Busca

Categoria: MMA


13:14 · 30.05.2017 / atualizado às 14:02 · 30.05.2017 por
Aguinaldo ‘Pitbull’, Viviane Sucuri e Marcos Batista no Aeroporto Pinto Martins (foto: Irailton Menezes)

Confiante em mais uma vitória no Ultimate, a cearense Viviane Pereira ‘Sucuri’ embarcou para o Rio de Janeiro no final da manhã desta terça-feira (30). A ‘filha de Tauá’ encara a americana Jamie Moyle no card preliminar do UFC 212, que será realizado no próximo sábado (3).

A reportagem do blog esteve no Aeroporto Internacional Pinto Martins, em Fortaleza, e conversou com a lutadora e sua equipe, antes do embarque. “Já estou quase no meu peso e creio que não será problema até sexta-feira que será a hora de subir na balança”, disse a lutadora da equipe Dragon Kombat, que seguiu viagem ao lado do técnico Marcos Batista e do personal coach Aguinaldo Pitbull.

“Os treinamentos foram intensos e agora é focar na concentração e no psicológico. Iremos fazer todos os procedimentos que o UFC pede e vamos aproveitar também para fazer alguns ajustes nos últimos treinos. Depois é só esperar o dia da missão que nos foi dada”, pontuou o líder da Dragon Kombat, Marcos Batista.

Além de Marcos Batista e Aguinaldo Pitbull, Sucuri irá contar no Rio com a presença do parceiro de treinos Iamik Furtado, que ajudará no seu corner. “O ‘Mik’ já foi na frente e iremos nos encontrar no aeroporto do Rio. De lá vamos nos concentrar para fazer um bom trabalho”, reforçou o técnico.

Para o personal coach Aguinaldo Pitbull, o planejamento é a chave para mais um triunfo da cearense no evento. “Nossa meta de chegar lá com a Viviane estando em um nível bem alto foi conquistada. Ela está preparada e vamos representar bem o Brasil. Ela vai detonar!”, cravou.

Viviane Sucuri e Jamie Moyle lutarão pela categoria peso-palha do UFC, que tem como campeã a polonesa Joanna Jedrzejczyk. Também lutarão no UFC 212 pela mesma categoria a brasileira Cláudia Gadelha e a polonesa Karolina Kowalkiewicz.

Confira o card compelo do UFC Rio:

Principal (a partir de 23h, horário de Brasília):
Peso-pena: José Aldo x Max Holloway
Peso-palha: Cláudia Gadelha x Karolina Kowalkiewicz
Peso-médio: Vitor Belfort x Nate Marquardt
Peso-médio: Paulo Borrachinha x Oluwale Bamgbose
Peso-meio-médio: Erick Silva x Yancy Medeiros

Preliminar (a partir de 19h30, horário de Brasília):
Peso-galo: Raphael Assunção x Marlon Moraes
Peso-médio: Antônio Cara de Sapato x Eric Spicely
Peso-galo: Johnny Eduardo x Mathew Lopez
Peso-galo: Iuri Marajó x Brian Kelleher
Peso-palha: Viviane Sucuri x Jamie Moyle
Peso-meio-médio: Luan Chagas x Jim Wallhead
Peso-galo: Marco Beltrán x Deiveson Alcântara

09:45 · 12.05.2017 / atualizado às 09:48 · 12.05.2017 por
Dana White negou luta de Spider e Romero pelo cinturão interino (foto: AFP)

O clima entre Dana White, presidente do UFC, e o brasileiro Anderson Silva não é dos melhores. Desde que o Spider ficou sem adversário no UFC Rio 8 e se viu obrigado a deixar o card do evento, não sobraram críticas do lutador ao chefão da organização.

Para tentar acalmar os ânimos, o próprio Dana confirmou, em entrevista a Rádio CBS Sports que irá procurar o ex-campeão da categoria peso-médio. apesar de Anderson ter ficado louco no Instagram e ter dito todas essas coisas agora, ele na verdade é um cara muito legal. Ele está nervoso agora, e precisamos nos sentar. Tudo é melhor cara a cara, então provavelmente eu preciso viajar para a Califórnia e sentar para conversar com ele”, disse o mandatário.

Dana White chegou a criticar a postura do lutador brasileiro, mas reconheceu que o Spider está irritado com a situação, depois de ter o pedido de luta contra Yoel Romero negado. “Você não pode exigir uma luta por cinturão ou ameaçar que vai se aposentar. Especialmente quando você sabe que minha filosofia é: se você mencionar a palavra ‘aposentadoria’, provavelmente você deve se aposentar. Eu sei que ele não está feliz comigo. Eu e ele precisamos nos sentar e ter uma conversa cara a cara”, resumiu.

Enquanto Dana White e Anderson Silva não se entendem, a categoria dos médios parece ter tido uma solução, depois do anúncio do duelo entre o campeão Michael Bisping e o cubano Yoel Romero, que deve acontecer até o fim de julho deste ano. Se esse for realmente o caminho, tudo indica que Anderson Silva poderá, enfim, fazer a tão sonhada luta contra Georges St-Pierre, em outubro.

10:50 · 11.05.2017 / atualizado às 11:47 · 11.05.2017 por
Demian Maia é considerado um dos melhores lutadores do UFC (foto: AFP)

Demian Maia encara Jorge Masvidal neste sábado (13), em Dallas (EUA), para confirmar o que tanto espera como lutador do UFC: a oportunidade de ser o próximo desafiante ao cinturão da categoria peso-meio-médio do Ultimate.

O jiu-jítsu é a principal arma do brasileiro para alcançar mais uma vitória e emplacar sete triunfos seguidos. Confira no vídeo a seguir as melhores finalizações de Demian Maia no UFC:

18:38 · 01.05.2017 / atualizado às 18:39 · 01.05.2017 por
Anderson Silva aguarda definição de adversário para lutar no UFC Rio (foto: arquivo)

Anderson Silva não economizou nas palavras e não escondeu a insatisfação com o Ultimate pela não definição de seu oponente no UFC Rio, depois que o americano Kelvin Gastelum foi retirado do card por ser flagrado no exame antidoping.

O Spider concedeu entrevista nesta segunda-feira (1º) ao programa The MMA Hour, onde criticou a postura do presidente do Ultimate, Dana White, e disse estar disposto a lutar contra Yoel Romero no dia 3 de junho, desde que seja pelo cinturão interino dos médios.

“Estou muito decepcionado com o Dana. Eu estou cansado, eu não preciso mais disso. Não acredito em nada que o Dana fala, porque nada acontece”, disse o brasileiro se referindo à escalação de Georges St-Pierre para disputar o cinturão da categoria com Michael Bisping. É uma palhaçada. “É um desrespeito com os outros atletas”, ressaltou.

Enquanto o UFC não define a sua situação, Anderson Silva segue treinando forte e espera que a organização escale o cubano para ser o seu futuro oponente no UFC 212. “Eu disse que luto contra o Romero, mas pelo cinturão interino. É um grande negócio para o UFC. Por que não essa luta no Brasil? Eu não sei o que está acontecendo, mas estou muito desapontado”. Se nada acontecer, se essa luta não acontecer no Brasil, eu não luto mais. Estou cansado”, concluiu.

Romero também entrou na conversa e disse que topa enfrentar a lenda no dia 3 de junho, na Cidade Maravilhosa. “Eu tenho muito respeito pelo Anderson. Seria muito bom para a minha carreira lutar contra ele, mas só se for pelo cinturão interino. É uma boa opção, uma luta boa para as pessoas do Rio. Seria ótimo”, reforçou o cubano que é o número 1 da categoria dos médios.

10:17 · 17.02.2017 / atualizado às 10:17 · 17.02.2017 por
Letourneau perdeu para Viviane por decisão dividida no UFC 206 (foto: AFP)

Atleta de uma das academias mais renomadas do mundo (American Top Team), e até então integrante do top 15 da categoria peso-palha do Ultimate, a canadense Valerie Letourneau anunciou que está de saída do UFC. Sua última luta foi em dezembro de 2016, no UFC 206, quando foi derrotada em casa pela cearense Viviane Sucuri, que fazia a sua estreia na organização.

Em novembro de 2015, ela chegou a disputar o cinturão da divisão contra a polonesa Joanna Jedrzejczyk, mas foi derrotada. A canadense fazia parte do UFC desde 2014 e realizou seis lutas (três vitórias e três derrotas).

Letourneau fez um comunicado em seu perfil no Instagram sobre o assunto. Confira:

“Obrigada UFC! Tem sido uma experiência incrível e muitos sonhos foram realizados. É hora de olhar para o que vem em seguida dentro e fora do cage. Um novo capítulo começa agora #UFC #determinação #dedicação #paixão #amor #esporte #mma #obrigada #bybyeboss… E não sinta pena de mim! Para os que me conhecem há anos, vocês sabem e eu sei que toda vez que eu achei que o pior estava acontecendo, foi para me tornar 10 vezes melhor e eu sinto que é isso que está acontecendo. Isso é o melhor para a minha saúde e o meu futuro. Eu estou bem, estou feliz, ainda amo o esporte e ainda vou lutar se os meus fãs, patrocinadores e promoção me apoiarem. Se isso não aconteceu, eu ainda estarei bem!”

17:34 · 01.02.2017 / atualizado às 17:36 · 01.02.2017 por
Pepey vem de vitória sobre Mike De La Torre no UFC Brasília (foto: Márcio Valle/1º round)

Boa notícia para a torcida cearense que irá comparecer ao UFC Fortaleza, dia 11 de março, no CFO. O Ultimate confirmou, na tarde desta quarta-feira (1º), a participação de Godofredo Pepey, vice-campeão da primeira edição do TUF Brasil. Ele encara o americano Kyle Bochniak pela categoria peso-pena.

Pepey vem de uma grande vitória sobre Mike De La Torre, por finalização, no UFC Brasília, em setembro do ano passado, enquanto seu oponente bateu Enrique Barzola, em agosto do mesmo ano, por decisão dividida. O lutador cearense conversou com o Vai Encarar e agradeceu pela campanha da imprensa e dos fãs pela sua inclusão no evento.

Pepey é o segundo cearense a ser incluído no card do UFC Fortaleza. Além dele, a organização também confirmou a presença de Rony Jason, que enfrenta outro americano, Jeremy Kennedy. Outra novidade para o evento foi o anúncio da revanche entre Alex Cowboy e o americano Tim Means. Ambos lutaram em dezembro, no UFC 207, e a luta terminou sem resultado.

Confira o card do UFC Fortaleza até o momento:

Peso-médio: Vitor Belfort x Kelvin Gastelum
Peso-meio-pesado: Maurício Shogun x Gian Villante
Peso-leve: Edson Barboza x Beneil Dariush
Peso-meio-médio: Alex Cowboy x Tim Means
Peso-galo: Bethe Correia x Marion Reneau
Peso-médio: Garreth McLellan x Paulo Borrachinha
Peso-pena: Rony Jason x Jeremy Kennedy
Peso-leve: Francisco Massaranduba x Kevin Lee
Peso-pena: Godofredo Pepey x Kyle Bochniak
Peso-leve: Michel Trator x Josh Burkman*
Peso-mosca: Jussier Formiga x Ray Borg*

* Lutas ainda não confimadas

08:20 · 31.01.2017 / atualizado às 08:23 · 31.01.2017 por
Ronda ficou inconsolável ao perder para Amanda Nunes no UFC 207 (foto: arquivo)
Ronda ficou inconsolável ao perder para Amanda Nunes no UFC 207 (foto: arquivo)

No que depender das palavras de Dana White, a lutadora Ronda Rousey deve mesmo encerrar sua carreira no MMA. Em entrevista ao Flo Combat, o chefão do UFC deixou claro que, após conversa com a ex-campeã dos galos, seu destino será outro, bem longe do octógono.

Eu falei com Ronda no sábado pela manhã. Se eu tivesse que dizer agora, eu diria que ela não lutará novamente. Na minha opinião Ronda Rousey já está aposentada e, a partir de agora, vai curtir a vida fora do octógono”, declarou o presidente do Ultimate.

Mesmo aparentando uma certa tristeza pela provável ausência de uma de suas principais estrelas da organização, Dana White fez questão de reforçar o legado deixado pela americana, que revolucionou o esporte ao popularizar a participação das mulheres.

“Estou feliz por ela. Ronda chegou ao UFC e mudou o mundo. Ela pôs o MMA feminino no mapa e protagonizou as maiores lutas da história do seu esporte. Espero que seus recordes possam ser quebrados. Não sei se isso é possível, mas torço para que seja”, concluiu.

09:19 · 11.01.2017 / atualizado às 09:19 · 11.01.2017 por
Ronda observa muro de sua residência pichado (foto: reprodução/Daily Mail)
Ronda observa muro de sua residência pichado (foto: reprodução/Daily Mail)

A americana Ronda Rousey resolveu ‘aparecer’, depois da humilhante derrota no UFC 207, em dezembro de 2016, quando foi nocauteada pela brasileira Amanda Nunes, campeã da categoria peso-galo do UFC.

Nessa terça-feira ela foi flagrada pelo ‘Daily Mail‘ ao sair de casa para observar um ato de vandalismo (pichação), deixado no muro da sua residência. Nas fotos é possível observar que a lutadora não tem mais nenhuma marca do último combate.

O futuro de Ronda no UFC ainda é incerto. Após duas derrotas consecutivas, especula-se que a pioneira na organização pode até se aposentar, já que conseguiu uma boa estabilidade financeira. Por outro lado, amigos e fãs esperam que ela retome o caminho das vitórias e volte a disputar o cinturão da divisão.

13:00 · 03.01.2017 / atualizado às 13:02 · 03.01.2017 por
Cody Garbrandt bateu Dominick Cruz no UFC 207 e conquistou o cinturão dos galos (foto: AFP)
Cody Garbrandt bateu Dominick Cruz no UFC 207 e conquistou o cinturão dos galos (foto: AFP)

Cody ‘No Love’ Garbrandt não pensa em folga depois de conquistar o cinturão da categoria peso-galo do UFC. Após destronar o talentoso Dominick Cruz, no último dia 30 de dezembro, ‘queridinho’ da equipe Team Alpha Male, que tem à frente o ex-lutador Urijah Faber, quer ainda mais, e já mira superlutas em seu cartel.

Duas das principais estrelas do Ultimate estão na lista do novo campeão: o brasilerio José Aldo e o irlandês Conor McGregor. “Eu sei que poderia subir de categoria para enfrentar o José Aldo. Ele tem vitórias sobre os meus companheiros de time, é uma lenda, e eu gostaria de testar o seu queixo. Eu sei que bato duro e estou apenas começando. Também gostaria de ter uma luta contra Conor McGregor”, disse No Love em entrevista ao programa “The MMA Hour“.

A possibilidade maior é a luta entre Garbrandt e McGregor, já que os dois trocaram farpas no TUF 22, realizado nos Estados Unidos. Na ocasião, o falastrão irlandês provocou a equipe de Urijah Faber, que tinha Cody como treinador assistente. Os dois não brigaram porque a turma do ‘deixa disso’ se meteu e evitou o pior.

“Eu e o Conor tivemos aquela briga no TUF. Não tenho nada contra o cara como lutador. É um negócio para mim. Mas te digo que se alguém colocasse as mãos em mim e eu não fizesse nada a respeito, eu iria tentar devolver isso com certeza”, ressaltou o novo dono do cinturão dos galos do UFC.

17:33 · 06.12.2016 / atualizado às 17:33 · 06.12.2016 por
Werdum venceu Minotauro na última vez que o UFC foi realizado em Fortaleza, em junho de 2013 (foto: Natinho Rodrigues)
Werdum venceu Minotauro  em junho de 2013, no Ginásio Paulo Sarasate (foto: Natinho Rodrigues)

O que era apenas especulação está muito perto de se tornar realidade. Fortaleza está bem próxima de ser a primeira cidade brasileira a sediar um evento do UFC em 2017, mais precisamente no dia 11 de março. E o local escolhido para a realização do evento deve ser o Centro de Formação Olímpica (CFO), anexo a Arena Castelão.

O complexo esportivo já recebeu, em setembro deste ano,  o show da banda alemã Scorpions e ainda serviu de concentração para as delegações Cuba, Argentina e México realizaram período de aclimatação para os Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro.

A cúpula do Ultimate e a Secretaria do Esporte do Ceará, responsável pelo CFO, já iniciaram as conversas sobre o assunto, faltando apenas a análise e assinatura do contrato para realização do evento.

O UFC, inclusive, já teria interesse em realizar uma edição em Fortaleza neste ano, mas preferiu dar vez a Curitiba, onde aconteceu o UFC 198. A última vez em que a principal organização de MMA do planeta desembarcou em Fortaleza foi em junho de 2013, quando Fabrício Werdum venceu Rodrigo Minotauro na luta principal. Na oportunidade, o evento foi realizado no Ginásio Paulo Sarasate.

O próprio Rodrigo Minotauro, hoje embaixador do UFC no Brasil, levantou a possibilidade do Ultimate retornar a Fortaleza, quando esteve aqui em dezembro de 2015, quando cravou os punhos no Espaço Cultural Etevaldo Nogueira, que fica localizado dentro da Arena Castelão.

O ex-lutador visitou as instalações do CFO e ficou bastante empolgado com a possibilidade de um novo evento ser realizado no complexo. “Gostei muito da estrutura e seria ideal para a realização do UFC. Quem sabe a gente consegue trazer de volta o evento para Fortaleza”, disse o ex-lutador na oportunidade.