Categoria: Notícia


22:44 · 30.01.2015 / atualizado às 23:20 · 30.01.2015 por
O combate valia o cinturão do pesos-médios do UFC (Foto/Montagem: Valdir Almeida)
O combate valia o cinturão do pesos-médios do UFC (Foto/Montagem: Valdir Almeida)

A disputa de cinturão dos pesos-médios do UFC foi novamente adiada. O atual campeão, Chris Weidman, sofreu uma lesão e não poderá enfrentar o brasileiro Vitor Belfort, na luta principal do UFC 184, que será realizado no dia 28 de fevereiro. Esta é a terceira vez que o duelo entre eles é adiado. O combate estava marcado inicialmente para maio do ano passado, no UFC 173, mas Vitor precisou ser retirado do card após a terapia de reposição de testosterona (TRT) ser proibida. A luta foi então remarcada para o UFC 181, em dezembro, mas uma lesão na mão tirou o americano do card. Agora, Ronda Rousey e Cat Zingano, que fariam o co-evento principal, farão a luta principal do evento. A informação foi divulgada primeiramente pelo “MMA Junkie” e confirmada pelo Ultimate horas depois. Em entrevista ao Canal Combate, o treinador de Weidman, Ray Longo, declarou que seu pupilo sofreu uma lesão na costela durante um treino de wrestling.

11:22 · 30.01.2015 / atualizado às 11:26 · 30.01.2015 por
O jogador fez o anunciou em sua página no facebook (foto: reprodução)
O jogador fez o anunciou em sua página no facebook (foto: reprodução)

O jogador Ronaldo “Fenômeno” anunciou nesta sexta-feira (30) que o lutador Vitor Belfort é o novo agenciado de sua empresa de gerenciamento de atletas, a ‘9ine’. Anteriormente, a agência de Ronaldo gerenciava a carreira de Anderson Silva. Em 2014, porém, a parceria se encerrou.

O jogador publicou uma foto de Belfort em sua página oficial no facebook. “Lugar de fenômeno é na 9ine! Prazer em anunciar Vitor Belfort como nosso novo agenciado. Fenômeno no octógono e na publicidade, bem-vindo!”, escreveu Ronaldo.

Belfort e Anderson Silva já trocaram farpas e chegaram a se enfrentar em fevereiro de 2011. Na ocasião, o “Spider” saiu vitorioso.

A próxima luta de Vitor Belfort, já com a nova parceria, será no dia 28 de fevereiro, contra o americano Chris Weidman, valendo o cinturão do UFC. Já Anderson Silva volta ao octógono no próximo sábado (31), contra Nick Diaz, após 13 meses se recuperando de uma lesão que sofreu justamente na luta contra Weidman, em dezembro de 2013.

11:12 · 25.01.2015 / atualizado às 10:30 · 28.01.2015 por
Rumble nocauteou o sueco  logo aos 2 minutos do 1º round (Foto: Reprodução UFC)
Rumble nocauteou o sueco logo aos 2 minutos do 1º round (Foto: Reprodução UFC)

Era o nome dele que os torcedores gritaram na luta principal do UFC Suécia, na madrugada deste domingo (25), em Estocolmo. Ídolo local, o lutador Alexander Gustafsson subiu no octógono ovacionado por cerca de 30 mil pessoas. Mas o que parecia uma grande festa sueca, se transformou em decepção. E foi o americano Anthony Johnson que saiu sorrindo da Arena Tele2, após um nocaute avassalador.

O combate começou empolgante com ambos os lutadores tentando controlar o centro do cage. Logo aos 2 minutos veio o golpe fatal para o sueco. Gustafsson tentou, sem sucesso, um chute frontal. “Ruble” aproveitou a guarda baixa do adversário e aplicou um knockdown de encontro.

Depois disso, Johnson permaneceu pressionando e atingiu o sueco com outros duros socos, até que o árbitro interrompeu o combate, dando a vitória por nocaute técnico para o americano. Para Gustafsson, ficou a decepção pela derrota em casa e por perder a chance de lutar pelo cinturão dos meio-pesados (até 93kg).

Cinturão esse que será disputado por Johnson, conforme informou o presidente do UFC, Dana White, após a luta pelo twitter. O Rumble irá enfrentar o campeão Jon Jones, em data ainda não definida. Aos 30 anos, Rumble soma um cartel de 19 vitórias e 4 derrotas. Este foi seu 3º triunfo seguido. Já Gustafsson tem 16 vitórias e duas derroras (perdeu a última para Jon Jones).

Outros resultados

Na luta co-principal da noite, Dan Henderson voltou aos médios para enfrentar Gegard Mousasi. Também no primeiro round, Mousasi acertou um golpe que deixou Henderson tonto e partiu para o ground and pound. O árbitro tratou de interromper o combate, decisão que desagradou os fãs na arena e vários telespectadores.

Card principal

Anthony Johnson venceu Alexander Gustafsson por nocaute no R1
Gegard Mousasi venceu Dan Henderson por nocaute no R1
Ryan Bader venceu Phil Davis por decisão dos juízes
Sam Sicilia venceu Akira Corassani por nocaute no R1

Card preliminar

Albert Tumenov venceu Nico Musoke por decisão dos juízes
Kenny Robertson venceu Sultan Aliev por nocaute no R1
Makwan Amirkhani venceu Andy Ogle por nocaute no R1
Nikita Krylov venceu Stanislav Nedkov por finalização no R1
Mairbek Taisumov venceu Anthony Christodoulou por nocaute no R2.
Mirsad Bektic venceu Paul Redmond por decisão dos juízes
Viktor Pesta venceu Konstantin Erokhin por decisão dos juízes
Neil Seery venceu Chris Beal por decisão dos juízes

09:04 · 24.01.2015 / atualizado às 09:04 · 24.01.2015 por
O duelo entre Assunção e Faber pode definir o próximo desafiante ao cinturão dos pesos galos (Foto: Divulgação)
O duelo entre Assunção e Faber pode definir o próximo desafiante ao cinturão dos pesos galos (Foto: Divulgação)

Depois do sucesso do UFC 179, o Ultimate volta ao ginásio do Maracanãzinho, no próximo dia 21 de março, para a sua 2ª edição no Brasil em 2015. Com 7 lutas já confirmadas, o 6º evento do UFC no Rio de Janeiro vai trazer o embate entre Rafael Assunção e Urijah Faber na luta principal. No co-evento da noite, o brasileiro Demian Maia enfrenta o americano Ryan LaFlare.

O duelo entre Assunção e Faber pode definir o próximo desafiante ao cinturão dos pesos galos. Invicto há 7 lutas, Raphael Assunção (23-4) derrotou Bryan Caraway por decisão unânime em seu último combate. Em outubro de 2013, o pernambucano venceu TJ Dillashaw, atual campeão da categoria, e o combate foi premiado como o melhor da noite, mostrando que o 4º do ranking da divisão tem grandes chances de trazer o título de volta ao Brasil.

Já o “The California Kid” (32-7) vem de duas vitórias, sobre Francisco Rivera e Alex Caceres, e é o 3º do ranking. Veterano do esporte, o americano também trilha o seu caminho para a disputa de cinturão, o que promete uma luta eletrizante.

Os fãs cariocas que forem ao Maracanãzinho no dia 21 de março também vão poder acompanhar a esperada volta do brasileiro Demian Maia (19-6). Longe do octógono desde maio do ano passado, quando venceu Alexander Yakovlev, o brasileiro foi diagnosticado com uma osteomelite no ombro direito em agosto, o que o levou a duas internações. Agora 100% recuperado, Demian, 8º entre os meio médios, enfrenta o invicto Ryan LaFlare.

Outras lutas

O carioca está invicto na organização, com 9 vitórias (Foto: Divulgação)
O carioca está invicto na organização, com 9 vitórias (Foto: Divulgação)

O natural de Niterói Gilbert Durinho (9-0) é mais um atleta a marcar presença no evento do Rio de Janeiro. O peso leve enfrenta o americano Josh Thomson (20-7), em uma luta que pode render ao brasileiro uma entrada no ranking da categoria.

Thomson, 7º na divisão, vem de duas derrotas controversas por decisão dividida para Bobby Green e Ben Henderson, enquanto Durinho venceu Christos Giagos na última passagem do UFC pelo Rio, no 179, em outubro de 2014.

Em um duelo que já pode ser considerado candidata à luta da noite, o capixaba Erick Silva (17-5) encara americano Ben `Killa B` Saunders (18-6) pelos meio médios. Os dois lutadores vêm de resultados positivos na organização: Erick venceu Mike Rhodes por finalização em Barueri, em dezembro, e Saunders derrotou Joe Riggs por nocaute técnico.

O campeão da segunda temporada do The Ultimate Fighter Brasil Leo Santos também marca presença no Maracanãzinho. O brasileiro, que vem de vitória sobre Efrain Escudero, em Brasília, enfrenta o americano Matt Wiman. Completando as lutas confirmadas no card até o momento, o capixaba Leonardo Mafra `Macarrão`(11-2) desce de categoria e enfrenta Cain Carrizosa (6-1) pelos leves; e Leandro Buscapé (17-2) encara Drew Dober (15-6) também pela divisão até 70kg.

10:33 · 23.01.2015 / atualizado às 10:33 · 23.01.2015 por
Massa Bruta é faixa preta III Dan de Taekwondo e especialista em defesa pessoal (Foto: Divulgação
Massa Bruta é faixa preta III Dan de Taekwondo e especialista em defesa pessoal (Foto: Divulgação)

O lutador de Taekwondo Emanoel Barroso, o “Massa Bruta“, realiza neste domingo (25), a partir das 8h, um workshop de defesa pessoal, em Fortaleza. O curso é voltado para os mais diferentes públicos, desde agentes de segurança, até estudantes e mulheres.

“O objetivo deste workshop é ensinar técnicas reais que promovem a segurança e o bem estar, ensinando desde evitar o conflito, até reagir quando não tiver mais possibilidades”, explica o lutador. Os participantes ainda receberão um certificados e passarão por uma avaliação ao término do curso.

Além de ser faixa preta III Dan de Taekwondo e especialista em defesa pessoal, Emanoel Massa Bruta ainda é lutador de MMA. Ele é detentor do cinturão peso-pesado do Limo Fight. Em sua última luta na principal organização do MMA cearense, Massa Bruta nocauteou Júnior Desequilibrado.

Serviço:

Data: domingo dia 25 de JANEIRO
Horário: de 8h as 13h
Investimento: R$65,00
Local: Escola de Natação Medley. Rua Raimundo Victor, 144 Parquelândia.
Mais informações: 85 88647121

09:50 · 19.01.2015 / atualizado às 09:57 · 19.01.2015 por
Após a vitória em Boston, o 'falastrão' pulou a grade e foi provocar o brasileiro que estava assistindo o combate (Foto: UFC)
Após a vitória em Boston, o ‘falastrão’ pulou a grade e foi provocar o brasileiro que estava assistindo o combate (Foto: UFC)

O irlandês Conor McGregor deixou mais uma vez sua marca. A vítima da vez foi o russo-germano Dennis Siver, na madrugada desta segunda-feira (19), no UFC Boston.

Silver não resistiu às provocações do adversário dentro e fora do octógono e acabou sendo nocauteado na metade do 2º round. Depois de uma bela sequência de socos, o ‘falastrão’ McGregor derrubou Siver, passou a guarda e desferiu uma saraivada de socos e cotoveladas, finalizando o combate.

McGregor x Aldo

Com a vitória, McGregor não se conteve, pulou a grade do octógono e partiu para cima de José Aldo, que assistia a luta. Sorrindo, o brasileiro só observou a atitude do lutador, que precisou ser contido pelos seguranças.

O presidente do UFC, Dana White, afirmou, em entrevista coletiva após a luta, que José Aldo e McGregor irão se enfrentar em maio deste ano, em Las Vegas. O combate vale o cinturão peso-pena da organização.

Gleison Tibau é o brasileiro com mais lutas no UFC (Foto: Reprodução Facebook)
Gleison Tibau é o brasileiro com mais lutas no UFC (Foto: Reprodução Facebook)

Tibau se torna o 3º maior vencedor do UFC

Em sua 24ª participação no UFC, o brasileiro Gleison Tibau levou a 3ª luta seguida na categoria. Ele venceu o norte-irlandês Norman Parke por decisão dos juízes.

Com a vitória, Tibau se tornou o 3º maior vencedor da história do Ultimate, com 16 conquistas, atrás apenas de Matt Hughes (18) e Georges St-Pierre (19).

Cerrone vence Henderson

Em outro grande duelo da noite, Donald Cerrone venceu Benson Henderson por decisão unânime dos juízes. Henderson não gostou do resultado.

Já o “Cowboy” se fez de bom moço, agradeceu a oportunidade de lutar em dois eventos seguidos (ele lutou no UFC 182, quinze dias) e pediu mais lutas. “Meu trabalho é apenas lutar, não julgo as lutas”, afirmou.

*Com  informações do UFC

11:46 · 15.01.2015 / atualizado às 11:50 · 15.01.2015 por
Goiabinha, que está escalado para a luta principal do evento (Foto: Kléber A. Gonçalves)
Goiabinha, que está escalado para a luta principal do evento (Foto: Kléber A. Gonçalves)

O Vai Encarar retornou hoje ao caderno impresso do Jogada,  no jornal Diário do Nordeste. Esta é a primeira publicação da página em 2015, após um movimentado ano de 2014 e um breve período de recesso. Confira os destaques:

‘De olho neles’

Um dos maiores campeonatos de Muay Thai do Ceará, o Coronel Combate, já tem dia e local definidos para acontecer. Lutadores amadores e profissionais irão medir forças no próximo dia 24 de janeiro, no Ginásio Aécio de Borba, no bairro do Benfica, em Fortaleza.

O evento, que tem a chancela da Federação Cearense de Muay Thai, chega este ano a sua terceira edição com o dobro de lutas da anterior. Ao todo, serão 66 combates, sendo 54 amadores e 12 profissionais.  Veja a matéria na íntegra: http://bit.ly/1Cb9KbU

‘Coluna Oss!’

jogadaTeia da esperança
Quando subir no octógono próximo dia 31, em Las Vegas, Anderson Silva não estará apenas tentando voltar a contar a sua história dentro do MMA. O próprio UFC depende disso para retomar seu rumo e soerguer-se da notícia do envolvimento de sua maior estrela, Jon Jones, com as drogas.

A direção do Ultimate aposta tudo no retorno do Spider. Somente ele, com seu carisma, história e reconhecida capacidade técnica, pode reparar os estragos desse golpe.

Conor
No domingo, 18, o novo falastrão do UFC, o irlandês Conor McGregor poderá dar um passo importante no caminho do cinturão dos penas. Ele vai encarar Dennis Siver. A vitória deve ser do irlandês, contudo ainda é muito cedo para McGregor merecer enfrentar José Aldo.
Confira a Coluna Oss! completa: http://bit.ly/1E3sXxT

08:12 · 09.01.2015 / atualizado às 08:16 · 09.01.2015 por
O duelo entre Machida e Rockhold pode representar uma chance de  disputar o cinturão dos médios em 2015 (Foto/Montagem: Valdir Almeida)
O duelo entre Machida e Rockhold pode representar uma chance de disputar o cinturão dos médios em 2015 (Foto/Montagem: Valdir Almeida)

O UFC acaba de confirmar oficialmente mais um confronto decisivo na categoria dos médios, até 83.9kg. O brasileiro Lyoto Machida irá enfrentar o norte-americano Luke Rockhold, na luta principal do UFC Newark, nos EUA, que será realizado no próximo dia 18 de abril.

Atual número três da categoria, Machida vem de uma boa sequência de três vitórias e apenas uma derrota, desde que desceu para os médios. Na última luta, O “The Dragon” precisou de pouco mais de um minuto para nocautear o americano CB Dollaway.

Rockhold tem um cartel de 13 triunfos e dois reveses e, assim como o brasileiro, também vem de três vitórias na categoria. Em sua última luta, o americano finalizou o veterano Michael Bisping.

O duelo entre Machida e Rockhold pode representar uma chance de disputar o cinturão dos médios em 2015. Cinturão esse que pertence a Chris Weidman e que será desafiado pelo brasileiro Vitor Belfort, no UFC 184, evento do próximo dia 28 de fevereiro.

10:32 · 05.01.2015 / atualizado às 10:33 · 05.01.2015 por
Os lutadores vão se enfrentar no UFC 185, que acontece em 14 de março, em Boston (Fotyo: Divulgação UFC)
Os lutadores vão se enfrentar no UFC 185, que acontece em 14 de março, em Boston (Fotyo: Divulgação UFC)

Mais um brasileiro terá a chance de lutar pelo cinturão neste ano de 2015. Depois de apresentações convincentes dentro do octógono, o carioca Rafael dos Anjos enfrenta o americano Anthony Pettis, campeão dos leves, no UFC 185, que acontece em 14 de março, em Boston.

Rafael dos Anjos vem de uma excelente sequência de oito vitórias nas últimas nove lutas. A duas últimas vitórias do brasileiro foram empolgantes, com um nocaute no ex-campeão Ben Henderson e um passeio de três rounds contra Nate Diaz. Sua única derrota foi para Khabib Nurmagomedov, em agosto de 2014.

Já o americano vai defender o cinturão da categoria pela 2ª vez, desde que conquistou o título em agosto de 2013, ao finalizar Ben Henderson com uma chave de braço no primeiro round. A última vitória do Showtime, como é conhecido, foi contra Gilbert Melendez, quando finalizou o rival com uma guilhotina no segundo rounds.

O confronto entre Pettis e dos Anjos tem tudo para ser um dos mais emocionantes de 2015. Os dois lutadores têm uma excelente trocação, mas já mostraram que conseguem usar o jiu-jitsu quando precisam.

Caso conquiste o cinturão, o brasileiro será o primeiro lutador do país a ficar no topo desta categoria. Até o momento, apenas lutadores americanos foram campeões no peso-leve.

Assista ao nocaute de Rafael dos Anjos sobre Ben Henderson:

08:00 · 18.12.2014 / atualizado às 08:00 · 18.12.2014 por
Roan Carneiro possui um cartel de dezenove vitórias e nove derrotas (Foto: Reprodução Facebook)
Roan Carneiro possui um cartel de dezenove vitórias e nove derrotas (Foto: Reprodução Facebook)

O brasileiro Roan Carneiro está de volta ao UFC’. O carioca de 36 anos, que lutou na organização entre 2007 e 2008, encara o norte-americano Mark Muñoz pelos médios no UFC 184, em 28 de fevereiro de 2015.

A principal luta do evento será entre o campeão dos médios Chris Weidman e o brasileiro Vitor Belfort. A noite de lutas também contará com a campeã Ronda Rousey enfrentando Cat Zingano.

Faixa-preta de jiu-jitsu e campeão Pan-Americano da modalidade, Roan Carneiro possui um cartel de dezenove vitórias e nove derrotas. O lutador vem de cinco triunfos consecutivos e já enfrentou grandes nomes do MMA, como o ex-campeão dos médios do Ultimate, Anderson Silva.

Já seu adversário, Mark Muñoz, vem de derrotas para Lyoto Machida e Gegard Mousasi, e sabe que precisa vencer para se manter como um dos principais nomes entre os médios. Aos 36 anos, o norte-americano possui um cartel de treze vitórias e cinco derrotas.

*Com informações do site oficial do UFC

Pesquisar

Faça uma busca em nosso blog:

Vai Encarar

Tudo sobre o mundo da luta, novidades, entrevistas exclusivas e cobertura dos principais eventos pelo Brasil e pelo mundo.

VC REPÓRTER

Flagrou algo? Envie para nós

(85) 98887-5065

Tags