Categoria: Cinturão


10:39 · 10.10.2018 / atualizado às 10:41 · 10.10.2018 por
Daniel Cormier se tornou campão dos pesado ao vencer Stipe Miocic em julho deste ano (foto: AFP)

A semana pós-UFC 229 começou e continua bem agitada, a começar pelo anúncio da luta principal do UFC 230, que será realizado no dia 3 de novembro, em Nova York (EUA). Daniel Cormier, campeão de duas categorias (meio-pesado e pesado), irá defender o cinturão da divisão até 120kg contra Derrick Lewis, que bateu o russo Alexander Volkov por nocaute no último sábado.

Conor McGregor foi mal no UFC 229 (foto: AFP)

Outro fato que agitou a principal organização de MMA do mundo foi a “dança das cadeiras” no ranking do evento. Isso porque a principal estrela do Ultimate, o “falastrão” Conor McGregor, despencou na lista peso-por-peso e agora ocupa apenas a 8ª posição entre os melhores lutadores da organização. Por outro lado, o russo Khabib Kurmagomedov, algoz do irlandês, assumiu seu posto (2º).

 

Quem se deu bem foi o brasileiro Jussier Formiga, que subiu no ranking da categoria peso-mosca, depois da vitória do último sábado, sobre Sergio Pettis. O potiguar aparece agora na 2ª colocação, que tem o ex-campeão Demetrious Johnson como 1º e Henry Cejudo, atual dono do cinturão, liderando a tabela. Formiga, inclusive, já pediu ao Ultimate por uma revanche contra Cejudo, que o venceu há três anos.

Outra luta que foi remarcada pela organização será o duelo entre a ex-campeã peso-palha Joanna Jedrzejczyk e Valentina Shevchenko, pelo cinturão peso-mosca, que agora irá acontecer no UFC 231 em Toronto, Canadá, no dia 8 de dezembro. A baixa da vez ficou por conta do americano Dustin Poirier, que se machucou e deixou a luta com Nate Diaz no UFC 230. A organização ainda trabalha para definir um substituto.

03:31 · 13.12.2015 / atualizado às 09:17 · 13.12.2015 por
Foi a sexta vitória por nocaute do irlandês no UFC (Foto: Reprodução)
Foi a sexta vitória por nocaute do irlandês no UFC (Foto: Reprodução)

A luta mais aguardada do MMA mundial teve seu desfecho conhecido na madrugada deste domingo (13), no Cassino MGM, em Las Vegas. De forma surpreendente, o ‘falastrão’ irlandês Conor McGregor nocauteou o brasileiro José Aldo em apenas 13 segundos de luta e se tornou o novo campeão dos pesos-penas do UFC.

Já no início do combate, Aldo tentou tomar a iniciativa com um cruzado, mas acabou sendo atingido por um forte golpe de encontro que o levou ao chão já totalmente apagado. Com isso, o árbitro paralisou a luta dando a vitória ao irlandês por nocaute.

Após a derrota, José Aldo foi aos prantos e não segurou a decepção. Ainda no octógono, o brasileiro pediu imediatamente uma revanche.

“Ele jogou um direto no meu peito, eu esperava isso, e quando eu fui atacá-lo, ele acertou um bom direto, foi isso. Acho que depois dessa luta, a gente tem que partir para uma revanche.”, disse José Aldo

McGregor chegou a sua sétima vitória seguida no Ultimate, sendo a sexta por nocaute. “Ele é poderoso e rápido, mas precisão bate poder, e tempo bate velocidade. Eu sinto pelo José, ele foi um grande campeão, ele merecia durar mais tempo, mas precisão bate o poder, e timing bate a velocidade. É só isso que é preciso. Ninguém aguenta essa mão esquerda”,  afirmou McGregor após receber o cinturão

Weidman cai diante de Rockhold

José Aldo foi o segundo campeão a deixar escapar o cinturão no UFC 194. Antes dele, o algoz do Anderson Silva, o americano Chris Weidman foi derrotado pelo seu compatriota Luke Rockhold, por nocaute técnico, na categoria dos pesos-médios.

Confira  todos os resultados do UFC 194

CARD PRINCIPAL
Conor McGregor venceu José Aldo por nocaute aos 13s do R1
Luke Rockhold venceu Chris Weidman por nocaute técnico aos 3m12s do R4
Yoel Romero venceu Ronaldo Jacaré por decisão dividida (29-27, 29-28, 29-28).
Demian Maia venceu Gunnar Nelson por decisão unânime (30-26, 30-25, 30-25).
Max Holloway venceu Jeremy Stephens por decisão unânime (30-27, 30-27, 29-28).

CARD PRELIMINAR
Urijah Faber venceu Frankie Saenz por decisão unânime (29-28, 29-28, 30-27)
Tecia Torres venceu Jocelyn Jones-Lybarger por decisão unânime (triplo 30-27)
Warlley Alves venceu Colby Covington com uma guilhotina aos 1m26s do R1.
Léo Santos venceu Kevin Lee por nocaute técnico aos 3m26s do R1.
Magomed Mustafaev venceu Joe Proctor por nocaute técnico aos 1m54s do R2.
Yancy Medeiros venceu John Makdessi por decisão dividida (29-28, 28-29, 29-28).
Court McGee venceu Márcio Lyoto por decisão unânime (30-27, 29-28, 29-28)

 

14:07 · 06.09.2015 / atualizado às 14:13 · 06.09.2015 por
Esta foi a sétima defesa de título do norte-americano (Foto: Reprodução UFC Brasil)
Esta foi a sétima defesa de título do norte-americano (Foto: Reprodução UFC Brasil)

Demetrious Johnson cravou seu lugar como um dos campeões mais dominantes da história do UFC. Neste sábado (5), na luta principal do UFC 191, o rei do peso-mosca usou sua velocidade, técnica e gás infinito para bater John Dodson em uma revanche que durou cinco rounds agitadíssimos.

O campeão não escondeu nada de seu arsenal, e acertou o desafiante com socos, chutes e quedas plásticas. O rendimento de Dodson foi caindo ao longo do combate, e Johnson dominou, vencendo por decisão unânime.

Esta foi a sétima defesa de título do norte-americano, que agora empatou com o campeão peso-pena José Aldo no terceiro lugar da lista de reis soberanos em suas divisões, atrás de Georges St-Pierre (ex-campeão meio-médio) e Anderson Silva (ex-campeão peso-médio).

Mir x Arlovski

Em duelo que demorou literalmente uma década para acontecer, os ex-campeões do peso-pesado Frank Mir e Andrei Arlovski demonstraram versatilidade, e lutaram tanto em pé quanto no solo. A falta de ritmo, no entanto, não agradou, e Arlovski, se mostrou decepcionado com a performance após ser anunciado como o ganhador.

Lineker vence luta eletrizante

Fazendo sua estreia entre os pesos-galos da organização, John Lineker começou com o pé direito na nova categoria. Fazendo jus ao apelido de “mão de pedra”, o brasileiro conquistou o knockdown sobre Francisco Rivera logo no início do combate.

Rivera tentou sobreviver aos socos do antigo peso-mosca, mas Lineker continuou pressionando e, quando viu uma oportunidade, puxou o rival para uma guilhotina, liquidando o combate.

Entrando no evento com menos de um mês de antecedência, Tiago Trator travou uma guerra contra Clay Collard. O amapaense não deixou de tentar finalizações em nenhum momento, não se deixando abalar pelas provocações do rival, que baixava a guarda e chamava para o combate. A tenacidade de Trator lhe rendeu a vitória por decisão dividida, sua segunda no Ultimate.

Abrindo o evento, uma luta entre integrantes do TUF Brasil 4. Colegas no Time Shogun, Nazareno Malegarie e Netto BJJ fizeram um duelo de trocação franca. Trocando sem medo, os atletas fizeram o octógono pegar fogo, e Netto foi declarado o vencedor por decisão dividida após três rounds.

Dos brasileiros, apenas Jessica Andrade foi derrotada, apesar da ótima performance. ‘Bate- Estaca’ começou melhor no combate, chegando a carregar Raquel Pennington no colo em duas ocasiões antes de tentar quedas, mas a norte-americana viu uma oportunidade no segundo assalto e encaixou o mata-leão, forçando a adversária a desistir.

Confira os resultados do UFC 191:

Card Principal

Demetrious Johnson venceu John Dodson por decisão unânime após cinco rounds;
Andrei Arlovski venceu Frank Mir por decisão unânime após três rounds;
Anthony Johnson venceu Jimi Manuwa por nocaute no segundo round;
Corey Anderson venceu Jan Balchowicz por decisão unânime após três rounds;
Paige VanZant venceu Alex Chambers por finalização no terceiro round.

Card Preliminar

Ross Pearson venceu Paul Felder por decisão dividida após três rounds;
John Lineker venceu Francisco Rivera por finalização no primeiro round;
Raquel Pennington venceu Jessica Andrade por finalização no segundo round;
Tiago Trator venceu Clay Collard por decisão dividida após três rounds;
Joe Riggs venceu Ron Stallings por nocaute técnico (desqualificação) no segundo round;
Joaquim Silva ‘Netto BJJ’ venceu Nazareno Malegarie por decisão dividida.

> Com informações do site oficial do UFC no Brasil

15:48 · 05.09.2015 / atualizado às 14:00 · 06.09.2015 por
A disputa do cinturão dos pesos-moscas (57kg) entre Demetrious Johnson e John Dodson é a principal atração do UFC 191 (Foto: UFC)
A disputa do cinturão dos pesos-moscas (57kg) entre Demetrious Johnson e John Dodson é a principal atração do UFC 191 (Foto: UFC Brasil)

A disputa do cinturão dos pesos-moscas (57kg) entre Demetrious Johnson, atual campeão, e John Dodson é a principal atração do UFC 191, que acontece neste sábado (5), nos EUA, a partir das 19h30 (horário de Brasília). Invicto há oito lutas, Johnson caminha para sua sétima defesa de título consecutiva e busca empatar com o brasileiro José Aldo – também com sete defesas.

Outro duelo que promete prender a atenção do público é entre os experientes Anderi Arlovski e Frank Mir. Ex-campeões dos pesos-pesados do evento, os lutadores tentam recuperar o prestígio de outrora e voltar a figurar entre os melhores da divisão.

Envolvido em uma série de polêmicas nos últimos meses, Anthony Johnson, que em seu último combate enfrentou Daniel Cormier pelo título dos meio-pesados (93kg), enfrenta o Jimi Manuwa para retomar o caminho das vitórias e se colocar em condições de disputar novamente o cinturão de uma das categorias mais acirradas do UFC.

Exército brasileiro

Lineker encara o experiente Francisco Rivera e sua estreia nos pesos-galos
Lineker encara o experiente Francisco Rivera e sua estreia nos pesos-galos (Foto: UFC BRasil)

John Lineker, Jéssica Andrade, Tiago Trator e Joaquim “Netto BJJ” serão responsáveis por defender a bandeira do Brasil na edição 191 do UFC. Estreando entre os pesos-galos (61kg), Lineker encara o experiente Francisco Rivera.

Em busca da quinta vitória no evento, Jéssica Andrade quer bater novamente Raquel Pennington – a brasileira derrotou a norte-americana por decisão dividida, em 2014. Vindo de derrota para Mike de la Torre, em fevereiro, o amapaense Tiago Trator quer recupera-se contra o peso-pena (66kg) Clay Collard.

Participante da quarta edição do The Ultimate Fighter Brasil, Joaquim “Netto BJJ” fecha a relação de atletas brasileiros no evento. O goiano mede forças com o argentino Nazareno Malegarie, outro integrante do TUF Brasil 4.

Confira o card completo do UFC 191:

CARD PRINCIPAL:
Peso-mosca: Demetrious Johnson x John Dodson
Peso-pesado: Andrei Arlovski x Frank Mir
Peso-meio-pesado: Anthony Johnson x Jimi Manuwa
Peso-meio-pesado: Corey Anderson x Jan Blachowicz
Peso-palha: Paige VanZant x Alex Chambers

CARD PRELIMINAR
Peso-leve: Ross Pearson x Paul Felder
Peso-galo: Francisco Rivera x John Lineker
Peso-galo: Raquel Pennington x Jéssica Andrade
Peso-pena: Clay Collard x Tiago Trator
Peso-médio: Joe Riggs x Ron Stallings
Peso-leve: Nazareno Malegarie x Joaquim “Netto BJJ”

15:56 · 13.08.2015 / atualizado às 16:20 · 13.08.2015 por
Carlos Índio e Neilson Azevedo disputam o cinturão dos médios (Foto: Bruno Gomes)
Carlos Índio e Neilson Azevedo trocaram empurrões após a pesagem (Foto: Bruno Gomes)

Com uma encarada dura, que precisou da intervenção da organização para separar os lutadores, a pesagem do Brazilian King Fighter (BKF) foi marcada, principalmente, pela rivalidade, nesta quinta-feira (13), no Shopping Parangaba, em Fortaleza. Apesar de alguns lutadores ficarem acima do peso, os combates da 5ª edição do torneio foram confirmados, após acordo entre as equipes

A encarada mais tensa foi entre o campeão Carlos Índio e o desafiante Neilson Azevedo, que disputarão o cinturão da categoria dos pesos-médios, em uma das lutas principais. Após passarem pela balança, os lutadores trocaram empurrões na tradicional encarada e precisaram ser contidos por um dos árbitros do torneio.

“Não gosto muito de falar, prefiro mostrar o que sei fazer dentro do octógono. Houve um desentendimento ali, mas acho que essa rivalidade em uma disputa como essa. Treinei bem, estou preparado para a luta e vou sair com a vitória e manter o cinturão comigo”, comentou o campeão, que vem de três vitórias e uma luta sem resultado (N-C).

Confira a entrevista com o lutador:

Disputa de cinturão

13 de agosto de 2015 - pesagem do BKF 5 no shopping parangaba.andrezinho nogueira x paulo magao.
13 de agosto de 2015 – pesagem do BKF 5 no shopping parangaba.andrezinho nogueira x paulo magao.

Protagonistas da outra luta valendo cinturão, os pesos-penas Andrezinho Nogueira e Paulo Magrão fizeram uma encarada um pouco mais amistosa, deixando a emoção apenas para a luta. Atual campeão da categoria, Andrezinho realizou parte do treinamento na Academia Team Nogueira, no Rio de Janeiro, com ao lado de Rodrigo Minotauro e Rogério Minotouro. O lutador afirmou que vem forte para o duelo.

“Sei que vou enfrentar um atleta duro, mas estou muito focado em conseguir a vitória e manter o cinturão. Eu luto pelo meu projeto (Luta Pela Vida) e com a ajuda de Deus vou sair com mais uma vitória”, afirmou o lutador, que vai para sua primeira defesa do cinturão.

Assista à entrevista completa:

Andrezinho Nogueira vem embalado por três vitórias e vai realizar sua primeira disputa do cinturão do BKF, desde que faturou o título em abril de 2014. Seu adversário vem

Luta feminina

As lutadoras Regina Pereira e Amanda Carvalho não tiveram dificuldades em passar pela balança. As atletas bateram o peso e confirmaram a única luta feminina do BKF.

Outro combate que promete ser acirrado será entre Danilo Mota e Carlos Estevão. O lutador que teve maiores dificuldades em bater o peso foi Leandro Naja, que não compareceu á balança e teve que perder quatro quilos para poder se credenciar para a luta. Os organizadores informaram que Naja teria que retornar posteriormente para realizar uma nova pesagem.

O Brazilian King Fighter será realizado na noite desta sexta-feira (14), no ginásio do Náutico, localizado na Avenida da Abolição, no bairro do Meireles.

Confira o card do evento:

Carlos Índio x Neilson Azevedo (cinturão dos meio-médios)
Andrezinho Nogueira x Paulo Magrão (cinturão dos penas)
Leandro Naja x Gerlândio Índio Payakan
Amanda Carvalho x Regina Pereira
Carlos Estevão x Danilo Mota
Lucas Tortuga x Israel Valente
Iramar Frota x Nilton Menezes
Germano Santana x Davi Ferreira Lima
Nelcione Nascimento x Luiz Paulo Sasso
Glefeson GG x Sasso Oliveira
Lucas Calou x Carlos Doido
Baiano x Aderbaldo ‘Berguim’ Marinho

10:39 · 26.07.2015 / atualizado às 10:43 · 26.07.2015 por
CHICAGO, IL - JULY 25:   TJ Dillashaw celebrates after his TKO victory over Renan Barao of Brazil UFC bantamweight championship bout during the UFC event at the United Center on July 25, 2015 in Chicago, Illinois. (Photo by Jeff Bottari/Zuffa LLC/Zuffa LLC via Getty Images)
CHICAGO, IL – JULY 25: TJ Dillashaw celebrates after his TKO victory over Renan Barao of Brazil UFC bantamweight championship bout during the UFC event at the United Center on July 25, 2015 in Chicago, Illinois. (Photo by Jeff Bottari/Zuffa LLC/Zuffa LLC via Getty Images)

E deu TJ Dillashaw mais uma vez. Na revanche contra Renan Barão, que aconteceu na luta principal do UFC Chicago, neste sábado (25), o norte-americano mostrou novamente superioridade na luta em pé e nocauteou o brasileiro aos 45 segundos do quarto round, mantendo o cinturão dos pesos-galos.

Desde o início da luta, o integrante da Team Alpha Male foi dominante na trocação, acertando golpes fortes e precisos no desafiante brasileiro. Barão mostrou evolução em seu jogo, mostrando movimentação diferenciada e também atingindo o rival com suas ‘patadas’, mas não foi suficiente para parar o norte-americano.

Após dominar durante 15 minutos, investindo principalmente no jogo de clinche contra a grade, Dillashaw acertou uma boa sequência de socos em Barão, que não resistiu à saraivada e acabou derrotado por nocaute técnico.

“Eu sempre pressiono, e acho que comecei rápido demais. Foi um primeiro round maluco, e eu queria ter liquidado no começo. Comecei a pegar ritmo no segundo e terceiro rounds, e fui capaz de nocautear no quarto. Estou feliz que consegui acabar com a luta mais cedo do que na primeira vez, mas ainda preciso trabalhar em algumas coisas. Eu fui atingido mais vezes do que gostaria, e vamos consertar isso”, disse o campeão.

Ao todo, Dillashaw conectou 115 golpes significativos no duelo, e com isso se tornou o primeiro atleta na história do UFC a acertar mais de 100 strikes significativos em quatro combates seguidos.

Barboza vence Felder e ganha prêmio

O outro brasileiro Edson Barboza fez bonito e conseguiu sair com a vitória sobre Paul Felder por decisão unânime dos juízes. Com o resultado positivo, o brasileiro se recuperou do revés diante de Michael Johnson, em fevereiro deste ano, e chegou à 16ª vitória em 19 confrontos na carreira. De quebra, ainda acabou com a invencibilidade do americano, que ostentava um cartel perfeito de 10 triunfos até a noite deste sábado.

Por travarem um duelo de muita técnica na trocação, os dois lutadores faturaram US$ 50 mil cada (cerca de R$ 166 mil) de bônus pela “Luta da Noite”.

Miesha e pode ser a próxima desafiante do cinturão

CHICAGO, IL - JULY 25:   Miesha Tate (L) reacts after he unanimous-decision victory over Jessica Eye in their women's bantamweight bout during the UFC event at the United Center on July 25, 2015 in Chicago, Illinois. (Photo by Jeff Bottari/Zuffa LLC/Zuffa LLC via Getty Images)
CHICAGO, IL – JULY 25: Miesha Tate (L) reacts after he unanimous-decision victory over Jessica Eye in their women’s bantamweight bout during the UFC event at the United Center on July 25, 2015 in Chicago, Illinois. (Photo by Jeff Bottari/Zuffa LLC/Zuffa LLC via Getty Images)

A norte-americana Miesha Tate confirmou a boa fase e conseguiu a quarta vitória consecutiva ao passar por Jessica Eye por decisão dos juízes no UFC Chicago. Após descer no octógono, Miesha recebeu a notícia de Dana White que terá uma nova chance de disputar o cinturão feminino dos galos. Isso é, se Ronda Rousey vencer a brasileira Bethe Correia no próximo sábado, no Rio de Janeiro, na luta principal do UFC 190.

Com informações oficiais do UFC Brasil

08:21 · 23.07.2015 / atualizado às 08:28 · 23.07.2015 por
Carlos Índio fará a luta principal do evento contra o gaúcho Eder Lara, pelo cinturão dos meio-médios (Foto: Reprodução)
Carlos Índio fará a luta principal do evento contra o gaúcho Eder Lara, pelo cinturão dos meio-médios (Foto: Reprodução)

O Ginásio do Náutico Atlético Clube, no Meireles, em Fortaleza, será palco da 5ª edição do Brazilian King Fighter (BKF), que acontece no dia 14 de agosto e será oficialmente lançado na noite desta quinta-feira (23), no Shopping Parangaba. Entre nomes de peso no cenário nacional e jovens promessas do esporte, a competição contará com um card de 12 lutas, sendo três delas válidas por cinturão.

No combate principal do evento, o potiguar Carlos ‘Índio’ defenderá o cinturão da categoria dos meio-médios (até 77 kg) contra o gaúcho Eder Lara. Já pela categoria dos leves (até 70 kg), a luta que vale título será entre o cearense atual campeão Mario Pimpa contra o paraibano João Paulo Santos.

Outro que defenderá o cinturão do BKF é o cearense Andrezinho Nogueira. O lutador da academia Team Nogueira encara o potiguar Paulo ‘Magão’, no duelo co-principal da competição, pela divisão dos pesos-penas (até 65 kg).

Além das três disputas de cinturão, o BKF 5 ainda contará com lutas envolvendo nomes conhecidos do MMa cearense, como Leandro Naja, atual o campeão do Limo Fight; Danilo Mora, campeão do Evolução MMA; e Iramar Frota, ex-campeão do LFC.

A 5ª edição do BKF marca também o retorno da competição a Fortaleza após hiato de um ano e meio. O último evento do franquia na Capital foi em novembro de 2013, no Ginásio Paulo Sarasate. No ano passado o torneio ocorreu no município de Juazeiro do Norte. Nas últimas edições o evento contou com a presença dos lutadores do UFC José Aldo e Renan Barão.

Confira o card completo do BKF 5:

Carlos Índio x Elder Lara (cinturão dos meio-médios)

Andrezinho Nogueira x Paulo Magrão (cinturão dos pesos-penas)

Mário Pimba x João Paulo (cinturão dos pesos-leves)

Leandro Naja x Gerlândio Índio

Carlos Estevão x Danilo Mota

Lucas Tortuga x Israel Valente

Iramar Frota x Nilton Menezes

Germano Santana x Davi Ferreira

Nelcione Nascimento x Luiz Paulo Sasso

Glefeson GG x Sasso Oliveira

Lucas Calou x Carlos Doido

Baiano x ‘Berguim’ Marinho

09:08 · 12.07.2015 / atualizado às 11:48 · 12.07.2015 por
Esta foi a sexta vitória do irlandês no UFC (Foto: Reprodução UFC)
Esta foi a sexta vitória do irlandês no UFC (Foto: Reprodução UFC)

Conor Mcgregor cumpriu mais uma promessa: venceu o norte-americano Chad Mendes no segundo round~do UFC 189, na madrugada deste domingo (12). Com o triunfo, o irlandês conquistou o cinturão interino dos pesos-penas e agora irá disputar com o campeão linear, José Aldo, o cinturão unificado da categoria.

McGregor entrou no octógono ovacionado pela torcida irlandesa lotou a Arena MGM, em Las Vegas. No primeiro round, porém, o lutador sofreu com wrestling afiado de Chad Mendes. O americano desferiu uma série de cotoveladas de cima para baixo que encontraram o rosto de McGregor, abrindo um corte em seu supercílio. Ainda assim, o irlandês não parou de provocar o americano.

Chad Mendes começou melhor também o segundo round, acertando alguns golpes e colocando novamente a luta para baixo. Ele seguiu fazendo seu jogo, mas ao tentar uma finalização o adversário conseguiu ficar em pé.

Mais inteiro fisicamente do que Chad Mendes, que teve pouco mais de 15 dias para se preparar, Conor começou a colocar sua estratégia em prática. O irlandês impôs uma trocação de alto nível, aplicou forte cruzado que derrubou o americano. Conor ainda aplicou mais alguns golpes, até que o árbitro interrompeu a luta e decretou o nocaute técnico.

Esta foi sexta vitória seguida de Conor McGregor no UFC. Já Mendes, perdeu sua terceira luta, todas elas valendo o cinturão (perdeu duas vezes para José Aldo).

Lawlwer mantém cinturão

A categoria dos meio-médios segue com um campeão. Robbier Lawlwer mostrou que tem muito coração, e aguenta muitos golpes, e conseguiu nocautear o rival canadense no quarto round com uma sequência de golpes que parece ter fraturado o nariz do adversário. Depois de Georges St-Pierre, Lawler é o primeiro lutador da categoria que consegue defender o cinturão. “Estou feliz porque sou um guerreiro de verdade, venho e nocauteio”, disse o campeão.

Thominhas conquista mais uma vitória

Na primeira luta do card principal, o brasileiro Thomas Almeida, 23 anos, mostrou que consegue lutar com adversidades. Ele perdeu o primeiro round, sofreu cortes no nariz, mas voltou para o segundo período ainda mais agressivo e nocauteou com uma joelhada voadora sensacional. “Mais um adversário difícil na minha carreira”.

Confira todos os resultados do UFC 189:

CARD PRINCIPAL
Conor McGregor venceu Chad Mendes por nocaute técnico aos 4m57s do R2
Robbie Lawler venceu Rory MacDonald por nocaute técnico a 1m do R5
Jeremy Stephens venceu Dennis Bermudez por nocaute técnico aos 32s do R3
Gunnar Nelson venceu Brandon Thatch por finalização aos 2m54s do R1
Thomas Almeida venceu Brad Pickett por nocaute aos 29s do R2

CARD PRELIMINAR
Matt Brown venceu Tim Means por finalização aos 4m44s do R1
Alex Garcia venceu Mike Swick por decisão unânime (29-28, 30-27 e 30-27)
John Howard venceu Cathal Pendred por decisão dividida (29-28, 28-29 e 29-28)
Cody Garbrandt venceu Henry Briones por decisão unânime (triplo 30-27)
Louis Smolka venceu Neil Seery por decisão unânime (triplo 30-27)
Cody Pfister venceu Yosdenis Cedeño por decisão unânime (triplo 29-28)

00:00 · 11.07.2015 / atualizado às 09:25 · 11.07.2015 por
Os dois fazem a luta principal do UFC 189, neste sábado (11)
Os dois fazem a luta principal do UFC 189, neste sábado (11) – Foto: Reprodução UFC

A torcida irlandesa invadiu a Arena MGM em Las Vegas (EUA), na noite desta sexta-feira (11), para apoiar o ídolo Conor McGregor que faz a luta principal do UFC 189 contra o americano Chad Mendes, valendo o cinturão interino dos pesos-penas. Os lutadores ficaram frente a frente uma última vez antes do duelo durante a pesagem oficial para o evento.

O clima entre os dois já era tenso antes da balança e após passarem pela pesagem eles quase chegaram às vias de fato. O primeiro a registrar o peso foi o irlândes. Logo em seguida veio Mendes, que também bateu o peso e foi logo em direção ao rival. Eles trocaram provocações e só não brigaram porque foram separados pelo presidente do UFC, Dana White.

Confira a pesagem:

Em entrevista após a pesagem, os lutadores voltaram a trocar provocações. “Eu vou quebrá-lo pela metade e erguer o ouro pela Irlanda!”, afirmou McGregor.

“Eu estou incrível, amigo. Vamos lá! Amanhã o bicho vai pegar!”, rebateu o americano Chad Mendes.

Os dois se enfrentarão neste sábado (11), na luta principal do UFC 189, programado para ter início com a card preliminar às 19h30 (horário de Brasília).

Estrelas da segunda luta principal da noite, o canadense Rory MacDonald e o norte-americano Robbie Lawler estavam tranquilos e não tiveram problemas com a balança. Lawler é o campeão da categoria e fará sua primeira defesa de cinturão na noite deste sábado.

O brasileiro Thomas Almeida subiu na balança de óculos escuro, bateu o peso, e logo depois foi bem recebido por Dana White. A encarada com o inglês Brad Pickett foi intensa, mas sem empurrões ou qualquer tipo de polêmica. Será a terceira luta de Almeida, que vem de duas boas vitórias e muitos elogios.

Confira o card completo do UFC 189

CARD PRINCIPAL – a partir de 23h (horário de Brasília)

Peso-pena: Conor McGregor x Chad Mendes
Peso-meio-médio: Robbie Lawler x Rory McDonald
Peso-pena: Dennis Bermudez x Jeremy Stephens
Peso-meio-médio: Gunnar Nelson x Brandon Thatch
Peso-galo: Thomas Almeida x Brad Pickett

CARD PRELIMINAR – a partir de 19h30 (horário de Brasília)

Peso-meio-médio: Matt Brown x Tim Means
Peso-meio-médio: Cathal Pendred x John Howard
Peso-meio-médio: Mike Swick x Alex Garcia
Peso-galo: Cody Garbrandt x Henry Briones
Peso-mosca: Neil Seery x Louis Smolka
Peso-leve: Yosdenis Cedeno x Cody Pfister

10:17 · 10.07.2015 / atualizado às 10:24 · 10.07.2015 por
Esta foi a 14ª vitória na carreira da lutadora (Foto: Invicta FC)

A brasileira Cristiane Justino, a Cris “Cyborg”, mostrou mais uma vez sua incrível força no MMA feminino. Com uma atuação impecável, a lutadora nocauteou a neozelandesa Faith van Duin, na noite de quinta-feira (9), e manteve o cinturão dos pesos-penas do Invicta FC.

Cyborg não deu chances para a adversária e acabou com a luta logo aos 45s do primeiro round, após uma sequencia de socos. Como de costume, a brasileira voltou a provocar a americana Ronda Rousey, campeã do UFC.

“Muito obrigada a todos que estiveram comigo. Foi uma grande vitória e agora eu quero enfrentar você Ronda. Pare de fugir”, disse Cyborg após a vitória.

Esta foi a 14ª vitória de Cris Cyborg, sendo a quarta seguida pela Invicta FC, evento americano especializado em lutas femininas..

Além de Cyborg, a brasileira Hérica Tibúrcio também defendeu o cinturão do Invicta na noite desta quinta-feira (9), mas ela acabou derrotada pela japonesa Ayaka Hamasaki, por decisão dividida dos juízes.

 

Pesquisar

Faça uma busca em nosso blog:

Vai Encarar

Blog da seção Vai Encarar, da editoria Jogada, sobre lutas e artes marciais, especialmente cobertura sobre UFC.

VC REPÓRTER

Flagou algo? Envie para nós

(85) 98948-8712

Tags