Busca

Tag: futebol


13:27 · 31.03.2016 / atualizado às 13:27 · 31.03.2016 por

Por Jonathan Stempel

(Reuters) – O tricampeão mundial pela seleção brasileira Pelé processou a Samsung Electronics em pelo menos 30 milhões de dólares, alegando que a companhia sul-coreana usou inapropriadamente e sem permissão um sósia dele em propaganda publicada no jornal The New York Times.

De acordo com a ação apresentada neste mês em um tribunal federal de Chicago, a Samsung fez o anúncio de televisores de alta definição em outubro após romper negociações em 2013 para usar a imagem de Pelé para promover seus produtos.

Embora a propaganda não mencione Pelé, inclui uma imagem de um homem que “lembra bastante” ele, e uma pequena foto de um jogador de futebol realizando um “chute de bicicleta, aperfeiçoado e notoriamente usado por Pelé”, de acordo com a ação.

Grande parte da renda de Pelé, de 75 anos, vem de propagandas e, segundo a acusação, o anúncio irá afetar o valor dos direitos de imagem do ex-atleta e confundir consumidores que podem acreditar que ele endossa produtos Samsung.

A porta-voz da Samsung Danielle Cohen se negou a comentar.

A queixa foi apresentada pela Pele IP Ownership LLC, que controla a marca Pelé e os direitos de imagem do ex-jogadores. É datada em 16 de março e foi relatada anteriormente pelo Chicago Sun-Times.

17:24 · 09.07.2015 / atualizado às 17:24 · 09.07.2015 por

Para o pessoal que curte muito futebol, eis uma boa dica. Entre os dias 15 e 30 de julho, o Shooping Benfica abrigará a 4ª edição da exposição “Times do Coração”. Trata-se de um acervo exclusivo dos dois maiores times do Estado: Ceará e Fortaleza.

O evento exibirá as principais conquistas, como a taça do estadual e do regional 2015, além de lançamentos de uniformes. Na programação, estão previstas visitas de jogadores e torcedores ilustres. O objetivo da exposição é homenagear a história do futebol cearense.

17:05 · 30.09.2014 / atualizado às 17:05 · 30.09.2014 por

A Nikon do Brasil lançou este mês o concurso “Eu sou o melhor em campo”, destinado aos fotógrafos que estão fazendo a cobertura dos jogos da Copa Sadia do Brasil 2014. A multinacional japonesa está sempre engajada com os principais eventos do país e não poderia ficar de fora quando o assunto é a paixão nacional dos brasileiros, o futebol. Para ficar ainda mais perto dos consumidores e Nikonzeiros, a Nikon é uma das principais patrocinadoras da competição. nikon_d610_baixa

A plataforma principal deste concurso será o hotsite desenvolvido pela Nikon especialmente para receber e publicar as fotos: www.eusouomelhoremcampo.com.br. Para concorrer, os interessados devem, primeiramente, preencher o cadastro de participação com todas as informações solicitadas no Regulamento, dentro do prazo vigente, que iniciou às 18h do dia 5 de setembro e encerrará às 18h do dia 5 de dezembro (horário oficial de Brasília).

Em seguida, deverão enviar uma obra fotográfica de própria autoria feita durante a cobertura dos jogos de oitavas, quartas, semifinal ou final da Copa Sadia do Brasil 2014, que deve ter as seguintes características técnicas: estar na extensão JPEG de até 3MB, 300 DPI’s e possuir, no mínimo, base maior de 60 cm. É necessário informar os dados técnicos relativos à foto: modelo da câmera fotográfica; marca e modelo da lente; distância focal; exposição; jogo; data (dia, mês e ano) e o local da partida. Após o envio das informações requeridas, o participante receberá em até 72 horas uma mensagem de confirmação do recebimento.

É importante ressaltar que só podem participar fotógrafos profissionais devidamente habilitados a realizar a cobertura dos jogos da Copa Sadia do Brasil 2014, associados à ARFOC (Associação de Repórteres Fotográficos e Cinematográficos) do Estado no qual residem, bem como portadores de registro profissional (MTB) perante o Ministério do Trabalho.

Os participantes poderão inscrever até três fotos por fase da competição a partir das oitavas de final, conforme as condições do Regulamento. Todas as obras fotográficas inscritas serão submetidas à Comissão de avaliação, moderação e seleção. A análise acontecerá de 06 a 18 de dezembro e seguirá os seguintes critérios: correto e completo preenchimento do cadastro de participação e das informações técnicas relativas à obra fotográfica; inscrição de obras fotográficas que se refiram tão somente à cobertura dos jogos a partir das oitavas de final da Copa Sadia do Brasil 2014; e obras originais (as imagens não poderão ser manipuladas).

 

16:34 · 23.09.2014 / atualizado às 16:34 · 23.09.2014 por

Sócios-torcedores de todo o Brasil têm a oportunidade de encher o carrinho de compras com ofertas imperdíveis: o Movimento por um Futebol Melhor realiza, nos dias 27 e 28 de Setembro, o “Super Fim de Semana”. Todos os participantes do programa podem aproveitar descontos em centenas de produtos das melhores marcas de bebida, alimentação, higiene, artigos esportivos, telecomunicação, assinaturas de revista e muitos mais.

Com campanha de TV e ações em pontos de venda, Movimento espera impactar além dos mais de 750 mil sócios-torcedores, os milhões de potenciais associados ao programa em que todos ganham. Ganham os cadastrados, que ajudam o clube do coração e ainda recebem enormes vantagens, ganham os clubes, que têm uma receita incremental alta e as empresas, pois seus produtos se tornam a preferência dos consumidores.

Para desfrutar das vantagens de ser parceiro do seu clube do coração, os sócios-torcedores precisam apenas se identificar como associado e informar o CPF no caixa do supermercado credenciado. Acesse o site do programa (www.futebolmelhor.com.br) e confira os locais. Quem ainda não é cadastrado tem até o dia 23 para aderir a um plano do time e desfrutar do “Super Fim de Semana”.

Ambev, PepsiCo, Unilever, Netshoes, Tim, Bic, Abril, Opte+, Multiplus e Empório da Cerveja são as empresas participantes da mega-promoção.

16:08 · 11.08.2014 / atualizado às 16:13 · 11.08.2014 por

Durante o Mundial de Futebol, 64% dos brasileiros adultos que possuem smartphone conectados à internet usaram o aparelho para se manter informados sobre as partidas. O número é da pesquisa Mobile Report, da Nielsen Ibope, que mensalmente colhe informações sobre o uso da internet móvel no Brasil.

De acordo com a pesquisa, metade dos usuários de smartphones procurou informações sobre o resultado dos jogos, 29% acompanharam a classificação das seleções, 15% buscaram notícias sobre os jogadores e 14% se informaram sobre as transmissões na TV.

 

grafico_nielsen_08_agosto

 

Thiago Moreira, diretor de Digital da Nielsen, considerou o resultado positivo para o mercado de mobile no Brasil. “Os números mostram que os brasileiros usaram o smartphone para se informar sobre os jogos do Mundial, principalmente, os que estavam no trabalho ou em trânsito”, disse Thiago.

Mulheres procuraram mais informações sobre os jogadores, enquanto os homens se informaram mais sobre os bolões e a classificação das equipes.

 

A pesquisa também descobriu que 28% dos usuários de smartphones assistiram a vídeos dos jogos pelo aparelho, com destaque para as conexões wi-fi. As pessoas das classes A e B foram as que mais assistiram a vídeos com lances curtos ou partidas inteiras por meio do smartphone.

mulheres

 

O público masculino procurou mais informações sobre a Copa do Mundo do que as mulheres, principalmente, sobre bolões e classificação das equipes. Mas as mulheres apresentaram maior interesse que os homens na busca de informações sobre os jogadores.
Os aplicativos relacionados à Copa do Mundo chegaram a ser usados por 26% dos pesquisados, sobretudo para buscar informações sobre as partidas.

A pesquisa também descobriu que 28% dos usuários de smartphones assistiram a vídeos dos jogos pelo aparelho, com destaque para as conexões wi-fi. As pessoas das classes A e B foram as que mais assistiram a vídeos com lances curtos ou partidas inteiras por meio do smartphone.

masculino

 

 

 

14:55 · 21.07.2014 / atualizado às 14:55 · 21.07.2014 por

O Brasil é o país do futebol. E mesmo que a campanha da seleção brasileira não tenha sido a esperada pelos torcedores, o maior torneio de futebol do mundo realizado no país fez com que o país se tornasse o mais engajado no Mobli durante cada partida da competição.

Atrás do Brasil, ficaram Estados Unidos e México, dois países que passaram para a segunda fase. Em todos os países, os torcedores publicaram suas fotos com os mais de 40 filtros temáticos que, a cada dia de jogo, permitia que os usuários utilizassem as cores das seleções que entravam em campo naquela data.

– Mais de 100 hashtags criadas para a Copa do mundo, incluindo#copa, #copadomundo, #mundial, #worldcup, #worldcup2014, além do canal especial do Mobli para o torneio, o #realworldcup, que foi também o mais popular.

– Milhares de imagens temáticas da publicadas a cada dia da Copa.

– Mais de 40 filtros únicos para a Copa do Mundo, um para cada grupo, além dos times que se classificaram para a fase final.

Além disso, o Mobli disponibiliza para divulgação a utilização de qualquer imagem participante na campanha #RealWorldCup. Trata-se do canal com as mais incríveis imagens de torcedores do mundo todo celebrando a Copa do Mundo.

Para vê-las e utilizá-las, basta seguir esse link.

Outros links interessantes sobre a ação:

As mais legais fotos tiradas com os sticker filters:

http://blog.mobli.com/post/88570651878/coolest-uses-of-our-world-cup-filters-so-far

Os mais criativos usos de filtro da Copa:

http://blog.mobli.com/post/90061111703/most-creative-uses-of-our-world-cup-filters

 

17:11 · 15.07.2014 / atualizado às 17:11 · 15.07.2014 por

O professor e pesquisador da ESPM, Victor Trujillo, especialista em pesquisa eleitoral, acredita que os resultados que importam são aqueles de pesquisas realizadas a partir desta semana. Trujillo avalia que a goleada sofrida no jogo contra a Alemanha não irá respingar na intenção de voto, porque o eleitor brasileiro sabe separar as coisas. Para o professor “futebol e política não se misturam”. E pondera que o fato de Neymar ter ficado de fora dos dois últimos jogos da seleção ajudou a pavimentar uma saída um pouco mais honrosa para o Brasil.

“Dilma não saiu prejudicada com a Copa da Fifa e o desgaste pode ter sido superestimado pela oposição que apostou em um caos que não se realizou”, avalia Trujillo.

O professor Victor Trujillo é psicólogo, formado em Propaganda e Marketing pela ESPM, pós-graduado em Política e Estratégia pela USP, com MBA em Marketing pela ESPM, Professional Member of American Marketing Association – A.M.A., cursou a A.M.A. School of Marketing Research – University of Notre Dame – USA. Trabalha há 23 anos com pesquisa de opinião pública e eleitoral, atuou nas últimas 11 eleições. Diretor Geral do IPESO, é professor de Pesquisa da ESPM, autor do livro “Pesquisa de Mercado Qualitativa e Quantitativa” – Ed. Scortecci, 2001, coautor do livro “Curso de Propaganda – Do Anúncio a Comunicação Integrada” – Ed. Atlas, 2004.

15:45 · 25.04.2014 / atualizado às 15:45 · 25.04.2014 por

“Arrisque Tudo” é o tema da segunda parte da campanha de futebol da Nike para este ano. O filme se chama “Quem ganha fica”.

Confiram esta beleza de publicidade:

YouTube Preview Image

 

17:05 · 06.03.2014 / atualizado às 17:06 · 06.03.2014 por

O mau comportamento de alguns torcedores têm causado transtornos para os clubes, que com a perda de mando de jogos acabam jogando longe do seu estádios e impactando negativamente suas finanças. Levantamento realizado pela Trevisan Gestão de Esporte mensura o tamanho do prejuízo que isso tem acarretado aos times.

A pesquisa analisa o impacto das punições nos campeonatos brasileiros da série A e B em 2013 para Palmeiras, Corinthians, Vasco da Gama e São Paulo. Juntos, os times perderam R$ 3,88 milhões. A análise utiliza como base de cálculo a média de público e renda dos jogos disputados em “casa”, para projetar as arrecadações dos clubes se todos as partidas, com mando de campo, tivessem sido disputadas em seus estádios habituais.

“Esse montante se amplia se considerarmos que nas partidas com punição o valor dos ingressos foram reduzidos, e somarmos a isso as perdas com outros itens do dia de jogo, como alimentos e bebidas, compras de produtos, visitas, etc.”, aponta o pesquisador Gabriel Leiva. “Nas brigas envolvendo torcedores, os clubes foram os grandes, e talvez os únicos, de fato, punidos”, avalia.

Entre os quatro clubes analisados no estudo, o Corinthians foi o mais prejudicado. Com cinco jogos de punição no Campeonato Brasileira da Série A, registrou prejuízo total de R$ 1,795 milhão, cerca de 16% de perdas. Nos 14 jogos que disputou no estádio do Pacaembu, na capital paulista, obteve média de público de 27.979 pagantes, volume que caiu 48% nos jogos com punição, que tiveram que ser realizados em outros estádios, chegando a uma média de 14.535 pagantes. A receita líquida por partida em seu estádio habitual foi de R$ 599 mil, contra R$ 240 mil nas realizadas fora, uma perda de 60%.

O segundo no ranking de prejuízos é o Palmeiras, que no ano passado disputou a Série B do Campeonato Brasileiro. O alviverde teve seis jogos de punição, amargando um dano de R$ 1,070 milhão, ou seja, cerca de 15% de perdas. Tanto a média de público quanto a de receita registraram queda de 47% nas partidas realizadas fora de casa. O número de pagantes caiu de 18.303 para 9.625. A receita por jogo passou de R$ 373,3 mil para R$ 196,9 mil.

Pela série A, foram analisados ainda Vasco da Gama e São Paulo. O primeiro registrou prejuízo de R$ 664,4 mil (19%) e o segundo de R$ 350,8 mil (9%).

15:46 · 24.02.2014 / atualizado às 15:46 · 24.02.2014 por

A OAB SP lança a campanha “O Futebol pede paz. Torça contra a violência nos estádios”. Neste pedido de paz, a Ordem faz um apelo para que todos se juntem nesta luta, já que os estádios de futebol ganham outra vida com a presença de famílias e crianças e não podem ser palcos para estes atos de irresponsáveis que estão manchando a imagem do futebol do Brasil.

paz

Marcos da Costa, Presidente da OAB SP, que teve a iniciativa de promover esta campanha, disse que este pedido de paz no futebol é um apelo para a construção do diálogo entre todos os segmentos que participam do futebol: atletas, clubes, Justiça e, principalmente, torcedores. “Tenho certeza de que, a partir deste diálogo, vamos superar esse drama que afasta a sociedade dos estádios”, afirmou Marcos da Costa, que enfatizou ainda que esta campanha, está disponível para ser usada em todo o Brasil.

A campanha conta como símbolo com uma pomba branca pousada sobre uma bola. Agnelo Pacheco, um dos principais responsáveis pela criação da campanha, diz que não é possível que o futebol conviva com a violência e a baderna. “Um grupo que vai aos estádios para praticar atos de violência não pode ser chamado de torcedor. A iniciativa da OAB/SP é o primeiro chamamento para que o Brasil desenvolva diversas ações neste sentido”, completa o criativo.