Categoria: MMA Feminino


08:20 · 31.01.2017 / atualizado às 08:23 · 31.01.2017 por
Ronda ficou inconsolável ao perder para Amanda Nunes no UFC 207 (foto: arquivo)
Ronda ficou inconsolável ao perder para Amanda Nunes no UFC 207 (foto: arquivo)

No que depender das palavras de Dana White, a lutadora Ronda Rousey deve mesmo encerrar sua carreira no MMA. Em entrevista ao Flo Combat, o chefão do UFC deixou claro que, após conversa com a ex-campeã dos galos, seu destino será outro, bem longe do octógono.

Eu falei com Ronda no sábado pela manhã. Se eu tivesse que dizer agora, eu diria que ela não lutará novamente. Na minha opinião Ronda Rousey já está aposentada e, a partir de agora, vai curtir a vida fora do octógono”, declarou o presidente do Ultimate.

Mesmo aparentando uma certa tristeza pela provável ausência de uma de suas principais estrelas da organização, Dana White fez questão de reforçar o legado deixado pela americana, que revolucionou o esporte ao popularizar a participação das mulheres.

“Estou feliz por ela. Ronda chegou ao UFC e mudou o mundo. Ela pôs o MMA feminino no mapa e protagonizou as maiores lutas da história do seu esporte. Espero que seus recordes possam ser quebrados. Não sei se isso é possível, mas torço para que seja”, concluiu.

13:36 · 06.05.2016 / atualizado às 13:37 · 06.05.2016 por
Cearense Ilara Joane lutará na noite desta sexta-feira (Divulgação)
Cearense Ilara Joane (blusa preta) lutará na noite desta sexta-feira (Divulgação)

A cidade de Natal, no Rio Grande do Norte, será palco, nesta sexta-feira (6), de mais uma edição do 1º Round Combat, evento nacional de MMA. O evento tem início marcado para às 20 horas e acontece no Ginásio Nélio Dias. Ao todo, irão acontecer 13 combates.

Os principais destaques serão os confrontos entre Juliana Velasquez x Elaine Albuquerque e Tarciano “Pintinho” x Felipe Silva, válidos pelos cinturões peso-galo feminino (61kg) e peso-mosca masculino (57kg), além das superlutas entre os pesos-pesados (até 120kg) Caio Alencar “Caião” x Felipão Dantas e os meio-médios (77kg) Edilberto “Crocotá” x Ciro “Bad Boy”.

O card preliminar também conta com lutas interessantes, como os duelos entre Tarcisio “Psycho” Pierre x Yuri “Jason” Mariano – irmão do campeão do TUF Brasil 1, Rony Jason -, Alan Gomes x Maycon Silvan, José Dedinho x Alexandre Macaco e Ilara Joanne x Maria “Doida” Mendes.

Serviço:

1º Round Combat – 2ª edição
Local: Ginásio Nélio Dias (Natal, Rio Grande do Norte)
Data: 6 de maio de 2016
Horário: 20h (de Brasília)
Transmissão: Combate (ao vivo)

Card principal
Caio Alencar “Caião” x Felipão Dantas – acima de 93 kg (superluta)
Edilberto “Crocotá” x Ciro “Bad Boy” – até 77 kg (superluta)
Juliana Velasquez x Elaine Albuquerque – até 61 kg (cinturão)
Tarciano “Pintinho” x Felipe Silva – até 57 kg (cinturão)

Card preliminar
Ilara Joanne x Maria “Doida” Mendes – até 63 kg
Abraão Amorim x Augusto Matias Abdias – até 77 kg
Tarcisio “Psycho” Pierre x Yuri “Jason” Mariano – até 66 kg
Alexandre “Macaco” x Maurício “Dedinho” – até 77 kg
Alan Gomes x Maycon Silvan “Boca” – até 57 kg
Amaury Jr. Mossoró x Carlos Eduardo “Carlim” – até 61 kg
Mateus “Pitbull” Vasco x Daniel Virgínio – até 61 kg
Jefferson “Spider” Rodrigues x Antônio Pompeu – até 70 kg
Silmar Rodrigo x Sandro “Apaga a Luz” da Silva – acima de 93 kg

10:56 · 12.01.2016 / atualizado às 10:56 · 12.01.2016 por
(Reprodução Facebook)
Ediane Gomes abriu uma conta no GoFundMe para poder pagar os gastos com exames médicos antes da luta deste final de semana – sábado (16) (Reprodução Facebook)

Quem acompanha o mundo das lutas pode ter uma noção de que dinheiro não é um problema. Mas essa afirmação não é a realidade de todos os atletas, assim como no futebol.

A veterana lutadora brasileira Ediane “India Gomes, lutadora pela organização da Invicta FC, que já afirmou estar acostumada com as dificuldades teve buscar uma nova estratégia para conseguir terminar a preparação para a próxima luta.

Com duelo marcado para o próximo sábado, contra a americana Amanda Bell, na Califórnia, Ediane abriu uma conta em um site de financiamento coletivo para poder os testes médicos antes da luta. Os exames servem para determinar se o atleta está apto para enfrentar o esforço do confronto.

“Eu já lutei na Califórnia antes, contra a Ronda Rousey. Foi uma luta sem muito tempo de preparação, e eu passei um dia inteiro fazendo exames médicos. Eu nunca esqueci como eu tive de fazer todos aqueles testes médicos durante a perda de peso”, disse Ediane Gomes ao site MMA Junkie.

A brasileira afirma que ela precisa fazer 13 exames médicos relacionados ao evento do Invicta, que é regulamentado pela Comissão Atlética do Estado da Califórnia (California State Athletic CommissionCSAC).

De acordo com Andy Foster, diretor executivo da CSAC existem nove requirimentos básicos para se disputar uma luta chancelada pela entidade da Califórnia: exame de sangue, histórico cardiovascular, electrocardiograma, ressonância magnética aliada a um histórico e resumo das condições corporais, relatório neurológico, exame ocular e exame físico.

Shannon Kapp, presidente do Invicta FC, também comentou sobre esta dificuldade financeira da brasileira, lamentando que esses problemas com as despesas de preparação para os eventos são costumeiros para alguns lutadores. Mas Kapp disse que a organização ficaria mais do feliz em ajudar Gomes.

“Ela poderia pegar o telefone e ligar para mim, e nós pagaríamos. Nosso objetivo não é atrapalhar os nossos lutadores, mas sim ajudá-los”, disse a presidente do Invicta ao MMA Junkie.

Duelo com campeã

Com um card acumulado de 10 vitórias e 4 derrotas, Ediane Gomes já teve a oportunidade de enfrentar a ex-campeã das pesos-galo feminino do UFC, a americana Ronda Rousey, em 2011. O resultado, no entanto, não foi dos melhores para a brasileira, que perdeu com um arm-lock aos 25 segundos do primeiro round.

Veja a luta entre Gomes e Rousey:

12:52 · 17.11.2015 / atualizado às 12:52 · 17.11.2015 por
Holm nocauteou Ronda com 59 segundos do segundo round, na luta principal do UFC 193. (Foto: Reuters)
Holm nocauteou Ronda com 59 segundos do segundo round, na luta principal do UFC 193. (Foto: Reuters)

Lenda do UFC feminino, Ronda Rousey não deve deixar passar a sua derrota surpreendente para Holly Holm, na disputa do cinturão do peso galo, no último sábado (14), no UFC 193. A nova campeã da categoria sabe disso e afirmou, após a luta, que já espera uma revanche “assustadora”.

Holm explicou que acredita que todo lutador tem o direito de ter uma revanche para tentar se recuperar. “Em uma revanche, a confiança está com quem venceu a primeira luta, mas o outro está vindo com um coração totalmente diferente e um pensamento diferente. É uma luta mais assustadora. Já sofri um nocaute brutal e queria muito uma revanche. Acabei vingando minha derrota”, relembrou a norte-americana sobre um episódio em 2011.

Tratada como “azarona” antes do duelo, Holm continuou pregando respeito a Ronda, mesmo tendo derrubado a favorita com uma sequência exemplar de golpes no início do segundo round.

Holm tratou de mostrar a admiração que tem pela adversária segundos depois do nocaute. “Disse que a apreciava e que nós não teríamos a oportunidade que tivemos se ela não fosse uma campeã tão grande, e que a respeitava muito”, revelou a lutadora, na última segunda-feira (16), ao jornal Los Angeles Times.

11:09 · 16.11.2015 / atualizado às 11:48 · 16.11.2015 por
Ronda Rousey foi nocauteada por Holly Holm com 59 segundos do segundo round. (Foto: Reuters)
Ronda Rousey foi nocauteada por Holly Holm com 59 segundos do segundo round. (Foto: Reuters)

Além de ser surpreendida, nocauteada e perder o cinturão dos pesos galos femininos no UFC 193 para a compatriota Holly Holm, a norte-americana Ronda Rousey ainda irá carregar danos físicos da luta realizada em um estádio de Melbourne, na Austrália, na madrugada de sábado para domingo (15) – no Brasil.

A sequência de golpes de Holm, no início do segundo round, derrubou Ronda – e a sua invencibilidade no UFC – e fez “estragos” no rosto da ex-campeã. Segundo o canal ESPN dos Estados Unidos, Ronda Rousey terá que passar por cirurgia plástica para corrigir uma lesão no lábio e uma fratura no nariz.

A gravidade dos golpes de Holm foi atestada logo após o juiz encerrar a luta, e Ronda precisou ser levada imediatamente ao hospital, onde ficou apenas em observação e se contestou a necessidade de passar pelo processo cirúrgico.

14:02 · 12.08.2015 / atualizado às 14:02 · 12.08.2015 por
A cearnse estreia contra a russa Julia Borisova (Foto: Reprodução Facebook)
A cearense estreia contra a russa Julia Borisova (Foto: Reprodução Facebook)

Mais uma lutadora cearense assinou contrato para lutar no Xtreme Fight Championship internacional (XFCi). Após o sucesso de Viviane Sucuri, que foi campeã do GP peso-palha do XFCi, a peso-mosca Ilara Joanne confirmou que vai lutar na organização internacional de MMA.

A lutadora exibiu nas redes sociais a foto de seu contrato com o evento. “Contrato em mãos. XFCi aqui vou eu. Obrigado meu Deus!”, publicou a atleta.

Ilara Joanne estreia no próximo dia 19 de setembro, pelo Grand Prix (GP) feminino peso-mosca, em São Paulo. A Adversária será a russa Julia Borisova.

A cearense vem de duas vitórias seguidas sobre Yelka Torres, no Bitetti Combat, em junho de 2014, e Regina Pereira, em maio deste ano, pelo Limo Fight Champioship (LFC).

10:52 · 05.07.2015 / atualizado às 10:54 · 05.07.2015 por
Aos 21 anos, Viviane Sucuri acumula 3 vitórias seguida no XFCi (Foto: Arquivo)
Aos 21 anos, Viviane Sucuri acumula 3 vitórias seguida no XFCi (Foto: Arquivo)

Em uma noite histórica, a lutadora Viviane ‘Sucuri” derrotou a finlandesa Vuokko Katainen na final do grand prix (GP) peso-palha do Xtreme Fighting Championships (XFCi), na noite deste sábado (4), e se tornou a primeira cearense a conquistar um título internacional de MMA.

Sucuri teve trabalho, mas fez um combate estratégico, aplicando bons golpes e acabou tendo a vitória decretada por decisão unânime dos juízes. Esta foi a terceira vitória seguida da jovem lutadora dentro do XFC.

Na estreia, Sucuri nocauteou Fernanda Priscila, ainda no primeiro round, e, nas semifinais do GP, a vitória veio por decisão unânime dos juízes, diante a curitibana Liana Pirosin.

Além do título do XFCi, Viviane Sucuri, que está invicta na carreira, ainda é detentora do cinturão do Limo Fight Championship (LFC) e do Bitetti Combat.

Confira os demais resultados do XFCi 10:
Daniel Virginio venceu James Gray por nocaute técnico – Final do torneio peso-galo

Viviane Pereira venceu Vuokko Katainen por decisão unânime – Final do torneio peso-palha

Guilherme Faria venceu Ranfi Rivas por decisão unânime – Semifinal do torneio peso-pena

Willian Cili finalizou Mohamed Hassan Badawy por finalização – Semifinal do torneio peso-leve

Missael Silva venceu Pedro Falcão por decisão unânime dos juízes – Semifinal do torneio peso-pena

Fernando dos Santos venceu Rubenilton Pereira por decisão unânime dos juízes – Semifinal do torneio peso-leve

11:20 · 26.03.2015 / atualizado às 11:23 · 26.03.2015 por
ronda
Desafetos assumidos, as lutadoras poderão se enfrentar em breve

A lutadora Cris “Cyborg” anunciou, através das redes sociais, que está de volta ao UFC. A brasileira afirmou que foi contratada por Lorenzo Fertitta, um dos “chefões” do Ultimate, e aproveitou para mais uma vez desafiar a americana Ronda Rousey. Na publicação, Cyborg sugere que as lutadoras façam exames antidoping no padrão olímpico.

“Suas desculpas para não me enfrentar estão caindo […]. Pare de me acusar irresponsavelmente sobre esteroides anabolizantes. Eu estou limpa! […] Vamos fazer testes olímpicos, como Pacquiao e Mayweather, e você vai ter uma desculpa a menos para se esconder por trás. Lorenzo me contratou, estou de volta e vou atrás de você”, escreveu.

A brasileira ainda criticou “Rowndy” por abrir uma exceção para Gina Carano, aceitando enfrentar a veterana no peso-pena, mas não ela. “É uma vergonha você dizer que enfrentaria Gina Carano no peso-pena e não a mim. De qualquer jeito, vou atrás de você. Se esforce ao invés de dar desculpas. Você pode ter 99 desculpas para não me encarar, mas não estar no UFC não é uma delas”, completou Cyborg.

Ronda Rousey está invicta a 11 lutas e vai para sua sétima defesa do cinturão peso-galo (até 61,2 kg), desta vez contra a brasileira Bethe Correia. Já Cris Cyborg tem um cartel de 12 vitória e é a campeã do peso-pena (até 65,8 kg) do Invicta FC.

13:25 · 21.03.2015 / atualizado às 13:28 · 21.03.2015 por
Ambas as lutadoras estão invictas no MMA (Foto? Reprodução UFC Brasil_
Ambas as lutadoras estão invictas no MMA (Foto? Reprodução UFC Brasil_

O sonho de Bethe Correia, enfim, virou realidade. Durante a coletiva de lançamento da Turnê Mundial do UFC 189, realizado na última sexta-feira (20), no ginásio Maracanãzinho, foi confirmado que a paraibana será a próxima desafiante da campeã Ronda Rousey, valendo o cinturão dos galos. As lutadoras farão a luta principal do UFC 190, no dia 1º de agosto, na Arena da Barra, Rio de Janeiro.

Ronda veio pessoalmente até o Brasil para desafiar Bethe. A norte-americana esteve presente em um evento para promover a luta entre José Aldo e Conor McGregor, que ocorrerá em 11 de julho. Ela demonstrou toda a sua satisfação em poder lutar contra a paraibana em solo brasileiro, algo que já havia demonstrado interesse em declarações anteriores.

“Eu pedi para essa luta ser no Brasil. Já lutei aqui e antes e minhas maiores vitórias no judô foram aqui. Com certeza é algo pessoal. Eu quero entrar lá e não só vencê-la, mas deixá-la envergonhada”, afirmou “Rowndy”.

Bethe Correia rebateu as provocações e desse que sua luta contra Ronda Rousey revolucionará o MMA. “Quero dar um presente para Ronda Rousey: um soco forte na cara, que ela nunca levou. Eu prometi isso e ela vai receber isso. Eu vou dar esse cinturão para a torcida, pois eles merecem. Eu estou em casa, feliz, sei que os fãs irão me apoiar e eu irei representá-los da melhor maneira. MMA é diferente de judô e ela vai sentir o a mudança”, respodeu a paraíbana.

O duelo, enfim, será a prova de fogo de ambas as lutadoras, visto que Ronda e Bethe vêm trocando provocações já há algum tempo. O encontro também colocará à prova a invencibilidade das duas atletas, pois enquanto Ronda tem 11 vitórias na carreira, Bethe venceu os nove combates que realizou.

Fonte: UFC Brasil

14:45 · 15.03.2015 / atualizado às 14:48 · 15.03.2015 por
A adversária de Sucuri será a finlandesa Vuokko Katainen (Foto: Reprodução)
A adversária de Sucuri será a finlandesa Vuokko Katainen (Foto: Reprodução)

A lutadora cearense Viviane “Sucuri” venceu a paraense Liana Pirosin na noite do último sábado (14) por decisão unânime dos juízes, em luta válida pela semifinal do GP peso-palha do XFCi. O resultado colocou a jovem lutadora na final do evento. Ela é a primeira mulher cearense a lutar no card de um evento de MMA internacional.

A adversária de Sucuri também foi conhecida ontem. A finlandesa Vuokko Katainen derrotou a húngara Dora Perjes e fará a final contra a cearense.

Já no duelo principal da noite no XFC, o lutador Bruno “Macaco” se consagrou o primeiro campeão mundial peso-mosca (até 56,7kg) da história da organização ao derrotar Allan “Puro Osso” na decisão unânime dos juízes, após cinco rounds muito equilibrados.

A noite foi histórica para a academia Nova União, que também levou o título do torneio feminino, conquistado por Poliana Botelho, que nocauteou Silvaneide Marretinha no primeiro round.

Confira todos os resultados do XFCi

Card Principal

Até 56,7kg: Bruno “Macaco” Souza venceu Allan Nascimento por decisão unânime dos juízes laterais e conquistou o cinturão mundial do XFC
Até 56,7kg: Poliana Botelho venceu Antonia Silvaneide por nocaute técnico a 1min e 37seg do primeiro round e conquistou o título do torneio
Até 77,1kg: Gennadyi Kovalev venceu Will Galvão por decisão unânime dos juízes laterais – Superluta
Até 56,7kg: Julia Berezikova finalizou Julie Werner com uma chave de joelho a 1min45seg do segundo round – Superluta

Card Preliminar

Até 70,3kg: Natan Schulte finalizou Igor Egorov com um mata-leão aos 3min58seg do primeiro round – Superluta
Até 84kg: Alberto Uda venceu Boris Miroshnichenko por nocaute técnico a 1min57seg do terceiro round – Superluta
Até 52,2kg: Viviane Pereira venceu Liana Pirosin por decisão unânime dos juizes laterais – Semifinal do torneio peso-palha feminino
Até 61,2kg: Daniel Virginio da Silva venceu Júlio Rodrigues por nocaute técnico aos 4min46seg do primeiro round – Semifinal do torneio peso-galo masculino
Até 77,1kg: Michel Pereira venceu Cairo Rocha por decisão unânime dos juízes laterais – Semifinal do torneio peso meio-médio masculino
Até 77,1kg: Carlston Lindsay Harris finalizou Paulo Cesar dos Santos com triângulo de mão aos 4min03seg do primeiro round – Semifinal do torneio peso meio-médio masculino
Até 52,2kg: Vuokko Katainen (FIN) venceu Dora Perjes (HUN) na decisão unânime dos juízes laterais – Semifinal do torneio peso-palha feminino
Até 61,2kg: James Gray (EUA) finalizou Edgar Cabello (MEX) com um mata-leão aos 54 segundos do primeiro round – Semifinal do torneio peso-galo masculino

Pesquisar

Faça uma busca em nosso blog:

Vai Encarar

Blog da seção Vai Encarar, da editoria Jogada, sobre lutas e artes marciais, especialmente cobertura sobre UFC.

VC REPÓRTER

Flagou algo? Envie para nós

(85) 98948-8712

Tags