A grande fase de Di Maria é uma excelente resposta para o desesperado Van Gaal

29/01/2016 - 15:07 por

Vendo todo o bom futebol de Dí Maria, será que bateu o arrependimento no holandês ? Foto: Divulgação/Manchester United

Vendo o bom futebol de Di Maria, será que bateu o arrependimento no holandês ?
Foto: Divulgação/Manchester United

Após contratar o argentino Ángel Di Maria pelo valor recorde de compra do Manchester United, 59 milhões de libras, o treinador Louis van Gaal esperou apenas uma temporada para vender o meia por 15 milhões a menos. Agora em seu novo clube, o Paris Saint-Germain, o jogador vive grande fase e talvez venha despertando um pouco de arrependimento no treinador holandês, que possui vida cada vez mais complicada nos Red Devils

Em 2015/2016, Di Maria já anotou 12 gols pelo PSG, superando assim sua própria marca pessoal, que era de 11 tentos em uma só temporada. O argentino conseguiu o feito em um dos melhores momentos de sua carreira, com a camisa do Real Madrid, no período de 2013/2014. Naquele ano, inclusive, o meia foi uma das peças fundamentais para a conquista da décima Champions League pelos Merengues.

Além de aflorar o seu lado artilheiro, Di Maria continuou servindo muito bem seus companheiros. Ao lado de jogadores como Cavani, Ibrahimovic, Lavezzi e Lucas, o meia já conta com nove assistências, ficando atrás apenas de Özil – que está voando com a camisa do Arsenal – na lista dos principais ‘garçons’ do futebol europeu.

Com a corda no pescoço e contando com um elenco reduzido, por sua própria escolha, sem dúvida nenhuma Van Gaal fez um mau negócio ao vender Dí Maria tão rapidamente. Não só pelo lado financeiro, onde o holandês jogou 15 milhões de libras pelo ralo, quanto para dentro de campo. Memphis, que fez uma boa Copa do Mundo em 2014 e possui características parecidas com a do meia argentino, também não está conseguindo render com a camisa dos Reds Devils. Com vários ‘flops’ e muito dinheiro gasto, fica a pergunta no ar: o problema são os jogadores ou a passagem de Van Gaal por Manchester que precisa ser abreviada ?

VN:F [1.9.22_1171]
Rating: +2 (from 2 votes)

Sob o comando de Jürgen Klopp, Roberto Firmino tem tudo para voltar à Seleção

26/01/2016 - 10:27 por

Futebol do atacante brasileiro Roberto Firmino evoluiu com a chegada do treinador Jürgen Klopp. (Foto: Divulgação)

Futebol do atacante brasileiro Roberto Firmino evoluiu com a chegada do treinador Jürgen Klopp. (Foto: Divulgação)

Desde que chegou ao Liverpool, o técnico Jürgen Klopp, com todo seu jeitão carismático, contagiou e deu um novo fôlego para todo o elenco dos Reds. Essa animação do time é visível dentro de campo, mesmo com a persistência de alguns problemas técnicos (também muito claros, como a bola aérea) no gramado. E sob o comando do alemão, Roberto Firmino, em especial, cresceu bastante de rendimento.

Klopp já implantou seu jeitão no Liverpool

Ainda com Brendan Rodgers, treinador que contratou o brasileiro por 29 milhões de libras, terceira maior compra da história do clube, o versátil jogador não vinha rendendo como esperado e era alvo de muitas dúvidas por parte da imprensa e da torcida. Em sete jogos sob o comando do norte-irlandês, Firmino não marcou nenhuma vez, além de conseguir apenas nove finalizações. Muito pouco para um atleta que atua tão perto da meta adversária.

Firmino com Klopp x Firmino com Rodgers  

Já com Klopp, o cenário é bem diferente. A disparidade é perceptível no quesito finalização, por exemplo. Ao lado do alemão, foram 50 chutes em 20 jogos, além de cinco gols e mais quatro assistências. Suas melhores atuações foram contra Manchester City, Arsenal e no último sábado (23) ante o Norwich. Em todas essas três partidas, o jogador atuou como ‘falso 9′, comandando o ataque dos Reds. O mau desempenho de Benteke, que teoricamente seria o dono da posição, também ajudou na crescente de Firmino.

Nos últimos três jogos do Liverpool pelo Campeonato Inglês, Roberto Firmino marcou quatro vezes. A grande performance do jogador no ataque pode fazer com que ele retorne à Seleção Brasileira. Ainda mais que, tanto quanto no Brasil como no Liverpool, a ‘camisa 9′ ainda não possui um dono.

VN:D [1.9.22_1171]
Rating: +3 (from 3 votes)

Categoria: Campeonato Inglês, Seleção Brasileira

Comentários

Enviar para o Kindle

Cria do Napoli ignorou Maradona e usou primeiro salário para comprar chuteira de Ronaldo

22/01/2016 - 14:45 por

Lorenzo Insigne marcou dois gols na goleada do Napoli sobre o Milan, na atual temporada (Reuters)

Lorenzo Insigne marcou dois gols na goleada do Napoli sobre o Milan, na atual temporada (Reuters)

O Napoli, atual líder e campeão simbólico do primeiro turno do Campeonato Italiano, tem um jogador que virou xodó da torcida: Lorenzo Insigne.

Engana-se quem pensa que o atacante (24) tem Maradona (ícone do Napoli) como seu grande ídolo. Insigne vem de origem humilde. Aos 14 anos, vendia roupas como ambulante durante a manhã e treinava futebol à tarde.

O seu primeiro salário como ambulante o fez comprar logo dois pares do modelo “R9″, o mesmo que Ronaldo Fenômeno usava. Aos 15 anos, finalmente entrou para os juniores do Napoli. E apesar da admiração por Ronaldo e a idolatria por Maradona, seu maior ídolo era um jogador da rival Juventus: Alessandro Del Piero. “Alex é um campeão correto, como Lorenzo sempre quis ser. Os exemplos são importantes”, explica seu empresário Antonio Ottaiano.

Após ser admitido nas categorias de base do Napoli, precisou de seis anos para finalmente brilhar na equipe principal. A partir de 2012, se juntou a Hamsik, Cavani e companhia para formar o time que seria campeão da Copa da Itália na temporada seguinte. No mesmo ano, recebeu sua primeira convocação para a seleção italiana.

Na temporada atual, chamou a atenção ao comandar a goleada de 4 a 0 sobre o Milan em pleno San Siro, com dois gols e uma assistência. Teve até que controlar a empolgação depois do jogo: “Por favor, não me comparem com Maradona. Ele é um Deus”.

VN:F [1.9.22_1171]
Rating: 0 (from 0 votes)

Categoria: Campeonato Italiano

Comentários

Enviar para o Kindle

PSG entra na justiça para tirar clipe de cantora britânica da internet

12/01/2016 - 13:12 por

M.I.A. usou uma camisa do PSG com a fase "Fly Pirates" no local da marca do patrocinador. (Reprodução/Twitter)

M.I.A. usou uma camisa do PSG com a fase “Fly Pirates” no local da marca do patrocinador. (Reprodução/Twitter)

Após a divulgação do clipe de “Borders” – a música fala sobre a crise migratória europeia –, a cantora britânica M.I.A. foi surpreendida por uma carta do Paris Saint-Germain (PSG) pedindo para a gravadora responsável pela carreira da artista retirar o vídeo da internet. A razão da polêmica é que durante uma parte do vídeo, M.I.A aparece com a camisa do PSG, mas onde haveria o patrocínio da Fly Emirates está escrito “Fly Pirates“.

A intenção da cantora com frase seria passar uma mensagem política. “Voem Piratas“, diz a tradução. MAs o clube francês não gostou muito da ideia e entrou com uma ação na justiça para derrubar o clipe.

“Mais do que surpresos, simplesmente não entendemos por que somos associados, através de nosso logo e da camisa oficial de nosso time, a tal denúncia. Essa associação é ainda mais difícil de se entender por nenhuma de nossas atividades ou iniciativas diárias sugerirem que temos algo a ver com os problemas destacados por MIA”, dizia um trecho da carta enviada pelo PSG.

Durante a carta, o time de Zlatan Ibrahimovic também cita o apoio dado para os refugiados durante um período crítico de imigração no velho continente após a guerra da Síria. A França é um dos países que mais recebe estrangeiros da Europa.

Nas redes sociais, a cantora explicou a escolha pela camisa do PSG: “Borders saiu no dia da cerimônia do Paris Memorial Day, em homenagem às vítimas do ataque em Paris. Ter a Torre Eiffel em minha camisa era apoio, eu achei”. Os fãs de M.I.A a defenderam, mencionando o trabalho realizado pela organização do PSG como um “péssimo exemplo de relações públicas”.

Outros fãs até mencionaram que após a imbróglio gostariam de adquirir uma camisa do PSG. “A primeira vi essa camisa eu pensei: ‘eu quero uma’. Agora eu realmente quero uma”, disse um deles.

Confira o clipe da música “Borderes”:

VN:F [1.9.22_1171]
Rating: 0 (from 0 votes)

Categoria: Campeonato Francês, Futebol Europeu

Comentários

Enviar para o Kindle

Jornal britânico elege Neymar como terceiro melhor do mundo de 2015

04/01/2016 - 10:50 por

Foto: Agência REUTERS/Albert Gea

Foto: Agência REUTERS/Albert Gea

Não resta dúvidas de que Neymar é um dos melhores jogadores do mundo na atualidade, mas a discussão sobre em que colocação o brasileiro estará no prêmio da Bola de Ouro da Fifa parece não ter chegado ao fim. O “The Guardian”, jornal britânico, parece já ter resolvido a polêmica, colando o ex-santista no terceiro lugar, atrás de Messi e Cristano Ronaldo.

Em 2014, Neymar ficou com a 7ª posição do ranking.

O jornal nomeou os 100 melhores jogadores de 2015, dando uma indicação do que poderemos ver no prêmio de melhor do mundo da Fifa, no próximo dia 11 de janeiro. Dentre os 10 melhores estão 3 jogadores do Barcelona (Messi, Suaréz e Neymar), 3 do Bayern de Munique (Thomas Müller, Robert Lewandowski e Manuel Neuer), 2 da Premier League (Sergio Agüero e Alexis Sánchez), 1 do Real Madrid (Cristiano Ronaldo) e 1 do PSG (Zlatan Ibrahimovic).

Além de Neymar, outros brasileiros integram a lista dos 100 melhores. O destaque fica para Douglas Costa (Bayern de Munique), Thiago Silva (PSG) e Philippe Coutinho (Liverpool) os únicos dentro dos 50 melhores. Willian (Chelsea), Daniel Alves (Barcelona), Hulk (Zenit), Marcelo (Real Madrid) e Alex Teixeira (Shakhtar Donetsk) completam os “brazucas” da “premiação”.

Confira o top 10 e a posição dos Brasileiros:

1. Lionel Messi
2. Cristiano Ronaldo
3. Neymar
4. Luis Suaréz
5. Robert Lewandowski
6. Thomas Müller
7. Zlatan Ibrahimovic
8. Manuel Neuer
9. Sergio Agüero
10. Alexis Sánchez

32. Douglas Costa
41. Thiago Silva
46. Philippe Coutinho
52. Willian
58. Daniel Alves
59. Hulk
88. Marcelo
89. Alex Teixeira

VN:F [1.9.22_1171]
Rating: -1 (from 1 vote)

De férias no Brasil, Mourinho continua em alta na Europa: Quanto mais odiado, mais desejado

29/12/2015 - 10:53 por

Alvo de brincadeira do Íbis, Mourinho já teria proposta oficial do poderoso Manchester United (Arquivo)

Alvo de brincadeira do Íbis, Mourinho já teria proposta oficial do poderoso Manchester United (Arquivo)

O badalado técnico português, José Mourinho, está curtindo férias no Brasil. Mesmo tendo feito péssima campanha no Campeonato Inglês e, em seguida, demitido do Chelsea, ele continua sendo especulado pelos grandes do futebol europeu. Mas como pode alguém com um temperamento tão forte e em baixa nos últimos tempos ser a possível solução para os problemas dos gigantes da Europa?

A primeira investida veio através do Real Madrid, onde Mourinho passou antes do próprio Chelsea e também teve saída conturbada, em meio aos resultados negativos contra o rival Barcelona. O “portuga” teria rejeitado nova oferta do clube madrileno, que tem como presidente Florentino Pérez. Por lá, Rafa Benítez continua sendo o técnico com menor índice de aceitação popular e segue oscilando no cargo.

Por último, o Manchester United, do contestado técnico holandês Louis van Gaal, já se mexeu para contratar o técnico que conquistou o carisma dos torcedores europeus. Dono de um currículo invejável, Mourinho já venceu a Liga dos Campeões pelo Porto, de Portugal, e pela Internazionale de Milão, da Itália. Também ganhou vários prêmios. Entre eles o de reinador do ano da Fifa, em 2010, quando ganhou a Uefa Champions League pelo clube italiano.

Pra onde Mourinho vai ainda não se sabe. O certo é que vários clubes do futebol europeu sonham em contar novamente com o seu trabalho. De fato mesmo é que até os clubes mais pitorescos lembraram de José Mourinho neste período. Foi o caso do Íbis, do interior de Pernambuco, Estado onde Mourinho inclusive passa férias com a família. No twitter do time, existe até um possível contrato já encaminhado ao técnico português, que seria considerado uma espécie de Wanderley Luxemburgo da Europa. Ame-o ou deixe-o!

Veja a seguir a proposta de contrato do Íbis para José Mourinho:

ibis

VN:D [1.9.22_1171]
Rating: +2 (from 2 votes)

Categoria: Futebol Europeu

Comentários

Enviar para o Kindle

No Italiano, Felipe Melo volta a mostrar porque é conhecido como ‘pitbull’, em jogo contra a Lazio

21/12/2015 - 8:32 por

Felipe Melo é conhecido por temperamento agressivo dentro de campo (Reprodução)

Felipe Melo é conhecido por temperamento agressivo dentro de campo (Reprodução)

Não é de hoje que o jogador Felipe Melo, da Internazionale de Milão apronta nos gramados pelo mundo. Nesse domingo (20), o ex-volante da Seleção Brasileira, que ficou famoso pela expulsão nas quartas de final da Copa do Mundo de 2010, ao dar um ‘pisão’ no holandês Arjen Robben, voltou a mostra suas garras ao aplicar uma voadora no argentino Lucas Biglia, da Lazio, em jogo do Campeonato Italiano.

O árbitro da partida não pensou duas vezes e tirou o cartão vermelho do bolso, mandando o brasuca mais cedo para os vestiários. Antes disso, o volante já havia cometido um pênalti infantil aos 40 minutos do segundo tempo.

Com influência direta dos lances do ‘pitbull’ a Internazionale perdeu o conforto na liderança do Campeonato Italiano. Em plena Milão, a Lazio venceu por 2 a 1 e embolou a competição.

A derrota em casa para o adversário da capital romana deixou a Inter com 36 pontos, apenas um a mais do que Fiorentina e Napoli, que venceram Chievo e Atalanta neste domingo, respectivamente. A Juventus agora também se aproxima, com 33 depois das 17 rodadas disputadas em 2015.

Confira no vídeo abaixo a voadora de Felipe Melo no argentino Lucas Biglia:

VN:F [1.9.22_1171]
Rating: 0 (from 0 votes)

Categoria: Campeonato Italiano

Comentários

Enviar para o Kindle

Segurança do metrô de Osaka tentou pedir silêncio à torcida do River Plate e…

18/12/2015 - 11:05 por

guarda riverComo não poderia deixar de ser,  os fanáticos torcedores do River Plate lotaram as ruas japonesas após a chegada do clube argentino para a disputa do Mundial de Clubes da Fifa.

Após derrotar o modesto Sanfrecce e garantir vaga na final do torneio, contra o Barcelona, os torcedores fizeram bastante festa no metrô. Durante a celebração, um segurança apareceu para tentar conter a empolgação, pedindo silêncio para a galera, mas até ele acabou “entrando na festa”.

OS CARA NÃO PARA™Segurança japonês pede para que os torcedores do River Plate, não façam barulho, vejam a reação dos torcedores perante o pedido de silêncio

Posted by O Canto das Torcidas on Quarta, 16 de dezembro de 2015

VN:F [1.9.22_1171]
Rating: 0 (from 0 votes)

Categoria: Arquivo

Comentários

Enviar para o Kindle

Resta um: único invicto das quatro divisões inglesas é o Brighton

16/12/2015 - 12:29 por

(Foto: Divulgação/Brighton)

Já são 21 jogos sem saber o que é derrota para o Brighton. (Foto: Divulgação/Brighton)

Apenas um time, nas quatro primeiras divisões inglesas, ainda não perdeu. Esse time é o Brighton & Hove Albion. Atualmente disputando a Championship, que equivale a Série B da Inglaterra, os comandados de Chris Hughton, disputaram 21 jogos, vencendo 11 e empatando dez, estabelecendo o maior início sem derrotas da história do torneio.

Com sua campanha invicta, os Seagulls lideravam a tabela até a última terça-feira (15). Entretanto, a equipe acabou tropeçando contra o QPR, fora de casa, e viu o Middlesbrough assumir a ponta.

No seu elenco, o Brighton possui alguns nomes conhecidos dos fãs de futebol. O mais ‘rodado’ deles é Bobby Zamora, que já passou por clubes como Tottenham, Fulham e West Ham, além da seleção inglesa. James Wilson, jovem atleta do Manchester United, é um dos que chamam atenção no plantel. O atacante já marcou duas vezes em quatro jogos. O zagueiro Lewis Dunk, um dos líderes da equipe, e o meia Kazenga LuaLua, ex- Newcastle, também chamam atenção.

Na próxima rodada da Segundona, líder e vice-líder se enfrentarão. O Brighton receberá o Middlesbrough, no Falmer Stadium. A partida acontece neste sábado (19). Dentro de casa, os Seagulls só sofreram sete gols, vencendo oito das dez partidas que disputaram. Dunk, expulso contra o QPR, é desfalque certo para os mandantes. Sem sombra de dúvidas, o duelo será um dos melhores do próximo final de semana.

VN:F [1.9.22_1171]
Rating: +1 (from 1 vote)

Categoria: Campeonato Inglês, Futebol Europeu

Comentários

Enviar para o Kindle

Com cinco jogadores, Bundesliga forma maior parte da “Seleção da Rodada”, eleita pelo Time de Fora

14/12/2015 - 19:31 por

O Time de Fora elegeu a seleção formada pelos jogadores que se destacaram nesse fim de semana, em seus respectivos campeonatos pela Europa. Desta vez, Paris Saint-Germain, Valencia, Bayer Leverkusen e Borussia Dortmund conseguiram emplacar mais de um nome. O clube francês massacrou o Lyon, por 5 a 1, abrindo 17 pontos para o vice-líder Angers no Francesão. O time alemão também goleou, em grande dia da dupla Chicharito e Kießling. O Valencia, na estreia de Gary Neville, apenas empatou. Já o Dortmund, diante da sua Muralha Amarela, goleou o Eintracht Frankfurt por 4 a 1.

Confira a seleção da rodada eleita pelo Time de Fora:

Goleiro: Jaume Domènech (Valencia) É bem verdade que não era a estreia que Gary Neville queria. Porém, o empate por 1 a 1 com o Eibar, serviu para mostrar o talento de Jaume Domènech para o jovem treinador. O goleiro, além de defender um pênalti, protagonizou umas das mais bonitas defesas da temporada e conseguiu sua vaga na nossa seleção.

Lateral-direito: Serge Aurier (PSG) O lateral marfinense marcou uma vez na goleada parisiense ante o Lyon por 5 a 1. Desde que chegou, Aurier não deu chances para seus companheiros e não largou mais a lateral do PSG. Veremos se o jogador irá se manter por aqui.

Lateral-esquerdo: Marvin Plattenhardt (Hertha Berlim) O versátil jogador do Hertha, que atua como lateral-esquerdo e zagueiro, fez grande partida na goleada do clube alemão, fora de casa, contra o caçula Darmstadt. De quebra, o defensor ainda marcou um dos quatro gols da equipe de Berlim.

Zagueiro pela direita: Matt Hummels (Borussia Dortmund) O ótimo Hummels abre a defesa de nossa seleção. O jogador, que talvez deixe o Borussia Dortmund na janela de inverno, mostrou segurança, além de marcar o seu golzinho, na goleada do BVB contra o Eintracht.

Zagueiro pela esquerda: Shkodran Mustafi (Valencia) Também da Alemanha vem o parceiro de Hummels. Mustafi retornou de lesão neste final de semana e mostrou que ainda está no ótimo nível que apresentava antes do problema. Bom reforço para a sequência de trabalho de Gary Neville.    

Meio-campista 1: Juan Cuadrado (Juventus)Cuadrado abre nosso meio-campo. O colombiano finalmente fez um bom jogo com a camisa bianconeri. Contra a Fiorentina, em partida complicada, o jogador teve atuação decisiva com um gol e uma assistência.

Meio-campista 2: Henri Mkhtaryan (Borussia Dortmund)Também com gol e assitência, Mkhitaryan conseguiu novamente figurar nossa seleção. O armenio vive ótima fase no Borussia.

Meio-campista 3: Ángel Di Maria (PSG) Hat-trick de assistências. Foi isso que fez Di Maria na grande vitória do PSG sobre o Lyon. O argentino serviu Aurier, Cavani e o brasileiro Lucas. Com a goleada, o time de Paris abriu impressionantes 17 pontos para os segundo colocado

Atacante 1: Zlatan Ibrahimovic (PSG) Assim como Mkhtaryan, Ibra também conseguiu sua dobradinha por aqui. O sueco marcou duas vezes no 5 a 1 do seu PSG.

Atacante 2: Javier Hernández (Bayer Leverkusen) Chicharito está sendo “o cara” em Leverkusen. O ‘Ervilhinha’ desta vez marcou três vezes, na surpreendente goleada contra o Borussia Mönchengladbach por 5 a 0. Será que tem torcedor do Manchester United sentindo falta do mexicano?

Atacante 3: Stefan Kießling (Bayer Leverkusen) O companheiro de ataque de Hernandez, Stefan Kießling, fecha nossa seleção. O centroavante alemão marcou duas vezes, além de servir seus companheiros em duas oportunidades.

VN:D [1.9.22_1171]
Rating: +1 (from 1 vote)

Categoria: Futebol Europeu, Seleção da rodada

Comentários

Enviar para o Kindle

Time de fora?

Time de Fora é o espaço online da arquibancada. Democratizando opiniões e sacadas, o blog traz plurais, engraçados e afiados pontos de vista do futebol cearense e do esporte em geral.