Após anunciar saída, Rogerinho volta atrás e permanece no Ceará

28/02/2014 - 20:20 por

Foto: Kleber Gonçalves

Foto: Kleber Gonçalves

Após anunciar sua saída para o futebol chinês, o meia Rogerinho voltou atrás e vai permanecer no Ceará.

O atleta solicitou seu retorno ao elenco alvinegro 2 dias após se despedir de seus companheiros e pedir a liberação junto à diretoria alvinegra. “O jogador nos informou que desejava voltar ao clube e nós da diretoria achamos por bem aprovar”, explicou o vice-presidente do clube, Robinson de Castro.

Rogerinho, que está em sua 2ª passagem pelo Vovô, permanece com contrato válido até maio. Na última semana, o meia estava entregue ao Departamento Médico (DM) e não fez treino com bola. Por conta disso, ainda deve levar alguns dias para ficar a disposição nos jogos.

Categoria: Arquivo

Comentários

Enviar para o Kindle

Sorteio define que Ceará decidirá vaga fora de casa diante do América/RN

28/02/2014 - 16:59 por

Por ter recebido o terceiro cartão amarelo, Bill desfalca o Ceará no jogo de ida. Foto: Bruno Gomes

Por ter recebido o terceiro cartão amarelo, Bill desfalca o Ceará no jogo de ida. Foto: Bruno Gomes

A Confederação Brasileira de Futebol (CBF) sorteou, na tarde desta sexta-feira (28), os mandos de campo das semifinais da Copa do Nordeste que envolverão Ceará e América/RN.

Como as equipes tiveram campanhas idênticas, houve a necessidade do sorteio para decidir a ordem dos jogos. Assim, o Ceará mandará o jogo de ida, marcado para o dia 12 de março.

A volta acontece no dia 19/03, na Arena das Dunas, em Natal/RN. A outra semifinal acontece entre Santa Cruz e Sport.

O Vozão conseguiu a classificação após golear o Vitória/BA por 5 a 1, no PV, na noite desta quinta-feira (27). Na mesma data, o Mecão reverteu em casa a vantagem do CRB ao golear a equipe alagoana por 4 a 0.

Categoria: Arquivo

Comentários

Enviar para o Kindle

Com gol de cearense, time da Bulgária elimina Lazio e avança na Liga Europa

27/02/2014 - 19:51 por

Juninho Quixadá

Na Liga Europa, Juninho Quixadá já atuou em 6 partidas, marcando 2 gols (Foto: Divulgação / Liga Europa)

Com gol do cearense Juninho Quixadá, a equipe do Ludogorets, da Bulgária, eliminou a Lazio da Liga Europa ao empatar em 3 a 3, nesta quinta-feira (27), em Sofia (BUL). O duelo foi válido pela jogo de volta da 2ª fase. O desconhecido time do Leste Europeu havia vencido o primeiro jogo por 1 a 0.

Nesta tarde, o Ludogorets estava perdendo a partida por 3 a 2 até o gol salvador do meia-atacante cearense. O jogador de 28 anos entrou aos 39 minutos do segundo tempo e 4 minutos depois, empatou a partida, garantindo a classificação dos donos da casa.

O Jogo

No primeiro tempo, a Lazio chegou a fazer 2 a 0, com gols de Keita e Perea. Na etapa final, Roman Bezjak e Hristo Zlatinski empataram o placar para o Ludogorets. A partida na Bulgária ficou dramática. A Lazio precisava da vitória, enquanto o time da casa assegurava vaga na próxima fase com um empate.

Aos 37 minutos, o alemão Klose colocou a equipe italiana em vantagem e com a vaga na mão. Aos 43, Juninho Quixadá acertou chute dentro da área, empatando a partida e garantindo a classificação para os donos da casa.

Juninho Quixadá já conquistou três títulos pelo Ludogorets

Com passagens pelo Quixadá, Horizonte, Ferroviário, Tiradentes e Bragantino, Juninho Quixadá chegou ao Ludogorets em 2011, conquistando a Liga da Bulgária nas temporadas (2011/12 e 2012/13), além de faturar a Supercopa.

Recém-naturalizado búlgaro, o cearense natural de Senador Pompeu (apesar de Quixadá no nome) ainda tem contrato de um ano e meio com o Ludogorets. Na atual temporada do Campeonato Búlgaro, o jogador atuou em 15 partidas, marcando 3 gols. Na Liga Europa, o cearense já atuou em 6 partidas, com dois gols marcados.

Categoria: Arquivo

Comentários

Enviar para o Kindle

Rogerinho deixa o Ceará e vai para o futebol chinês

26/02/2014 - 15:16 por

Rogerinho está se transferindo para o futebol chinês. Foto: Rodrigo Carvalho / Agência Diário

Rogerinho está se transferindo para o futebol chinês. Foto: Rodrigo Carvalho / Agência Diário

O meia Rogerinho não é mais jogador do Ceará. O alteta, que estava em sua segunda passagem pelo alvinegro, tinha contrato até maio com o clube, mas uma proposta do futebol chinês antecipou sua saída de Porangabuçu.

Rogerinho chegou ao Vovô no meio do ano passado para as disputas da Série B. Durante todo o período em que esteve em Porangabuçu, o atleta recebeu questionamentos por parte da torcida, sobretudo por supostos exageros do jogador fora de campo.

A diretoria de comunicação do Ceará informou que a saída de Rogerinho foi amigável e que o clube não receberá nenhum valor pela transação.

Categoria: Arquivo

Comentários

Enviar para o Kindle

Fortaleza faz promoção de ingressos e determina meta para manter preços para sábado

25/02/2014 - 11:40 por

Foto: Kid Júnior

Foto: Kid Júnior

O torcedor tricolor que quiser acompanhar a estreia do Fortaleza no hexagonal do Campeonato Cearense pagará mais barato do que de costume. Pensando em um grande apoio da torcida, o Leão cobrará R$ 20,00 (inteira) e R$ 10,00 (meia) para as arquibancadas e R$ 100,00 (inteira) e R 50,00 (meia) para as cadeiras especiais.

Os ingressos já estão disponíveis no Pici e nas demais lojas credenciadas. Fortaleza e Guarani/J enfrentam-se nesta quarta-feira (26), às 20H20, no Estádio Presidente Vargas (PV).

Meta para manter preços

o presidente Osmar Baquit afirmou que, caso haja pelo menos 12 mil pagantes nesta partida, os preços serão mantidos para o jogo seguinte, sábado (1º/02), novamente no PV, agora diante do Icasa.

Categoria: Arquivo

Comentários

Enviar para o Kindle

Em protesto, torcida do Ferroviário invade sede do clube e ameaça dirigentes

24/02/2014 - 21:12 por

Ferroviário

Sede coral foi invadida e pichada por torcedores (Foto: Kid Júnior)

Após ter o rebaixamento confirmado neste domingo (23), o clima na Vila Elzir Cabral, sede do Ferroviário, ficou tenso. Torcedores organizados invadiram o local, picharam a sede e chegaram a ameaçar dirigentes e seus familiares. O presidente coral, Edmilson Júnior, já pensa em abandonar o cargo.

Cerca de 12 torcedores arrombaram o portão da sede do clube e pichavam livremente as paredes, quando atletas que moram na Vila pediram reforço policial. Nenhum dirigente, principal alvo dos torcedores, estava no local.

Após deixar ameaças gravadas nos muros, como “Diretoria Safada! Ou sai ou morre”, o grupo se deslocou à casa onde mora a mãe do presidente coral. Segundo Edmilson Júnior, este foi um dos momentos de maior medo da sua vida.

“Foram até a casa da minha mãe. Atingir o seu maior patrimônio, que é sua família, nos faz ter uma reflexão. Eu tive o pior medo da minha vida”, disse o dirigente, que prometeu se reunir com o restante da cúpula coral para tomar uma decisão acerca do seu futuro no clube.

Irregularidades em adversários serão averiguadas

Conforme questão que o vereador e ex-presidente do Tubarão da Barra, Carlos Mesquita, levantou nesta segunda-feira (24), atletas podem ter atuado irregularmente neste Campeonato Cearense, o que livraria, pela segunda vez nos últimos 3 anos, o Ferroviário de ser rebaixado à Série B.

Segundo apurou o ex-presidente, o nigeriano Henry Kanu, que atuou na competição pelo Guarani de Juazeiro, teria jogado sem o visto de trabalho que lhe é necessário. Além dele, outros atletas teriam pendências a serem pagas por punições no Estadual de 2013.

Jogadores do Guarani/J penalizados diante do Guarany de Sobral, na semifinal do Cearense 2013, estariam devendo cestas básicas a que foram obrigados a custear, além de algumas taxas, como é o caso do meia Djalma, que defendeu o Itapipoca na atual temporada.

O presidente coral, que revelou ter conhecimento superficial sobre as denúncias, afirmou que o clube irá averiguar a situação. E caso tenha fundamento, o Ferroviário irá buscar os seus direitos.

“Há uma denuncia, e a gente cabe pelo menos o trabalho de averiguar. Não posso é afirmar que A ou B está irregular”, disse o dirigente, que fez uma ressalva. “Se nos beneficiar, sou totalmente favorável. Mas não é uma coisa saudável para a história do clube, pois será a segunda vez que acontece. Isso nos leva a uma reflexão do motivo de tantas circunstâncias negativas”, desabafou.

Categoria: Arquivo

Comentários

Enviar para o Kindle

Ceará e Fortaleza têm entendimentos divergentes quanto à suposta irregularidade de Assisinho

24/02/2014 - 14:35 por

Logo após a polêmica sobre a suposta irregularidade de Assisinho diante do Guarany/S, o Ceará tornou público um documento, assinado pelo presidente do TJDF-CE, Jamilson de Morais Veras, convertendo a punição de 1 jogo ao atleta em cestas básicas.

O documento é de 10/01, um dia antes da partida entre Ceará e Barbalha, pela Taça dos Campeões.

Veja:


Ceará acredita que documento libere atleta

No entendimento do advogado alvinegro, Clarke Leitão, como o post anterior mostrou, a conversão em cestas básicas deixa regularizada a situação do atacante. O clube alega que o jogador não teria que cumprir a suspensão automática por o regulamento da FCF e da CBf são diferentes, afirmando que a automática teria que ter sido paga em 2013, não valendo para 2014.

Fortaleza avalia situação, mas contesta versão alvinegra

Em contato com o blog, o diretor jurídico do Fortaleza, Daniel de Paula Pessoa, afirmou que acabara de tirar uma cópia do processo, sem ter tido tempo ainda de analisá-lo com calma.

No entanto, o clube afirma entender que a conversão em cestas básicas da suspensão do TJDF não significa que o atleta não precisaria cumprir a suspensão automática. “Estive na FCF e tirei cópia do processo. Vou analisar. O que eu vi é que ele (Assisinho) foi apenado em 1 jogo, e não cumpriu essa suspensão. A legislação desportiva diz que o presidente do Tribunal não pode converter as penas que não sejam provenientes de julgado, ou seja, se ele tivesse sido penalizado em 3 jogos, ele só poderia converter 2 jogos em cestas básicas, porque a automática é da regra do jogo. Para se ter uma ideia, mesmo que ele tivesse sido absolvido no TJDF, ele teria que cumprir automática. Basta fazer uma analogia ao André Santos (Flamengo). Inclusive o Barbalha pode alegar isso e pedir a Taça (dos Campeões)”, adiantou.

“Mas o Fortaleza ainda não tomou uma posição oficial sobre o caso. Vamos analisar e nos pronunciamos mais tarde”, concluiu.

Categoria: Arquivo

Comentários

Enviar para o Kindle

Polêmica: Assisinho pode ter sido escalado irregularmente. Ceará nega

24/02/2014 - 12:42 por

Assisinho foi expulso na partida em que o Fortaleza, seu antigo clube, foi eliminado justamente pelo Ceará, clube atual do atacante. Foto: Kiko Silva

Assisinho foi expulso na partida em que o Fortaleza, seu antigo clube, foi eliminado justamente pelo Ceará, clube atual do atacante. Foto: Kiko Silva

O Ceará Sporting Club pode ter problemas nos tribunais devido à suposta escalação irregular de um jogador na partida deste domingo (23), diante do Guarany de Sobral, no Junco. Isto porque Assisinho não cumpriu uma suspensão automática referente à uma expulsão em sua última partida no Estadual 2013, em 12/05/2013, quando ainda defendia as cores do Fortaleza Esporte Clube.

Assisinho foi expulso aos 29 minutos do 2º tempo da partida de volta da semifinal do Campeonato Cearense 2013, quando o Ceará venceu o Fortaleza por 3 a 1. Após um carrinho por trás em Diogo, o árbitro Almeida Filho o expulsou diretamente (vide súmula).

Como o Fortaleza, clube pelo qual Assisinho atuava, não disputou a Copa Fares Lopes, nem nenhuma outra competição organizada pela FCF, o atleta teria que cumprir a suspensão automática no Estadual desse ano, mesmo por outro clube.

Possível irregularidade

Por Assisinho ter atuado no empate do Ceará contra o Guarany de Sobral (entrou na segunda etapa, no lugar de Leandro Brasília), o clube alvinegro poderá ser levado ao Tribunal, correndo risco de perder 4 pontos (3 pela irregularidade e mais 1 pelo ganho com o empate).

Para que o clube seja julgado, no entanto, é necessária a denúncia por parte de algum clube, para que a procuradoria do TJDF-CE avalie o caso e decida se há infração, ou seja, se leva a denúncia à frente ou não.

A defesa do alvinegro

Procurado pelo blog, o advogado do Ceará, Clarke Leitão, afirmou que Assisinho não atuou irregularmente. “Ele tinha sido julgado pelo TJDF e apenado. Pedimos a conversão da pena. A (suspensão) automática ele não precisa pagar por ser de outro campeonato”, argumentou.

Em sua conta no Twitter, o presidente alvinegro, Evandro Leitão, comentou o caso: “Sobre a situação do Assisinho, temos a certidão que comprova a situação regular. A pena foi convertida em pagamento de cestas básicas”.

> Ceará e Fortaleza têm entendimentos divergentes quanto à suposta irregularidade de Assisinho

O que diz a lei

Pela expulsão, Assisinho foi julgado pelo TJDF-CE e apenado apenas em 1 partida, o que geralmente não permite a conversão.

De acordo com o Código Disciplinar da Fifa, artigo 38, em caso de expulsão, a punição deve ser cumprida na partida oficial posterior.

O Regulamento Geral das Competições 2014, publicado no site da FCF, afirma em seu artigo 33, enciso 2º: “O atleta suspenso pela Justiça Desportiva, após o término do campeonato cumprirá a suspensão na competição oficial subsequente, ou poderá requerer junto ao TJDF/CE a conversão da mesma nos termos do § 1º do artigo 171 do CBJD”.

Segundo o artigo 171 do Código Brasileiro de Justiça Desportiva (CBJD), enciso 1º: “Quando a suspensão não puder ser cumprida na mesma competição, campeonato ou torneio em que se verificou a infração, deverá ser cumprida na partida, prova ou equivalente subsequente de competição, campeonato ou torneio realizado pela mesma entidade de administração ou, desde que requerido pelo punido e a critério do Presidente do órgão judicante, na forma de medida de interesse social”.

No entender do autor do post, ambos os artigos citados acima não se referem à suspensão automática, mas à punições impostas pela Justiça. Direito também é interpretação. Vamos aguardar o decorrer dos fatos.

Categoria: Arquivo

Comentários

Enviar para o Kindle

25º jogo das “Peruas” mantém tradição do pré-carnaval no São João do Tauape

23/02/2014 - 15:20 por

"Atletas" deixam o preconceito e o machismo de lado e se transformam nas "Perigosas Peruas". FOTO: WILSON MEDEIROS

“Atletas” deixam o preconceito e o machismo de lado e se transformam nas “Perigosas Peruas”. FOTO: WILSON MEDEIROS

Irreverência e carnaval. Dois termos praticamente indissociáveis, são as marcas registradas do tradicional jogo das “Peruas”, brincadeira pré-carnavalesca que ocorre anualmente no campo do Interacional, bairro São João do Tauape, em Fortaleza.

O evento, realizado sempre uma semana antes do carnaval, teve início em 1989 e, este ano, chega à sua 25ª edição. A brincadeira congrega não apenas moradores do bairro, mas residentes de comunidades vizinhas, como Aerolândia, Pio XII e Lagamar. O desafio confronta a equipe das “Perigosas Peruas” contra o time dos “Arranjados”, um grupo de amigos também residente na região.

Tão tradicional quanto a própria partida é o desfile das “Peruas”, onde os jogadores do time anfitrião desfilam, vestidos de mulher, pelas principais ruas do bairro. Os moradores, de carro ou a pé, acompanham a movimentação até o local da partida, tudo num clima carnavalesco e pacífico.

Mas se, fora de campo, as peruas dão uma goleada de alegria, dentro dele a história é diferente. Vitória dos “Arranjados” por 2×0;  gols de Felipe e Marinho. Assim como tem acontecido nos anos anteriores, o “incoveniente” visitante joga água no chopp dos donos da festa.

O resultado, entretanto, não importa para nenhuma das duas equipes. A partir do apito final do árbitro, o que vale mesmo é a festa, que corre num clima de muita animação e que invade a noite ao som das tradicionais marchinhas de carnaval.

Categoria: Arquivo

Comentários

Enviar para o Kindle

Com ótima campanha na 1ª fase, Fortaleza busca manter aproveitamento e voltar a ser campeão cearense

22/02/2014 - 11:16 por

Ícone Campeonato CearenseHá 3 anos sem conquistar o título estadual, o Fortaleza aposta suas fichas no time da atual temporada. Após desfilar na primeira fase, o Tricolor do Pici entra na segunda fase do Campeonato Cearense confiante em voltar a ser campeão cearense.

Devido ter conquistado a liderança da 1ª fase, o Leão já inicia o hexagonal com 2 pontos. O time, comandado por Marcelo Chamusca, foi soberano no início da competição. Até a 17ª rodada, o Fortaleza venceu 12 das 15 partidas disputadas, além de 3 empates. Invicto, o Tricolor de Aço soma um aproveitamento de 86.7%.

O último título estadual leonino foi em 2010, quando o Fortaleza conquistou seu tetracampeonato. Em 2014, o objetivo tricolor é evitar que o seu maior rival, o Ceará, seja tetra novamente.

Rotatividade marcou o Leão na primeira fase

Fortaleza

Fortaleza segue invicto no Cearense (foto: Kid Júnior)

Devido ao insano ritmo de jogos, o que marcou o Fortaleza na primeira fase do estadual foi a grande rotatividade pela qual passou o elenco. 29 jogadores foram testados durante a competição.

E os atletas em destaque também foram muitos. O quarteto de frente do Leão, formado por Edinho, Marcelinho Paraíba, Waldison e Robert, marcou 28 dos 46 gols da equipe na competição. Além deles, dois garotos da base mostraram bastante potencial: o volante Walfrido e o atacante Romarinho.

Mesmo após muito revezamento, pode-se definir o time base do tricolor para o hexagonal com: Luis Henrique; Tiago Cametá, Luís Gustavo, Eduardo Luiz e Fernandinho; Guto, Walfrido, Edinho e Marcelinho Paraíba; Waldison e Robert.

Categoria: Arquivo

Comentários

Enviar para o Kindle

Time de fora?

Blog sobre futebol da editoria Jogada, do Diário do Nordeste.

Autores