Busca

Categoria: Trip


09:39 · 26.05.2011 / atualizado às 09:47 · 26.05.2011 por
13:12 · 24.05.2011 / atualizado às 13:52 · 24.05.2011 por
Paul McCartney fez ontem, dia 23, o último e segundo show da tour Brasil, no estádio Engenhão (RJ) FOTO: Marcos Hermes

Sensacional. Grandioso. Emocionante. Essas são algumas palavras que podem definir o segundo show  (dia 23) de Paul McCartney, da “Up and coming tour”, no Rio de Janeiro. Uma atmosfera familiar predominou durante a apresentação: as mais diversas gerações, desde crianças a avós, fizeram questão de celebrar o retorno do astro à Cidade Maravilhosa, após 21 anos de espera.

Para compensar a demora, Paul estava inspirado, animado e brincalhão. Durante toda a apresentação interagia com o público, esforçando-se ao máximo para falar a língua dos brasileiros. Ele até que se saiu muito bem! Ousou arriscando frases maiores, com menos sotaque gringo, indo mais além dos já previsíveis “Oi”, “Obrigada” e “Eu amo o Brasil”, tão típicos dos astros internacionais que desembarcam por aqui. “Nós vamos hoje fazer uma festa nesse estádio”, “Demais”, “Ótimo” e “Vocês são maravilhosos” são alguns exemplos disso.”‘E aí, galera? O que estão achando do meu português?”. Nada mal, Paul.

A grande surpresa ficou por conta de alterações no set list, que ficou diferente da performance de domingo. Após abrir com “Magical mistery tour”, faixa que não entrou no repertório da primeira apresentação, o inglês tocou ainda “Coming up” e “I saw her standing there”, essas inéditas nos cinco shows realizados em solo brasileiro (contando os três de SP e RS, em novembro). Um grande presente para os fãs que comparaceram às duas performances cariocas.

A palheta de Macca contemplou desde a fase Beatles, Wings e sucessos da carreira solo, além de contar também com uma música do Fireman (“Sing the changes”). Os pontos altos da noite não poderiam deixar de ser hits da época em que, junto com John Lennon, George Harrison e Ringo Starr, formavam o Quarteto Fantástico. São eles, não necessariamente nessa ordem: “All my loving”, “And I love her”, “Eleanor Rigby”, “Back in the U.S.S.R.”, “Hey, Jude”, Let it be”, “Helter Skelter” e “Sgt. Peppers Lonely Hearts Club Band” (as duas últimas encerraram a apresentação de 2h30 minutos, em média).

Depois de um breve cover instrumental de Jimi Hendrix (“Foxy Lady”), o cantor homenageou os amigos John (“Here today”) e George (“Something”), que levaram a plateia ao delírio. “Live and let die” incendiou o show, literalmente, com fogos de artifício que brotavam (ou aparentavam, pelo menos) do chão do palco. Quatro fãs sortudas tiveram a chance de conhecer o ícone de perto. Atencioso como é, deu abraços e autógrafos para as garotas visivelmente emocionadas, a maioria delas chorava sem parar de êxtase. E  a sensação que fica para quem teve oportunidade de ver esse lendário show é mais ou menos essa mesma: uma satisfação indescritível.

A cobertura completa da performance do querido Macca (do dia 23), com vídeos de trechos da apresentação e depoimentos de fãs, você confere na coluna Sound, a ser publicada nesta quinta-feira. O link da coluna também estará disponível no blog!

A grande surpresa ficou por conta de alterações no set list, diferente do show de domingo. Após abrir com “Magical mistery tour”, faixa que não entrou no repertório da primeira apresentação, ele tocou ainda “Coming up” e “I saw her standing there”, eesas inéditas nos cinco shows realizados em solo brasileiro (contando os três de SP e RS, em novembro). Um grande presente para os fãs que comparaceram às duas performances cariocas.

15:07 · 23.05.2011 / atualizado às 15:36 · 23.05.2011 por
Túnel de Copacabana dá as boas vindas a Macca!

Nem só de samba e pagode vive o Rio de Janeiro. O rock n’ roll está presente em várias partes. Horas antes de ir para o Engenhão, para cobrir o show desta segunda  (dia 23) do astro Paul McCartney, o blog flagrou detalhes curiosos no cenário da cidade! Além do túnel que dá boas-vindas ao ex-beatle (adoro essa foto do Macca querendo quebrar tudo!), que passou obrigatoriamente pela via para chegar ao Copacabana Palace, onde está hospedado, flagramos, na Av. Princesa Isabel (Copacabana), uma guitarra gigante fazendo a contagem regressiva para o Rock N’ Rio e anunciando as atrações. O ponto não é turístico, mas quem passava por perto, fazia questão de tirar foto! Depois, esse carro estiloso com a estampa dos Rolling Stones. Cool…