Categoria: Conor McGregor


10:39 · 10.10.2018 / atualizado às 10:41 · 10.10.2018 por
Daniel Cormier se tornou campão dos pesado ao vencer Stipe Miocic em julho deste ano (foto: AFP)

A semana pós-UFC 229 começou e continua bem agitada, a começar pelo anúncio da luta principal do UFC 230, que será realizado no dia 3 de novembro, em Nova York (EUA). Daniel Cormier, campeão de duas categorias (meio-pesado e pesado), irá defender o cinturão da divisão até 120kg contra Derrick Lewis, que bateu o russo Alexander Volkov por nocaute no último sábado.

Conor McGregor foi mal no UFC 229 (foto: AFP)

Outro fato que agitou a principal organização de MMA do mundo foi a “dança das cadeiras” no ranking do evento. Isso porque a principal estrela do Ultimate, o “falastrão” Conor McGregor, despencou na lista peso-por-peso e agora ocupa apenas a 8ª posição entre os melhores lutadores da organização. Por outro lado, o russo Khabib Kurmagomedov, algoz do irlandês, assumiu seu posto (2º).

 

Quem se deu bem foi o brasileiro Jussier Formiga, que subiu no ranking da categoria peso-mosca, depois da vitória do último sábado, sobre Sergio Pettis. O potiguar aparece agora na 2ª colocação, que tem o ex-campeão Demetrious Johnson como 1º e Henry Cejudo, atual dono do cinturão, liderando a tabela. Formiga, inclusive, já pediu ao Ultimate por uma revanche contra Cejudo, que o venceu há três anos.

Outra luta que foi remarcada pela organização será o duelo entre a ex-campeã peso-palha Joanna Jedrzejczyk e Valentina Shevchenko, pelo cinturão peso-mosca, que agora irá acontecer no UFC 231 em Toronto, Canadá, no dia 8 de dezembro. A baixa da vez ficou por conta do americano Dustin Poirier, que se machucou e deixou a luta com Nate Diaz no UFC 230. A organização ainda trabalha para definir um substituto.

09:02 · 09.10.2018 / atualizado às 09:05 · 09.10.2018 por
Khabib Nurmagomedov tem um cartel invicto no MMA com 27 vitórias (foto: AFP)

Passados os transtornos e emoções do UFC 229, realizado no último sábado (6) em Las Vegas (EUA), a Comissão Atlética de Nevada divulgou a lista de suspensão médica dos atletas que participaram do evento. A surpresa ficou por conta do russo Khabib Nurmagomedov, que mesmo lutando quatro rounds com o irlandês Conor McGregor, na luta principal, sequer apareceu na relação.

A explicação para isso é simples. O combate entre o campeão dos leves e o falastrão irlandês foi um dos melhores do ano, pelo menos dentro do octógono. Khabib foi superior tanto na luta em pé como na agarrada, que é sua especialidade, e não demonstrou nenhum abatimento ao ser atingido pela mão pesada de McGregor.

McGregor foi à exaustão, após derrota para Khabib (foto: AFP)

O russo fez a estratégia planejada e dita dias antes de entrar no cage. Não deu espaço para o adversário, controlou bem a distância, acertou a maioria dos golpes e levou Conor várias vezes para grade, levando-o à exaustão. O estrago poderia ter sido bem pior, mas o “Notório”, que nitidamente levou uma surra de Khabib e acabou vencido por finalização, só pegou um gancho médico de 30 dias.

Entre os demais atletas que receberam o gancho médico, o ex-campeão dos leves Anthony Pettis é um dos que ficará o maior tempo de molho. O americano, que sentiu a mão pesada de seu compatriota Tony Ferguson, ficará seis meses fora de atividade, assim como o brasileiro Alan Nuguette, que foi nocauteado pelo também americano Scott Holtzman.

Anthony Pettis foi duramente castigado por Tony Ferguson (foto: AFP)

Veja a lista das suspensões médicas do UFC 229:

Conor McGregor: suspenso até 06/11, e sem contato até 28/10;
Anthony Pettis: nenhuma luta até 05/04/19;
Dominick Reyes: nenhuma luta até 05/04/19;
Jalin Turner: nenhuma luta até 05/04/19; suspensão mínima até 06/12, e nenhum contato até 21/11;
Scott Holtzman: nenhuma luta até 05/04/19; suspensão mínima até 21/11, e nenhum contato até 06/11
Alan Nuguette: nenhuma luta até 05/04/19; suspensão mínima até 06/12, e nenhum contato até 21/11;

Ovince Saint Preux: suspenso até 06/12, e sem contato até 21/11;

Alexander Volkov: suspenso até 06/12, e nenhum contato até 21/11;
Tonya Evinger: suspensa até 21/11, e sem contato até 06/11;
Gray Maynard: suspenso até 21/11, e sem contato até 06/11 devido a corte na sobrancelha;
Ryan LaFlare: suspenso até 21/11, e sem contato até 06/11 devido a corte na testa;
Derrick Lewis: suspenso até 06/11, e sem contato até 28/10 devido a luta dura;
Vicente Luque: suspenso até 06/11, e nenhum contato até 28/10.

  • Todos os lutadores deverão passar por nova avaliação médica para serem liberados e voltar a lutar no evento.
13:00 · 03.01.2017 / atualizado às 13:02 · 03.01.2017 por
Cody Garbrandt bateu Dominick Cruz no UFC 207 e conquistou o cinturão dos galos (foto: AFP)
Cody Garbrandt bateu Dominick Cruz no UFC 207 e conquistou o cinturão dos galos (foto: AFP)

Cody ‘No Love’ Garbrandt não pensa em folga depois de conquistar o cinturão da categoria peso-galo do UFC. Após destronar o talentoso Dominick Cruz, no último dia 30 de dezembro, ‘queridinho’ da equipe Team Alpha Male, que tem à frente o ex-lutador Urijah Faber, quer ainda mais, e já mira superlutas em seu cartel.

Duas das principais estrelas do Ultimate estão na lista do novo campeão: o brasilerio José Aldo e o irlandês Conor McGregor. “Eu sei que poderia subir de categoria para enfrentar o José Aldo. Ele tem vitórias sobre os meus companheiros de time, é uma lenda, e eu gostaria de testar o seu queixo. Eu sei que bato duro e estou apenas começando. Também gostaria de ter uma luta contra Conor McGregor”, disse No Love em entrevista ao programa “The MMA Hour“.

A possibilidade maior é a luta entre Garbrandt e McGregor, já que os dois trocaram farpas no TUF 22, realizado nos Estados Unidos. Na ocasião, o falastrão irlandês provocou a equipe de Urijah Faber, que tinha Cody como treinador assistente. Os dois não brigaram porque a turma do ‘deixa disso’ se meteu e evitou o pior.

“Eu e o Conor tivemos aquela briga no TUF. Não tenho nada contra o cara como lutador. É um negócio para mim. Mas te digo que se alguém colocasse as mãos em mim e eu não fizesse nada a respeito, eu iria tentar devolver isso com certeza”, ressaltou o novo dono do cinturão dos galos do UFC.

09:34 · 25.07.2016 / atualizado às 09:34 · 25.07.2016 por
De folga, CR7 tira onda como lutador de MMA ao lado do campeão dos penas do UFC (foto: reprodução)
De folga, CR7 tira onda como lutador de MMA (foto: reprodução)

O craque português, Cristiano Ronaldo, não perdeu a oportunidade ao encontrar o lutador irlandês Conor McGregor, astro do UFC. Nesse fim de semana, o jogador do Real Madrid postou uma foto nas redes sociais onde ambos fazem pose para lutar no octógono. “Bom ver você irmão!”, escreveu CR7.

Enquanto Cristiano Ronaldo ainda curte o título da Eurocopa, conquistada pela seleção de seu país sobre a França, o ‘falastrão’, algoz do brasileiro José Aldo, está em fase final de preparação visando o UFC 202, quando terá a revanche contra Nate Diaz, dia 20 de agosto, em Las Vegas (EUA).

09:57 · 31.03.2016 / atualizado às 13:26 · 31.03.2016 por
(Foto: Reprodução/Instagram)
(Foto: Reprodução/Instagram)

Talvez não fosse a luta que todos estavam esperando, mas o presidente do UFC, Dana White, anunciou, pelo Instagram, que a luta principal do UFC 200 será a revanche entre Conor McGregor e Nate Diaz. Mas dessa vez o duelo será pelo peso-pena, valendo o cinturão da categoria.

Na última vez que se enfrentaram, pelos meio-médios, Diaz venceu McGregor com uma finalização (Foto: AFP)
Na última vez que se enfrentaram, pelos meio-médios, Diaz venceu McGregor com uma finalização (Foto: AFP)

Críticas não faltaram para o “fechão” do Ultimate, já que grande parte dos fãs esperavam que notório irlandês enfrentasse o brasileiro José Aldo, ex-campeão dos penas. Mas com Diaz sendo escolhido como o desafiante da vez, o manauara terá de esperar um pouco mais para tentar recuperar o título, defendido por ele por mais de 5 anos.

Mas nem tudo está perdido para José Aldo, que também foi confirmado para o cardo do UFC 200. O brasileiro irá duelar com Frank Edgar pelo título interino dos penas. O vencedor deverá enfrentar o vencedor da luta entre McGregor e Diaz.

“Acho que lutar no UFC 200, um card histórico, é um evento que vai ficar marcado também para mim. Sempre vejo com bons olhos os eventos, estou muito feliz por isso, mas por outro lado a gente esperava lutar contra o Conor, a gente esperava pela revanche, que eu acho que era a coisa mais justa que deveria se fazer. Por outro lado, eu fico feliz, é uma grande luta, um grande evento, valendo cinturão interino e vai ficar próximo do nosso objetivo”, comentou Aldo, em entrevista ao site do canal Combate.

Poster promocional da luta entre José Aldo e Frank Edgar (Foto: Reprodução/ Instagram)
Poster promocional da luta entre José Aldo e Frank Edgar (Foto: Reprodução/ Instagram)

Na única e última vez que se encontraram, José Aldo derrotou Frankie Edgar por decisão unânime 49-46, 49-46, 48-47) e manteve o titulo dos pesos penas, no UFC 156.

Confira o card do evento até agora:

Peso-meio-médio: Conor McGregor x Nate Diaz
Peso-pena: José Aldo x Frankie Edgar
Peso-pesado: Cain Velásquez x Travis Browne
Peso-meio-médio: Johny Hendricks x Kelvin Gastelum
Peso-médio: Gegard Mousasi x Derek Brunson
Peso-leve: Joe Lauzon x Diego Sanchez
Peso-leve: Takanori Gomi x Jim Miller

10:53 · 02.03.2016 / atualizado às 11:02 · 02.03.2016 por
Conor McGregor foi avaliado como o melhor lutador na trocação do UFC, pela EA Games. (Foto: Reprodução/Twitter/EA Sports UFC)
Conor McGregor foi avaliado como o melhor lutador na trocação do UFC, pela EA Games. (Foto: Reprodução/Twitter/EA Sports UFC)

A luta entre Conor McGregor e Rafael dos Anjos pode ter sido cancelada, mas a produtora de jogos eletrônicos EA Games trouxe mais um ponto de discussão para o embate dos dois campeões com o lançamento do novo jogo do Ultimate, o UFC 2. O irlandês, dono do cinturão dos penas, foi avaliado como o melhor lutador no quesito da trocação em pé (stand up fight, tradução em inglês) do game. Nesta categoria, apenas um brasileiro aparece entre os dez melhores, o ex-campeão dos penas José Aldo, derrotado por Conor no UFC 194.

Rafael dos Anjos, no entanto, de acordo com os produtores da EA, levaria vantagem em outro quesito. O atleta do Rio de Janeiro aparece no top 10 dos melhores lutadores no quesito do clinch, aquele tradicional “abraço” do muay thai. Daniel Cormier, atual campeão dos meio-pesados, é quem lidera o ranking desta categoria.

Fica a dúvida agora do que realmente teria acontecido se a luta tivesse acontecido. Será que os produtores do jogo acertariam? Confira um pouco do gameplay do UFC 2:

“Girl power”

Destaque interessante é que as mulheres também receberam o devido reconhecimento durante o desenvolvimento desta edição do jogo da EA. Joanna Jedrzejczyk, campeã do peso-palha do UFC e 15ª melhor lutadora peso-por-peso da organização, ficou atrás apenas de Conor McGregor na trocação, ficando com o segundo lugar do ranking do game.

Holly Holm, campeã do peso-galo feminino, única lutadora a aparecer nos dois top 10, trocação e clinch, aparece em 5ª na luta em pé, e em 8ª na luta agarrada. Ronda Rousey ficou com o bronze na categoria do clinch.

Rafael dos Anjos é 7º melhor lutador no clinch, segundo o UFC 2. (Foto: Reprodução/Twitter/ EA Sports UFC)
Rafael dos Anjos é 7º melhor lutador no clinch, segundo o UFC 2. (Foto: Reprodução/Twitter/ EA Sports UFC)

Evento no sábado

Conor McGregor voltará ao octógono neste sábado (5) para enfrentar Nate Diaz, pelo UFC 196, em Las Vegas. O evento marcaria a disputa pela cinturão dos pesos-leve entre o irlandês e Rafael dos Anjos.

09:21 · 08.01.2016 / atualizado às 09:32 · 08.01.2016 por
Dos Anjos já teria luta marcada com Conor McGregor para o UFC 197.
Dos Anjos já teria luta marcada com Conor McGregor para o UFC 197.

A luta que muitos esperavam, depois que José Aldo perdeu o cinturão dos pesos-pena, pode já ter data para acontecer. De acordo com o site Bleacher Report, Rafael dos Anjos irá enfrentar Conor McGregor no UFC 197, que estaria marcado para o dia 5 de março, em Las Vegas. Os dois lutadores disputariam o título do peso leve da organização.

O evento ainda contaria com outra disputa de cinturão. Holly Holm enfrentaria Miesha Tate pelo peso galo feminino. Esta seria a primeira defesa da americana que nocauteou Ronda Rousey no UFC 193.

O UFC, no entanto, ainda não confirmou o card do evento. Ainda faltariam alguns detalhes serem fechados com os lutadores que o anunciou oficial seja realizado.

Recordes

Mesmo que nos bastidores muitos tenham pedido uma revanche para José Aldo, alguns especialistas de sites estrangeiros especulam que a luta com Rafael dos Anjos seria a melhor opção financeira para Conor McGregor. Se vencer, o irlandês seria apenas o terceiro lutador na história a “segurar” dois títulos de categorias diferentes (B.J. Pen e Randy Couture são os outros dois).

03:31 · 13.12.2015 / atualizado às 09:17 · 13.12.2015 por
Foi a sexta vitória por nocaute do irlandês no UFC (Foto: Reprodução)
Foi a sexta vitória por nocaute do irlandês no UFC (Foto: Reprodução)

A luta mais aguardada do MMA mundial teve seu desfecho conhecido na madrugada deste domingo (13), no Cassino MGM, em Las Vegas. De forma surpreendente, o ‘falastrão’ irlandês Conor McGregor nocauteou o brasileiro José Aldo em apenas 13 segundos de luta e se tornou o novo campeão dos pesos-penas do UFC.

Já no início do combate, Aldo tentou tomar a iniciativa com um cruzado, mas acabou sendo atingido por um forte golpe de encontro que o levou ao chão já totalmente apagado. Com isso, o árbitro paralisou a luta dando a vitória ao irlandês por nocaute.

Após a derrota, José Aldo foi aos prantos e não segurou a decepção. Ainda no octógono, o brasileiro pediu imediatamente uma revanche.

“Ele jogou um direto no meu peito, eu esperava isso, e quando eu fui atacá-lo, ele acertou um bom direto, foi isso. Acho que depois dessa luta, a gente tem que partir para uma revanche.”, disse José Aldo

McGregor chegou a sua sétima vitória seguida no Ultimate, sendo a sexta por nocaute. “Ele é poderoso e rápido, mas precisão bate poder, e tempo bate velocidade. Eu sinto pelo José, ele foi um grande campeão, ele merecia durar mais tempo, mas precisão bate o poder, e timing bate a velocidade. É só isso que é preciso. Ninguém aguenta essa mão esquerda”,  afirmou McGregor após receber o cinturão

Weidman cai diante de Rockhold

José Aldo foi o segundo campeão a deixar escapar o cinturão no UFC 194. Antes dele, o algoz do Anderson Silva, o americano Chris Weidman foi derrotado pelo seu compatriota Luke Rockhold, por nocaute técnico, na categoria dos pesos-médios.

Confira  todos os resultados do UFC 194

CARD PRINCIPAL
Conor McGregor venceu José Aldo por nocaute aos 13s do R1
Luke Rockhold venceu Chris Weidman por nocaute técnico aos 3m12s do R4
Yoel Romero venceu Ronaldo Jacaré por decisão dividida (29-27, 29-28, 29-28).
Demian Maia venceu Gunnar Nelson por decisão unânime (30-26, 30-25, 30-25).
Max Holloway venceu Jeremy Stephens por decisão unânime (30-27, 30-27, 29-28).

CARD PRELIMINAR
Urijah Faber venceu Frankie Saenz por decisão unânime (29-28, 29-28, 30-27)
Tecia Torres venceu Jocelyn Jones-Lybarger por decisão unânime (triplo 30-27)
Warlley Alves venceu Colby Covington com uma guilhotina aos 1m26s do R1.
Léo Santos venceu Kevin Lee por nocaute técnico aos 3m26s do R1.
Magomed Mustafaev venceu Joe Proctor por nocaute técnico aos 1m54s do R2.
Yancy Medeiros venceu John Makdessi por decisão dividida (29-28, 28-29, 29-28).
Court McGee venceu Márcio Lyoto por decisão unânime (30-27, 29-28, 29-28)

 

09:17 · 11.08.2015 / atualizado às 09:17 · 11.08.2015 por
O duelo vale o cinturão unificado dos pesos-penas (Foto: Reprodução)
O duelo vale o cinturão unificado dos pesos-penas (Foto: Reprodução)

A tão aguardada luta entre José Aldo e Conor McGregor já tem uma nova data para acontecer. O presidente do UFC, Dana White, confirmou, em entrevista ao Yahoo Sports, que o duelo será realizado no dia 12 de dezembro, no UFC 194, no MGM Grand Gardem Arena, em Las Vegas (EUA).

A declaração do mandatário surge dias depois de o ex-lutador Tito Ortiz, atual empresário de Cris Cyborg, garantir que o UFC havia oferecido para a brasileira uma luta contra Ronda Rousey, campeã do peso-galo, para o UFC 194. A luta, segundo Ortiz, seria realizada no estádio do Cowboys, no Texas.

“Para mostrar que Tito Ortiz não faz ideia do que ele está falando, nós sequer vamos fazer o evento em Dallas, Texas. O UFC 194 será no MGM, em Las Vegas. Isso mostra que Tito está falando besteira. O acordo com a Cyborg é que nós dissemos para ela bater 61,2 kg e aí nós poderíamos falar sobre ela enfrentar a Ronda e eles ainda não fizeram isso! Eles ainda estão falando sobre lutar em 63,5 kg na próxima luta dela no Invicta. O que há de errado com essas pessoas? E nós já falamos que a Ronda iria enfrentar a Miesha Tate em seguida e é isso que vamos fazer”, declarou Dana White.

A luta entre José Aldo e Conor McGregor vale o cinturão unificado dos pesos-penas. O combate já era para ter ocorrido no dia 11 de julho deste ano, no UFC 189, mas o brasileiro sofreu uma lesão na costela e precisou ser retirado do card.

O irlandês enfrentou o americano Chad Mendes, conseguiu um nocaute e faturou o título interino da divisão. José Aldo vai para sua oitava defesa do cinturão dos penas.

09:08 · 12.07.2015 / atualizado às 11:48 · 12.07.2015 por
Esta foi a sexta vitória do irlandês no UFC (Foto: Reprodução UFC)
Esta foi a sexta vitória do irlandês no UFC (Foto: Reprodução UFC)

Conor Mcgregor cumpriu mais uma promessa: venceu o norte-americano Chad Mendes no segundo round~do UFC 189, na madrugada deste domingo (12). Com o triunfo, o irlandês conquistou o cinturão interino dos pesos-penas e agora irá disputar com o campeão linear, José Aldo, o cinturão unificado da categoria.

McGregor entrou no octógono ovacionado pela torcida irlandesa lotou a Arena MGM, em Las Vegas. No primeiro round, porém, o lutador sofreu com wrestling afiado de Chad Mendes. O americano desferiu uma série de cotoveladas de cima para baixo que encontraram o rosto de McGregor, abrindo um corte em seu supercílio. Ainda assim, o irlandês não parou de provocar o americano.

Chad Mendes começou melhor também o segundo round, acertando alguns golpes e colocando novamente a luta para baixo. Ele seguiu fazendo seu jogo, mas ao tentar uma finalização o adversário conseguiu ficar em pé.

Mais inteiro fisicamente do que Chad Mendes, que teve pouco mais de 15 dias para se preparar, Conor começou a colocar sua estratégia em prática. O irlandês impôs uma trocação de alto nível, aplicou forte cruzado que derrubou o americano. Conor ainda aplicou mais alguns golpes, até que o árbitro interrompeu a luta e decretou o nocaute técnico.

Esta foi sexta vitória seguida de Conor McGregor no UFC. Já Mendes, perdeu sua terceira luta, todas elas valendo o cinturão (perdeu duas vezes para José Aldo).

Lawlwer mantém cinturão

A categoria dos meio-médios segue com um campeão. Robbier Lawlwer mostrou que tem muito coração, e aguenta muitos golpes, e conseguiu nocautear o rival canadense no quarto round com uma sequência de golpes que parece ter fraturado o nariz do adversário. Depois de Georges St-Pierre, Lawler é o primeiro lutador da categoria que consegue defender o cinturão. “Estou feliz porque sou um guerreiro de verdade, venho e nocauteio”, disse o campeão.

Thominhas conquista mais uma vitória

Na primeira luta do card principal, o brasileiro Thomas Almeida, 23 anos, mostrou que consegue lutar com adversidades. Ele perdeu o primeiro round, sofreu cortes no nariz, mas voltou para o segundo período ainda mais agressivo e nocauteou com uma joelhada voadora sensacional. “Mais um adversário difícil na minha carreira”.

Confira todos os resultados do UFC 189:

CARD PRINCIPAL
Conor McGregor venceu Chad Mendes por nocaute técnico aos 4m57s do R2
Robbie Lawler venceu Rory MacDonald por nocaute técnico a 1m do R5
Jeremy Stephens venceu Dennis Bermudez por nocaute técnico aos 32s do R3
Gunnar Nelson venceu Brandon Thatch por finalização aos 2m54s do R1
Thomas Almeida venceu Brad Pickett por nocaute aos 29s do R2

CARD PRELIMINAR
Matt Brown venceu Tim Means por finalização aos 4m44s do R1
Alex Garcia venceu Mike Swick por decisão unânime (29-28, 30-27 e 30-27)
John Howard venceu Cathal Pendred por decisão dividida (29-28, 28-29 e 29-28)
Cody Garbrandt venceu Henry Briones por decisão unânime (triplo 30-27)
Louis Smolka venceu Neil Seery por decisão unânime (triplo 30-27)
Cody Pfister venceu Yosdenis Cedeño por decisão unânime (triplo 29-28)

Pesquisar

Faça uma busca em nosso blog:

Vai Encarar

Blog da seção Vai Encarar, da editoria Jogada, sobre lutas e artes marciais, especialmente cobertura sobre UFC.

VC REPÓRTER

Flagou algo? Envie para nós

(85) 98948-8712

Tags