Charles rescinde com o Fortaleza; outros 2 acertam nesta sexta-feira

31/10/2013 - 22:21 por

Charles_Fortaleza

Diretoria pretender acertar novo vínculo com o zagueiro para 2014 (Foto: Fabiane de Paula)

Já visando 2014, a diretoria do Fortaleza continua trabalhando nos bastidores para montar um novo elenco. A primeira medida é acertar a dispensa dos atletas que não interessam para a próxima temporada e negociar a renovação com os que serão aproveitados.

Nesta quinta-feira (31), o Fortaleza acertou a rescisão com o zagueiro Charles, o 15º da lista de dispensas do Tricolor. A diretoria leonina, porém, mantém o interesse no atleta. Além de Charles, os também zagueiros Eduardo Luiz e João Gabriel, e o volante Esley receberão propostas para retornar ao Leão em 2014.

Jussimar e Adalberto são os próximos a negociar

O atacante Jussimar, um dos 10 jogadores do Leão com contrato para 2014, não deve permanecer no Pici. O atleta deve definir sua saída do clube ainda nesta sexta-feira (1º). Outro que também não interessa para o próximo ano é o zagueiro Adalberto.

Confira lista dos atletas que deixaram o Leão após a eliminação na Série C:

Zagueiros: Eduardo Luiz, João Gabriel, Fabrício e Charles
Laterais: Boiadeiro, Léo Rodrigues, Adriano Chuva e Marinho Donizete
Volantes: Esley, Peterson e Heleno
Meias: Guilherme Lazaroni, Celsinho e Jacskon Caucaia
Atacantes: Robert

Categoria: Arquivo

Comentários

Enviar para o Kindle

Gabi ‘Neymar’: meia do Caucaia, comparada a astro do Barcelona, é convocada para a Seleção Brasileira Sub-20

31/10/2013 - 20:45 por

Gabi posa com sua coleção de troféus. FOTO: LUCAS DE MENEZES

Gabi posa com sua coleção de troféus. FOTO: LUCAS DE MENEZES

Gabi ‘Neymar’. Guarde bem este nome, pois em breve, poderá ser um dos mais badalados no mundo do futebol feminino. Vencendo o preconceito por ser mulher e adorar jogar futebol, a pequena cearense de 19 anos brilha nos gramados do Estado e chega à Seleção Brasileira Sub-20.

Artilheira do Caucaia na Copa do Brasil. Campeã cearense com a Raposa da Região Metropolitana. Cobiçada por clubes do sul/sudeste e até do exterior, Gabi brilha e chama a atenção pela simplicidade e pelo talento com a bola nos pés. “Gosto de jogar. E hoje tenho meu sonho realizado”, diz, segura no sonho que persegue e contente por poder representar o Brasil na Seleção.

Gabi tem 19 anos mas já fala como gente grande. Ela conta que sofreu preconceito pelo fato de ser mulher e gostar de jogar futebol. “Eu chegava pra minha mãe e dizia: ‘mãe, estão me chamando de…”, faz uma pausa, lembrando dos adjetivos nada agradáveis que recebeu. Em seguida, emenda: “Me chamando disso, daquilo… Mas não vou desistir, porque gosto de jogar. E hoje tenho meu sonho realizado, de chegar à Seleção Brasileira”, enfatiza, frisando que não liga para as piadinhas de mal gosto que escuta.

Gabi já foi convocada em agosto para treinamentos e uma série de amistosos com a Seleção sub-20. Agora, em novembro, terá nova oportunidade de mostrar à comissão do técnico Adílson Santos que tem condições de defender o Brasil no Sul-Americano da categoria, ano que vem, no Uruguai.

Comparada a Neymar, a meia da Seleção se acha mais parecida com Kaká, do Milan. FOTO: LUCAS DE MENEZES

Comparada a Neymar, a meia da Seleção se acha mais parecida com Kaká, do Milan. FOTO: LUCAS DE MENEZES

Jogando com os meninos

A jovem revelação cearense começou a dar os primeiros chutes aos 7 anos, jogando nas ruas do bairro São João do Tauape, em Fortaleza. Vendo o pai jogar, surgiu o interesse. A garotinha jogava com os meninos e, por isso, não contava com o apoio da mãe coruja, a vendedora Regina Célia. “No começo, ela jogava com os meninos e eu não queria. Ela saía escondida. Mas aí um domingo eu fui assistir e disse: ‘Olha aí, a Gabi, no meio dos meninos!’. Mas ela disse : ‘mamãe, é meu gosto’. Aí eu aceitei”, relembra.

Gabi começou no futsal, onde aprendeu a arte do drible curto que deixa as defensoras enlouquecidas. Mas foi nos gramados de Santa Catarina que ganhou o apelido de ‘Neymar’.

Gabi encanta catarinenses e ganha nome de craque

A meia atacante recebeu um convite e foi jogar no Kindermann, de Santa Catarina. O time joga tanto salão quanto futebol de campo. “A gente estava jogando futsal, e eu correndo demais, pra um lado e pro outro e fazendo gol. Daí a gente foi jogar campo. Uma menina me chamou de ‘Gabi Neymar’ e daí pegou”, explica.

No Kindermann, Gabi chamou a atenção com seus gols e dribles. Mas a baixinha não conseguiu ficar longe da família e retornou para os braços da mãe, que tem medo de avião e não viajou para acompanhar Gabi. “Passei 6 meses e voltei, fiquei com saudade da família. Aí o Caucaia fez uma proposta pra mim e eu aceitei”, comenta, citando que por conta da carga de treinos, deixou a escola no 1º ano do Ensino Médio. “Pretendo concluir ainda”, planeja.

Destaque no Caucaia, Gabi chega à Seleção

E no Caucaia, veio o reconhecimento. Gabi foi artilheira do time na Copa do Brasil com 2 gols. Além disso, brilhou na conquista do Campeonato Cearense feminino 2013. Veio então, em agosto, a primeira convocação para compor a Seleção Brasileira Sub-20 que se prepara para o Sul-Americano da categoria em 2014, no Uruguai. E agora em novembro, a segunda convocação, para participar da terceira de quatro etapas preparatórias para o torneio.

“Eu nem acreditava. Estava em casa, sentada, quando recebi o telefonema do presidente (do Caucaia, Eudes da Silva Lima). E tô muito feliz. Só devo agradecer ao presidente, ao clube e às companheiras, pois não iria chegar onde cheguei sem a ajuda deles”, diz, citando que foi bem recebida na Seleção. “Conheço algumas das meninas lá, com quem joguei. Tinham umas 7 meninas do Kindermann. Brinquei muito com elas lá, foi legal”, garante, aos risos.

A jovem de 19 anos participará de treinos no RJ. FOTO: LUCAS DE MENEZES

A jovem de 19 anos participará de treinos no RJ. FOTO: LUCAS DE MENEZES

Nome de um, inspiração em outro

Apesar de ter como apelido o nome do camisa 11 do Barcelona, Gabi é fã mesmo de outro brasileiro, que joga no Milan. “Eu sempre gostei, e joguei com a camisa dele: Kaká. Meu estilo é mais o dele, eu acho. Sou o estilo de levar pra cima, do Neymar, mas no meio de campo, tenho o estilo do Kaká”, define. “Neymar é um ídolo, né? Mas cada um tem o seu futebol. Eu sempre me dediquei no meu e quero sempre subir, nunca pensar pra trás. Quando eu cheguei à Seleção, me botaram logo de titular no time. Gostaram de mim. Vou me dedicar a essa camisa sim”, afirma.

A jovem frisa também que se inspira em uma jogadora que foi eleita cinco vezes a melhor do mundo. “Me inspiro na Marta. Sempre achei uma boa jogadora. Joga muito, né? E eu assistindo, olhava e dizia: ‘mamãe, eu quero ser ela’. E mamãe dizia: ‘um dia você vai ser a Marta’. Se Deus quiser, vou me dedicar a isso”, admite.

Cabeça no lugar

A mãe garante que a filha tem tudo para brilhar, pela dedicação e pelos passos que dá também fora de campo. Com a “cabeça no lugar”, Gabi não se envolve com coisa s que possam atrapalhar sua carreira. “Ela sempre dizia que chegava numa Seleção e tá aí onde ela chegou. Eu converso com ela. Ela nunca deu trabalho. Não bebe, não sai. É só do treino pra casa. É uma boa filha. Fico muito feliz (de ver) onde minha filha chegou”, afirma Regina Célia, com os olhos marejados.

Para quem gosta de futebol, e tem sonho semelhante ao de Gabi, um recado da meia da Seleção: “Quero dizer para nunca desistir. Se alguém falar uma coisa com você, nunca baixe a cabeça. Vá até o final. Eu fui até o final e hoje estou aqui, sonho realizado, e vou defender essa camisa do Brasil”, finaliza.

Gabi viaja no próximo dia 13 de novembro para o Rio de Janeiro, ficando até o dia 25 do mesmo mês. A Seleção treinará na cidade de Pinheiral/RJ. Boa sorte, Gabi!

Confira entrevista com Gabi e alguns lances da atleta:

Categoria: Arquivo

Comentários

Enviar para o Kindle

Cearense Osvaldo está na seleção dos piores do Campeonato Brasileiro

31/10/2013 - 0:12 por

Osvaldo chegou a ser chamado de "Cristiano Osvaldo" no Tricolor, mas vem perdendo espaço. FOTO: FOLHAPRESS

Osvaldo chegou a ser chamado de “Cristiano Osvaldo” no Tricolor, mas vem perdendo espaço. FOTO: FOLHAPRESS

O São Paulo FC conseguiu retomar o caminho das vitórias com a chegada do técnico Muricy Ramalho. Jogadores como Rogério Ceni, Aloísio e PH Ganso retomaram o bom futebol e comandam o Tricolor, que é o líder do returno do Brasileirão.

Mas um jogador, que tem lugar cativo no coração dos cearenses, não conseguiu a mesma recuperação. Osvaldo é, pelos números do Troféu Armando Nogueira, o pior jogador da seleção dos piores do Campeonato até a 31ª rodada, de acordo com o blog Pombo sem Asa, do Globo.com.

As notas são dadas por jornalistas que assistem os jogos. A pontuação indica o time dos melhores em cada posição e, claro, dos piores também. Em baixa no São Paulo, Osvaldo possui média de 4,86 pontos, a pior média entre os 11 piores. O penúltimo jogador com menor pontuação na seleção dos pernas de pau é o lateral esquerdo do Náutico, Bruno Collaço, que marcou 4,97 em sua média.

Em agosto, o site Yahoo! Esportes trouxe outro dado negativo do baixinho: ele era, até a 13ª rodada, o recordista de dribles errados no Brasileirão.

Apesar destes dados, foi de Osvaldo o cruzamento para o gol da vitória do São Paulo sobre o Atlético Nacional/COL, pela Copa Sul-Americana, na última quarta-feira (30).

A seleção dos piores do campeonato é a seguinte:

Goleiro: Ricardo Berna (Náutico) – 5,7 pontos
Lateral direito: Maranhão (Náutico) – 5 pontos
Zagueiro direito: William Alves (Náutico) – 5,08 pontos
Zagueiro esquerdo: Leandro Euzébio (Fluminense) – 5,14 pontos
Lateral esquerdo: Bruno Collaço (Náutico) – 4,97 pontos
Primeiro Volante: Magal (Ponte Preta) – 5,15 pontos
Segundo volante: Ibson (Corinthians) – 5,19 pontos
Meia: Bottinelli (Coritiba) – 5,18 pontos
Meia: Carlos Eduardo (Flamengo) – 5,3 pontos
Atacante: Osvaldo (São Paulo) – 4,86 pontos
Atacante: Araújo (Goiás) – 5,08 pontos

Na sua opinião, o que Osvaldo precisa fazer para retomar o bom futebol?

Em tempo: este blogueiro torce (e muito!) pelo retorno do bom futebol de nosso baixinho o quanto antes! Bora, Osvaldo! Talento você tem, mah! Se garanta! 😉

Categoria: Arquivo

Comentários

Enviar para o Kindle

Líderes de torcida em miniatura: conheça as “Rosinhas”, grupo de dança infantil que inspira as arquibancadas em jogos de futsal

30/10/2013 - 0:21 por

Virou um espetáculo à parte, no Estado do Ceará, os intervalos dos jogos de futebol. Se os jogadores não empolgarem em campo, as Vovozetes, do Ceará, ou as Leoninas, do Fortaleza, se encarregam de encantar as arquibancadas com a beleza de sua dança. E isto, só para citar as duas principais torcidas do Estado.

E a arte da dança, que embeleza o espetáculo no PV ou na Arena Castelão, invadiu o ginásio Paulo Sarasate na noite da última terça-feira (29), na final do Campeonato Cearense de Futsal 2013, no intervalo do jogo entre Crateús e Horizonte. Uma arte ainda em lapidação, sendo plantada em 5 coraçõezinhos de menininhas que, no auge de seus 6, 7, 11 anos, já se dedicam a apoiar o esporte, os torcedores e os atletas através de seus passos de dança.

Certa de que a arte deve vir do berço, a empresária Lya Stephanie, de 28 anos, juntou uma meninada que adora dançar e criou o grupo das “Rosinhas“, formado somente por crianças, entre 6 e 11 anos.

“Eu sempre gostei de dançar e queria que minha filha seguisse os mesmos passos. Aí eu montei o grupo, só com sobrinhas, familiares”, conta Lya. À filha da empresária, somaram-se mais 3 sobrinhas e uma afilhada, Kelen Oliveira, a mais velha das Rosinhas, com 11 anos. “A madrinha me chamou, dizendo que ia montar um time de líderes de torcida. E eu adoro dançar, amo dançar, e aceitei. A gente ensaia na casa dela com o incentivo de dançar para se divertir”, diz a mini dançarina.

O grupo foi formado em agosto e costuma se apresentar durante as partidas do Santa Marta, time infantil de futsal do bairro Panamericano, na Capital. E já teve sua principal apresentação com apenas 2 meses de carreira: foram convidadas a apresentar os passos que aprenderam na final do Campeonato Cearense de Futsal. “A sensação é ótima, dá até uma vergonha, mas é muito legal dançar, principalmente ao lado das minhas primas”, disse Kelen.

E ainda deixam um recado: para celebrar o outubro rosa, mês dedicado à conscientização sobre a saúde da mulher, o grupo apresentou-se vestido com a cor do mês. “Elas estão de rosa para comemorar o outubro rosa, para incentivar a fazer o exame de mama, que é muito importante”, enfatiza a responsável pelas crianças.

Se um dia as meninas serão bailarinas profissionais, ou quem sabe futuras Leoninas ou Vovozetes, só o tempo dirá. O fato é que, ainda crianças, já inspiram quem gosta de arte e de esporte com sua dedicação e entusiasmo.

Confira a apresentação das Rosinhas na final do estadual de futsal:

Categoria: Arquivo

Comentários

Enviar para o Kindle

Guarany despacha Icasa no Romeirão e garante vaga na final da Taça Fares Lopes

29/10/2013 - 23:10 por

IcasaxGuarany

Bugre pega o Barbalha na final da Taça Fares Lopes (Foto: Normando Sóracles)

Vindo de uma derrota por 3 a 2 fora de casa na primeira partida da semifinal, o Icasa precisava vencer o Guarany de Sobral por um simples placar de 1 x 0 para avançar à final da Taça Fares Lopes. Mesmo com um time considerado misto, o Icasa foi todo ao ataque no início do jogo e abriu o placar logo aos 15 segundos, com o atacante Leandro.

Após o gol, o Verdão do Cariri manteve o ritmo intenso, porém não conseguiu furar o bloqueio rubro-negro. Apostando nos contra-ataques, o Cacique do Vale empatou o placar aos 32 minutos, com Danilo Pitbull, após pegar rebote do goleiro Mauro.

Para a etapa final, o time comandando por Sidney Moraes continuou a criar as melhores oportunidades. Do lado rubro-negro, porém, o goleiro Eliardo estava inspirado e fazia grandes defesas. Aos 17 minutos, os poupados Juninho Potiguar e Chapinha entraram no jogo, porém quem marcou foi o Guarany. Aos 21, André Cassaco foi derrubado na área. Na cobrança do pênalti, Márcio Tarrafas fez 2 a 1 para o time sobralense.

Poucos minutos após o gol da virada, o Cacique do Vale teve novo pênalti a seu favor. Márcio Tarrafas foi novamente para a cobrança e ampliou. O Verdão ainda chegou a diminuir aos 40 minutos, novamente com Lendro, mas o Bugre já estava com a vaga garantida.

Dessa forma, o Icasa volta toda as atenções para a Série B, competição que briga para chegar ao G4. Já o Guarany encara o Barbalha na final da Taça Fares Lopes. As datas das partidas ainda não foram divulgadas pela Federação Cearense de Futebol (FCF).

Categoria: Arquivo

Comentários

Enviar para o Kindle

Mesmo sob pressão, Osmar Baquit afirma que cumpre mandato e anuncia mudança na diretoria

29/10/2013 - 22:36 por

Osmar Baquit

Baquit permanece no Leão em 2014 (Foto: Kiko Silva)

Atualizada às 22h50

Após reunião na noite desta terça-feira (29) no Marina Park Hotel, o presidente do Fortaleza, Osmar Baquit, afirmou que permanece à frente do Leão do Pici na temporada de 2014. Durante o anúncio, um grupo de torcedores tricolores protestava em frente ao hotel pedindo a renúncia de Baquit.

O advogado Adailton Campelo foi aclamado, durante a reunião, como novo diretor de futebol do Tricolor.

A licença de Osmar Baquit vai até o dia 16 de novembro, quando o presidente retorna às atividades visando remontar o Fortaleza para a próxima temporada.

Confirma mais informações na edição do Caderno Jogada na próxima quarta-feira (30).

Categoria: Arquivo

Comentários

Enviar para o Kindle

Sem Mota, Sérgio Soares confirma Léo Gamalho no ataque do Ceará diante do Atlético/GO

29/10/2013 - 21:05 por

Léo Gamalho e Magno Alves

Léo Gamalho formará dupla de ataque com Magno Alves na sexta-feira (Foto: Kiko Silva)

As chances são mínimas, mas o Ceará ainda não joga a toalha. Precisando de, no mínimo, 5 vitórias nas próximas 6 rodadas para continuar sonhando com o acesso à Série A, o Vovô tem a obrigação de vencer o Atlético/GO na próxima sexta-feira (1), em Goiânia.

Para este duelo decisivo, o treinador Sérgio Soares não poderá contar com o ídolo alvinegro Mota. Expulso na última partida, o camisa 9 dará vaga a Léo Gamalho, que formará dupla de ataque com Magno Alves.

No treinamento desta terça-feira (29), o comandante do Vovô esboçou a equipe que irá pegar o Dragão fora de casa. Sem estarem 100% recuperados de lesão, o zagueiro Potiguar e o meia Rogerinho só trabalharam na primeira parte do coletivo, sendo poupados do restante do trabalho.

Diego Ivo e Thiago Humberto substituíram os atletas no fim do coletivo. Segundo a assessoria do clube, porém, tanto Potiguar quanto Rogerinho não preocupam e têm presenças confirmadas para a partida de sexta-feira. O único retorno para o duelo é o do volante Diogo Orlando, que fica à disposição após cumprir suspensão.

O provável time que irá a campo diante do Atlético/GO será: Fernando Henrique; Marcos, Potiguar, Gustavo e Vicente; João Marcos, Ricardinho, Rogerinho e Lulinha; Magno Alves e Léo Gamalho.

Categoria: Arquivo

Comentários

Enviar para o Kindle

FCF divulga tabela base do Campeonato Cearense 2014

29/10/2013 - 18:09 por

Fortaleza e Icasa

Leão estreia fora de casa e o Verdão do Cariri faz clássico com Guarani (J) (foto: Tuno Vieira)

Fortaleza, Icasa e Ferroviário já sabem quem são seus adversários na rodada de estreia do Campeonato Cearense 2014. A Diretoria de Competições da Federação Cearense de Futebol (FCF) divulgou, no fim da tarde desta terça-feira (29), a tabela base da competição.

O Leão inicia sua caminhada no Estadual contra o Quixadá (de volta à elite do Cearense) fora de casa. Em Juazeiro do Norte, Icasa e Guarani (J) se enfrentam no clássico regional.  Já o Ferroviário enfrenta o Crato e a equipe do Itapipoca vai medir forças com o Tiradentes. Todas as partidas acontecem no dia 5 de janeiro (domingo).

O Horizonte folga na primeira rodada. O Galo do Tabuleiro estreia no certame no dia 8 de janeiro, quando enfrenta o Tiradentes, fora de casa. Junto da tabela, a Diretoria de Competições também divulgou o Regulamento Específico da Competição (REC).

Lembrando que Ceará e Guarany de Sobral não participam da primeira fase do Campeonato Cearense de 2014. No mesmo período, Vovô e Cacique do Vale estarão disputando a Copa do Nordeste e só entrarão na campeonato Estadual na segunda fase.

Categoria: Arquivo

Comentários

Enviar para o Kindle

Choque de versões: Xaxá Produções rebate denúncias e afirma ter feito pagamentos

28/10/2013 - 22:20 por

Recibo

Documento diz que despesa com as FCF foram pagas (Foto: Reprodução)

Atualizada às 00h20

O presidente da Xaxá Produções, Fabiano Rodrigues, deu sua versão acerca da polêmica que girou nos bastidores da partida entre Portuguesa x Flamengo, no último domingo (27), na Arena Castelão. Segundo o empresário, todos os custos relacionados aos clubes e às federações (cearense e paulista) foram pagos, restando apenas um valor cobrado pela Arena, que, segundo Rodrigues, não será pago.

O presidente da empresa, em contato com a redação do jornal Diário do Nordeste, adiantou que os custos referentes ao quadro móvel, segurança, entre outras despesas administrativas e de logística, foram pagos ao final da partida. Já o valor referente a uma dívida com a Federação Paulista de Futebol (FPF), o empresário afirmou que R$ 45 mil foram adiantados (foto) à Federação Cearense de Futebol (FCF), responsável por repassar o valor à FPF. Ele, inclusive, enviou um comprovante do pagamento.

Em relação às despesas com a Arena Castelão, a versão da empresa é que R$ 70 mil foram pagos antecipadamente ao consórcio Galvão, que administra o estádio. O valor de 10% cobrado em cima da renda da partida foi um segundo pedido da Arena, que, de acordo com Fabiano Rodrigues, não vai ser pago.

Em nota, o consórcio disse não ter recebido pagamento algum. “Foram tomadas todas as medidas necessárias para resguardar os direitos da Arena Castelão diante do não pagamento das taxas acordadas pela empresa citada”, afirma a nota.

Mauro Carmélio esclarece o que ainda falta ser pago

O presidente da FCF, Mauro Carmélio, em contato com a reportagem, esclareceu quais dívidas a empresa ainda mantém após a realização da partida. Acerca dos R$ 45 mil repassados à sua federação, Carmélio confirmou o recebimento e esclareceu que o mesmo valor também deveria ter sido repassado à FPF, o que aconteceu parcialmente. Segundo ele, R$ 30 mil também foram pagos adiantadamente, restando ainda o envio de  cerca de R$ 15 mil à entidade paulista.

De acordo com o presidente da FCF, as outras dívidas da empresa Xaxá Produções são referentes ao pagamento de lanches dos funcionários que trabalharam na partida, somando R$ 5.145, além dos 10% da renda do jogo, que deveria ter sido repassada à Arena Castelão.

Confira mais informações na edição do Caderno Jogada do Diário do Nordeste da próxima terça-feira (29).

Categoria: Arquivo

Comentários

Enviar para o Kindle

Portuguesa x Flamengo deixa prejuízo para federações e Arena Castelão

28/10/2013 - 13:32 por

Pouco mais de 20 mil pessoas pagaram para assistir à partida que ficou no 0x0. FOTO: BRUNO GOMES

Pouco mais de 20 mil pessoas pagaram para assistir à partida que ficou no 0x0. FOTO: BRUNO GOMES

Atualizado às 19h10

Portuguesa, federações Cearense e Paulista de Futebol e Arena Castelão registraram, na noite do último domingo (27), um Boletim de ocorrência (B.O) contra a empresa Xaxá Produções, responsável pelo jogo entre Portuguesa x Flamengo, realizado também no domingo, na Arena Castelão. A acusação é de que a produtora teria desaparecido com os R$ 810.950,00 da renda da partida sem ter pago integralmente as cotas do clube paulista, das duas federações e do consórcio Arena. Segundo representantes da Lusa, empresários que trouxeram partida para Fortaleza tiveram prejuízo, mas prometeram quitar todas as dívidas.

Segundo o presidente da Federação Cearense de Futebol, Mauro Carmélio, a empresa responsável pelo vinda do evento para Fortaleza deixou de honrar com quase todos os compromissos financeiros pelos quais era responsável. “Deixaram de pagar os 10% da renda bruta do estádio, não pagaram parte dos 5% que deveria pagar à Federação Cearense de Futebol e à Federação Paulista de Futebol; não pagaram o hotel onde estavam hospedados, nem a ambulância e também não pagaram parte do quadro móvel”, contou.

O dirigente disse também que a Portuguesa é quem deve ser responsabilizada pelas dívidas deixadas pela promotora do evento. “Na parte esportiva e civil, quem deve responder pelo problema é a Portuguesa. Já comuniquei o ocorrido à CBF e à FPF. Com toda certeza, o caso deve ser encaminhado para o TJD (Tribunal de Justiça Desportiva), mas eu acredito que a Portugesa é quem deva se responsabilizar pelas dívidas”, completou.

Portuguesa diz que empresa teve prejuízo, mas que dívidas devem ser pagas em até 3 dias

De acordo com o Dr. Valdir Rocha, do departamento jurídico da Portuguesa de Desportos, o clube paulista já recebeu cerca de 90% da cota que havia sido acertada. O dirigente da Lusa afirmou ter conversado com os representantes da Xaxá Produções e disse que, em 3 dias, tudo deve ser resolvido. “Conversei com o responsável pela produtora e ele disse que houve um equívoco no tocante à previsão do público pagante do jogo. Ele pensou que fosse ter muito mais gente, o que não aconteceu. Houve um déficit orçamentário que não era previsto, mas eles (produtora) têm outras fontes de renda e eu creio que, em até 2 ou 3 dias, estará tudo resolvido”, disse o advogado, acrescentando que o público esperado pela promotora era de cerca de 30 mil pagantes.

Com relação à possibilidade da Portuguesa ter de arcar com os prejuízos, Dr. Valdir disse que o clube está ‘solidário’ com a situação e que sabe que a responsabilidade é do clube. “A Portuguesa é mandante da partida. É responsável por isso e sempre honrou com seus compromissos. Mas acredito que não vá ser necessário o clube pagar, pois temos uma cláusula contratual pesada com a produtora e acredito que eles não vão deixar de honrar com seus compromissos”, finalizou.

Hotel onde empresários ficaram hospedados alega não ter sofrido ‘calote’

De acordo com o gerente do hotel Iate Plaza, Wagner Restiv, até o momento, nenhum dos envolvidos na organização do jogo deixou o hotel sem quitar suas dívidas. O funcionário do estabelecimento afirmou ter acompanhado dirigentes da Portuguesa até o 2º DP, onde foi registrado o B.O, mas disse que estava apenas assessorando os cartolas do clube paulista. “Ontem (domingo) houve uma movimentação da Federação Cearense e da Portuguesa, devido um problema de pagamento com a organizadora do evento. Nós até fomos com eles até a delegacia, mas apenas para prestar assessoria ao pessoal da Portuguesa. Com relação às dívidas com o hotel, todos que estão saindo, estão pagando o seu consumo e tudo está acontecendo da melhor forma possível. Ainda faltam sair algumas pessoas, mas as que saíram até agora quitaram tudo direitinho”, afirmou o gerente.

Arena Castelão vai processar empresa

Em nota, a Arena Castelão disse que já foram tomadas todas as providências para ter seus direitos resguardados, diante do não pagamento das taxas, e que ingressará com uma ação judicial contra a empresa Xaxá Produções por quebra de contrato.  Ainda segundo a nota, a Portuguesa, como mandante da partida, é responsável pelo pagamento das despesas, taxas e demais valores apurados por ocasião do fechamento do borderô.  De acordo com a Arena, as federações Cearense e Paulista de Futebol devem relatar o ocorrido à CBF e a Lusa poderá sofrer sanções, caso a dívida com a entidade não seja paga.

A reportagem tentou contato com o empresário Fabiano Ribeiro Rodrigues, dono da Xaxá produções, mas não obteve sucesso.

Categoria: Arquivo

Comentários

Enviar para o Kindle

Time de fora?

Blog sobre futebol da editoria Jogada, do Diário do Nordeste.

Autores