Conselheiros querem Clodoaldo no Leão

30/07/2011 - 17:12 por

Clodoaldo brilhou muito no Leão

Dizem os sábios do futebol que nada é melhor para reerguer um time do que um grande ídolo capaz de mobilizar toda a torcida. Não é novidade a situação complicada do Fortaleza na Série C do Campeonato Brasileiro. Depois de duas derrotas em dois jogos, técnico se aposentando, jogador chegando e saindo no dia seguinte, a torcida tricolor precisa de um bom motivo para manter a fé no acesso. E, num momento como este, um craque com história de sucesso no clube pode ser a solução.

Pensando assim, alguns membros do Conselho Deliberativo do Fortaleza, capitaneados por Leonelzinho Alencar, tentam trazer o Capetinha Clodoaldo de volta ao Pici. O baixinho possui talento incontestável, apesar do histórico de indisciplina existir na mesma proporção, e está disposto a ajudar o Fortaleza a superar as dificuldades. “Conversei com ele, que já está na Capital cearense com a família. É um desejo nosso trazê-lo de volta e a pendência é um entendimento com a presidência do Clube. Eu me comprometi a pagar o salário dele, que não será nada de absurdo. Acompanhei sua carreira na época do auge (em 2002 e 2003) e vejo que ele amadureceu. Clodoaldo é muito amigo do Carlinhos Bala e os dois têm, sem dúvidas, capacidade técnica para levar o Leão ao acesso”, aposta Leonelzinho.

De acordo com o presidente do Fortaleza, Osmar Baquit, a diretoria tricolor não participou de nenhuma movimentação sobre um possível retorno do Baixinho. “O Leonelzinho me telefonou hoje e estamos tentando uma conversa para amanhã (domingo, 31)”, informou o dirigente.

Segundo Leonelzinho, essa reunião pode ser decisiva, pois há a vontade do atacante em enfrentar quaisquer ‘fantasmas’ do passado. “Dizem que há mágoas do Ribamar Bezerra em relação ao Clodoaldo. Ele disse, e eu acredito, que uma conversa olho no olho pode acabar com qualquer ressentimento. Temos que pensar no que é melhor para o time e sei que o torcedor tricolor apóia o retorno do ídolo. Seria uma forma de lotar o Estádio Presidente Vargas e fazer o time crescer”, assevera o conselheiro

Campeão

No dia 18 de junho deste ano, o Capetinha sagrou-se campeão da segunda divisão do Campeonato Baiano, atuando pelo Juazeirense. Ele foi o vice-artilheiro do torneio, com seis gols marcados, dois a menos que Wagner Patrício, do vice-campeão Itabuna. No dia 22 de maio, o baixinho estreou pelo time baiano após ter treinado apenas duas vezes. O jogo era contra o Botafogo/BA e Clodoaldo marcou três vezes, na vitória por 4 a 2.

Texto: Guto Castro Neto (Editor do Caderno JOGADA/Diário do Nordeste)

 

Categoria: Arquivo

Comentários

Enviar para o Kindle

“Fortaleza tem um nome a zelar e uma torcida grande”

29/07/2011 - 23:55 por

Com status de salvador da pátria, o atacante Carlinhos Bala foi apresentado oficialmente, nesta sexta-feira (29), como novo reforço do Fortaleza.

Sem fugir de nenhum questionamento, Bala afirmou que recebeu algumas propostas, mas preferiu o projeto do Fortaleza. A demora para o acerto aconteceu pelo fato do jogador precisar viajar para Portugal, onde renovou um documento da filha, e deixou claro que quando voltasse fecharia com o clube. Porém, o presidente não retornou a ligação e o atacante pensou que o Tricolor havia desistido do negócio.

Sobre a situação do clube, Carlinhos Bala foi enfático e afirmou que “o Fortaleza tem um nome a zelar e uma torcida grande. O pensamento precisa ser por etapas e o de agora é o Guarany de Sobral”.

Conhecido como o “Rei de Pernambuco”, o atacante Tricolor fez questão de lembrar de um ex-jogador do Fortaleza na coletiva: Clodoaldo. “Fortaleza já tem um rei. O Clodoaldo fez história no futebol cearense, sempre gostei do futebol dele”. Quanto ao apelido “Bala”, Carlinhos explicou: “Estava no meu primeiro clássico como profissional, no jogo Santa Cruz e Náutico. Estávamos perdendo até o fim do segundo tempo, até que empatei e consegui virar o duelo”.

Categoria: Arquivo

Comentários

Enviar para o Kindle

Por que a torcida do Ceará ainda não lotou o novo PV neste Brasileirão?

29/07/2011 - 13:34 por

A possibilidade de ver o estádio Presidente Vargas lotado nos jogos do Ceará Sporting Club torna-se  remota se pelo menos dois aspectos apontados pelos torcedores forem levados em conta: a baixa procura por ingressos e a logística do sócio-torcedor. 

Entre as principais justificativas mencionadas pelos alvinegros para o não comparecimento ao PV estão os preços dos ingressos (R$ 40 e R$ 20, inteira e meia-entrada, respectivamente), insegurança, dificuldades para estacionar e comprar meia-entrada, desorganização nas filas, despreparo policial, majoração no valor dos produtos vendidos nas lanchonetes e a proibição do consumo de bebida alcoólica dentro da praça esportiva.

Lugares vazios no PV

Lugares ociosos

Somado a isso, a funcionalidade do programa de torcedores oficiais (Sócios) contribuiu para que a capacidade máxima do estádio não seja atingida. A questão é matemática e as explicações são variadas.

De acordo com o diretor administrativo do Ceará, Sérgio Costa, o Vozão tem aproximadamente 12 mil sócios adimplentes, estes possuem acesso garantido aos jogos. No entanto, avaliando a média de presença destes torcedores, evidenciada nos borderôs dos jogos  (dados contabilizados até a partida contra o América/MG), apenas 7500 comparecem ao estádio (veja os os borderôs no site da CBF). O restante dos bilhetes que não são utilizados não podem ser recolocados à venda. “Não podemos vender algo que já foi negociado antecipadamente. É um direito assegurado pelo nosso torcedor oficial”, declarou o administrador.

Mesmo que o restante dos ingressos não utilizados pelos sócios fossem disponibilizados para venda o estádio ainda não lotaria. A média de bilhetes vendidos aos demais torcedores é de 3500 ingressos, como ressaltou Paulo Veras, assessor de imprensa da Fã Clube, empresa que administra o programa de sócios do Ceará. “Colocamos à venda 5.800 ingressos aos torcedores e essa carga até agora não foi vendida”, declarou.

Torcida visitante

A quantidade de ingressos destinada para a torcida visitante, se for solicitado antecipadamente pelo clube adversário, é de no máximo 10% da capacidade total do estádio, segundo informou o vice-presidente do Ceará, Róbinson de Castro. “Até hoje não essa carga máxima não nos foi solicitada”.

Parte não liberada

Na parte abaixo das cabines de rádio, um setor com 600 cadeiras, por ser diferenciado, não está liberado para o uso da torcida. “É necessário uma divisória e isso está sendo providenciado em no máximo 30 dias”, se prontificou Evaldo Lima,  titular da Secretaria de Esportes e Lazer de Fortaleza (Secel).

Sem saber o motivo

Depois da partida entre Ceará x Atlético (PR), o presidente Evandro Leitão lamentou a ausência de um maior publico no estádio e se mostrou decepcionado com o torcedor alvinegro. “Eu lamento. Não sei o que é que está acontecendo. O ingresso não está caro para uma 1ª divisão e para o elenco que nós formamos. Eu particularmente esperava um retorno maior do nosso torcedor”, disse o dirigente.

YouTube Preview Image

 

Categoria: Arquivo

Comentários

Enviar para o Kindle

Fabrício é homenageado pelos 200 jogos com a camisa do Ceará

29/07/2011 - 11:55 por

De acordo com a contagem do Ceará, o zagueiro Fabrício completou na noite desta quinta-feira (28), na ocasião da partida contra o Atlético Paranaense, no estádio Presidente Vargas, 200 jogos vestindo a camisa alvinegra.

O ‘xerifão’ da zaga do Vovô, que há 3 anos está no clube, comentou sobre mais esta conquista em sua carreira: “É um momento de muita alegria. Graças a Deus eu consegui chegar a essa marca (200 jogos) dentro de um grande clube, que tem uma torcida maravilhosa, um grande presidente e que vem a cada dia crescendo mais”.

YouTube Preview Image

Elogios ao capitão

O presidente Evandro Leitão, o técnico Vágner Mancini e os jogadores Diego Sacoman e Marcelo Nicácio, além do goleiro Diego, falaram sobre como é trabalhar com o atual capitão da equipe do Ceará.

YouTube Preview Image

 

Categoria: Arquivo

Comentários

Enviar para o Kindle

Mancini avaliou a vitória de virada do Ceará; Nicácio comentou sobre os dois gols

29/07/2011 - 10:54 por

Depois da vitória do Ceará, de virada, por 2 a 1, diante do Atlético (PR), na noite desta quinta-feira (28), no estádio Presidente Vargas, o técnico Vágner Mancini comentou com otimismo o poder de reação da equipe Alvinegra e já prospectou a partida contra o Fluminense, no próximo domingo (31), no Engenhão.

“A vitória foi difícil mas o sabor é especial. Seria muito injusto se o Ceará não levasse os três pontos porque foi a equipe que mais buscou o gol”, avaliou o treinador.

Para o comandante alvinegro, a participação da torcida foi fundamental na reação do Vovô. “O Nicácio fez os gols mas o passe foi da torcida, que jogou junto com o time”.

Contra o Fluminense, Mancini ressaltou que não quer a equipe recuada e que a ofensividade seja mantida. “Não pedimos para os atletas jogarem defensivamente. Quero que a equipe encare o Fluminense, que faça um bom jogo e se empenhe ao máximo, que é o que a gente tem visto”, finalizou.

YouTube Preview Image

Nicácio comemora

Marcelo Nicácio saiu do banco de reservas para modificar a história da partida. Substituindo o companheiro Washington, foi do camisa 18 os 2 gols que garantiram a vitória alvinegra diante do Atlético (PR). Questionado se era um atleta ‘predestinado’, o atacante declarou: “Sou um cara trabalhador, abençoado por Deus. Deus tem me honrado, não só eu como todo o grupo do Ceará porque  todo mundo tem visto a mão de Deus sobre esse grupo”.

Durante a coletiva, Nicacio declarou: “Fico feliz por ter ajudado a equipe e estou aí de novo na briga sadia pela titularidade”, concluiu o centroavante do Ceará.

YouTube Preview Image

Categoria: Arquivo

Comentários

Enviar para o Kindle

Fortaleza devolve Gabriel Pimba ao Atlético/PR

29/07/2011 - 10:50 por

Direto do site do clube

Meia Gabriel Pimba é devolvido ao Atlético Paranaense

Gabriel chegou a treinar e dar entrevistas no Fortaleza. Foto: arquivo DN

O meio campista Gabriel Pimba, contratado por empréstimo junto ao Atlético Paranaense, não faz mais parte do elenco de profissionais do Tricolor de Aço. Jogador foi devolvido ao “Furacão” e retornou à Curitiba na madrugada de hoje (29).

Atleta foi avaliado pelos preparadores físicos e pelo fisiologista do clube, como de praxe acontece com todos os que chegam ao Pici. Como o resultado da avaliação mostrou que o atleta necessita de um período de tempo além do esperado para ficar em condições de jogo, a diretoria resolveu devolver o jogador ao seu clube de origem, tendo em vista que o Leão está disputando uma competição curta, que é a Série C.

Já o outro meia contratado, William Fabro, apresentou boa condição física, já tendo participado inclusive do treino técnico desta manhã. Com relação ao atacante Carlinhos Bala, que chegou ontem à noite, iniciou trabalhos físicos e em breve deve também participar dos treinos com bola.

Categoria: Arquivo

Comentários

Enviar para o Kindle

Thiago Humberto não enfrenta o Flu; Felipe Azevedo e Enrico na briga pela posição

29/07/2011 - 9:15 por

Felipe Azevedo foi titular contra o Atlético(PR)

O técnico do Ceará, Vágner Mancini, declarou que o meia Thiago Humberto segue fora da equipe para o embate do próximo domingo (30), diante do Fluminense, às 16h, no Engenhão, no Rio de Janeiro.

Thiago desfalcou o Vozão no embate contra o Atlético/PR e permanecerá no departamento médico tratando de uma contusão no tornozelo.

Contra os paranaenses, Felipe Azevedo assumiu a posição de titular, entretanto, a boa participação de Enrico, que entrou no decorrer do jogo, deixou o treinador alvinegro em dúvida.

A decisão sobre quem atuará no meio campo, ao lado do trio de volantes, só será definida na capital carioca.

Roger

O atacante Roger também não viaja para a Cidade Maravilhosa. De acordo com Mancini, é necessário que o atleta esteja no melhor da sua condição física para poder ser utilizado. “O Roger ainda não está no ponto ideal, então eu acho muito equivocado a gente usar um atleta que está chegando agora no clube e que ainda não teve a chance, até pela sequência de jogos, de se encaixar bem na equipe. Acho que não é hora de acelerar nada. Vamos deixar que naturalmente as coisas estão acontecendo”, declarou o técnico do Ceará.

Na sua opinião, qual o melhor jogador para ocupar a vaga deixada por Thiago Humberto? Opine

Categoria: Arquivo

Comentários

Enviar para o Kindle

Série C: alterações em jogos de Fortaleza e Guarany/S

28/07/2011 - 11:32 por

Direto do site da FCF

Série C do Brasileiro: Dois jogos do Guarany de Sobral sofrem alterações

A Confederação Brasileira de Futebol divulgou nesta quinta-feira (28/07), alterações em dois jogos do Guarany de Sobral pela Série C do Campeonato Brasileiro.

Jogo 14B – América/RN x Guarany/CE
De 28/08, às 16h, para o dia 27/08, às 15h15, no estádio Nazarenão, em Goianinha/RN (mantido).

Jogo 12B – Guarany/CE x Fortaleza/CE
De 20/08, para o dia 21/08, às 16h (mantido), no estádio Junco, em Sobral (mantido).

Categoria: Arquivo

Comentários

Enviar para o Kindle

Entre Aspas: conhecendo Gabriel Pimba

28/07/2011 - 10:13 por

Foto: FortalezaEC

Estilo de jogo: “Vim para ajudar o Fortaleza, fazer um bom trabalho e dar alegria à torcida. Espero poder corresponder a quem acreditou em mim. Meu estilo de jogo é ajudando os companheiros chegando ao ataque. Só preciso melhorar um pouco o condicionamento físico e ganhar ritmo de jogo. Hoje mesmo já iniciei os trabalhos e espero o mais breve possível ter oportunidade de entrar em campo”

Pressão: “Apesar de estar chegando em um momento delicado, a pressão pode ser boa, acho que bons jogadores chegam em situações difíceis e fazem a diferença. Eu jogo profissionalmente desde os 17 anos e isso já me trouxe alguma experiência, acredito que essa pressão não será um grande problema”

Categoria: Arquivo

Comentários

Enviar para o Kindle

Fábio Lopes deixa o Icasa e acerta com equipe do Japão

27/07/2011 - 22:01 por

Mesmo fazendo uma campanha irregular na Série B, o Icasa conseguiu chamar as atenções dos clubes estrangeiros e acaba de acertar o empréstimo do atacante Fábio Lopes ao Cerezo Osaka, do Japão.

A negociação aconteceu devido uma cláusula no contrato do jogador, que obrigava o Verdão a liberá-lo em caso de proposta estrangeira. A transação irá render 50 mil dólares aos cofres do time de Juazeiro.

A nova equipe de Fábio Lopes é comandada pelo brasileiro Levir Culpi desde 2007. Por lá, também será companheiro de ataque de Rodrigo Pimpão, que já vestiu a camisa do Vasco.

Na Série B, o Icasa segue com dificuldades, amargando a zona de rebaixamento, em 18º lugar. Já sem Fábio Lopes o Verdão encara o Bragantino, no sábado (30), às 16h, no Romeirão. O técnico Márcio Bittencourt também não deve contar com Sérgio Mota, que fechou com o clube após passagem pelo Ceará.

Categoria: Arquivo

Comentários

Enviar para o Kindle

Time de fora?

Blog sobre futebol da editoria Jogada, do Diário do Nordeste.

Autores