Busca

Categoria: Notícia


21:14 · 08.10.2015 / atualizado às 21:23 · 08.10.2015 por
Cardiologistas_
Evento vai apresentar novas tecnologias para salvar vidas (Foto: Divulgação)

A associação de arritmia e atividade física em lutadores de todos estilos vem sendo um tema muito impactante na atualidade. Para debater esse e outros assuntos a Associação Brasileira de Arritmia, Eletrofisiologia e Estimulação Cardíaca Artificial e a Sociedade com apoio da Sociedade Brasileira de Cirurgia Cardiovascular realizam, nos dias 9 e 10 de outubro, o IV Simpósio Internacional de Arritmia, Eletrofisiologia e Estimulação Cardíaca Artificial em Fortaleza.

Segundos as entidades, nos EUA, se constatou uma média de 66 mortes súbitas/ano em atletas nos últimos 6 anos, predominantemente no sexo masculino. Nesse evento, este tema não poderia deixar de estar presente, tendo sido incluído no conteúdo os cuidados que os médicos devem tomar na avaliação daqueles pacientes candidatos a prática desportiva.

Tecnologia e inovação

O encontro vai abordar os mais modernos tratamentos para evitar as mortes súbitas, que vitimam mais de 300 mil pessoas todos os anos no Brasil. Já estão confirmadas as participações de convidados de países como França, Estados Unidos e Portugal, e palestrantes brasileiros que estão à frente dos principias serviços de arritmias do país.“Essa área da cardiologia evoluí continuamente e de forma muito rápida, com o surgimento de novas tecnologias de marca-passo e material para ablação.

O Simpósio vai reunir grandes nomes que atuam no tratamento das Arritmias Cardíacas e será uma oportunidade de atualizar os profissionais brasileiros sobre o que existe de mais atual na área”, revelou a presidente do Simpósio, a cardiologista Stela Sampaio Vitorino.

A especialista revela que o evento também vai alertar sobre os cuidados que se deve ter para evitar as mortes súbitas e orientar que lugares com circulação de mais de 1500 pessoas, como shoppings, hotéis, estádios de futebol, escolas, espaços para shows, devem ter desfibrilador, equipamento que reverte uma arritmia ventricular grave.

Serviço:
IV Simpósio Internacional de Arritmia, Eletrofisiologia e Estimulação Cardíaca Artificial
Dia: 9 e 10 de Outubro
Local: Hotel Gran Marquise

09:18 · 05.10.2015 / atualizado às 09:28 · 05.10.2015 por
Os lutadores trocaram socos na calçada do ginásio (Foto: Reprodução)
Os lutadores trocaram socos na calçada do ginásio (Foto: Reprodução)

O Campeonato Pan-Americano de Jiu-Jitsu Profissional, realizado neste fim de semana em Fortaleza, foi marcado negativamente por uma briga entre dois lutadores do lado de fora do Ginásio do Náutico Atlético Cearense Atlético, localizado na Av Abolição, no bairro do Meireles.

A confusão teria iniciado ainda dentro do ginásio, após uma discussão entre representantes de duas equipes rivais. Os lutadores saíram da área de competição e começaram a brigar meio da rua.

O ocorrido foi gravado por pessoas que acompanhavam a competição e as imagens enviadas ao Blog Vai Encarar, por meio da ferramenta VC Repórter, pelo aplicativo WhatsApp.

No vídeo é possível ver dois homens lutando na calçada do Clube do Náutico. Eles usam técnicas da luta agarrada e passam a trocar socos.

Uma multidão se formou em volta dos lutadores e passou a incentivar a violência. A torcida ainda presente dentro do Náutico vaiou lamentável episódio.

Após alguns instantes, um dos organizadores se aproxima da confusão e separa os lutadores. Uma outra atleta de jiu-jitsu, visivelmente transtornada, ainda parte para cima de um dos homens e o agride com xingamentos, socos e chutes.

Confira o vídeo:

A Polícia Militar (PM) informou que não foi acionada para nenhuma ocorrência naquela região e que a segurança do evento seria de responsabilidade dos organizadores.

A competição foi organizada Confederação Brasileira de Lutas Profissionais (CBLP). A entidade foi procurada pelo BVE, mas as ligações não foram atendidas e até esta publicação o email não havia sido respondido.

O Campeonato Pan-Americano de Jíu-Jitsu Profissional 2015 foi realizado no sábado (3) e no domingo (4) e reuniu dezenas de atletas de equipes do Brasil e do Exterior, nas categorias masculino, feminino, infantil e juvenil. Ao todo, foram distribuídos R$ 70 mil em prêmios.

10:07 · 20.09.2015 / atualizado às 10:08 · 20.09.2015 por
Ilara Joanne nocauteou a russa aos 2 minutos de luta (Foto: Reprodução)
Ilara Joanne nocauteou a russa aos 2 minutos de luta (Foto: Reprodução)

A noite foi especial para os lutadores cearenses na 11ª edição do Xtreme Fighting Championships (XFC), na noite deste sábado (19). Estreando na organização internacional, Ilara Joane e Jefferson ‘Spider’ Rodrigues’ deram um show de MMA, ignoraram os gringos  e ambos saíram com vitórias.

O primeiro a subir no octógono no XFC International Center foi Spider, que enfrentou o argentino Ezequiel Eyalarar, pelo torneio peso-leve (até 70,3 kg). O atleta da 1ª Round Fortaleza mostrou boa trocação e conseguiu dominar praticamente os três rounds.

No fim, os juízes decretaram a vitória por decisão unânime. Com este resultado, o cearense chegou a 5ª vitória no cartel e ainda avançou para a semifinal do torneio, seguindo vivo na briga pelo título do XFC.

Logo após a conquista de Spider, foi a vez de Ilara Joane, também representante da 1ª Round, encarar a russa Julia Borisova. Com uma atuação impecável, a cearense fez uma das lutas mais rápidas do evento, conseguindo um nocaute avassalador com pouco mais de dois minutos de combate.

Com a vitória, Joane chegou a terceira vitória seguida na carreira e se credenciou para a semifinal do GP peso-mosca feminino.

O XFC, que é uma organização de MMA internacional e está entre as maiores no Brasil, já possuí uma cearense campeã. Em julho deste ano, Viviane Sucuri conquistou o título do GP na categoria peso-palha feminino.

16:53 · 16.09.2015 / atualizado às 17:18 · 16.09.2015 por
Belfort encara Henderson se enfrentam pela terceira vez (foto: divulgação)

O UFC anunciou mais um evento no Brasil. Na noite da última terça-feira (15), estrelas do MMA se reuniram em um hotel de São Paulo para assistir a apresentação do UFC Fight Night São Paulo. O encontro também contou com a presença dos lutadores que participarão do card principal, além do anúncio da venda de ingressos.

Victor Belfort enfrentará Dan Henderson pela terceira vez. Ambos acumulam uma vitória cada. O americano não participou da festa por conta de problemas no voo para o Brasil. Glover Teixeira e Patrick Cummins farão a segunda luta principal do evento, que acontece no dia 7 de novembro, no ginásio do Ibirapuera. Os lutadores estiveram presentes na apresentação do UFC Fight Night São Paulo e realizaram uma encarada para promover o combate.

Ingressos

A venda de bilhetes começam a ser vendidos nesta quarta-feira (16) pelo livepass. Os ingressos vão de R$ 150,00 até R$ 1.200,00.

Lutas do UFC Fight Night São Paulo confirmadas

Vitor Belfort x Dan Henderson
Glover Teixeira x Patrick Cummins
Thomas Almeida x Anthony Birchack
Fabio Maldonado x Tom Lawlor
Yan Cabral x Johnny Case
Gilbert “Durinho” Burns x Rashid Magomedov
Gleison Tibau x Abel Trujillo
Viscardi Andrade x Gasan Umalatov
Matheus Nicolau x Bruno “Korea” Rodrigues
Alex “Cowboy” Oliveira x Piotr Hallmann

 

 

14:20 · 11.09.2015 / atualizado às 14:20 · 11.09.2015 por
 O curso será realizado na academia Physicall Lab, no Centro (Foto: Reprodução)

O curso será realizado na academia Physicall Lab, no Centro (Foto: Reprodução)

A lutadora de jiu-jítsu Jaqueline de Moares Amorim irá ministrar um seminário em Fortaleza no próximo sábado (12). Apesar de jovem, a amazonense carrega um vasto currículo na modalidade e já foi bicampeã mundial de jiu jítsu, bicampeã do Word Pro de Abu Dhabi e tetracampeã brasileira de jiu jítsu.

O curso será realizado na academia Physicall Lab, na Rua Joaquim Deodato, 199, no Centro. A aula será iniciada às 10h.

O investimento é de R$ 80 para quem pagar no dia e R$ 60 para quem pagar antecipado. O seminário é aberto ao público e representa uma ótima oportunidade para adquirir novas técnicas na modalidade.

14:07 · 06.09.2015 / atualizado às 14:13 · 06.09.2015 por
Esta foi a sétima defesa de título do norte-americano (Foto: Reprodução UFC Brasil)
Esta foi a sétima defesa de título do norte-americano (Foto: Reprodução UFC Brasil)

Demetrious Johnson cravou seu lugar como um dos campeões mais dominantes da história do UFC. Neste sábado (5), na luta principal do UFC 191, o rei do peso-mosca usou sua velocidade, técnica e gás infinito para bater John Dodson em uma revanche que durou cinco rounds agitadíssimos.

O campeão não escondeu nada de seu arsenal, e acertou o desafiante com socos, chutes e quedas plásticas. O rendimento de Dodson foi caindo ao longo do combate, e Johnson dominou, vencendo por decisão unânime.

Esta foi a sétima defesa de título do norte-americano, que agora empatou com o campeão peso-pena José Aldo no terceiro lugar da lista de reis soberanos em suas divisões, atrás de Georges St-Pierre (ex-campeão meio-médio) e Anderson Silva (ex-campeão peso-médio).

Mir x Arlovski

Em duelo que demorou literalmente uma década para acontecer, os ex-campeões do peso-pesado Frank Mir e Andrei Arlovski demonstraram versatilidade, e lutaram tanto em pé quanto no solo. A falta de ritmo, no entanto, não agradou, e Arlovski, se mostrou decepcionado com a performance após ser anunciado como o ganhador.

Lineker vence luta eletrizante

Fazendo sua estreia entre os pesos-galos da organização, John Lineker começou com o pé direito na nova categoria. Fazendo jus ao apelido de “mão de pedra”, o brasileiro conquistou o knockdown sobre Francisco Rivera logo no início do combate.

Rivera tentou sobreviver aos socos do antigo peso-mosca, mas Lineker continuou pressionando e, quando viu uma oportunidade, puxou o rival para uma guilhotina, liquidando o combate.

Entrando no evento com menos de um mês de antecedência, Tiago Trator travou uma guerra contra Clay Collard. O amapaense não deixou de tentar finalizações em nenhum momento, não se deixando abalar pelas provocações do rival, que baixava a guarda e chamava para o combate. A tenacidade de Trator lhe rendeu a vitória por decisão dividida, sua segunda no Ultimate.

Abrindo o evento, uma luta entre integrantes do TUF Brasil 4. Colegas no Time Shogun, Nazareno Malegarie e Netto BJJ fizeram um duelo de trocação franca. Trocando sem medo, os atletas fizeram o octógono pegar fogo, e Netto foi declarado o vencedor por decisão dividida após três rounds.

Dos brasileiros, apenas Jessica Andrade foi derrotada, apesar da ótima performance. ‘Bate- Estaca’ começou melhor no combate, chegando a carregar Raquel Pennington no colo em duas ocasiões antes de tentar quedas, mas a norte-americana viu uma oportunidade no segundo assalto e encaixou o mata-leão, forçando a adversária a desistir.

Confira os resultados do UFC 191:

Card Principal

Demetrious Johnson venceu John Dodson por decisão unânime após cinco rounds;
Andrei Arlovski venceu Frank Mir por decisão unânime após três rounds;
Anthony Johnson venceu Jimi Manuwa por nocaute no segundo round;
Corey Anderson venceu Jan Balchowicz por decisão unânime após três rounds;
Paige VanZant venceu Alex Chambers por finalização no terceiro round.

Card Preliminar

Ross Pearson venceu Paul Felder por decisão dividida após três rounds;
John Lineker venceu Francisco Rivera por finalização no primeiro round;
Raquel Pennington venceu Jessica Andrade por finalização no segundo round;
Tiago Trator venceu Clay Collard por decisão dividida após três rounds;
Joe Riggs venceu Ron Stallings por nocaute técnico (desqualificação) no segundo round;
Joaquim Silva ‘Netto BJJ’ venceu Nazareno Malegarie por decisão dividida.

> Com informações do site oficial do UFC no Brasil

11:53 · 02.09.2015 / atualizado às 12:06 · 02.09.2015 por
A lutadora aplicou um triângulo e manteve a posição até a chagada da Polícia (Foto: Reprodução)
A lutadora aplicou um triângulo e manteve a posição até a chagada da Polícia (Foto: Reprodução)

Um homem suspeito de assalto teve uma surpresa nada agradável ao tentar roubar uma mulher, na última terça-feira (1º), na cidade de Açailância, no Maranhão. A ‘vítima’ era uma lutadora de jiu-jítsu e MMA e usou as técnicas adquiridas na arte suave para prender o assaltante.

A mulher, identificada como Monique Bastos, aplicou um triângulo no suspeito e o imobilizou até a chegada da Polícia. A ação foi gravada por populares da cidade e logo ganhou milhares de compartilhamentos nas redes sociais.

No vídeo é possível ver o suspeito imobilizado e pedindo socorro. “Chama a Polícia, chama a Polícia. Socorro! Foi a primeira vez que eu fiz isso, senhor. Foi a primeira vez que eu fiz isso!”, dizia o homem, com o rosto todo ensaguentado.

Assista ao flagrante:

A lutadora relatou em entrevista ao portal de notícias G1 que estava indo para a academia treinar, quando foi abordada por dois assaltantes. “Eles chegaram de moto e tomaram meu celular. Dei um puxão neles e derrubei a moto. O comparsa acabou levando meu celular”, lembrou Monique.

Durante 15 minutos, Monique manteve a força para seguir com o criminoso imobilizado em suas pernas, sem largar a posição. Após a chegada de uma equipe da Polícia Militar, o homem foi preso em flagrante e levado à 9ª Delegacia Regional de Açailândia.

09:08 · 25.08.2015 / atualizado às 09:30 · 25.08.2015 por
Thiago Pitbull faz a luta principal do UFC Coreia contra o Benson Henderson (Foto: Reprodução UFC)
Thiago Pitbull faz a luta principal do UFC Coreia contra o Benson Henderson (Foto: Reprodução UFC)

Dois lutadores cearenses tiveram lutas confirmadas para as próximas edições do UFC. O peso-pena Diego Brandão vai encarar o japonês Katsunori Kikuno, no dia 26 de setembro, em Saitama, no Japão.

O cearense busca sua segunda vitória consecutiva, após um nocaute técnico contra Jimy Hettes em abril, em Newark (EUA). Campeão da 14ª temporada do TUF nos EUA, Brandão acumula um cartel de 19 vitórias e 10 derrotas.

Seu adversário irá lutar pela segunda vez seguida contra um brasileiro. Em março, Kikuno foi nocauteado por Kevin Souza, no Rio de Janeiro. O japonês de 33 anos tem 23 vitórias, sete derrotas e dois empates na carreira.

Pitbull faz luta principal na Coreia

Após o UFC no Japão, o evento desembarca na Coreia do Sul. Em 28 de novembro, o evento chega a Seul para realizar um grande confronto entre o cearense Thiago ‘Pitbull’ Alves e o americano Benson Henderson, na luta principal do evento.

Ex-desafiante da categoria, Pitbull buscará se recuperar da derrota sofrida para Carlos Condit no UFC Goiânia, em maio deste ano. O cearense possui um cartel de 26 vitórias e 10 derrotas.

Dois anos após perder o cinturão dos pesos-leves, Henderson fará sua segunda luta na divisão dos meio-médios. Descendente de sul-coreanos, o atleta possui 22 vitórias e cinco derrotas na carreira.

O Brasil também será representado pelo invicto faixa-preta de jiu-jítsu Alberto Mina, que encara o veterano japonês Yoshihiro Akiyama, que retorna ao octógono após mais de um ano afastado.

O evento de Seul terá ainda um duelo entre os pesos-pesados Mirko ‘Cro Cop’ e Anthony Hamilton e a batalha entre o sul-coreano Dong Hyun Kim e Jorge Masvidal.

08:16 · 24.08.2015 / atualizado às 08:19 · 24.08.2015 por
SASKATOON, SK - AUGUST 23:  Referee Herb Dean (C) calls a stop to the contest as Charles Oliveira (L) of Brazil falls to the ground with an injury against Max Holloway of the United States in their featherweight bout during the UFC event at the SaskTel Centre on August 23, 2015 in Saskatoon, Saskatchewan, Canada. (Photo by Jeff Bottari/Zuffa LLC/Zuffa LLC via Getty Images)
SASKATOON, SK – AUGUST 23: Referee Herb Dean (C) calls a stop to the contest as Charles Oliveira (L) of Brazil falls to the ground with an injury against Max Holloway of the United States in their featherweight bout during the UFC event at the SaskTel Centre on August 23, 2015 in Saskatoon, Saskatchewan, Canada. (Photo by Jeff Bottari/Zuffa LLC/Zuffa LLC via Getty Images)

Uma lesão no pescoço de Charles ‘do Bronx’ ainda no começo do primeiro round decretou a vitória por nocaute técnico de Max Holloway na luta principal do UFC Saskatoon, na noite deste domingo (23), no Canadá. Após um início intenso de combate, o brasileiro tentou derrubar o adversário, mas sentiu dores na região e não conseguiu continuar.

O combate mais aguardado da noite começou com os dois lutadores buscando a trocação. Charles ainda apostou em alguns chutes altos, porém sem sucesso.

Em sua primeira investida nas pernas do havaiano, uma lesão na região do pescoço tirou o brasileiro do combate. Com a vitória, Holloway aumentou a sua invencibilidade no UFC para sete lutas. Já Do Bronx conheceu sua quinta derrota.

Erick Silva é derrotado por Magny

Foi a sexta derrota do brasileiro e o 16º triunfo do americano (Foto: Reprodução UFC)
Foi a sexta derrota do brasileiro e o 16º triunfo do americano (Foto: Reprodução UFC)

No segundo duelo mais importante do card principal, Erick Silva e Neil Magny travaram uma batalha de tirar o fôlego. O brasileiro sentiu os golpes do norte-americano no primeiro round, mas conseguiu se recuperar no segundo.

O round final foi de muita trocação entre os dois lutadores, mas a vitória ficou mesmo com Magny, por decisão divida dos juízes. Foi a sexta derrota do brasileiro e o 16º triunfo do americano.

Massaranduba vence a 4ª seguida

Foi a quarta vitória seguida do brasileiro (Foto: Reprodução UFC Brasil)
Foi a quarta vitória seguida do brasileiro (Foto: Reprodução UFC Brasil)

Um dos grandes destaques do UFC Saskatoon foi Francisco Trinaldo ‘Massaranduba’. O brasileiro soltou o braço em Chad Laprise e garantiu uma vitória por nocaute técnico logo no primeiro round. Foi a quarta vitória seguida de Massaranduba no UFC.

“Eu falei para mim mesmo que seria um lutador forte. E eu garanto que vou continuar treinando ainda mais”, declarou ainda dentro do octógono.

Outro combate de alto nível foi protagonizado por Patrick Coté e Josh Burkman. No terceiro round, Coté acertou um cruzado de direita e derrubou o adversário. A sequência de golpes no chão garantiu a vitória por nocaute técnico.

Confira todos os resultados do UFC Fight Night 74:

CARD PRINCIPAL

Max Holloway derrotou Charles do Bronx por nocaute técnico
Neil Magny derrotou Erick Silva decisão dividida
Patrick Coté derrotou Josh Burkman por nocaute técnico
Francisco Massaranduba derrotou Chad Laprise por nocaute
Olivier Aubin-Mercier derrotou Tony Sims por decisão unânime
Valerie Letourneau derrotou Maryna Moroz por decisão unânime

CARD PRELIMINAR

Frankie Perez derrotou Sam Stout por nocaute técnico
Felipe Sertanejo derrotou Yves Jabouin por finalização
Nikita Krylov derrotou Marcos Pezão por finalização
Chris Kelades derrotou Chris Beal por decisão dividida
Shane Campbell derrotou Elias Silvério por decisão unânime
Misha Cirkunov derrotou Daniel Jolly por nocaute técnico

Com informações do UFC Brasil

11:49 · 16.08.2015 / atualizado às 11:49 · 16.08.2015 por
Este foi o 34º nocaute do baiano (Foto: Reprodução Sportv)
Este foi o 34º nocaute do baiano (Foto: Reprodução Sportv)

O tetracampeão mundial de boxe Acelino Popó Freitas, 39 anos, retornou ao rinque na noite deste sábado (16), na Arena Santos, em São Paulo, e não tomou conhecimento de seu rival, o argentino Mateo Veron, 13 anos mais jovem. Com a mesma mão forte que o consagrou no boxe, o brasileiro precisou de apenas três rounds para nocautear o “El Chino”, em luta válida pela categoria super meio-médio (até 69kg).

Popó massacrou o adversário durante toda a luta. Após dois rounds dominantes, o pugilista conseguiu três quedas no El Chino no terceiro round e com um forte upper colocou o argentino para beijar a lona.

Após o triufo, o baiano desafiou o filipino Manny Pacquiao e afirmou que vai continuar lutando.

“Pac, por que você não retorna em 2016 lutando contra mim? O combate pode ser no lugar que você quiser! É a dica! Estou de volta ao ringue. Passo a passo. Hoje eu ganhei por nocaute. Em 2016 eu quero a oportunidade do título. WBO (Organização Mundial de Boxe) está no meu coração! Eu voltei e ganhei por nocaute hoje. Em 2016 quero a oportunidade do título”, disse Popó em uma publicação na internet.

Com a vitória, Popó chegou a 40 vitória, com impressionantes 34 nocautes. O baiano tem duas derrotas na sua trajetória no boxe profissional. “El Chino” conheceu sua 17ª derrota, a terceira para um brasileiro.  O argentino tem 21 vitórias na carreira.