Busca

Maldito outdoor!

14:57 · 18.08.2011 / atualizado às 14:57 · 18.08.2011 por

Falha de estratégia? Campanha mal concebida? Nas redes sociais, as mensagens de indignação “pipocaram” por conta do slogan “Tablet substitui livros”, criado pela agência Advance Comunicação para o Colégio Ari de Sá, estampado em outdoors espalhados pela cidade.

A justificativa da agência para o “ruído de comunicação” chegou ao blog da Target hoje pela manhã. O publicitário Evandro Colares, diretor da agência, explica que o outdoor “é apenas uma peça do que será uma grande campanha que será veiculada nos outros meios a partir do próximo fim de semana”.

O feriadão, que para muitos começou na sexta-feira, dia 12, e terminou na segunda-feira, dia 15, obrigou a agência a remanejar a divulgação das outras peças. Mas já era tarde demais: “Como os outdoors trabalham com bi-semanas fixas, não foi possível mudar”, alega Evandro.

Embora o painel (“Tablet substitui livros”) transmita uma mensagem afirmativa, o publicitário esclarece que o Colégio Ari de Sá “nunca iria pregar o fim dos livros”. A explicação poderá ser contemplada, segundo ele, nas outras peças publicitárias.

“O outdoor é uma mídia complementar da campanha. Lá, temos uma limitação de palavras, pois alguns publicitários colocam que um outdoor deve ter no máximo oito palavras. Isso torna difícil uma comunicação clara”, comenta o publicitário.

Evandro reforça que “o livro didático será o mesmo, mas o aluno fará sua leitura no tablet. Livros nunca serão substituídos; poderemos ter alterações na forma de apresentar o seu conteúdo”, utilizando novos suportes tecnológicos.

Comentários 21

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Cecília

24/08/2011 as 22:16

Para bom entendedor meia palavra basta, diz o ditado. E nesse caso, entendeu-se bem mais do que o colégio gostaria. Falou-se através dessa propaganda da educação, do consumo, da segregação até o desmatamento de florestas. O colégio, ao colocar a “culpa” na agência só mostrou que está mais despreparado do que ela para responder à sociedade pelos questionamentos feitos. Caso a ideia tivesse “pegado” hoje o colegio estaria faturando milhoes a mais. Não deu certo, a culpa é da agencia. Vergonha!! A agencia, só mostra ainda sua falta de planejamento, criatividade e organização com a resposta que deu. Em se utilizar isso no ensino medio ou em toda a escola não há diferença nenhuma para a mensagem subliminar de segregação dos alunos em relação a outras escolas. Mas, pra quem aprova tanto no vestibular e se orgulha disse ao inves dos cidadaos que esta formando, essa posição nao me assusta. São só reflexos da sociedade consumista, entorpecida e sem reflexão que vivemos. E, nao duvido, os alunos de la devem estar orgulhossisimos da escola “moderna” em que estudam.

Gabriel

22/08/2011 as 13:22

Eitah que desculpas ridícula, heim?

depois desse dono de agência falar isso, vejo que minha formação está indo muito bem obrigado?
Ów diretor “pois alguns publicitários colocam que um outdoor deve ter no máximo oito palavras. Isso torna difícil uma comunicação clara”, ai não né! tenho alguns livrinho de estudos sobre isso, não é a gente que diz isso!
abraços

Marcel Gomes

22/08/2011 as 02:03

“Não posso divulgar”, a situação discutida não é a estratégia pedagógica da escola, mas a falha de comunicação que gerou um grande desentendimento, podendo fazer o Ary perder muito no gosto popular por não ter tido o cuidado necessário de esclarecer o ocorrido logo de cara. Entendeu?

Elaiza Camurça

21/08/2011 as 12:07

Sei não, mas quanto mais se justificam pior fica… Ainda bem que minha filha não é aluna de lá.

Priscilla

20/08/2011 as 11:55

A desculpa foi tão mal construída como a propaganda. É lamentável uma escola permitir um “equívoco” desses.

NÃO POSSO DIVULGAR

19/08/2011 as 19:37

Genteeee… Não é nada disso EU estudo no ari e sei q ano q vem vai aver modificações, como por exemplo, os TABLETS vão ser usados pelos alunos do 1º, 2º e 3º ANO DO ENSINO MÉDIO e mais nenhum outro aluno vai estudar com os TABLETS deu para entender?

Paulo

19/08/2011 as 11:24

Quanto ao posicionamento da agência, se a ideia era gerar buzz conseguiu, mas um buzz negativo, que dificilmente o “resto”da campanha será capaz de tirar. O que mostra em geral a carência e a falta de investimento em planejamento que as agências mesmo as grandes tem hoje no Ceará. Temos outros exemplos bem sucedidos de agências que conseguiram comunicar bem para seus clientes esse conceito de modernidade em colégios. Ou se o problema foi aquele velho lema: “cliente tem sempre razão” e a ordem para se fazer exatamente o que o cliente quer, que sabemos, é prática comum em quase todas as agências do estado, mostra a falta de profissionalismo tanto nas grandes quanto nas pequenas, pois como profissionais de propaganda, temos que ter maturidade para saber defender muitas vezes nossos clientes deles mesmo. Quanto ao comentário do Alex, desde quando uma questão relacionada a educação não tem significado para nossa sociedade. A educação não é a base da ética que combate a corrupção? A educação não é a base da direção defensiva e da boa convivência no trânsito? A educação não questiona e não nos faz lutar por nossos direitos, não nos ensina quais são nossos direitos? Educação se aprende em casa e na escola. Seja no Ari de Sá ou em outra escola.

Simone

19/08/2011 as 11:03

Alex, a preocupação com a corrupção ou com o caos no trânsito não exclui outras preocupações. É uma pena que pra você um conteúdo de um outdoor não faça diferença, pois questionamentos desse tipo são importantes. A partir do momento em que debatemos sobre a tecnologia, sobre a exclusão de livros, debatemos sobre educação, e educação deveria ser importante pra todo mundo inclusive pra você. Não feche sua cabeça para o que está sendo debatido. É triste.

Ivana

19/08/2011 as 10:16

CONCERTEZA UMA SOMENTE MAIS UMA PROPAGANDA RIDICULA…. MAS NAO TANTO QUANTO A POBRESA, FOME ,PRECOS EXORBITANTES, SAUDE PUBLICA PRECARIA,SANEAMENTO BASICO, DESEMPREGO VIOLENCIA,VIOLENCIA E MAIS VIOLENCIA NO BRASIL. E OPOVO TA PREOCUPADO COM TABLET???????????? FACA ME O FAVOR…… AFINAL 90% da polulacao No Brasil ainda nao tem acecco a internet em casa computadores e muito menos um tablet! quando o Brasil for um pais de primeiro mundo e cuidar das necessidades primeiro dai seria interessante pensar no ” problema do tablet” nas escolas…..OBviamente O tablet nunca vai tomar o lugar dos livros.. e sim sera um opcao amais de apredizado como computador etc. PEACE!!!!!!!!

Christian Neves

19/08/2011 as 09:49

Alex, comentário infeliz. Não é porque eu me preocupo com Marketing e/ou trabalho com isso que deixo de me preocupar com as demais coisas. Afinal de contas é começando, dando um primeiro passo que podemos mudar algo. Mas, se é mais fácil para você comentar no blog como revolucionário e dizer que os demais são “tristes” fica aqui o meu voto de lamento e de melhoria para a visão de muitos perante ao momento atual em que vivemos.

Roberta Figueredo

19/08/2011 as 09:21

A educação cearense está em um caminho sem rumo… Se Tablets substituem livros, daqui a pouco vão dizer que Google substitui professor.

Alex

18/08/2011 as 20:06

Sinceramente eu queria ver essa molecada toda se revoltar com o grau de corrupção deste país, com o trânsito infernal dessa cidade, com os preços absurdos que estamos pagando por qualquer coisa nessa cidade. Mas não, nosso povo tem coisas mais importantes para se preocupar, como a novela das 22h e uma outdoor que não tem significado algum para a sociedade. É triste.

José Carlos Lazaro

18/08/2011 as 17:44

Acho que está de acordo com o mercado focado. isto é só uma ponta do Iceberg da “filosofia” Ari …

Carlos César

18/08/2011 as 17:21

Agora ficou explicado. Pelo que entendi, o que a Escola está querendo divulgar é que disponibilizará para os seus alunos mais uma opção: O Livro digitalizado. Isto não inviabilizaria o uso do livro tradicional e nem pode ser considerado um desestímulo à leitura. Seria um contrasenso a Escola que diz possuir as maiores Bibliotecas entre as escolas de Fortaleza pregar a extinção dos livros.

Juin

18/08/2011 as 16:13

Ruído? Isso tá mais pra estrondo

poly lima

18/08/2011 as 16:10

o remendo tá pior do que o defeito!

Priscila

18/08/2011 as 15:56

Veremos nos próximos dias se as outras peças serão complementos de campanha ou meras tentativas de reparar o erro!

Rafael Galdino

18/08/2011 as 15:48

Desculpa ridícula. Deveriam ter gerenciado essa crise o mais rápido possível, respondendo os inúmeros comentários no twitter. Esperaram gerar um buzz negativo para a marca. Falta de planejamento dá nisso.

Afranio

18/08/2011 as 15:38

Uma palavra:

FAIL