Categoria: Godofredo Pepey


17:34 · 01.02.2017 / atualizado às 17:36 · 01.02.2017 por
Pepey vem de vitória sobre Mike De La Torre no UFC Brasília (foto: Márcio Valle/1º round)

Boa notícia para a torcida cearense que irá comparecer ao UFC Fortaleza, dia 11 de março, no CFO. O Ultimate confirmou, na tarde desta quarta-feira (1º), a participação de Godofredo Pepey, vice-campeão da primeira edição do TUF Brasil. Ele encara o americano Kyle Bochniak pela categoria peso-pena.

Pepey vem de uma grande vitória sobre Mike De La Torre, por finalização, no UFC Brasília, em setembro do ano passado, enquanto seu oponente bateu Enrique Barzola, em agosto do mesmo ano, por decisão dividida. O lutador cearense conversou com o Vai Encarar e agradeceu pela campanha da imprensa e dos fãs pela sua inclusão no evento.

Pepey é o segundo cearense a ser incluído no card do UFC Fortaleza. Além dele, a organização também confirmou a presença de Rony Jason, que enfrenta outro americano, Jeremy Kennedy. Outra novidade para o evento foi o anúncio da revanche entre Alex Cowboy e o americano Tim Means. Ambos lutaram em dezembro, no UFC 207, e a luta terminou sem resultado.

Confira o card do UFC Fortaleza até o momento:

Peso-médio: Vitor Belfort x Kelvin Gastelum
Peso-meio-pesado: Maurício Shogun x Gian Villante
Peso-leve: Edson Barboza x Beneil Dariush
Peso-meio-médio: Alex Cowboy x Tim Means
Peso-galo: Bethe Correia x Marion Reneau
Peso-médio: Garreth McLellan x Paulo Borrachinha
Peso-pena: Rony Jason x Jeremy Kennedy
Peso-leve: Francisco Massaranduba x Kevin Lee
Peso-pena: Godofredo Pepey x Kyle Bochniak
Peso-leve: Michel Trator x Josh Burkman*
Peso-mosca: Jussier Formiga x Ray Borg*

* Lutas ainda não confimadas

17:44 · 26.09.2016 / atualizado às 17:45 · 26.09.2016 por
Pepey admite que corrigiu alguns erros que teve na derrota para Darren Elkins (foto: reprodução)
Pepey admite que corrigiu erros que teve na derrota para Darren Elkins (foto: reprodução)

Disposto a chegar cada vez mais longe na categoria peso-pena do UFC, o cearense Godofredo Pepey avalia a sua performance no UFC Brasília, onde venceu o americano Mike de La Torre em apenas três minutos do 1º round.

Acompanhe o trecho da coletiva, a partir dos 12 minutos e 14 segundos, onde o vice-campeão do TUF Brasil responde ao Diário do Nordeste sobre o assunto:


Fim da conversa no bate-papo

23:40 · 24.09.2016 / atualizado às 12:00 · 25.09.2016 por
Pepey finaliza Mike De La Torre no 1º round do UFC Brasília (Foto: Alexandre Loureiro/Inovafoto)
Pepey finaliza Mike De La Torre no 1º round do UFC Brasília (Fotos: Alexandre Loureiro/Inovafoto)

Godofredo Pepey voltou a vencer e mais uma vez em grande estilo. Após uma série de trocação franca logo no início do combate que abriu o card principal do UFC Brasília, na noite desse sábado, 24, o cearense não deu chance a Mike de La Torre e finalizou o americano logo no primeiro round, provando que voltou a sua melhor forma no MMA.

Querido no Distrito Federal, onde também venceu em 2014 (bateu Dashon Johnson), Pepey foi ovacionado pelo público presente ao Ginásio Nilson Nelson desde a sua entrada no octógono. Focado e determinado a se recuperar do revés para Darren Elkins, em julho, no UFC Chicago, o cearense foi pra cima e não demorou para aplicar vários golpes em De La Torre, deixando o oponente desorientado.

Em seguida, ele fez o que mais sabe: impôs o seu jiu jitsu e liquidou a fatura com uma finalização (estrangulamento) com apenas três minutos de luta, para delírio da galera. “Posso derrotar qualquer um dessa divisão, quero alguém do top 10. Minha estratégia é sempre sair na porrada, acabar com meu adversário de qualquer jeito”, disse o cearense ao final do combate.

Imbatível

Cyborg comemora vitória sobre Lansberg, na luta principal da noite (Foto: Alexandre Loureiro/Inovafoto)
Cyborg comemora vitória sobre Lansberg, na luta principal

Era apenas questão de tempo até Cris Cyborg cumprir com a missão a que veio a Brasília: nocautear mais uma oponente no UFC, desta vez no main event (luta principal) da noite. Pior para a sueca Lina Lansberg, que até resistiu bonito no 1º round, mas no 2º, não aguentou a mão pesada da brasileira.

Cris vence pela segunda vez consecutiva no Ultimate e os fãs não querem outra coisa a não ser outra grande luta da curitibana, só que desta vez com uma das feras da organização – Ronda Rousey seria a mais provável. “Já tenho dois cinturões lá em casa. Eu luto é para dar show para essa torcida”, disse Cyborg ao final do combate.

Como já era esperado, Cris Cyborg tomou a iniciativa da luta desde o início. Acuada, Lina Lansberg não fazia outra coisa a não ser encurtar a distância para evitar os socos da brasileira. Lina até aguentou a forte trocação de Cyborg no primeiro round, mas quando voltou para o seguindo, foi preciso a interrupção do árbitro Mário Yamasaki, que decretou o final do duelo.

“Eu só quero agradecer ao UFC. A Cris é incrível. Eu poderia ter feito uma luta um pouco melhor, foi uma luta dura, mas eu só tenho a agradecer”, disse Lina Lansberg, que fez a sua estreia como lutadora da organização.

Confira todos os resultados do UFC Fight Night Brasília:

Card Principal

Cris Cyborg venceu Lina Lansberg (nocaute)
Renan Barão venceu Phillipe Nover (decisão unânime)
Roy Nelson venceu Antônio Pezão (nocaute)
Francisco Massaranduba venceu Paul Felder (interrupção médica)
Eric Spicely venceu Thiago Marreta (finalização)
Godofredo Pepey venceu Mike de La Torre (finalização)

Card preliminar

Michel Trator venceu Gilbert Durinho (decisão unânime)
Rani Yahya venceu Michinori Tanaka (decisão unânime)
Jussier Formiga venceu Dustin Ortiz (decisão unânime)
Erick Silva venceu Luan Chagas (finalização)
Alan Nuguette venceu Steven Ray (decisão unânime)
Vicente Luque venceu Hector Urbina (nocaute)
Gregor Gillespie venceu Glaico França (decisão unânime)

 

07:26 · 07.05.2015 / atualizado às 07:42 · 07.05.2015 por

 

Caio Monstro luta  no dia 12 de julho, na Flórida (EUA), contra o americano Josh Samman (Foto: Reprodução)
Caio Monstro luta no dia 12 de julho, na Flórida (EUA), contra o americano Josh Samman (Foto: Reprodução)

A edição impressa do Vai Encarar desta quinta-feira (7), na editoria Jogada do Diário do Nordeste, traz como principal destaque a ‘força cearense no UFC. Após as empolgantes vitórias de Thiago Alves “Pitbull”, Godofredo Pepey e Diego Brandão, mais três combates envolvendo lutadores alencarinos foram programados no evento para os próximos meses.

As oportunidade foram dadas ao peso-pena Rony ‘Jason’, ao peso-médio Caio “Monstro” e novamente a Thiago Pitbull, que lutará pela segunda vez do ano na divisão dos médios.

Confira a matéria completa: http://svmar.es/1c9FIy4

> Fortaleza recebe Simpósio Volta ao Mundo de Capoeira: http://svmar.es/1Ij2nWC

> Lutadores problema do UFC: http://svmar.es/1IQVxGX

08:00 · 22.03.2015 / atualizado às 09:36 · 22.03.2015 por
Demian tirou a invencibilidade de 11 lutas do rival (Foto: Reprodução UFC Brasil)
Demian tirou a invencibilidade de 11 lutas do rival (Foto: Reprodução UFC Brasil)

Os lutadores brasileiros dominaram o octógono montado no ginásio do Maracanãzinho e venceram 10, das 11 lutas que fizeram na sexta edição do UFC no Rio de Janeiro, na madrugada deste sábado (21). Destaque para Demian Maia, que usou toda sua experiencia no jiu jitsu para derrotar o americano Ryan LaFlare, por decisão unânime dos juízes (triplo 48-46).

O brasileiro foi superior durante praticamente todo o combate, chegando próximo de conseguir uma finalização, mas acabou sentindo o cansaço no último round e teve até um ponto retirado por falta de combatividade. Nada que atrapalhasse o paulista a chegar a sua 20ª vitória na carreira e ainda tirar a invencibilidade do rival, que já durava 11 lutas.

“Preciso agradecer a quem ficou até tarde, até o fim aqui para me ver no meu retorno. Eu tentei trazer uma finalização para vocês, mas fiquei três meses parado. Lutei com esse grande atleta que, inclusive, estava na frente na bolsa de apostas. Para mim é uma honra poder lutar no Rio de Janeiro, o berço do jiu-jitsu, onde pessoas como Hélio Gracie e Carlson Gracie lutaram”, falou o brasileiro logo após a vitória.

No co-evento da noite, Érick Silva mostrou toda a sua agressividade para conseguir finalizar Josh Koscheck no final do primeiro round. Após um início de luta mais amarrado, o brasileiro conseguiu encaixar boas combinações até encaixar uma bela guilhotina.

Érick Silva chegou ao 18º triunfo na carreira, sendo o sexto no Ultimate. Já Koscheck, chegou a quinta luta sem vitória.

Cearense em alta

A primeira luta do card principal foi entre Godofredo Pepey e o norte-americano Andre Fili. O cearense manteve a boa fase e finalizou o oponente no primeiro round com um triângulo espetacular.

Esta é a terceira vitória consecutiva de Pepey, que declarou seu amor à torcida após o combate. Já Fili não conseguiu repetir o bom desempenho que teve na sua última visita ao Rio de Janeiro, quando venceu Felipe Sertanejo por decisão unânime no UFC 179, e conheceu o terceiro revez na carreira.

Veja a declaração do cearense após a vitória:

Confira todos os resultados do UFC Rio 6

Card Principal
Demian Maia venceu Ryan LaFlare por decisão unânime (triplo 48-46)
Erick Silva venceu Josh Koscheck por finalização no R1
Léo Santos venceu Tony Martin por finalização no R2
Amanda Nunes venceu Shayna Baszler por nocaute técnico no R1
Gilbert Durinho venceu Alex Cowboy por finalização no R3
Godofredo Pepey venceu Andre Fili por finalização no R1

Card Preliminar
Francisco Massaranduba venceu Akbarh Arreola por decisão unânime (triplo 30-27)
Kevin Souza venceu Katsunori Kikuno por nocaute no R1
Leandro Buscapé venceu Drew Dober por finalização no R2
Leonardo Macarrão venceu Cain Carrizosa por decisão unânime (30-26; 30-27; 30-27)
Christos Giagos venceu Jorge Blade por finalização no R1
Fredy Serrano venceu Bentley Syler por nocaute no R3

Pesquisar

Faça uma busca em nosso blog:

Vai Encarar

Blog da seção Vai Encarar, da editoria Jogada, sobre lutas e artes marciais, especialmente cobertura sobre UFC.

VC REPÓRTER

Flagou algo? Envie para nós

(85) 98948-8712

Tags