Busca

Tag: anúncios


11:31 · 03.12.2014 / atualizado às 11:34 · 03.12.2014 por

Agora é sério. É pra valer. Entrou em vigor hoje (3) a Lei Antifumo, o que inclui a proibição do uso de cigarros, charutos, cachimbos, narguilés e similares em lugares de uso coletivo (público ou privado). Nem fumódromo é permitido. Ou seja, só fume no meio da rua ou dentro de casa. A lei proíbe também a publicidade dos produtos em pontos de venda.

Mas houve um tempo em que fumar era sinônimo de glamour. Uma espécie de estilo de vida. E a propaganda se apropriou desse significado para criar anúncios também glamourosos. Agora, imaginem essas campanhas nos dias de hoje! Nem pensar.

Malboro:

Hollywood

cigarro

cigarro1

cigarro2

propaganda cigarros hollywood - 1971

09:27 · 01.02.2014 / atualizado às 09:27 · 01.02.2014 por
12:21 · 17.09.2012 / atualizado às 12:21 · 17.09.2012 por

A MediaMind, empresa voltada para o fornecimento de soluções integradas de publicidade online, acaba de lançar um levantamento com dados comparativos (benchmarks) de cerca de 900 mil anúncios com mais mais de 500 bilhões de impressões servidas em 49 países durante o primeiro trimestre de 2012. Para verificar a melhor performance por região e segmento, o levantamento também analisou os resultados por formato e tamanho de anúncio.

No Brasil, os banners standard apresentaram uma Taxa de Cliques (CTR) de 0,14%. No entanto, os anúncios com elementos Rich Media incorporados recebem ainda mais cliques, como vídeo integrado ao banner (0,21%), formatos expansíveis – Sidekick e Leaderboard – (0,31%) e floating ads (0,44%).

Os formatos Rich Media que apresentaram índices de CTR  mais elevados estão relacionados a uma taxa de Dwell mais alta. O Dwell é uma métrica exclusiva da MediaMind que proporciona a medição da interação dos consumidores com a publicidade online. Utilizando uma tecnologia de rastreamento do cursor, é possível verificar quanto tempo o mouse permaneceu sobre o anúncio por mais de um segundo e a duração de um vídeo iniciado pelo usuário.

Os anúncios Rich Media com vídeo obtiveram uma taxa de Dwell de 7,12%, enquanto os formatos expansíveis registraram 8,30% e os floating ads* alcançaram 12,55%. Considerando o tempo de interação, cada um dos formatos registrou, respectivamente, 61,51 segundos, 83,13 segundos e 5,17 segundos.

Cabe destacar que, de cada 15 anúncios com vídeo, um é iniciado pelo internauta brasileiro. Além disso, 70,63% dos usuários os vêem até o fim. Nos Estados Unidos e na América Latina os números alcançam índices abaixo da média brasileira, registrando 60,8% e 57,5%, respectivamente.

Para fazer o download do estudo completo em português, acesse http://bit.ly/OAx4HL .