Blog de Turismo

Categoria: Serviços turísticos


14:30 · 26.02.2014 / atualizado às 14:30 · 26.02.2014 por

Festa, aglomerações e diversão fazem parte do nosso Carnaval. Mas é em períodos como esse que as chances de perda de documentos e objetos são maiores. Dos que são entregues aos Correios (400 mil), apenas 5% retornam aos donos. Para solucionar esse problema, a startup Tenhodono (www.tenhodono.com.br) criou um serviço colaborativo de achados e devolvidos. Assim, o usuário pode esquecer a superstição para São Longuinho e pular Carnaval mais tranquilo.

Mas como funciona? Primeiro, o usuário compra etiquetas no site ou varejo e escolhe os documentos (CPF, RG e CNH, por exemplo) que deseja proteger. Depois, ele os cadastra no serviço e descreve as características dos itens marcados no sistema. Numerações e marcações, tudo é válido nessa hora. O mesmo processo serve para objetos.

As etiquetas possuem a frase: “Achou? Ligue para devolver”, seguida de telefones e site da startup. Segundo a Tenhodono, com esta medida, a taxa de retorno de utensílios sobe para 85%. Toda a logística é feita por ela, sem qualquer contato entre quem encontrou o item e o dono.

“As etiquetas vêm com ID para identificar itens. Para documentos, elas possuem uma película protetora; já para objetos, elas são resinadas para maior durabilidade”, comenta Bruno Neiva, idealizador da Tenhodono.

Os preços partem de R$ 9,90 para quatro etiquetas Standard, e R$ 19,90 para Express. Esse último confere benefícios como a troca da etiqueta e devolução gratuita e em até 72 horas pelo Correios.  A parceria logística que engloba a coleta e envio com os Correios estende-se a todo o Brasil. Adicionalmente, a Tenhodono já possui postos próprios de coleta em Goiânia, terra de seus fundadores.

O plano de expansão da empresa pretende, por exemplo, oferecer essas unidades de recolhimento em outras cidades. Está marcada para fevereiro a chegado ao Rio de Janeiro para atender a população durante o Carnaval. As demais capitais e cidades-sede da Copa do Mundo devem receber os postos em breve.

Lançado em dezembro de 2013, o serviço já conta com quase 3 mil cadastrados. Em 2014, serão lançados aplicativos para as plataformas Android e iOS. Com eles, será possível ver dados de sua conta, comprar etiquetas e encontrar pontos de coleta mais próximos.

 

08:23 · 07.02.2014 / atualizado às 08:23 · 07.02.2014 por

O SnowOnline.Com acaba de inaugurar um novo segmento de viagens no país. O portal é o primeiro e-commerce do Brasil especializado em pacotes de destinos de neve nos Estados Unidos e no Canadá. O diretor de marketing do SnowOnline.Com e especialista em turismo de neve, Armando de Aguinaga, apresenta nove dicas para a melhor prática de esqui.
1 – Use capacete. Apesar de não ser obrigatório para adultos, o uso do capacete é indicado sempre, para todas as idades e níveis de dificuldade.
2 – Faça aulas com instrutores qualificados, principalmente se você é um esquiador de primeira viagem. É o melhor investimento em uma estação de ski. As aulas não são baratas, mas você vai aprender muito mais rápido e aproveitar muito mais a sua viagem de uma forma segura. Se você tenta aprender por conta própria, você gasta tempo e energia e adquire vícios difíceis de corrigir. Investir dinheiro nas aulas é ganhar tempo nas férias e esquiar de modo muito mais garantido e proveitoso.
3 – Faça um seguro-viagem que possa cobrir mais de US$ 50 mil (cerca de R$ 115 mil) por acidente. Este é um item importante que te protege de qualquer eventualidade. Caso a pessoa se machuque e seja atendida no pronto-socorro local ou no hospital, normalmente, ela poderá acionar o seguro.
4 – Se informe a respeito da sinalização das pistas. Não existe um controle técnico para a prática do esqui. As pistas são separadas por cores e cada uma delas representa um nível de dificuldade. As montanhas de várias partes do mundo usam o mesmo padrão de cores para indicar esses níveis: as pistas verdes são recomendas para iniciantes; as azuis, para quem já tem nível intermediário. As pistas para esquiadores avançados são marcadas com a cor vermelha. Existem, ainda, as pistas de cor preta, recomendadas apenas para especialistas no esporte.
5 – Respeite as sinalizações. Na montanha, vale tanto quanto nas estradas. Se há uma placa pedindo para reduzir a velocidade, mudar o trajeto, não ir adiante daquela linha, etc, respeite a sinalização, pois isso tem um motivo para estar ali.
6 – Mantenha-se nas pistas. Todas as principais montanhas do mundo têm dezenas, centenas de pistas de todos os tipos, tamanhos e níveis. Não há necessidade de se aventurar fora das pistas, onde o terreno não foi preparado para a prática do esporte e onde não há patrulhamento das equipes de socorro.
7 – Fique atento ao fechamento das pistas. Normalmente, as pistas são fechadas uma hora antes de escurecer, justamente para que haja tempo de todo mundo descer da montanha e chegar embaixo com segurança. Existem montanhas com esqui noturno, com iluminação em algumas pistas, como, por exemplo, Steamboat e Keystone.
8 – Respeite o seu limite. Como tudo na vida, conhecer os seus limites e ter cuidado em uma pista de ski é muito importante. Não há porque você se aventurar naquela pista muito inclinada, cheia de bumps se você ainda não tem nível técnico suficiente. Agir dessa forma desgasta com o seu preparo físico e aumenta o risco de acidentes.
9 – Seja prudente. Todo o esquiador deve ter a cautela para não pôr sua vida em risco. Conhecer seus limites e respeitar a natureza do esporte são cruciais para uma boa atividade esportiva na neve. Esquio e ando de snowboard desde o fim da década de 1980 e desde então só sofri uma lesão séria praticando os esportes, quando rompi três ligamentos no ombro durante um salto.

15:48 · 10.12.2013 / atualizado às 15:48 · 10.12.2013 por

O Beach Park oferece mais um serviço para seus clientes: é o hotsite Férias Para Recordar (http://feriaspararecordar.com.br/) no qual é possível programar sua viagem ao destino turístico e ter a melhor e mais completa experiência de férias.

No Férias Para Recordar, o cliente seleciona em um quiz, as alternativas de perfil de férias que ele deseja. Após responder algumas perguntas, é oferecido um roteiro completo com atividades não apenas no Beach Park, mas também na cidade de Fortaleza. Dentro do roteiro, o cliente terá a indicação de qual o resort é o indicado para o seu perfil.

Ao terminar o roteiro, se o usuário for cadastrado, poderá alterar suas atividades, personalizar o roteiro e imprimir. Caso não tenha o cadastro, as informações serão apresentadas como um perfil de sugestão.

O diferencial do Férias Para Recordar é que o usuário pode ter informações sobre tudo o que há no Beach Park e, baseado no seu perfil, direciona para um dos quatro resorts (Suítes Beach ParK Resort, Wellness Beach Park Resort, Oceani Beach Park Resort e Acqua Beach Park Resort) e para atividades específicas tanto nos resorts como no parque aquático e praia.

O objetivo desse novo serviço é mostrar que o Beach Park é um destino completo com parque aquático, resorts e praia, onde se pode ter diversão, tranquilidade e também muita adrenalina.

O Beach Park, localizado a 20 minutos de Fortaleza, na praia do Porto das Dunas, é considerado um dos principais complexos turísticos da América Latina. O local, que recebe anualmente mais de 1,3 milhão de visitantes de diversos lugares do mundo, é composto Suites Beach Park Resort, com 182 apartamentos; Acqua Beach Park Resort, com 225 apartamentos; Oceani Beach Park Resort, com 131 apartamentos; Wellness Beach Park Resort, com 360 apartamentos; Beach Park, o melhor parque aquático da América Latina; e pelo Beach Park Praia, uma área de lazer e turismo com lojas, restaurante, café e lanchonete.

Por conta do potencial turístico da região, o Beach Park tem investido na ampliação do Complexo, com o desenvolvimento de novos equipamentos e serviços para oferecer opções inéditas de entretenimento e lazer.

15:31 · 10.12.2013 / atualizado às 15:31 · 10.12.2013 por

As secretarias de Turismo de Pernambuco, do Recife e de Olinda assinaram o Termo de Compromisso para Assinatura do Convênio da Linha de Turismo Recife-Olinda Tour. Pelo documento, os três órgãos se responsabilizam pela implantação e fiscalização da linha turística, que percorrerá os principais atrativos turísticos das duas cidades. O passo seguinte será a realização de um “chamamento público” que avaliará a melhor proposta da linha de turismo a ser implantada em abril de 2014.

A Recife-Olinda Tour funcionará todos os dias da semana, percorrendo um trajeto de 43,8 km em duas horas e meia, saindo a cada 30 minutos do Parque Dona Lindu, na capital pernambucana, até a Igreja do Carmo, no sítio histórico de Olinda. Ao todo, serão 23 paradas exclusivas para a linha de turismo a fim de dar maior fluidez ao trânsito e comodidade aos passageiros, que poderão embarcar e desembarcar quantas vezes quiserem ao longo do dia. As paradas estarão integradas às ciclofaixas e às futuras estações do projeto de navegabilidade do Rio Capibaribe.

O serviço será oferecido por seis ônibus double deck com capota retrátil, plataforma de acessibilidade para cadeirante e compartimento para bicicletas. O andar inferior será climatizado, oferecerá assentos para gestantes, obesos e idosos e terá capacidade para 17 passageiros enquanto o andar superior comportará 57 pessoas. Além do sistema de áudio em português, inglês e espanhol, os passageiros contarão com um guia trilíngue em cada ônibus e uma audiodescrição, destinada às pessoas cegas ou com baixa visão.

Os bilhetes custarão em média R$ 45,00, poderão ser usados em um único dia e serão vendidos pela internet, nos hotéis, shoppings, Aeroporto do Recife, Terminal Integrado de Passageiros (TIP), Terminal Marítimo de Passageiros, agências de viagens, no próprio ônibus e em quiosques a serem criados especificamente para este fim.

A Linha de Turismo Recife-Olinda Tour é o resultado de um trabalho de dois anos de pesquisa que englobaram estudos de viabilidade técnica-financeira, consultas às companhias de tráfego das duas cidades e concessionárias de energia e telefonia, além de visitas técnicas. “Após conhecermos as experiências no Brasil e no exterior, fizemos uma pesquisa com turistas e moradores do Recife e de Olinda para aferirmos o grau de interesse deste serviço. Mais de 88% dos entrevistados demonstraram favoráveis à linha de turismo”, explica o secretário de Turismo de Pernambuco, Alberto Feitosa. “Esta mesma pesquisa apontou os atrativos turísticos mais procurados e a partir dela fizemos o roteiro”, acrescenta Feitosa.

 

Pesquisar

Blog de Turismo

Diário do Nordeste
Posts Recentes

01h07mPraia é o principal atrativo do turista da Copa

01h07mRio de Janeiro realiza feira de negócios do Carnaval

10h07mSala de Exposição do Acquario será inaugurada amanhã

02h07mTurismo revela perfil do turista brasileiro na Copa

02h07mBeach Park é o segundo melhor parque aquático do mundo

Ver mais

Tags

Categorias
Blogs