Busca

Categoria: Peelings ultrassônico e cristal


21:26 · 06.10.2013 / atualizado às 21:28 · 06.10.2013 por

Oi, gente!

Eu seu que muitos de vocês têm receios de passar por um tratamento facial à base de peeling, ou por experiências desagradáveis ou mesmo por não conhecer como funcionam os métodos, não é mesmo? Pois acompanhem as dicas da expert,  doutora Anna Christina Henriques e saberão o quanto as técnicas são seguras e eficazes. Confiram!

Ultrassônico

Pele perfeita
Pele perfeita Foto: divulgação

 

A aplicação do peeling se dá por meio de uma corrente ultrassônica, que ao entrar em contato com a pele promove uma limpeza profunda e elimina as células mortas, o que promove a renovação celular e também a produção de elastina e colágeno.

A técnica é indolor e não agride tanto a pele tanto quanto outras técnicas. Devido a isto a pele reage melhor ao tratamento, e potencializa a ação de produtos nutritivos e hidratantes.

O peeling ultrassônico age em etapas: primeiro realiza uma higienização profunda, e depois hidrata a pele. Em seguida vem a tonificação e a finalização do procedimento, em que o profissional aplica uma máscara para promover o relaxamento muscular. “O resultado é uma pele revitalizada e renovada, com aparência uniforme e com menos manchas e cicatrizes de acne”, garante a fisioterapeuta dermatofuncional, da Clínica do Corpo, Anna Christina Henriques.

 

 

 

esfoliação progressiva e controlada da pele Foto: divulgação
esfoliação progressiva e controlada da pele
Foto: divulgação

Microdermobrasão

O peeling de cristal ou microdermoabrasão é um procedimento de esfoliação mecânica progressiva e controlada, que se utiliza de um circuito de vácuo de loop fechado para promover uma pulverização de microcristais de óxido de alumínio sobre a epiderme. Esse processo remove a camada córnea da pele (células mortas), de modo a estimular os fibroblastos e forçar a regeneração das células que compõem o tecido. Tal projeção atenua as linhas e rugas superficiais, aumentando a produção de colágenos e elastinas, melhorando a qualidade da pele.

Ele atua em níveis superficial ou profundo. “Ao nível superficial, promove a suavização e delineação de contornos. Em nível profundo, age no tratamento das rugas periorais e estrias, por exemplo”, esclarece a especialista.

Indicações:

rejuvenescimento – prevenção e tratamento; linhas e rugas finas;
cicatrizes de acne; estrias; desordens pigmentares – manchas
cicatrizes pós-traumáticas ou pós-cirúrgicas; poros dilatados, comedões e irregularidades cutâneas.

Mais informações: www.clinicadocorpo.com.br