Busca

Categoria: Pra dormir…


11:55 · 19.02.2011 / atualizado às 11:55 · 19.02.2011 por

YouTube Preview ImageDepois de tanto oba-oba, divulgando trecho por trecho, finalmente caiu na rede o já esperado clipe “Hold it against the music”, hit que ocupa há semanas o topo das paradas. Dirigido pelo sueco Jonas Ackerlund, responsável por “Telephone” e “Paparazzi”, de Lady Gaga, o vídeo, por sinal, superproduzido, mostra Britney em uma espécie de estação espacial, aparece com um vestido branco de bola enorme, faz auto-referência em vídeos de diferentes momentos de sua carreira e ainda luta com ela mesma. Mesmo bem-feito, achei o clipe vazio, a música não empolga e pior: nem entretém! E olha que eu sou fã da Britney! Quem sabe eu vendo repetidas vezes eu não seja vencida pelo cansaço?

01:31 · 02.02.2011 / atualizado às 03:11 · 02.02.2011 por
Rihanna lança novo CD, "Loud"

Uma profusão de cores, sadomasoquismo, “orgias”, sensualidade forçada e muitas caras e bocas. É o que se pode dizer de “S&M”, primeira música de trabalho de Rihanna em seu novo disco, “Loud”(clica aqui para conferir no site da Rolling Stone”.  No vídeo, que conta também com participação até de uma boneca inflável, a cantora (atração confirmada no Rock In Rio) mostra à exaustão seus dotes físicos e aparece amarrada no chão por uma corda. Em outro momento, a estrela surge “sufocada” por um saco plástico, tendo como plateia jornalistas “obcecados” em sua vida e com microfones estrategicamente colocados em suas bocas (sim, é bizarro). Com um histórico irregular de clipes (“Rude boy” é também horroroso), a cantora consegue mais uma vez queimar um verba milionária numa tentativa – sem sucesso – de ser Lady Gaga (seria uma imitação de “Paparazzi”?). Isso para não falar do cabelo frizado e figurino de sex shop. Melhora! Resultado disso tudo? Uma música ruim, um vídeo batido e non-sense e nada a dizer!  

Eu até acho que a Rihanna tem músicas muito boas, como “Umbrella”, “Don’t stop the music” e “Only girl (in the world)” – só para citar algumas. Mas não dá para passar a mão na cabeça. Não tá legal. Dica? Be your self!