhares… de notícias sobre adaptações serem divulgadas. Nesta semana, o #SopaTwist traz um recorte de novidades sobre as adaptações, correndo o risco de esse post ficar bem extenso…

Mas vamos lá!

 

1 – Os instrumentos teen

140493_0589

Já faz um tempinho que começou a divulgação da série “Shadowhunters”, que adapta a saga “Os Instrumentos Mortais”, de Cassandra Clare. Depois do ~desastre~ que foi o filme, a série parece estar comprometida a contar bem a história da caçadora de sombras Clary Fray.

> Mais sobre Shadowhunters aqui.

Nos últimos dias, foram divulgados promos da nova aposta da ABC Family, além de diversas fotos promocionais. A produção tem previsão de estreia dia 12 de janeiro.

Confira:

YouTube Preview Image YouTube Preview Image YouTube Preview Image YouTube Preview Image

140493_0648

140493_0770r1

140493_1865

140493_2230r1

 

2 – Jacob e as amazonas Part 1

taylor-lautner-13

Você que já foi fã de “Crepúsculo” (mas não confessa para ninguém) pode ficar feliz com essa notícia. O ator Taylor Lautner, que interpretou o menino-lobo na adaptação da saga vampiresca escrita por Stephenie Meyer, vem ao Brasil.

Quem anunciou as boas novas foi a Netflix, que trará o elenco do filme “The Ridiculous 6”, dentre eles o eterno Jacob, para divulgar o longa por aqui durante a Comic Con Experience, um dos maiores eventos de quadrinhos, séries de TV, cinema e games, que acontece entre os dias 3 (amanhã) e 6 de dezembro.

Ainda participam da feira, convidados como Anna Popplewell (“As Crônicas de Nárnia”), Evangeline Lilly (“O Hobbit” e futura Vespa da Marvel), John Rhys-Davies (“O Senhor dos Anéis”), além de Frank Miller, autor dos quadrinhos do Batman na série “O Cavaleiro das Trevas” e também de “Sin City”.

> Confira as principais atrações da Comic Con Experience

 

3 – Era uma vez um mundo colorido de Harry Potter…

8sMbyFY

Há algum tempo, divulgamos que a Scholastic, editora responsável pelas edições americanas da saga Harry Potter, lançaria um livro para colorir do universo do bruxinho. Agora, a Universo dos Livros anunciou que irá lançar a versão brasileira.

“O Livro de Colorir de Harry Potter #1” deve chegar às livrarias em fevereiro. Como se sabe, esse é apenas o primeiro de uma série que pretende adaptar todos os livros da saga para a versão de colorir. O segundo volume está programado para ser publicado em março de 2016 nos EUA.

 

4 – Jennifer Aniston pegou gosto por um drama

O nome de Jennifer Aniston foi confirmado para estrelar adaptação de “As Lembranças de Alice”, obra de Liane Moriarty que foi publicado no Brasil em 2013, pela editora LeYa.

O livro conta a história de Alice, uma mulher de 29 anos que certo dia acorda misteriosamente e descobre que já se passaram 10 anos e sua vida é uma verdadeira desgraça: ela está se divorciando, tem três filhos e, se sentindo miserável, tenta resolver todos esses problemas.

Esse não é o primeiro livro adaptado para os cinemas de Liane Moriarty. Outros romances da autora, “Pequenas Grandes Mentiras” e “O Segredo do Meu Marido”, também irão para as telonas.

 

5 – Agatha Christie não está morta

tumblr_mix45dFxNy1riw23so3_r1_250

Agatha Christie, a Rainha do Crime, estaria dando pulinhos de alegria se ainda estivesse entre nós, pobres mortais. O diretor Kenneth Branagh (Cinderela) revelou que irá filmar e atuar – no papel do protagonista, o detetive belga Hercule Poirot – em uma nova versão para os cinemas de Assassinato no Expresso Oriente”. As notícias são do Hollywood Reporter.

ASSASSINATO_NO_EXPRESSO_DO_ORIENTE_1406301040B

Com roteiro de Michael Green e produção do cineasta Ridley Scott, o novo filme será bancado pela Fox. O personagem Hercule Poirot é presença em 33 livros de Christie, o que pode garantir, caso o novo filme faça sucesso, uma extensa franquia.

 

 

*Por Rosiane Melo – Estagiária do Núcleo de Entretenimento

11:18 · 20.10.2015 / atualizado às 11:19 · 20.10.2015 por

O escritor sueco David Lagercrantz mal lançou o quarto livro da série Millennium, “A Garota na Teia de Aranha”, e já se mostra empolgado para as próximas sequências. Segundo a editora sueca responsável pelas publicações, a Norstedts, mais dois livros da série serão lançados, respectivamente, em 2017 e 2019.

No comunicado divulgado na última quarta-feira (14), Lagercrantz revela que foi “incapaz de resistir” à tentação de escrever mais sobre a hacker Lisbeth Salander e o jornalista Mikael Blomkvist.

David Lagercrantz
David Lagercrantz

As expectativas por mais detalhes sobre os novos livros da série que já vendeu mais de 80 milhões de exemplares em todo mundo são grandes. Apesar das desconfianças autorais, o quarto livro “A Garota na Teia de Aranha”, em sua primeira semana após o lançamento, chegou a vender 200 mil cópias.

 

*Por Rosiane Melo – Estagiária de Entretenimento

10:33 · 26.08.2015 / atualizado às 10:48 · 26.08.2015 por

Olha que legal! Um dos maiores ilustradores de quadrinhos da atualidade, Amilcar Pinna, desenhou Lisbeth Salander e Mikael Blomkvist, protagonistas da série sueca best-seller Millennium, de Stieg Larsson.  Para os desinformados, será lançado mundialmente, amanhã, o quarto livro da série, A garota na teia de aranha.

Após a morte de Larsson, em 2004, o jornalista sueco David Lagercrantz é quem dá continuação à saga. As expectativas são grandes, visto a mudança de escritor, o que tem alimentado a desconfiança dos fãs.

Confira abaixo as ilustrações e a capa nacional da obra:

b

a

 

(R$ 30)
(R$ 30)

 

*Texto de Rosiane Melo – estagiária do Núcleo de Entretenimento do Diário do Nordeste

18:00 · 04.06.2015 / atualizado às 18:53 · 04.06.2015 por

Auditório da Livraria Leitura do RioMar Fortaleza

Na última sexta-feira (29), a Livraria Leitura do Shopping RioMar Fortaleza recebeu o #MochilãoDaRecord. Em sua primeira edição, o evento literário contou com a apresentação dos principais lançamentos do Grupo Editorial Record, além de sorteios, brindes e um bate-papo com a editora executiva da Galera Record, Ana Lima.

Roleta da sorte
Roleta da sorte
Brindes
Brindes

Fortaleza foi a primeira cidade a receber o evento, que acontece em dez capitais do País (Florianopólis, Belo Horizonte, Brasília, Fortaleza, Porto Alegre, São Paulo, Rio de Janeiro, Curitiba, Recife e Salvador). Entre os autores convidados: Carina Rissi (Perdida, No Mundo da Luna) em Brasília; Em Porto Alegre e Belo Horizonte, respectivamente, Bianca Briones (Batidas perdidas) e Marina Carvalho (Simplesmente Ana e Elena, a filha da princesa); Brittainy C. Cherry (Sr. Daniels) em São Paulo e Rio de Janeiro e a blogueira Melina Sousa do Serendipity) em Curitiba e Florianopólis.

Nessa semana, o #MochilãoDaRecord desembarca em Porto Alegre (sexta), Florianopólis (sábado) e Curitiba (domingo).

Datas do #MochilãoDaRecord
Datas do #MochilãoDaRecord

Ana Lima foi a convidada especial do evento no Nordeste e concedeu uma entrevista exclusiva ao Sopa de Livros que você confere logo abaixo.

SL – É a primeira vez que vocês promovem o #MochilãoDaRecord para os leitores, certo?

Todo ano, a Galera Record faz algum evento ou em São Paulo ou no Rio. Ano passado, a gente fez um piquenique, ano retrasado a gente fez um passeio de barco… Mas é mais para os blogueiros parceiros, era muito fechado nesse circuito de capital. Há um tempo, as pessoas me pedem para fazer em outros lugares. Acabamos fazendo uma coisa maior, com todas as editoras do grupo. Dando certo, pretendemos fazer [o #MochilãoDaRecord] duas vezes ao ano. É um evento para aproximar o leitor não só do livro, mas do editor, dos autores.

SL – Todos os autores são nacionais?

Não. A Brittainy C. Cherry vai estar no Rio, porque ela estará no Brasil por acaso. Claro que se a gente tiver a oportunidade de trazer um autor estrangeiro aqui, melhor ainda. Mas o foco são os autores nacionais.

SL – Algum motivo para o #MochilãoDaRecord começar no Nordeste?

Fortaleza é a primeira cidade. A gente vai experimentando, mas estamos abertos a sugestões. Talvez na próxima vez a gente comece pelo Norte e não passe por tantas cidades no Nordeste, já que aqui visitamos três capitais. É uma tentativa de abranger uma boa parte do País.

SL – Qual o principal objetivo do #Mochilão?

É bem aquela coisa de a gente se aproximar e ouvir. Tem a mídia social, que a gente lê o tempo todo e as pessoas falam muita coisa. Ainda assim, você estar na cidade, perto do leitor, é outra coisa. É meio como quando vai todo mundo para a Bienal. Quando você está ali, ouvindo o que eles gostam, é algo que não pode ser ignorado. Eu gosto de fazer isso. O contato dos leitores com os editores e com os autores. Sair um pouco daquela zona do autógrafo e poder bater um papo com eles porque nem sempre as livrarias têm espaço ou os autores têm disponibilidade. Proporcionar isso é bem legal.

LANÇAMENTOS

Guilherme Filippone (Gerente de Marketing) e Shirley Higaki (Coordenadora de Merchandising e Treinamento) apresentaram os principais lançamentos do ano do Grupo.

Confira abaixo a lista de algumas obras inéditas:

Memória da Água, de Emmi Itaranta

Memoria-da-Agua

Num futuro distante, a Europa foi dominada pela China, e a água passou a ser controlada e distribuída em cotas pelos militares. Noria é filha de um mestre do chá. Ela está sendo treinada para substituir o pai, e dentre todos os ensinamentos, ele revela à filha seu maior segredo: uma fonte natural escondida que fornece água para a família. Guardar esse segredo é negar ajuda ao restante de população, e ajudá-los é colocar em risco a própria vida: os militares punem severamente quem for descoberto desfrutando de alguma fonte ilegal de água. Mas Noria aprendeu que a sabedoria representa, acima de tudo, o poder de decidir seu próprio destino, a escolha entre lutar e se entregar.

O Descompasso Infinito do Coração, de Bianca Briones

o-descompasso-infinito-do-coração

Clara acaba de descobrir a traição do marido. Com dois filhos pequenos e a baixa autoestima que a consome, ela vê sua vida mudar drasticamente, apesar do desejo de permanecer na zona de conforto. Bernardo é apaixonado por Clara desde a adolescência. Agora ele tem a chance de conquistá-la e mostrar que os dois devem finalmente ficar juntos. Mas o que parece tão simples, para ele, é complexo demais para ela. Como viver o presente quando o passado não deixa você olhar para frente? Será que um coração despedaçado pode recuperar a capacidade de amar?

Sr. Daniels, de Brittainy C. Cherry

sr-daniels

Depois de perder a irmã gêmea para a leucemia, Ashlyn Jennings vê sua vida mudar completamente. Enviada pela mãe para a casa do pai, com quem mal conviveu até então, ela viaja de trem para Edgewood, Wisconsin. Na estação de trem Ashlyn conhece o músico Daniel, um rapaz lindo e gentil, e a atração é imediata. Os dois compartilham não só o amor pela música e por William Shakespeare mas também a dor provocada por perdas irreparáveis. Mas Ashlyn não consegue acreditar quando descobre que Daniel é o Sr. Daniels, seu professor de inglês.

Beleza Perdida, de Amy Harmon

beleza perdida

Ambrose Young é lindo. O tipo de beleza que poderia figurar na capa de um romance, e Fern Taylor saberia, pois devora esse tipo de livro desde os treze anos. Mas Fern nunca imaginou que poderia ter Ambrose… até tudo na vida dele mudar. Beleza perdida é a história de uma cidadezinha onde cinco jovens vão para a guerra e apenas um retorna. É uma história sobre perdas – perda coletiva, perda individual, perda da beleza, perda de vidas, perda de identidade, mas também ganhos incalculáveis. É um conto sobre o amor inabalável de uma garota por um guerreiro ferido. Uma releitura moderna de A Bela e a Fera.

Red Hill, de Jamie Mcguire

Red Hill capa nacional

Quando a notícia de uma epidemia mortal se espalha, pessoas comuns se deparam com situações extraordinárias e, de repente, seus destinos se misturam. Percebendo que não conseguiriam fugir do perigo, elas procuram desesperadamente por abrigo no mesmo rancho isolado, o Red Hill. Emoções estão a flor da pele quando novos e velhos relacionamentos são testados diante do terrível inimigo – um inimigo que já não se lembra mais o que é ser humano. O que acontece quando aquele por quem você morreria, se transforma naquele que pode lhe destruir? 

Naomi e Ely e a lista do não beijo, de David Levithan e Rachel Cohn

naomi-ely-e-a-lista-do-nc3a3o-beijo-de-rachel-cohn-e-david-levithan-galerarecord

Naomi e Ely são amigos inseparáveis desde pequenos. Naomi ama Ely e está apaixonada por ele. Já o garoto, ama a amiga, mas prefere estar apaixonado, bem, por garotos. Para preservar a amizade, criam a lista do não beijo — a relação de caras que nenhum dos dois pode beijar em hipótese alguma. A lista do não beijo protege a amizade e assegura que nada vá abalar as estruturas da fundação Naomi & Ely. Até que… Ely beija o namorado de Naomi. E quando há amor, amizade e traição envolvidos, a reconciliação pode ser dolorosa e, claro, muito dramática.

Em Busca de Cinderela, de Colleen Hoover

Finding-Cinderella
Capa americana

No escuro, um encontro casual aos seus 18 anos, leva Daniel e uma garota com quem se depara confessarem o amor que sentem um pelo outro. Mas este amor tem algumas condições: ele duraria apenas uma hora e seria apenas uma ilusão. Então, após uma hora, a garota foge como Cinderella, enquanto Daniel tenta se convencer de que o que aconteceu entre eles apenas pareceu perfeito, porque eles estavam fingindo que era perfeito. Um ano e um péssimo relacionamento depois, sua descrença no amor a primeira vista é destruída quando ele conhece Six: uma garota com um nome estranho e uma personalidade mais estranha ainda. Daniel não demora a perceber que os sentimentos que ele fingia ter por Cinderella e os que sentia por Six, não eram assim tão diferentes. Especialmente quando os dois amores de sua vida acabam sendo um só.

Entrelinhas, de Tammara Webber

Entrelinhas - Tammara Weber

Reid Alexander, um dos jovens atores mais bem pagos da atualidade, está acostumado a conseguir o que quer – e o que ele quer agora é Emma Pierce, a atriz novata que vai fazer par romântico com ele no próximo filme.  Até que ele se vê diante de dois obstáculos inesperados: uma ex-namorada ressentida e um rival que vai disputar o coração de Emma. 

Em Busca de Abrigo, de Jojo Moyes

Em Busca de Abrigo

Na noite da Coroação da Rainha Elizabeth II, em 1953,  Joy, uma jovem de 21 anos, se apaixona. Menos de vinte e quatro horas depois, ela já está prometida em noivado ao rapaz. Em 1980, um ato de rebeldia faz Kate, aos 18 anos, fugir do Condado de Wexford, na Irlanda, com sua filha ilegítima. Quinze anos mais tarde, Sabine deixa Hackney, o elegante bairro onde mora, em Londres, para visitar os avós que jamais conheceu e descobre que Wexford parece ter parado no tempo. Quando Sabine, sua mãe e sua avó voltam a se encontrar, um segredo de família cuidadosamente guardado é descoberto, bem como algumas verdades importantíssimas: o conflito entre o amor e o dever, as escolhas que as mulheres são obrigadas a fazer e o relacionamento entre mães e filhas.

Brilhantes, de Marcus Sakey

BRILHANTES

A partir de 1980, um por cento das crianças começou a apresentar sinais de inteligência avançada. Essa parcela da população, chamada de “brilhantes”, é vista com desconfiança pelo restante da humanidade. Nick Cooper é um deles, um agente brilhante, treinado para identificar e capturar terroristas superdotados e levá-los para a custódia do governo. Seu último alvo é um líder responsável pelo maior ataque terrorista dos últimos tempos e que pretende começar uma guerra civil. Mas para capturá-lo, Cooper precisa se infiltrar em seu mundo e ir contra a tudo o que acredita. 

Trono de Vidro (Herdeira do Fogo, Volume 3), de Sarah J. Maas

Capa americana
Capa americana

O único pensamento de Celaena Sardothien é vingar a morte selvagem de uma amiga: como “Campeã” do Rei assassino de Adarlan, ela é obrigada a servir a este tirano, mas ele vai pagar pelo que fez. Sacrificando seu futuro, Chaol, o capitão da guarda do Rei, enviou Celaena a Wendlyn para protegê-la, mas seus demônios mais sombrios estavam no mesmo lugar. Se ela puder vencê-los, ela vai ser a maior ameaça de Adarlan – e seu próprio inimigo mais difícil. 

A Garota no Trem, de Paula Hawkins

a garota no trem

Rachel pega o mesmo trem toda manhã. Ela sabe que ele vai esperar no mesmo sinal toda vez, com vista para uma fileira de quintais. Ela até começou a sentir como se conhecesse as pessoas que vivem em uma destas casas. “Jess e Jason”, é como ela os chama. A vida deles como ela vê é perfeita. Se ao menos Rachel pudesse ser tão feliz assim. E então ela vê algo chocante. É apenas um minuto antes do trem se mover, mas é o suficiente. Agora tudo mudou. Agora Rachel tem uma chance de se tornar uma parte da vida que ela só assistiu de longe. Agora eles verão; ela é muito mais do que apenas a menina no trem…

Os Lugares Mágicos dos Filmes de Harry Potter, de Jody Revenson

Os Lugares Mágicos dos Filmes de Harry Potter, de Jody Revenson

A obra leva os leitores a uma jornada visual por trás das cenas de todos os oito filmes da série Harry Potter. A autora proporciona os perfis detalhados de cada locação e as une com artes conceituais jamais vistas, fotos dos bastidores e fotografias dos filmes com informações suplementares que revelam os segredos das filmagens trazidos direto dos arquivos da Warner Bros.

À Procura de Audrey, de Sophie Kinsella

À Procura de Audrey conta a história de Audrey, uma garota de 14 anos que sofre de distúrbios de ansiedade. Quando ela conhece Linus, um colega de seu irmão, faíscas surgem pelo ar. Conforme a amizade se torna mais profunda, uma conexão romântica começa a se desenvolver — acelerando a recuperação de Audrey e, surpreendentemente, ajudando toda a sua família.

Star Wars – Manual do Império

Quer saber tudo sobre o Império Galáctico? Escrito pelos melhores oficiais do Império, desde o Imperador Palpatine até os Stormtroopers, o Manual do Império caiu nas mãos da Aliança Rebelde, e seus membros não demoraram para fazer anotações. 

*Texto de Rosiane Melo – estagiária do Núcleo de Entretenimento do Diário do Nordeste

16:42 · 22.05.2015 / atualizado às 16:46 · 22.05.2015 por

O Bicho-da Seda é um thriller investigativo do pseudônimo de J. K, Rowling, Robert Galbraith, lançado no Brasil pela Editora Rocco.

O Bicho-da-Seda (R$ 39,90)
O Bicho-da-Seda (R$ 39,90)

J. K., autora mundialmente conhecida pela saga de livros Harry Potter, tem investido bastante em romances adultos. Exemplo disso é Morte Súbita, maravilhoso relato dos personagens intrigantes de uma pequena cidade fictícia chamada Pagford.

J.K. Rowling

Já O Bicho-da-Seda narra as aventuras investigativas de Cormoran Strike, um ex-soldado que ganha a vida sendo um detetive de poucos amigos. Cormoran é protagonista também de O Chamado do Cuco, lançamento anterior da autora. Ambos os livros acompanham investigações de Cormoran, mas possuem temporalidade e circunstâncias diversas. Um pode ser lido sem o outro. Como é o caso do personagem Robert Langdon nas obras de Dan Brown.

Se em O Chamado do Cuco, Cormoran investiga o assassinato misterioso de uma famosa modelo, em O Bicho-da-Seda sua missão é localizar um escritor em decadência desaparecido e de sanidade questionável. E, é claro, com a ajuda de sua linda e eficiente assistente, Robin.

O Bicho-da-Seda é ainda melhor que O Chamado do Cuco. J. K. constrói de maneira genial uma verdadeira teia inesgotável de possibilidades e pistas. As descrições minuciosas e delicadas de lugares, pessoas e sentimentos têm a capacidade de desconstruir a personalidade dos personagens. Quando a morte do escritor é confirmada, todos – com exceção de Cormoran e Robin – são suspeitos e o grande desafio do leitor é desmascarar o vilão da história, o que não é nada fácil.

Rowling também parece estar decidida a não fazer de Robin e Cormoran Strike um casal romântico. Mesmo assim, é quase questão de instinto torcer por eles dois, embora o fato do não-relacionamento da dupla seja um dos poucos aspectos que não caem nas garras do clichê. Estamos tão enraizados com a ideia arcaica de que um homem e uma mulher não podem ser apenas parceiros profissionais e amigos – eles “têm” que ser algo mais – que é conflitante ler trechos em que eles compartilham certa intimidade (como a autora gosta de frisar, tal intimidade é “desconfortável” para ambos) e não especular o prenúncio de um romance.

cliche

A falha grave do livro é o desfecho da história. A autora criou um quebra-cabeça complexo e extenso que foi presenteado com uma solução superficial e ilógica. É como se todo o crédito da descoberta fosse do detetive e os leitores estivessem destinados a ficarem “perdidos na lagoinha”. A história termina com muitas questões soltas e em aberto, deixando muito a desejar.

 

*Texto de Rosiane Melo – estagiária do Núcleo de Entretenimento do Diário do Nordeste

19:41 · 27.04.2015 / atualizado às 12:27 · 28.04.2015 por

J. K. Rowling, autora inglesa best-seller mais conhecida por ter escrito a Saga Harry Potter, vai lançar novo livro este ano.

Algumas pessoas reagirão assim
Outras assim...
Outras assim…
E para outras pessoas ficará o questionamento
E para outras pessoas ficará o questionamento…

Pois é. quem anunciou a novidade foi a editora Little Brown UK Imprint, responsável pela publicação da nova obra, que se chamará Career of Evil. Muito longe de pertencer ao universo dos bruxos, a obra será um romance policial, assinado pelo pseudônimo de J. K., Robert Galbraith.

J. K. assina os romances policiais protagonizados pelo detetive Cormoran Strike com o nome de Robert Galbraith desde O Chamado do Cuco, sucedido por O Bicho da Seda – ambos os livros serão adaptados para a TV pela rede BBC. No Brasil, os dois volumes foram lançados pela editora Rocco.

O-Chamado-do-Cuco-Robert-Galbraith
O Chamado do Cuco (R$ 25,30)

 

O Bicho-da-Seda R$ 24,30
O Bicho-da-Seda (R$ 24,30)

Rowling ainda confirmou que pretende escrever sete livros sobre o detetive Cormoran, um solitário veterano da guerra do Afeganistão e filho bastardo de um cantor famoso que resolve trabalhar em investigações particulares.

* Texto de Rosiane Melo – Estagiária de Núcleo de Entretenimento do Diário do Nordeste

Pesquisar

Sopa de Livros

Blog da jornalista Kelly Garcia, da área Entretenimento, do Diário do Nordeste.
Posts Recentes

02h03mPara marcar na agenda

02h03mEm entrevista, Jorgeana Jorge revela seu processo de criação

03h03mAutor cearense Jairo Sarfati fala sobre seu livro e novos projetos

02h03mPara marcar na agenda

11h03mUFC lança livros-reportagem nesta quarta-feira

Ver mais

Tags

Categorias
Blogs