Sopa de Livros

Categoria: Vlog


09:57 · 28.11.2015 / atualizado às 09:58 · 28.11.2015 por

12248087_10153964859300579_6959904830375865188_o

Isabela Freitas, autora de “Não se apega, não” e “Não se iluda, não”, participa de sessão de autógrafos, além de um bate-papo com os fãs na Livraria Cultura do Shopping Varanda Mall neste sábado, a partir das 14h.

No total, serão disponibilizadas 350 senhas para o evento, que começam a ser distribuídos a partir das 10h. A autora autografará até 2 livros de sua autoria.

Mais informações no evento do facebook: https://www.facebook.com/events/1007259739331507/.

11951252_858484457574902_1038732861471509061_n

Já a vlogueira e escritora Kéfera Buchmann, acompanhada da comediante Bruna Louise, se apresenta na capital cearense hoje e amanhã, a partir das 18h, no Teatro RioMar em Fortaleza, com a peça DEIXA EU TE CONTAR.

O valor dos ingressos varia entre R$120 e R$80 (inteira).

Mais informações: http://www.teatroriomarfortaleza.com.br/programacao.php?id=42_DEIXA+EU+TE+CONTAR

 

12065934_916298775111431_7456299267147419181_n

Hoje também acontece encontro de fãs de Star Wars na Livraria Cultura, a partir das 16h, para um bate-papo descontraído sobre uma das mais famosas franquias. Brindes devem ser distribuídos para os presentes.

Mais informações no evento do facebook: https://www.facebook.com/events/1650041718590739/

 

 

*Por Rosiane Melo – Estagiária do Núcleo de Entretenimento

 

13:00 · 29.10.2015 / atualizado às 13:00 · 29.10.2015 por

A escritora e Youtuber Kéfera Buchmann declarou, em entrevista ao jornal mato-grossense Circuito MT, que pretende lançar um novo livro ainda em 2016.

kefera

Sua primeira obra, Muito mais que 5inco minutos, foi lançada durante a Bienal do Livro no Rio de Janeiro e logo tornou-se um sucesso editorial. O livro relata um pouco da vida pré-fama de Kéfera.

Já seu segundo livro, ainda sem título, irá focar no sucesso da brasileira mais seguida no YouTube e ainda trará dicas para quem desejar começar um canal na rede.

A vlogueira ainda enfatizou que não pretende transmitir nenhuma mensagem com a obra, apenas espera que os leitores se identifiquem com as suas histórias.

 

*Por Rosiane Melo – Estagiária do Núcleo de Entretenimento

12:45 · 12.08.2015 / atualizado às 12:58 · 12.08.2015 por

Com vídeos que chegam a ter mais de 100 mil visualizações, Pam Gonçalves é sucesso no youtube com o canal literário Garota It. Conhecida entre o público leitor que acompanha semanalmente sua atividade na rede, a vlogueira brasileira anunciou recentemente que irá lançar seu primeiro livro, pela Galera Record.

pam

Detalhes como título, sinopse e previsão de lançamentos ainda não foram divulgados, mas a Pam adiantou que a história será cheias de mistérios e se passará em uma faculdade.

YouTube Preview Image

 

*Texto de Rosiane Melo – estagiária do Núcleo de Entretenimento do Diário do Nordeste

10:28 · 22.07.2015 / atualizado às 10:28 · 22.07.2015 por

Famosa nas redes sociais pelo seu jeito espontâneo e o carisma característico – ela possui mais de doze milhões de seguidores divididos entre as mídias YouTube, Facebook, Twitter e Instagram -, a vlogueira Kéfera Buchmann, 22 anos, anunciou recentemente que irá lançar Muito Mais que 5inco minutos, seu primeiro livro.

Confira a capa:

 

Kefera

Falando sobre relacionamentos, bullying, moda, gafes com muito bom humor, a obra é lançada com o selo da editora Paralela e está atualmente em pré-venda.

Você pode adquirir a obra clicando aqui.

 

*Texto de Rosiane Melo – estagiária do Núcleo de Entretenimento do Diário do Nordeste

15:09 · 07.04.2015 / atualizado às 18:55 · 07.04.2015 por

E se o famoso clássico de autora britânica Jane Austen e, sem dúvida, seu maior sucesso, Orgulho e Preconceito, publicado em 1813, na Inglaterra, se passasse nos dias atuais? E se Elizabeth Bennet fosse como muitos de nós, mera geração Y diariamente embriagada por informação e tecnologias, uma moça de 26 anos e estudante de comunicação desiludida com a fluidez e inconstância dos relacionamentos aos quais o nosso século está habituado?

Para relembrar o filme original “Orgulho e Preconceito”, que se passa no século XIX:

YouTube Preview Image

Deixe de lado os “e se”. Porque Elizabeth Bennet versão século 21 existe, pelo menos no romance de 2014, O Diário Secreto de Lizzie Bennet, escrito por Bernie Su e Kate Rorick, lançado aqui no Brasil pela editora Verus. A adaptação moderna da que pode-se considerar uma das mais inteligentes histórias de amor da literatura, entre Elizabeth Bennet e William Darcy, é também baseada na premiada web série americana, The Lizzie Bennet Diaries.

Adaptações podem ser surpreendentemente boas. Ou muito ruins. Geralmente, elas tendem a pender mais para o lado negativo, já que ainda predomina certa hesitação por parte dos leitores – principalmente os cults – quando veem a história que tanto amam repaginada em um ponto de vista que obviamente não vai agradar a todos os públicos. E nem sempre está preenchida de tanta autenticidade como a original.

Bem, mas como podemos classificar essa nova Elizabeth Bennet 2.0? Elizabeth, ou Lizzie, como prefere ser chamada, em O Diário de Lizzie Bennet é uma estudante de pós-graduação em Comunicação. Apesar de já estar com 26 anos, ela ainda mora com os pais e as duas irmãs, a sempre bondosa e esforçada Jane e a instável e festeira Lydia. Como projeto da sua pós, Lizzie passa a filmar vídeos onde ela conta um pouco do cotidiano de sua família, no intuito de analisar a interação com o público, entre outras justificativas bem nerds.

Sem querer, ela se torna famosa na internet ao relatar os problemas familiares, seus estudos e expectativas, as aventuras amorosas de sua irmã Jane com o mais novo moço na vizinhança, Bing Lee e a personalidade “insuportável” do amigo de Bing, William Darcy.

Surpreendentemente, o livro é pura comédia. Enquanto o clássico de Jane Austen está repleto de pitadas sutis de sarcasmo e ironia sobre os costumes e hábitos da sociedade de sua época, capazes de provocar sobrancelhas arqueadas e risos sutis de seus leitores, O Diário de Lizzie Bennet se utiliza de piadas ousadas.

No entanto, a adaptação em si peca por ser forçada. Não há uma transição agradável dos personagens do século XIX para o mundo moderno. As piadas não são exatamente ruins, você vai rir delas (e muito), mas elas não combinam muito com a personagem de Lizzie, de 26 anos, ou pelo menos não com a Lizzie de Jane Austen.

Em certos trechos, parece que estarmos lendo um diário água-com-açúcar de uma adolescente respondona e teimosa, e em outros trechos somos expectadores de uma mulher adulta trabalhando duro na sua tese final da faculdade. Entre um parágrafo e outro, há uma quebra de perspectiva que confunde o leitor.

Não que uma pessoa de 26 anos não possa fazer piadas água-com-açúcar como uma adolescente (nem que isso seja errado). A questão é que, na perspectiva do leitor, essa combinação não flui naturalmente na narrativa.

Alguns trechos do livro foram separados para ilustrar melhor o aspecto confuso da obra:

“Não consigo evitar – sou curiosa por natureza. E, com minha cópia do DVD de A pequena espiã como testemunha, vou até o fundo desse assunto”.

(Confuso e deslocado: o que esse DVD tem a ver com a história mesmo?)

“Eu estava ficando vesga tentando acompanhar todos esses termos imobiliários. Conversas de adultos são difíceis”.

(É difícil saber se nesse trecho ela se inclui como adulta ou pretende encaixar-se na categoria de jovens que não entendem conversas de adultos)

O veredito é que O Diário de Lizzie Bennet não funciona muito bem como um Orgulho e Preconceito 2.0. A escrita é juvenil, atual e por vezes engraçada, mas carece de amadurecimento e coerência.

A web série que inspirou o livro, no entanto, é uma boa pedida para os que anseiam por boas gargalhadas e dispõem de pouco tempo. Cada episódio, disponível no Youtube, possui no máximo cinco minutos e é narrado por Lizzie no formato de um vlog pessoal. O audiovisual convence mais do que a obra literária, torna o cenário mais realístico, dinâmico e menos “forçado”.

Abaixo, você confere o primeiro episódio da série, em inglês, de The Lizzie Bennet Diaries:

YouTube Preview Image

CURIOSIDADES

– Hank Green, irmão do escritor best-seller John Green (autor de A culpa é das estrelas), é um dos criadores de The Lizzie Bennet Diaries.

– Em 2013, The Lizzie Bennet Diaries foi a primeira série do YouTube a ganhar um Emmy, na indicação de Melhor Realização Criativa em Mídia Interativa.

– A web série fez muito sucesso entre os fãs janeausteanos. Tanto sucesso que alguns deles compuseram uma versão da canção Hey Soul Sister, da banda de rock americana Train, que foi reformulada para Hey There Mr. Darcy (“Hey there Mr. Darcy, please forgive my prejudice and I’ll forgive your pride…”), que disponibilizamos abaixo:

YouTube Preview Image

 

 

O livro:

 lizziebennet

O Diário secreto de Lizzie Bennet

Autores: Bernie Su e Kate Rorick

Editora Verus

Preço médio: R$ 20

E uma das muitas edições do original:

orgulho-e-preconceito-livro-capa-edit-martin-claret

Orgulho e Preconceito

Jane Austen

Editora Martin Claret

Preço médio: R$ 20

* Texto de Rosiane Melo – estagiária do Núcleo de Entretenimento do Diário do Nordeste

 

08:51 · 23.08.2014 / atualizado às 08:57 · 23.08.2014 por

Tudo bem que escrevo de Fortaleza, para um blog de um jornal cearense. Entretanto, não seria justo, nem sensato, deixar que uma Bienal da magnitude da que acontece em São Paulo até o dia 31 próximo, passasse em brancas nuvens.

Essa é a 23ª edição do evento, realizado no Centro de Exposições Anhembi, na capital paulista.  São mais de 400 atrações, que tem no público jovem seu maior alvo. A expectativa é receber 700 mil visitantes até domingo que vem.

15001745302_5bbff741e7_c

Entrada do Anhembi na Bienal

 

Como o forte são as obras juvenis, algumas editoras com um bom catálogo nesse segmento trouxeram autores estrangeiros que são febre, como Cassandra Clare, autora da série “Os Instrumentos mortais”, que vendeu 26 milhões de exemplares, mundo afora, para um bate-papo com os leitores no evento.

download (1)

Cassandra Clare

Esse público é tão presente que o stand da Record, por exemplo, na última edição da Bienal, registrou 65% de jovens. A editora tem um selo específico para esse segmento, o Galera Record, o que é uma tendência entre outras editoras. A Novo Conceito também disponibilizou o selo #Irado para as obras que têm esse perfil. Já a Rocco, outra queridinha do público juvenil e que tem a Best-Seller Thalita Rebouças no seu time de escritores, irá lançar o selo “Fantástica”, reunindo tramas de fantasia e ficção científica.

Os brindes distribuídos pelas editoras também são uma graça, assim como as tentadoras promoções de livros a menos de R$10.

livr

Esse é para quem comprar mais de R$80 no stand da Zahar.

 

Bem, mas vamos a algumas atrações de hoje. (Quem dera estar por lá!)

  • A culinária na vida e obra de Rubem Alves (11h às 14h)

download (2)

 

Amante da boa mesa, Rubem Alves criou inusitadas receitas e escreveu diversos artigos sobre o tema. Para ele, a sopa era uma versão culinária do surrealismo e a cozinha, o lugar mais importante da casa. Agora vamos  homenagear este escritor versátil e multifacetado, um restauranteur que soube, como poucos, estabelecer o saudável diálogo entre gastronomia e cultura. Marcia Camargos – escritora com pós-doutorado em história pela USP, tem 24 livros publicados e vários prêmios literários.

 

  • Universo fantástico da Leitura (14h às 15h30)

download (3)

Cassandra Clare é um fenômeno entre o público jovem. Autora da série “Os Instrumentos Mortais”, ela é a mais famosa escritora de fanfics de Harry Potter. Na Bienal, ela vai conversar com os fãs sobre sua carreira, o que a inspirou a escrever e sobre o universo fantástico que podemos descobrir ao abrir um livro.

 

  • Literatura e conexões – Com Zeca Baleiro (17h às 17h50)

download (4)

O cantor, compositor e escritor maranhense Zeca Baleiro traça um panorama da literatura em sua vida, apresentando ao público a conexão entre literatura e música em seu processo criativo. No palco, ele lê trechos de seus livros, poemas de Hilda Hilst e textos de Nelson Rodrigues, autor que é foco de seu novo projeto para teatro, o musical “A Paixão Segundo Nelson”.

 

  • Fala sério! #SQN #BOOKTUBERCONFESSIONS (19h às 20h)

Pâm Gonçalves e Tatiana Feltrin: As criadoras e apresentadoras dos vlogs literários Garota It e Tiny Little Things, voltados para jovens, falam sobre o uso desse tipo de canal para a difusão e curtição do livro.

Não conhece a Tatiana Feltrin?  Eu, particularmente, gosto muito das opiniões dela e sempre estou dando uma visitinha.

O vlog dela é esse aqui:

 

YouTube Preview Image

 

E essa é a Pâm Gonçalves, com o seu Garota it.

 

YouTube Preview Image

 

Ah, gente. Só lembrando que a Bienal daqui de Fortaleza está programada para acontecer entre os dias 6 e 14 de dezembro, no Centro de Eventos.

 

.

 

 

 

 

 

Pesquisar

Sopa de Livros

Blog da jornalista Kelly Garcia, da área Entretenimento, do Diário do Nordeste.
Posts Recentes

02h03mPara marcar na agenda

02h03mEm entrevista, Jorgeana Jorge revela seu processo de criação

03h03mAutor cearense Jairo Sarfati fala sobre seu livro e novos projetos

02h03mPara marcar na agenda

11h03mUFC lança livros-reportagem nesta quarta-feira

Ver mais

Tags

Categorias
Blogs