Busca

Paulo Miklos confirma saída dos Titãs; formação inicial do grupo era com 9 integrantes

10:36 · 11.07.2016 / atualizado às 10:43 · 11.07.2016 por
Da esquerda para a direita, Tony Belotto, Branco Mello, Sérgio Brito e Paulo Miklos
Da esquerda para a direita, Tony Belotto, Branco Mello, Sérgio Brito e Paulo Miklos

Uma das principais bandas do rock brasileiro nos anos 80, o Titãs sofreu mais uma baixa em sua formação. O grupo, fundado em 1982 e que começou com 9 integrantes, oficializou a saída de Paulo Miklos. O cantor “se desliga da banda, por decisão pessoal, para se dedicar a projetos individuais”, informou em nota oficial no Facebook.

“Branco Mello, Sergio Britto e Tony Bellotto prosseguem como Titãs, com o apoio da gravadora Som Livre e de seu imenso público, honrando compromissos assumidos e outros que venham a surgir, fazendo shows com as canções que imortalizaram o grupo e criando novas músicas e projetos”.

Agora, o guitarrista Beto Lee se junta ao baterista Mário Fabre na dupla de músicos especiais que acompanharão os Titãs de agora em diante, nessa nova geração.

Formação inicial

Curioso é que o Titãs, quando deu início às atividades há 34 anos, chamava atenção justamente pelo grande número de membros. Eram nove músicos, sendo seis vocalistas: Arnaldo Antunes, Branco Mello, Ciro Pessoa, Sérgio Britto, Nando Reis e Paulo Miklos, sendo que os últimos três se revezavam entre os teclados e o baixo. O restante do grupo era formado por André Jung, na bateria, Marcelo Fromer na guitarra rítmica e Tony Belloto na guitarra solo.

Ciro Pessoa rapidamente deixou o grupo, antes do primeiro álbum da banda, em 1984. André Jung era o baterista inicial, mas foi substituído por Charles Gavin no início de 1985, estabelecendo a formação clássica da banda

Comentários 0

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *