Categoria: Daniel Cormier


10:22 · 19.06.2017 / atualizado às 10:22 · 19.06.2017 por
Curitibana já pode ser considerada favorita para o evento, mesmo com a boa fase da australiana. Foto: Arquivo

O UFC 214 deve ficar marcado como um dos mais importantes e relevantes da temporada 2017. Além da disputa principal, entre os americanos Jon Jones e Daniel Cormier, nos meio-pesados, a brasileira Cris Cyborg finalmente terá sua chance de faturar o cinturão dos penas.

O evento ocorrerá no dia 29 de julho, em Anaheim. O cinturão da categoria de Cyborg está vago após a antiga campeã Germaine Randamie recusar lutar com a brasileira.

Cyborg enfrentará a australiana Megan Anderson. Veterana com cinco lutas no Invicta FC, Anderson venceu quatro lutas por nocaute, incluindo o confronto contra Tweet, que rendeu o título da categoria no Invicta FC. Ela tentará adicionar mais um cinturão na sua vitoriosa carreira, mas antes precisa vencer a brasileira Cris Cyborg.

Já a brasileira é considerada uma das lutadoras mais temidas de todos os tempos. Cris Cyborg vem pedindo uma chance de disputar o cinturão há um bom tempo. Invicta por doze anos, a atleta natural de Curitiba foi campeã do Strikeforce e Invicta FC, vencendo nomes como Gina Carano, Marloes Coenen e Charmaine Tweet no caminho. Em 2016, fez sua estreia antecipada no UFC e nocauteou Leslie Smith em apenas 81 segundos. Sua luta mais recente foi em setembro, em Brasília, quando nocauteou Lina Lansberg no segundo round.

23:43 · 03.06.2015 / atualizado às 00:07 · 04.06.2015 por
Esta será a primeira defesa do americano, desde que venceu Anthony Johnson, no UFC 183, no dia 23 de maio (Foto: UFC)
Esta será a primeira defesa do americano, desde que venceu Anthony Johnson, no UFC 183, no dia 23 de maio (Foto: UFC)

O presidente do UFC, Dana White, anunciou que Alexander Gustafsson será o primeiro desafiante de Daniel Cormier valendo o cinturão dos pesos-meio-pesados. A data e horário ainda não foram definidos.

Dana White ignora Jacaré e anuncia Luke Rockhold como novo adversário de Chris Weidman

Esta será a primeira defesa do americano, desde que ele venceu Anthony Johnson, no UFC 183, no dia 23 de maio. Já Gustafsson retorna ao octógono após a derrota sofrida para o prórpio Johnson, no dia 24 de janeiro. O suéco jpa teve a oportunidade de disputar o cinturão da categoria, mas acabou derrotado pelo ex-campeão, Jon Jones.

Além do combate entre Cormier e Gustafsson, Dana White ainda anunciou o americano Luke Rockhold como o próximo adversário de Chris Weidman, valendo o título dos pesos-médios.

05:43 · 24.05.2015 / atualizado às 09:08 · 24.05.2015 por
Cormier suportou a pressão do rival e conseguiu uma bela finalização (Foto: Reprodução UFC)
Cormier suportou a pressão do rival e conseguiu uma bela finalização (Foto: Reprodução UFC)

O cinturão dos pesos-meio-pesados do UFC tem um novo dono. Sem Jon Jones, coube aos americanos Daniel Cormier e Anthony Johnson disputarem o título da categoria, na luta principal do UFC 187, na madrugada deste domingo (24). Em um combate bastante movimentado, Cormier segurou a pressão de “Rumble“, aguentou fortes golpes e acabou conseguindo uma finalização no terceiro round, que lhe rendeu a vitória e o cinturão.

Chris Weidman vence Belfort e mantém cinturão

Ainda dentro do octógono, o novo campeão mandou disse que pretende uma nova luta contra Jon Jones. “Não quero desrespeitar todas as 16 mil pessoas aqui na arena, mas eu tenho um recado para apenas uma pessoa. Jon Jones, toma rumo na vida, estou te esperando”, disse o empolgado o americano.

Esta foi a 15ª vitória de Daniel Cormier na carreira. Em seu cartel só há uma derrota e foi justamente para “Bones”, em janeiro deste ano, no UFC 182.

Já Anthony Johnson, que vinha de três vitórias seguidas- contra Phil Davis, “Minotouro” e Alexander Gustafsson- amargou a quarta derrota na carreira. Conformado, Johnson apenas agradeceu por ter a oportunidade de disputar o título.

“Hoje eu perdi, mas queria mandar um recado: ‘Nunca desistam. Continuem perseguindo seus sonhos’. Fiz tudo o que tinha planejado, mas ele é um monstro. Não estou surpreso que ele tenha essa resistência”, declarou o lutador.

Confira todos os resultados do UFC 187:

CARD PRINCIPAL

Daniel Cormier venceu Anthony Johnson por finalização aos 2m39s do R3
Chris Weidman venceu Vitor Belfort por nocaute técnico aos 2m53s do R1
Donald Cerrone venceu John Makdessi por nocaute técnico aos 4m44s do R2
Andrei Arlovski venceu Travis Browne por nocaute técnico aos 4m41s do R1
Joseph Benavidez venceu John Moraga por decisão unânime

CARD PRELIMINAR

John Dodson venceu Zach Makovsky por decisão unânime
Dong Hyun Kim venceu Josh Burkman por finalização aos 2m13s do R3
Rafael Sapo venceu Uriah Hall por decisão dividida
Colby Covington venceu Mike Pyle por decisão unânime
Islam Makhachev venceu Leo Kuntz por finalização aos 2m38s do R2
Justin Scoggins venceu Josh Sampo por decisão unânime

Pesquisar

Faça uma busca em nosso blog:

Vai Encarar

Blog da seção Vai Encarar, da editoria Jogada, sobre lutas e artes marciais, especialmente cobertura sobre UFC.

VC REPÓRTER

Flagou algo? Envie para nós

(85) 98948-8712

Tags