Líderes de torcida em miniatura: conheça as “Rosinhas”, grupo de dança infantil que inspira as arquibancadas em jogos de futsal

30/10/2013 - 0:21 por

Virou um espetáculo à parte, no Estado do Ceará, os intervalos dos jogos de futebol. Se os jogadores não empolgarem em campo, as Vovozetes, do Ceará, ou as Leoninas, do Fortaleza, se encarregam de encantar as arquibancadas com a beleza de sua dança. E isto, só para citar as duas principais torcidas do Estado.

E a arte da dança, que embeleza o espetáculo no PV ou na Arena Castelão, invadiu o ginásio Paulo Sarasate na noite da última terça-feira (29), na final do Campeonato Cearense de Futsal 2013, no intervalo do jogo entre Crateús e Horizonte. Uma arte ainda em lapidação, sendo plantada em 5 coraçõezinhos de menininhas que, no auge de seus 6, 7, 11 anos, já se dedicam a apoiar o esporte, os torcedores e os atletas através de seus passos de dança.

Certa de que a arte deve vir do berço, a empresária Lya Stephanie, de 28 anos, juntou uma meninada que adora dançar e criou o grupo das “Rosinhas“, formado somente por crianças, entre 6 e 11 anos.

“Eu sempre gostei de dançar e queria que minha filha seguisse os mesmos passos. Aí eu montei o grupo, só com sobrinhas, familiares”, conta Lya. À filha da empresária, somaram-se mais 3 sobrinhas e uma afilhada, Kelen Oliveira, a mais velha das Rosinhas, com 11 anos. “A madrinha me chamou, dizendo que ia montar um time de líderes de torcida. E eu adoro dançar, amo dançar, e aceitei. A gente ensaia na casa dela com o incentivo de dançar para se divertir”, diz a mini dançarina.

O grupo foi formado em agosto e costuma se apresentar durante as partidas do Santa Marta, time infantil de futsal do bairro Panamericano, na Capital. E já teve sua principal apresentação com apenas 2 meses de carreira: foram convidadas a apresentar os passos que aprenderam na final do Campeonato Cearense de Futsal. “A sensação é ótima, dá até uma vergonha, mas é muito legal dançar, principalmente ao lado das minhas primas”, disse Kelen.

E ainda deixam um recado: para celebrar o outubro rosa, mês dedicado à conscientização sobre a saúde da mulher, o grupo apresentou-se vestido com a cor do mês. “Elas estão de rosa para comemorar o outubro rosa, para incentivar a fazer o exame de mama, que é muito importante”, enfatiza a responsável pelas crianças.

Se um dia as meninas serão bailarinas profissionais, ou quem sabe futuras Leoninas ou Vovozetes, só o tempo dirá. O fato é que, ainda crianças, já inspiram quem gosta de arte e de esporte com sua dedicação e entusiasmo.

Confira a apresentação das Rosinhas na final do estadual de futsal:

Categoria: Arquivo

Enviar para o Kindle

Posts relacionados

blog comments powered by Disqus

Time de fora?

Blog sobre futebol da editoria Jogada, do Diário do Nordeste.

Autores