Busca

17:51 · 10.05.2016 / atualizado às 17:51 · 10.05.2016 por
Ameaça terrorista para Festival de Cannes
Ameaça terrorista para Festival de Cannes

Um alarme de emergência disparou na tarde desta terça (10), levando o Palais du Festival, sede da mostra de cinema de Cannes, a ser evacuado. O festival, o mais importante do gênero, começa nesta quarta (11).

“Senhoras e senhores, por favor deixem o prédio, com calma. O prédio tem de ser evacuado por problemas técnicos”, dizia o alerta. O palácio que não estava cheio quando isso ocorreu, por volta das 16h30 (hora local), e o público (jornalistas, em sua maioria) saiu tranquilamente. O retorno só foi liberado meia hora depois.

A 69ª edição do Festival de Cannes, que trará à cidade do sul da França diretores como Woody Allen, Steven Spielberg e Pedro Almodóvar, começa sob medo de um ataque terrorista. Cerca de 500 seguranças extras foram convocados para este ano e outras 500 câmeras de segurança instaladas.

Há pouco menos de seis meses, em novembro, Paris foi alvo do maior ataque terrorista de sua história, que resultou na morte de mais de 130 pessoas.

As preocupações com a segurança levaram o organizador da mostra Quinzena dos Realizadores, sessão paralela à programação de Cannes, a reduzir de 19 para 18 o número de filmes exibidos.

10:49 · 10.05.2016 / atualizado às 10:49 · 10.05.2016 por
Em sua visita a Asia Obama irá até Hiroshima
Em sua visita a Asia Obama irá até Hiroshima

O presidente americano, Barack Obama, fará uma histórica visita à cidade de Hiroshima durante uma visita à Ásia, este mês, informou a Casa Branca nesta terça-feira (10).

Será a primeira visita de um presidente americano em exercício a uma das duas cidades arrasadas pelas bombas atômicas jogadas pelos Estados Unidos, em agosto de 1945.

Hiroshima foi atingida em 6 de agosto e Nagasaki, três dias depois.

Obama vai a Hiroshima na companhia do primeiro-ministro japonês, Shinzo Abe, em uma viagem que já estava prevista à Ásia, entre 21 e 28 de maio -o americano também irá ao Vietnã.

Em 2009, em um discurso em Praga em que defendeu um mundo sem armas nucleares, Obama disse que se sentiria “honrado” em poder visitar Hiroshima e Nagasaki, em algum momento de seu mandato na Casa Branca.

No mês passado, o secretário de Estado, John Kerry, foi a Hiroshima, disse que Obama gostaria de ir à cidade, mas não sabia dizer se haveria tempo para a visita.

Sobreviventes da bomba atômica e outros moradores de Hiroshima dizem ter mais expectativas a respeito de progressos no descarte de armas nucleares que sobre um pedido de desculpas dos americanos.

A Casa Branca descartou a possibilidade de Obama se desculpar pelo bombardeio em Hiroshima.

 

10:46 · 10.05.2016 / atualizado às 10:46 · 10.05.2016 por
Repercute no mundo ataque a faca que aconteceu na Alemanha
Repercute no mundo ataque a faca que aconteceu na Alemanha

Nesta terça-feira (10), um homem atacou com uma faca quatro passageiros na estação de trem de Grafing, em Munique, na Alemanha.

 

Uma das vítimas, um homem de 50 anos, morreu.

Segundo testemunhas, o autor do ataque teria gritado “Alá é grande” antes de atacar as pessoas de maneira indiscriminada na estação. O suspeito teria sido detido ao lado da estação de Grafing, segundo a CNN.

V

11:31 · 09.05.2016 / atualizado às 11:31 · 09.05.2016 por

 

Presidente Filipino parece ser defensor do esquadrão da morte
Presidente Filipino parece ser defensor do esquadrão da morte

Parece que estamos novamente na era do fascismo na política. Enquanto os Estados Unidos se adaptam ao avanço de Donald Trump, as Filipinas, sua ex-colónia e aliada de longa data, está a assistir ao avanço do seu próprio fenômeno populista, o candidato presidencial Rodrigo Duterte.

 

Duterte conduz uma moto, faz graças sobre violações, e é o favorito nas presidenciais desta segunda-feira (9) nas Filipinas, levando uma liderança sólida, mas ainda não garantida, sobre os seus rivais, com relações fortes à elite política e do espetáculo.

As eleições estão a ser sobretudo combatidas no campo das questões internas, como a criminalidade, a corrupção, a pobreza e os transportes. Estão em causa anos de avanços econômicos consistentes, conseguidos durante a presidência de Benigno Aquino III.

Para muitos filipinos, Duterte é o candidato da mudança. Há muito tempo que a política filipina é um assunto de família, com clãs oligarcas dominando a vida pública e frequentemente, a privada. O atual Presidente Aquino é filho de uma antiga Presidente. O sucessor que escolheu, Manuel Roxas, é neto de um antigo Presidente. Entre os possíveis vice-presidentes, está Ferdinand Marcos Jr., filho do antigo ditador do país.

Duterte vem do Sul, da zona menos desenvolvida do país, e passou mais de duas décadas à frente da cidade de Davao, em Mindanao, onde se diz que patrulhava as ruas numa Harley-Davidson, tentando combater o crime. Quando um jornalista da revista Time o visitou em 2002, Duterte estava a beber brandy com uma pistola de calibre .38 à cintura. Para os seus apoiantes, ele é diferente dos outros.

08:25 · 07.05.2016 / atualizado às 08:26 · 07.05.2016 por
Navio misterioso navega sem ninguén a bordo
Navio misterioso navega sem ninguén a bordo

Foi na Libéria, que vários moradores de Robertsport notaram a chegada de um navio na costa do país. O estranho é que o Tamaya 1, que segundo o The Guardian está registrado no Panamá, não tinha ninguém a bordo.

 

“A nossa melhor aposta é que o dono do navio abriu falência e não tinha dinheiro para pagar à tripulação. E, por isso, a mesma abandonou o navio”, disse uma fonte da autoridade do porto nacional marítimo.

O navio de 64 metros foi visto pela última vez no dia 21 de abril, perto da Gâmbia e do Senegal e, segundo o site de tráfego da marinha, a sua rota indicava que se dirigia para o porto de Dakar.

Apesar de já existirem supostas teorias que o navio podia ter sido assaltado por piratas, “o declínio no preço do petróleo e a forte campanha militar contra piratas do mar, diminui o assalto a navios”, afirma o The Guardian.

08:21 · 07.05.2016 / atualizado às 08:21 · 07.05.2016 por
Libano homenageia Michel Temer com nome de praça
Libano homenageia Michel Temer com nome de praça

Uma praça em homenagem ao vice-presidente Michel Temer está pronta e deve ser inaugurada em breve na cidade de Btabooura, no norte do Líbano. A informação é da coluna Painel, da Folha de S. Paulo, deste sábado (7). Segundo a BBC Brasil, cerca de US$ 100 mil teriam sido gastos na construção. A cidade já tem uma “Rua Michel Tamer” (com essa grafia).

De ascendência libanesa, Temer visitou a cidade de 700 habitantes em 1997, como presidente da Câmara dos Deputados, e em 2011, já como vice de Dilma Rousseff. A família de Temer emigrou da cidade para o Brasil em 1924. Dezesseis anos depois, ele nasceu em Tietê (SP).

O prefeito da cidade, Bassam Barbar, manifestou apoio ao peemedebista.”Nós acompanhamos de perto pela televisão e sabemos da rejeição e acusações que ele enfrenta no Brasil. Mas estamos ao lado dele até o fim. Se Deus quiser, o próximo presidente da República do Brasil será Michel Temer”, disse ele à BBC Brasil em abril deste ano.

“A maioria das pessoas aqui, principalmente os jovens, estuda e trabalha em Beirute (capital do Líbano, a 75 km dali) ou até mesmo fora do país, e é natural que tenhamos este sentimento por um filho daqui, mesmo que em seu país ele enfrente rejeição ou acusações”, afirmou Barbar.

10:20 · 06.05.2016 / atualizado às 10:20 · 06.05.2016 por
PAPA FRANCISCO É AGORA CIDADÃO PAULISTA
PAPA FRANCISCO É AGORA CIDADÃO PAULISTA

O Papa Francisco agora é cidadão paulistano. A Câmara concedeu ao líder da Igreja Católica a mais alta honraria do Legislativo municipal. De acordo com a imprensa um vereador viajou até o Vaticano, em Roma, para entregar o título de Cidadão Paulistano e disse que pagou do próprio bolso os custos da viagem.

 

O parlamentar foi recebido na Praça de São Pedro, porque o Papa Francisco não realiza audiências privadas, a não ser com chefes de Estado. O papa se deteve por cerca de oito minutos para ouvir o representante do município e teria dito, ao receber a homenagem: “Que belo”.

A proposta de concessão do título ao Papa Francisco foi aprovada neste ano por causa de seu compromisso com o meio ambiente e de sua postura humanista.

10:16 · 06.05.2016 / atualizado às 10:16 · 06.05.2016 por
Concêrto foi realizado nas ruinas de Palmira
Concêrto foi realizado nas ruinas de Palmira

O maestro russo Valeri Guerguiev (amigo do presidente russo Vladmir Putin), que dirige o lendário teatro Mariinsky, o Kirov da época soviética em São Petersburgo levou nesta quinta-feira (5) a Música “Devolve a Vida a Seus Velhos Muros”  no anfiteatro romano da cidade síria de Palmira, declarada patrimônio da humanidade pela Unesco por sua riqueza arqueológica.

 

No mesmo palco em que o Estado Islâmico (EI) degolava seus prisioneiros há apenas um mês, Guerguiev, de 63 anos, apresentou um concerto ante 400 espectadores.

O ato cultural celebrado entre as ruínas tomadas pelo Estado Islâmico foram tomadas de volta pelo Exército do regime sírio com apoio russo. O show foi realizado para homenagear as vítimas dos terroristas, ao mesmo tempo que uma exaltação do papel decisivo da Rússia no conflito, país cujos técnicos em explosivos retiraram há pouco tempo as minas semeadas pelo EI no recinto arqueológico.

 

18:39 · 04.05.2016 / atualizado às 18:39 · 04.05.2016 por
Um crocodilo na Carolina do Sul, Estados Unidos, invadiu  o  alpendre de uma residencia e tocou a campainha
Um crocodilo na Carolina do Sul, Estados Unidos, invadiu o alpendre de uma residencia e tocou a campainha

Imagens mostram a ‘invasão’ de uma residência na Carolina do Sul (EUA) por um crocodilo, que parece tentar tocar a campainha.

 

A ocorrência foi presenciada por Gary Ridge, um vizinho que passeava com seu cão perto da casa e registrou o momento aterrorizante.

De acordo com o Gary, o animal não foi agressivo. Ele relata que no começo o crocodilo tentou chegar na piscina da casa, mas depois resolveu tentar entrar pela porta da frente.

Quando a dona da casa, Jamie Bell, regressou do trabalho e soube o que tinha acontecido, ficou incrédula.

18:35 · 04.05.2016 / atualizado às 18:35 · 04.05.2016 por
Rstados Unidos e Russia acertam cessar fogo na Síria
Rstados Unidos e Russia acertam cessar fogo na Síria

Os Estados Unidos e a Rússia concordaram em estender a trégua na Síria para incluir no cessar-fogo a cidade de Aleppo, palco de violentos combates, informou o departamento de Estado americano.

“Desde que isso entrou em vigor a 00H01 de Damasco, vimos uma diminuição da violência nessas áreas”, afirmou o porta-voz Mark Toner.

Moscou e Washington já haviam alcançado na semana passada um acordo para o “congelamento” das hostilidades durante 24 horas prorrogado duas vezes em Ghouta Oriental e na província de Latakia, que continua sem registro de novos confrontos.

Intensos combates em Aleppo, no norte da Síria, e bombardeios da aviação do regime contra regiões rebeldes a leste da capital, ilustravam nesta quarta-feira a dificuldade das grandes potências de promover um novo cessar-fogo.

Desde a retomada das hostilidades, em 22 de abril, na segunda maior cidade do país, 284 pessoas, incluindo 57 crianças e 38 mulheres, morreram na violência, segundo o OSDH (Observatório Sírio dos Direitos Humanos).

A cidade está dividida desde 2012 e a nova escalada de violência fez 156 vítimas do lado rebelde, quase que exclusivamente em ataques do regime, e 128 vítimas em bombardeios rebeldes contra setores controlados pelo governo.

COMBATES VIOLENTOS

Nesta quarta (4), três civis foram mortos quando um foguete caiu em um bairro controlado pelo governo, segundo a agência de notícias oficial SANA.Os confrontos diretos foram retomados na terça-feira, quando uma coalizão de grupos rebeldes, “Fatah Halab” (“A conquista de Aleppo”) lançou uma ofensiva nos bairros controlados pelo regime.

São “os combates mais violentos em Aleppo em mais de um ano”, indicou o diretor do OSDH, Rami Abdel Rahman. Os confrontos continuaram durante a noite com tiroteios e ataques aéreos, de acordo com um correspondente da AFP.

“Eu não acredito que os ataques aéreos vão parar, porque a decisão não está nas mãos do presidente Bashar al-Assad, mas nas de seu aliado russo”, declarou Mahmud Sendeh, um militante rebelde de 26 anos.

CESSAR-FOGO

No dia anterior, a Rússia afirmou que esperava um cessar-fogo “nas próximas horas” em Aleppo.

“Russos e americanos (…) tentaram introduzir um regime de silêncio (cessação das hostilidades) em e entorno de Aleppo”, afirmou nesta quarta a repórteres o porta-voz militar russo, Igor Konashenkov, em Hmeimim, uma base aérea onde as forças russas estão estacionadas na província de Latakia (oeste). Mas “o regime de silêncio foi impedido pela Frente Al-Nosra”, indicou, referindo-se ao ramo sírio da Al-Qaeda na Síria.

Rússia e Damasco justificaram assim a ofensiva lançada em Aleppo em 22 de abril, que acabou com a trégua estabelecida entre o regime e os rebeldes, mas que excluía grupos jihadistas, tais como o Estado Islâmico e a Frente Al-Nosra.

“O problema é que todo mundo tem uma visão diferente do cessar-fogo. O regime e os russos consideram que a partir do momento em que há membros da Al-Nosra, mesmo que apenas 2%, todo o resto é Al-Nosra também. Esta não é a nossa visão”, declarou uma fonte diplomática europeia.