Busca

Tag: publicidade


15:55 · 07.04.2016 / atualizado às 15:55 · 07.04.2016 por

Na próxima quarta-feira, dia 12 de abril, a Universidade de Fortaleza (Unifor) receberá o lançamento da noda edição do livro Propaganda: teoria, técnica e prática, publicação de Ismael Rocha Junior e Luiz Fernando Dabul Garcia, diretor acadêmico da graduação da ESPM-SP e diretor-geral da graduação da ESPM-SP, respectivamente. Os dois também fazem parte do time de professores da Escola, instituição especializada na área, com sedes em São Paulo, Rio de Janeiro e Porto Alegre. O lançamento é uma promoção do Escritório de Gestão, Empreendedorismo e Sustentabilidade (EGES) da Unifor, em parceria com a coordenação do curso de Publicidade e Propaganda.

Professor Ismael Rocha
Professor Ismael Rocha

Os autores estarão a partir das 9h30min, no Teatro Celina Queiroz, para o lançamento do livro. Na ocasião, eles discutirão com a plateia sobre a formação no mercado publicitário. Referência na área de propaganda, o livro está em sua nona edição. A obra, de autoria do falecido Armando Sant’Anna, foi atualizada e revista por Rocha Junior e Garcia, que também fazem parte do time de professores da ESPM, e incluíram novos capítulos para responder aos novos cenários do mercado, como análises de propaganda política, novas teorias do marketing e a utilização de novas tecnologias de comunicação. Os publicitários também foram responsáveis pela oitava edição do livro, lançada em 2008.

Luiz Fernando Garcia
Professor Luiz Fernando Garcia

Desde sua primeira publicação o livro tornou-se uma das principais fontes de pesquisadores e profissionais em publicidade e marketing. Para a coordenadora do curso de Publicidade e Propaganda da Universidade de Fortaleza, Alessandra Oliveira, o evento propõe uma discussão necessária para a área: “O livro é muito bem-aceito no mercado e vai representar uma parceria entre a Unifor e os autores, que são diretores de uma escola de comunicação de referência no Brasil. A ideia é trazer conhecimento atualizado na área, de pessoas que estão produzindo e entendendo a relação entre os cursos de comunicação, sobretudo a publicidade, e o mercado, assim como as inovações que o mercado publicitário está enfrentando e precisando”, explica.

Bate Papo – O lançamento do livro será complementado às 19h do mesmo dia, por um bate papo que reunirá gestores da área de Comunicação na sala B34, da Universidade. “O evento foi pensando porque tanto o professor Ismael Rocha Junior como o professor Luiz Fernando Garcia são gestores da ESPM, que é uma instituição importante na área. Buscamos, com isso, aproximar a academia do mercado, observando como eles conseguiram obter êxito nesse campo. Baseados no que a ESPM usa e no que usamos aqui, vamos trocar experiências, discutindo para onde vai a propaganda em um contexto onde a tecnologia é tão presente. O EGES é responsável por estabelecer uma ponte entre a área acadêmica e o mercado, e por isso nosso escritório propõe discutir temas relevantes como esse e trazer o diálogo para enriquecer o conhecimento dos alunos”, conta o professor Rogério Barros, que é coordenador do EGES.

Sobre os autores

Ismael Rocha Junior – Climate reality leader, mercadólogo formado pela ESPM e pela UTA – University of Texas at Arlington. Mestre em Sociologia da Religião; professor universitário; autor de livros didáticos nas áreas de pesquisa de marketing, comunicação e sustentabilidade, com artigos publicados em revistas, jornais e participação em congressos no Brasil e no exterior. Diretor acadêmico da graduação da ESPM-SP, fundador e coordenador da ESPM Social. Consultor de marketing e planejamento estratégico para empresas, ONGs, Institutos e Fundações. Doutorando em educação.

Luiz Fernando Dabul Garcia – Diretor geral da graduação da ESPM-SP. Professor na graduação e na pós-graduação/MBA, desde 1988. Graduado em comunicação social, especialização em publicidade, pela FAAP. Pós-graduado em comunicação, com ênfase em marketing, pela ESPM. Mestre em comunicação e práticas de consumo, pela ESPM. Coautor dos livros “Curso de propaganda, do anúncio à comunicação integrada” e “Propaganda: teoria, técnica e prática”. Atuação em agências e “house agencies” como criador/redator e planejador. Consultor de marketing e comunicação.

Armando Sant’Anna – Publicitário, professor de publicidade, fundador e presidente da Companhia Brasileira de Publicidade (CBP). Em sua longa vida profissional, atendeu centenas de anunciantes entre os quais: Arcor, Nossa Caixa Nosso Banco, Bolsa de Valores de São Paulo, Blue Cards, Bravox, Aiport Service entre outros.
Serviço
Lançamento do livro “Propaganda: teoria, técnica e prática” e noite de autógrafos
Data: 12 de abril, às 9h30
Local: Unifor – Teatro Celina Queiroz
Endereço: Av. Washington Soares, 1321– Fortaleza-CE

10:18 · 30.11.2015 / atualizado às 15:23 · 30.11.2015 por

Gestão. Uma palavra que entrou, de vez, no dicionário das empresas. No ramo da comunicação, em suas várias vertentes, gerir um negócio corre na mesma esteira da importância da credibiliade e criatividade. As agências de publicidade estão atentas. Em Fortaleza, uma delas, a Delantero, resolveu dar uma repaginada no modelo de gestão de seus negócios e implantou o Brand Leadership (na tradução livre, liderança de marca). Os sócios Pádua Sampaio, André Miyasaki e Marcel Pinheiro esclarecem as mudanças para o Blog da Target:FOTO DELANTERO_BRAND LEADER

Na prática, como funciona esse modelo da Delantero, o Brand Leadeship?

Pádua – O Brand Leadership é um modelo de gestão de marcas que privilegia a imersão de profissionais das agências no segmento em que os clientes atuam. Só assim é possível participar e ser decisivo nos objetivos estratégicos deles. Efetivamente, dividimos a carteira da Delantero entre nós três, com o intuito de conhecer mais de perto o universo dos clientes, antecipar cenários e propor oportunidades.

Como surgiu essa ideia?

André – A figura do brand leader já é algo bem sedimentado em São Paulo. O que fizemos foi ver de perto como isso funciona e adaptar esse modelo para o nosso mercado. A proposta da Delantero nunca foi ter muitos clientes, mas poucos e bons clientes. Isso nos permite ser “embaixadores” das marcas que atendemos. Com esse controle, podemos implantar o nosso dna criativo desde a elaboração do briefing até a criação das campanhas.

Vocês três deixam o departamento de criação para se voltar ao setor de planejamento?

Marcel – Na verdade, expandimos o conceito de criatividade dentro da Delantero. Com pouco tempo, construímos uma cultura criativa forte dentro da agência e montamos uma excelente equipe, o que nos deu tranquilidade para se dedicar ao planejamento dos nossos clientes. O que também exige criatividade, diga-se de passagem. O Colégio Master é um bom exemplo disso. Os comerciais que venceram o Profissionais do Ano da Rede Globo são só a cereja do bolo; a materialização de um trabalho sério de bastidores. Tanto que vencemos o GP Verdes Mares também na categoria Planejamento com esse cliente. Seguimos criando, mas de uma forma mais estratégica e observando um horizonte bem mais amplo.

De que forma isso pode impactar no resultado dos clientes?

Pádua – Em tempos de crise, faz toda a diferença. Criatividade é sinônimo de economia. Se o cliente tem um posicionamento criativo, alinhado ao brand ideal da marca e veicula um comercial com conteúdo relevante, ele vai precisar despender muito menos verba para ser lembrado e, consequentemente, preferido. Nós, como brand leaders, acompanhamos todas essas etapas. A nossa vivência na criação traz um componente muito importante para a área estratégica: critério. Ou seja, saber o que é bom ou ruim, o que é criativo ou apenas criativoso. Além disso, quem vem da criação está acostumado, antes de tudo, a fazer limonada com um limão. E é exatamente o que os clientes têm buscado na hora de sentar à mesa e discutir o futuro de suas empresas: fazer muito com pouco.

16:50 · 28.10.2015 / atualizado às 16:50 · 28.10.2015 por

renault jangada logo

De uma maneira ou de outra, a crise é sinônimo de mais investimentos. Aqui no Ceará a publicidade, tudo indica, está caminhando bem. Vejam só. No quase fechar das luzes de outubro, a Max Comunicação já tem motivos para dizer que 2015 foi um ano de vitórias.

A empresa de comunicação participou de concorrência para atender a conta da concessionária Jangada Renault. No “ringue”, quatro agências disputaram a preferência.

A Max apresentou uma campanha que envolvia o redesign do logo e o reposicionamento de marca, concentrando-se em fortalecer a marca da concessionária no mercado e, com isso, impulsionar o varejo. Deu certo.

O primeiro material publicitário sairá em breve. Algumas peças foram contempladas dentro da estratégia. Anúncios de jornal, jingle, peças de web, elemídia, ações promocionais, dentre outras.

16:19 · 09.10.2015 / atualizado às 16:19 · 09.10.2015 por
YouTube Preview Image

A campanha de Dias das Crianças da Esposende promete muitas cores, diversão e novidades para a data. Criada pela Competence, o filme para TV traz tons de alegria com crianças brincando e interpretando seus bichos prediletos em um cenário com árvores, plantinhas e placas, ao som de um jingle super legal. O mix de comunicação também é composto por diversos materiais de PDV, jingle para rádio, outbus, frontligh e anúncios em jornal.

A veiculação seguirá nas praças de Pernambuco, Paraíba, Ceará, Maranhão e Rio Grande do Norte. A Esposende também preparou para a data diversos produtos exclusivos para os pequenos, com os personagens da Ever After High, Hello Kitty, Frozen, Barbie, Hora da Aventura, Carros, Mickey, entre outros.

13:20 · 18.09.2015 / atualizado às 13:20 · 18.09.2015 por

Por Guilherme Mamede, CEO da Melt, primeira DSP com tecnologia RTB da América Latina

No cenário de incertezas por conta da crise econômica no país, agora oficialmente anunciada, empresas de todos os setores têm enxugado cada vez mais os investimentos e, claro, a verba destinada para a publicidade também sofre cortes. Mas como diz aquele velho ditado: quem não é visto não é lembrado, certo? Como, então, “enxugar” custos sem deixar de trabalhar a exposição de marca de forma efetiva a fim de atrair a atenção de seu público?

Frente à situação atual, desponta como solução a mídia programática que, por ser muito mais assertiva, é capaz de atingir melhor o público, otimizar os gastos e garantir muito mais resultados do que a mídia tradicional. Além, é claro, de poder controlar muito melhor o investimento e usá-lo com inteligência.

A mídia programática já mostrou ao que veio e, há alguns anos, já vem se fixando no mercado mundial como uma ótima opção para a compra de espaços de publicidade digital. Com novas tecnologias, esse formato já está até alcançando materiais impressos, como anunciou a Time Inc. em fevereiro deste ano.

Agora que a expressão custo-benefício ganha ainda mais importância entre os anunciantes, investir em uma solução atrativa aos consumidores é melhor saída para continuar trabalhando a sua marca. Ainda mais quando essa solução é capaz de atingir exatamente o perfil que você busca e é capaz de mostrar resultados em relatórios completos. A mídia programática permite saber de fato quantas pessoas você impactou, quem são essas pessoas, qual os seus gostos e preferências, diferente da mídia televisiva, por exemplo, que é uma das mais caras. Além disso, a compra de espaços publicitários nesse modelo é muito mais rápida e automatizada, sem a necessidade de um intermediador, como uma ligação ou um e-mail.

Existem ainda as vantagens de usar recursos como o retargeting, que ajuda a expor a marca à pessoas que estão bem mais propensas a comprar o seu produto ou serviço. Segundo dados da consultoria Wishpond, 72% dos compradores abandonam o carrinho de compras online antes de efetuar a transação e apenas 8% deles voltam para finalizar. Usando retargeting, a taxa de retorno salta para 26%. Em tempos em que cada cliente importa muito para o desempenho do seu negócio, essa pode ser a saída para vender mais e manter a receita da sua empresa sempre positiva.

14:15 · 14.08.2015 / atualizado às 14:20 · 14.08.2015 por

acadi
Novidades no mercado das empresas digitais cearenses. No próximo dia 26, às 19h30m, no auditório do Sebrae Ceará, toma posse a primeira diretoria da Acadi (Associação Cearense de Agentes Digitais). A entidade nasce com o propósito de fortalecer, unir, normatizar o mercado. Dessa forma, pretende ampliar os resulados de anunciantes, associados, parceiros de negócios, estudantes e colaboradores.

A iniciativa, que partiu dos representantes de oito das principais agências digitais de Fortaleza: Burburim, Carbono Digital, Código Digital, Index, Leme Digital, Orb Digital Branding, Relevante e TimeDigital, teve início em agosto de 2014. Ao longo de 12 meses, as agências se reuniram para discussões sobre problemas comuns a todos, buscando soluções sustentáveis que viessem a fortalecer o mercado digital cearense.

Segundo Marcello Belém, presidente da Acai, “nós demos apenas o primeiro passo na construção da associação e vemos um longo caminho pela frente que só conseguirá ser trilhado com a participação de todos os agentes”. O nascimento da Acadi se concretizou no dia 18 de julho deste ano. Após um ano de planejameno, a equipe envolvida com a criação da associação formalizou sua existência. Na ocasião, os sócios fundadores homologaram o estatuto e realizaram a eleição da primeira diretoria, que terá o grande desafio de estabelecer normas e práticas para balizar e profissionalizar ainda mais o mercado digital cearense.

O Sebrae Ceará esteve presente durante todo o processo de criação da associação, apoiando o projeto através de consultorias sobre associativismo, ministrando treinamentos para a equipe e auxiliando na concepção do estatuto da entidade.

Composição da Diretoria

Presidente: Marcello Mendes Belém ­ Relevante (Mauna)

Diretora Administrativa: Lucia Scalco (Código Digital)

Diretor Financeiro: Paulo Teixeira ­ (Index)

Coordenador de Marketing e Comunicação: Fausto Portela ­ (TimeDigital)

Coordenador de Negócios: Santiago Sousa ­ (Orb Digital Branding)

Coordenador de Capacitação: Leonardo Leitão ­ (Leme Digital)

Articulador de Alianças Estratégicas: Hugo Lopes ­ (Index)

Conselho Fiscal: Anderson Carvalho ­ TimeDigital; João Henrique Costa ­ Burburim; Gabriel Ramalho ­ (Leme Digital)

Conselho de Ética: João Ricardo ­ Carbono Digital; Jorge Lima ­ Burburim; Pietro Occiuzzi ­ (Orb Digital Branding)

17:08 · 10.08.2015 / atualizado às 17:08 · 10.08.2015 por

De acordo com levantamento do Ibope Media, os investimentos nos principais meios de comunicação e mercados do País, no primeiro semestre deste ano, cresceu 0,8% em relação ao mesmo período do ano passado. Foram investidos R$ 60,1 bilhões em mídia.

INFOGRÁFICO

invest

invest1

invest2

invest3

 

 

16:33 · 27.07.2015 / atualizado às 16:33 · 27.07.2015 por

Dados do Ibope Media apontam que os investimentos publicitários no primeiro semestre deste ano se mantiveram estáveis, permanecendo o mesmo patamar de 2014. A partir de pesquisa regular de monitoramento dos investimentos nos principais meios de comunicação e mercados do país, foram investidos neste período R$ 60.1 bilhões em mídia, valor superior em 0,8% em relação ao aferido nos seis primeiros meses de 2014.

Para Rita Romero, diretora executiva do Ibope Media, mesmo com um cenário econômico delicado, algumas categorias de produto apresentaram crescimentos expressivos no período, como o de Carnes, Produtos Farmacêuticos e de Higiene Pessoal e Beleza. “Historicamente, os investimentos em mídia no primeiro semestre são mais moderados em comparação com a última metade do ano, porém esperamos um segundo semestre mais aquecido para o mercado publicitário”, diz a executiva.

A surpresa fica por conta da inversão entre os anunciantes que mais anunciam. Segundo o Instituto, Pela primeira vez, uma empresa do segmento de varejo ou de bens de consumo não aparece na liderança. Durante o 1º semestre de 2015, o laboratório Genomma (segmento de Higiene Pessoal, Beleza e Farmacêutica) foi o maior anunciante do País, acumulando R$ 2.13 bilhões de investimentos em mídia, um crescimento de 34% em relação ao ano anterior. Em 2014, neste mesmo período, o anunciante ocupou a terceira posição.

anunciante_este

A Via Varejo (Casas Bahia e Ponto Frio), segundo maior anunciante nos primeiros seis meses do mês, acumulou R$ 2.11 bilhões, um acréscimo de 4% em comparação com o mesmo período do ano anterior. A Unilever, que ocupava a primeira posição em 2014, totalizou R$ 1.93 bilhões de investimento em mídia, uma queda de 21% em relação ao 1º semestre de 2014.

Entre os 30 maiores anunciantes, destaque também para os que estavam ausentes no ranking anterior, como Divcom Pharma Nordeste, Ultrafarma, JBS, Renault, BRF Brasil Foods, o Boticário, Lojas Marabraz e Dolly.

setores_este

Meios

Entre os meios monitorados, a TV por assinatura apresentou o maior crescimento no período, de 25%. Já a TV aberta segue com a maior fatia do bolo publicitário: somados os investimentos destinados ao merchandising, o meio obteve 60% de participação no total investido no período, seguido por jornal (13%) e pela TV por assinatura (10%).

Os investimentos em formatos display na internet alcançaram 7% de participação do total em mídia destinado pelas agências e anunciantes. Em 2015, este formato passou ser monitorado com uma nova metodologia de coleta, o que impossibilita sua comparação com os dados do ano anterior. A cobertura de sites monitorados também foi ampliada, passando a contar com 30 veículos online, entre portais e sites de conteúdo.

No ranking de setores, Comércio e Varejo segue na liderança, representando 19% dos investimentos destinados em mídia e acumulando R$ 11.6 bilhões de reais. Em seguida, aparece o setor de Serviços ao Consumidor, com R$ 6.39 bilhões e o de Higiene Pessoal e Beleza, com R$ 6.36 bilhões destinados para propaganda, ambos com 11% de participação cada.

Praças

No ranking dos maiores mercados do país, o cenário continua o mesmo. Entre os que mais receberam investimentos em mídia, São Paulo continua na liderança, absorvendo 24% da verba total. Rio de Janeiro (10%), Belo Horizonte (4%), Porto Alegre (3%) e Curitiba (3%) completam a lista dos cinco maiores mercados em volume de investimento publicitário.

No ranking das agências, a YR manteve a primeira posição, autorizando o equivalente a R$ 3,6 bilhões em mídia no primeiro semestre. Em seguida, aparece a Ogilvy & Mather Brasil, com R$ 1,8 bilhão, e a agência África, com investimentos de R$ 1,5 bilhão.

agencias

14:27 · 17.06.2015 / atualizado às 14:48 · 17.06.2015 por

Alguns dos principais nomes do mercado da comunicação serão palestrantes do Comunicar UNI – Congresso Brasileiro Universitário de Propaganda que será realizado nos dias 25 e 26 de junho, no Centro de Convenções do Sebrae. O encontro pretender reunir acadêmcios de todas as regiões brasileiras interessados em saber sobre os melhores caminhos a seguir após receber o diploma.

Tendências, destinodos futuros profissionais e setores da comunicação que mais influencim decisões estarão entre os temas as serem aborados.

O Comunicar UNI tem o apoio do Sistema Verdes Mares. As inscrições podem ser feitas aqui.

comunicar1