Busca

Categoria: Hora de engravidar


18:22 · 15.12.2013 / atualizado às 18:22 · 15.12.2013 por
Especialista em Reprodução Assistida - Dr. Elmar Pequeno Foto: divulgação
Especialista em Reprodução Assistida – Dr. Elmar Pequeno
Foto: divulgação

A lista de exigências para às mulheres está cada vez maior. Ser bem sucedida na carreira profissional, programar o doutorado, cuidar da casa além, de muitos compromissos pessoais. Mesmo com a agenda cheia de planos, ser mãe continua sendo o sonho de muitas. Com a mudança no comportamento feminino, elas se questionam se há realmente uma idade certa para  engravidar ou qual seria a melhor idade para ser mãe.

De acordo com o ginecologista e obstetra Dr. Elmar Pequeno, o período ideal para a mulher engravidar é entre os 20 e 30 anos. No entanto, é a partir dos 35 anos que os óvulos já estão em um processo avançado de envelhecimento. “Após os trinta anos, com o envelhecimento natural e o avanço da idade, a produção dos óvulos diminui aumentando a dificuldade em engravidar e ainda há outros fatores a serem considerados como uma maior incidência de patologias associadas à gravidez, tipo hipertensão e diabetes”.

O obstetra afirma que “Se a mulher tem uma vida sexual ativa sem uso de preservativos e não consegue engravidar no prazo de um ano é motivo para procurar um médico, pois quanto mais o tempo passa, mais difícil é a fertilização.” Isso porque os óvulos, assim como uma célula qualquer, vai envelhecendo e perdendo sua funcionalidade. Neste caso, a função reprodutiva é comprometida qualitativamente, diz. Ele lembra que a média de falência dos óvulos da mulher, no Brasil, é aos 44 anos.

Especialista em reprodução assistida, o médico afirma que a mulher pode ter a opção de engravidar entre 35 e 40 anos, mas deve ter alguns cuidados extras, como começar o periconcepcional (período antes da gestação), cerca de seis meses antes de engravidar, fazer exames e tomar ácido fólico. Alerta ainda, novos estudos mostram que os homens também não devem esperar muito para se tornarem pais, sob pena de ter dificuldade de engravidar a companheira ou ter filhos mais propensos a desenvolver problemas. Pesquisadores descobriram recentemente que, quanto mais velho for o homem na hora de ser pai, mais arriscado é para a criança. Apesar de os resultados ainda serem iniciais e precisarem de mais confirmações, estudo recente mostra que a idade do pai interfere no risco de autismo e esquizofrenia devido a mutações genéticas.

“Cerca de 80% dos casais demoram até um ano para concretizar a gravidez. Se esse prazo já passou, avalie se é hora de recorrer aos últimos recursos da medicina. No geral, quando a gravidez não ocorre depois de mais de 12 meses de tentativas, é sinal de que há algo errado com uma das partes envolvidas no projeto de gerar um bebê. “Nesse caso, o mais aconselhável é pedir ajuda a um especialista”, recomenda Dr. Elmar Pequeno.

Outras informações: http://drelmarpereirapequenofilho.med.br/