Após 15 anos, Premier League tem artilheiro nascido na Inglaterra

19/05/2016 - 12:17 por

Harry Kane terminou a temporada da Premier League com 25 gols, sendo o artilheiro da competição. (Foto; Divulgação)

Harry Kane terminou a temporada da Premier League com 25 gols, sendo o artilheiro da competição. (Foto; Divulgação)

O Tottenham pode não ter conquistado o título do Campeonato Inglês, mas o atacante Harry Kane garantiu um feito histórico para marcar essa temporada. Com 25 gols nessa edição da Barclay’s Premier League (BPL), o inglês, que já assumiu ser fã dos Spurs, ficou no topo da artilharia da competição, à frente de Sérgio Aguero, do Manchester City, e Jamie Vardy do Leicester, ambos com 24 tentos cada.

A última vez que um inglês terminou como artilheiro da Premier League foi na temporada 1999/2000, quando Kevin Philips marcou 30 gols pelo Sunderland.

Na última quarta-feira (18), o Twitter oficial do Campeonato Inglês postou um vídeo com alguns dos gols anotados por Kane, que já deve ter vaga garantida na convoção da Inglaterra para disputar a Europa de 2016, que será realizada na França. Confira:

 

 

Veja a lista dos artilheiros das últimas edições da BPL:

2015/16: Harry Kane (Spurs) – 25
2014/15: Sergio Aguero (Man City) – 26
2013/14: Luis Suarez (Liverpool) – 31
2012/13: Robin van Persie (Man Utd) – 26
2011/12: Robin van Persie (Arsenal) – 30
2010/11: Dimitar Berbatov (Man Utd) and Carlos Tevez (Man City) – 20
2009/10: Didier Drogba (Chelsea) – 29
2008/09: Nicolas Anelka (Chelsea) – 19
2007/08: Cristiano Ronaldo (Man Utd) – 31
2006/07: Didier Drogba (Chelsea) – 20
2005/06: Thierry Henry (Arsenal) – 27
2004/05: Thierry Henry (Arsenal) – 25
2003/04: Thierry Henry (Arsenal) – 30
2002/03: Ruud van Nistelrooy (Man Utd) – 25
2001/02: Thierry Henry (Arsenal) – 24
2000/01: Jimmy Floyd Hasselbaink (Chelsea) – 23
1999/00: Kevin Phillips (Sunderland) – 30
1998/99: Jimmy Floyd Hasselbaink (Leeds), Michael Owen (Liverpool) and Dwight Yorke (Man Utd) – 18
1997/98: Dion Dublin (Coventry), Michael Owen (Liverpool), Chris Sutton (Blackburn) – 18
1996/97: Alan Shearer (Newcastle) – 25
1995/96: Alan Shearer (Blackburn) – 31
1994/95: Alan Shearer (Blackburn) – 34
1993/94: Andrew Cole (Newcastle) – 34
1992/93: Teddy Sheringham (Nott’m Forest/Spurs) – 22

Categoria: Campeonato Inglês, Futebol Europeu

Comentários

Enviar para o Kindle

Quarto árbitro é flagrado trabalhando bêbado no Campeonato Tcheco; veja vídeo

13/05/2016 - 12:40 por

(Foto: Reprodução/Youtube)

(Foto: Reprodução/Youtube)

O que dizer desse Campeonato Tcheco? Apenas alguns minutos após o começo da partida entre Pribram e Slavia Praga já dava para saber um dos destaques principais, mas ele não estava dentro de campo. O quarto árbitro Marek Pilny teve de ser retirado do estádio por ter ido trabalhar bêbado.

Visivelmente alterado, o auxiliar não conseguia nem mesmo andar em linha reta durante a execução das atividades da partida. Marek até arrancou risadas da torcida quando levou um tombo ao tentar uma breve corrida ao tentar imitar a movimentação do bandeirinha. Após o pitoresco “acidente de trabalho”, o quarto árbitro teve de ser retirado à força por um dos seguranças.

O Slavia Praga acabou vencendo por 3 a 1, mas Marek foi substituído e não conseguiu ver. As imagens foram registradas e postadas no Youtube. Confira:

Segundo a BBC, Marek terá a licença de árbitro cassada pela federação tcheca de futebol, que também deverá tomar ações disciplinares relacionadas ao caso.

Categoria: Futebol Europeu

Comentários

Enviar para o Kindle

Chan Yuen-ting se torna primeira técnica a conquistar um título nacional entre os homens

26/04/2016 - 12:29 por

Chan Yuen-Ting levou o Eastern Sport Club ao título da Premier League de Hong Kong

Chan Yuen-Ting levou o Eastern Sport Club ao título da Premier League de Hong Kong

Técnicas mulheres ainda são coisa rara no futebol mundial. Na última Copa do Mundo feminina de futebol, realizada no Canadá, apenas 7 das 24 seleções não eram treinadas por homens. O dado nos faz considerar o fato de uma mulher estar dirigindo um time masculino da primeira divisão de uma liga nacional um pouco improvável, ao analisarmos que o futebol ainda é visto como um esporte machista.

Mas Chan Yuen-ting rompeu todas essas barreiras ao levar o Eastern Sport Club, de Hong Kong, ao título da Premier League do país e se tornar a primeira treinadora campeã nacional da primeira divisão de um torneio masculino na história do esporte.

Faltando uma apenas uma rodada para o fim do campeonato, o Eastern venceu o South China por 2 a 1 e abriu sete pontos para o segundo colocado, não podendo mais ser alcançado.

Yuen-Ting já trabalhou como analista de desempenho do Sun Pegasus, conquistando três títulos com o time Sub-18. A treinadora também já participou da comissão técnica da seleção feminina de futsal de Hong Kong, e, hoje, é instrutora de treinadores da federação de Hong Kong de futebol.

A dedicação para o esporte, dessa mulher formada em geografia e administração de recursos, é inegável, mas a paixão pelo futebol começou no início da década de 1990, assistindo aos jogos do Manchester United. A inspiração veio do inglês David Bechkam.

“Ele era tão impressionante e sua imagem facilmente conquistou o coração de uma jovem garota. Eu decidi entrar no esporte e aprendi as técnicas no treinamento de verão oferecido pela federação de futebol”, disse a treinadora ao South China Morning Post.

Chan Yuen-ting é a treinadora mais nova da liga de futebol de Hong Kong, homem ou mulher, perdeu apenas 1 jogo dos 15 que já disputou, e não quer parar por aqui.

“Quero ser bem sucedida para ter a oportunidade de trabalhar em outras ligas desenvolvidas, em regiões como a Coreia do Sul, onde há uma liga feminina profissional, ou o Japão, que já venceu a Copa do Mundo feminina”, afirmou a jovem treinadora.

Categoria: Futebol asiático

Comentários

Enviar para o Kindle

12ª maior média de público do Inglês, Leicester tem números quase iguais aos do Corinthians

22/04/2016 - 13:07 por

(Foto: AFP)

(Foto: AFP)

É inegável que o Corinthians tem uma das maiores torcidas do Brasil e isso se reflete, óbvio, na média de público, sendo capaz até mesmo de superar o primeiro colocado do Campeonato Inglês. O fato seria impressionante se o líder da Premier League não fosse o Leicester, que fica com o posto de 21º lugar dos maiores clubes da Inglaterra.

O título foi dado, em 2015, pelo jornal Daily Mail, que levou em consideração critérios como a média de público durante a temporada 2014/2015 somada aos recordes de venda de ingressos. Além disso, foi considerado o número potencial de torcedores atuais e do passado.

O Leicester nunca conquistou um título da primeira divisão do futebol inglês.

Em 2016, o Timão mantém uma média de público de 32.616, de acordo com a plataforma “Público nos estádios do Brasil”, do globoesporte.com, enquanto o Leicester mantém um número, considerando a temporada 2015/2016, menor apenas em 600 torcedores. Os Foxes tem uma média de 32.017, de acordo com site Transfermarkt.

Curioso é que em portagem de ocupação, que contabiliza os números de ingressos disponíveis, o Corinthians não chega nem perto, mesmo que mantenha bons números.

Com um estádio com capacidade para 32.312, o Leicester não teria nem como, caso permanecesse jogando no “King Power Stadium”, de ultrapassar o Timão, mas os Foxes estão com uma média de ocupação de 99,08%. O Corinthians acumula 72% para este quesito.

No entanto, para a temporada 2015/2016, o Leicester tem apenas a 12ª maior média da Premier League.

Para se ter uma ideia, a segunda maior média de público do futebol brasileiro fica com o Palmeiras, que leva 23.237 torcedores por jogo.

Confira as médias de público do Campeonato Inglês:

Médias de público (via Transfermarkt)

Médias de público (via Transfermarkt)

Categoria: Campeonato Inglês, Futebol Europeu

Comentários

Enviar para o Kindle

Lateral ex-Ceará faz golaço de fora da área pelo Campeonato Russo; veja o lance

11/04/2016 - 12:17 por

(Foto: Reprodução)

(Foto: Reprodução)

Conhecido pelos chutes de fora da área, mesmo que alguns passem longe das traves, o ex-lateral do Ceará Apodi marcou um golaço na Rússia, no último domingo (10). Defendendo as cores do Kuban Krasnodar, o jogador arriscou de longe e acabou surpreendendo o goleiro do Spartak Moscou com um chute forte e cruzado.

Com o placar marcando 1 a 0 para o time da casa, Apodi recebeu na ala direita, avançou e chutou – a bola ainda no ar – com força para empatar o jogo. No entanto, o gol do lateral-direito não foi o suficiente para dar ânimo aos visitantes e a partida terminou em 2 a 2. Confira o lance:

Até aqui, o Kuban Krasnodar fez seis jogos na temporada, sendo cinco pelo Campeonato Russo e um pela Copa da Rússia. O time de Apodi ocupa a 13ª colocação. Se a competição nacional acabasse hoje, o Kuban Krasnodar teria de disputar o playoff contra o rebaixamento.

Categoria: Futebol Europeu

Comentários

Enviar para o Kindle

Time de fora?

Blog sobre futebol internacional da editoria Jogada, do Diário do Nordeste.