O revés de Mancini: a noite em que o esquema não deu certo

26/05/2011 - 15:47 por

As rédeas da carroça foram puxadas. O Ceará ficou recolhido em campo nesta quarta-feira (25) contra o Coritiba. A intenção do técnico Vágner Mancini era jogar no contra-ataque, mas parece que não entrou com o esquema correto.


Quando chegou para assumir o Ceará, a torcida já estava encucada com o esquema defensivo de Dimas Filgueiras, mas foi o que a torcida viu contra o Coritiba, quando até Geraldo recuou.

Além de um time retrancado, Mancini não utilizou de jogadores rápidos para puxar o contra-ataque. Na verdade, hoje o Alvinegro só conta o meia-atacante Osvaldo para realizar esta função e na última noite demorou para entrar.

Já no fim do jogo, Mancini resolveu colocar todos os atacantes, mas sem nenhum articulador para armar jogadas. Nicácio, Washington e Júnior, todos jogadores de área e pouco velozes.

O Ceará precisava ontem de jovialidade, alguém que arriscasse mais. Atualmente o Vozão é o time com maior média de idade da série A (29,9 anos). Além disso não conta com nenhum jogador da categoria de base entre os principais jogadores.

Não considero ‘medo’, a postura do Ceará contra o Coritiba, mas faltou ousadia do técnico Vágner Mancini, que aliás é responsável pela boa fase do clube. Bastaria um gol.

Gostou da análise? Faça também sua crítica! Aproveite também para seguir esse blogueiro no Twitter.

Categoria: Arquivo

Enviar para o Kindle

Posts relacionados

blog comments powered by Disqus

Time de fora?

Blog sobre futebol da editoria Jogada, do Diário do Nordeste.

Autores