Categoria: Notícia


08:10 · 20.11.2014 / atualizado às 08:15 · 20.11.2014 por
Sem Chance tem um cartel de 34 vitórias e 5 derrotas (foto: Bruno Gomes)

O lutador cearense José Maria “Sem Chance” volta a sua terra natal paranova disputa de cinturão. O ex-lutador do Ultimate Fighting Championship (UFC) vai enfrentar o piauiense Luís Felipe Buda, na luta principal da 21ª edição do Arena Fight, no Ginásio Coberto de Limoeiro do Norte. O combate vale o cinturão da categoria peso-mosca (até 57kg).

José Maria tem um cartel de 35 vitórias e cinco derrotas e atualmente treina na equipe Team Nogueira, dos irmãos Rodrigo “Minotauro” e Rogério “Minotouro”. Ele foi demitido do UFC em janeiro deste ano, após ser derrotado por John Lineker (UFC 163) e Dustin Ortiz (UFC Fight Night no Combate 32). “No Chance” como ficou conhecido no Ultimate possui um cartel de 34 vitórias e 5 derrotas no MMA.

Além da disputa do cinturão dos pesos moscas entre José Maria Sem Chance e Luís Felipe Buda, o Arena Fight terá outras nove lutas, sendo 4 de MMA e 5 de muay thai. Destaque para o co-evento da noite que traz o duelo entre Célio Terceiro e Nudo Roberto, valendo o título da categoria peso-leve (até 70kg).

10:04 · 07.11.2014 / atualizado às 10:06 · 07.11.2014 por
O lutador tem 8 vitórias e apenas uma derrota na carreira (Foto: Reprodução Facebook)
O lutador tem 8 vitórias e apenas uma derrota na carreira (Foto: Reprodução Facebook)

O cearense Caio Magalhães fará sua 5ª luta pelo Ultimate neste final de semana contra o americano Trevor Smith, no card preliminar do UFC em Uberlândia. Monstro, como é conhecido, tem 8 vitórias e apenas uma derrota na carreira, justamente em sua estreia na organização, quando perdeu para Buddy Roberts por decisão unânime.

Invicto até então, ele percebeu que precisaria melhorar seu jogo se quisesse figurar entre os melhores da categoria. Para isso, o atleta da Nova União passou a realizar parte dos seus treinos nos Estados Unidos, visando aprender e aperfeiçoar sua técnica com grandes nomes do MMA, como o ex-campeão dos meio-pesados Lyoto Machida e Glover Teixeira, seu amigo pessoal.

A mudança de ares deu certo. Caio venceu as três lutas seguintes, derrotando Karlos Vemola com um mata-leão, no UFC Fortaleza, Nick Ring por decisão unânime, no UFC Fight Night: Hunt vs. Pezão, e Luke Zacrich por nocaute técnico, no UFC on Fox: Werdum vs. Browne.

Voltando a lutar no Brasil, Caio fez toda a sua preparação em Connecticut (EUA) e garantiu que está pronto para conseguir a quarta vitória seguida. Caso isso aconteça, existem grandes chances do brasileiro enfrentar algum top 15 da categoria, para provar de vez que seu jogo evoluiu depois que passou a treinar fora do país.

Confira o card completo do evento:

UFC: Shogun x St. Preux
8 de novembro de 2014, em Uberlândia (MG)

CARD PRINCIPAL

Peso-meio-pesado: Maurício Shogun x Ovince St. Preux
Peso-mosca: Ian McCall x John Lineker
Peso-meio-médio: Warlley Alves x Alan Jouban
Peso-meio-médio: Cláudio Hannibal x Leon Edwards
Peso-palha: Juliana Lima x Nina Ansaroff

CARD PRELIMINAR

Peso-pena: Diego Rivas x Rodolfo Rubio
Peso-médio: Caio Monstro x Trevor Smith
Peso-meio-médio: Dhiego Lima x Jorge Blade
Peso-leve: Leandro Buscapé x Charlie Brenneman
Peso-galo: Thomas Almeida x Tim Gorman
Peso-meio-médio: Wagnão Silva x Colby Covington

Veja a entrevista do atleta para o UFC:

*Com informações do site oficial do UFC

17:36 · 28.10.2014 / atualizado às 19:29 · 28.10.2014 por
O evento em Barueri será o último card de 2014 (Foto: Reprodução UFC)
O evento em Barueri será o último card de 2014 (Foto: Reprodução UFC)

Depois do sucesso no ano passado, com todos os ingressos esgotados, o Ultimate Fighting Championship (UFC) volta ao Ginásio José Corrêa para mais uma edição no Brasil, a última de 2014. No próximo dia 20 de dezembro, a maior organização de MMA do mundo aterrissa em Barueri com o UFC Fight Night no Combate: Machida vs Dollaway.

Na luta principal da noite, Lyoto Machida, ex-campeão meio-pesado e quarto do ranking dos médios, enfrenta o americano CB Dollaway, número 10 da categoria. Além disso, os fãs terão a oportunidade de conferir a volta do ex-campeão peso galo Renan Barão, que encara o canadense Mitch Gagnon.

Machida (21V-5D) volta ao octógono depois dos 5 rounds disputados contra Chris Weidman pelo cinturão dos médios, em julho, em uma das melhores lutas do ano. Dessa vez, “The Dragon” terá pela frente CB Dollaway (16V-6D), americano que tem vitórias sobre os brasileiros Daniel Sarafian e Cezar Mutante e o francês Francis Carmont.

Já a luta co-principal da noite marca a volta Renan Barão (32-2, 1NC) ao octógono. Em sua última luta, em maio, o brasileiro foi derrotado pelo americano TJ Dillashaw e perdeu o cinturão da categoria.

Barão deveria ter voltado ao octógono em agosto, no UFC 177, para uma revanche com Dillashaw, mas passou mal e teve que abandonar o evento. No dia 20 de dezembro ele encara Mitch Gagnon (12-2), canadense que estreou no UFC em 2012 com derrota, mas de lá pra cá acumulou três vitórias seguidas.

Confira o card do evento:

Peso médio: Lyoto Machida x CB Dollaway
Peso galo: Renan Barão x Mitch Gagnon
Peso meio-pesado: Antônio “Cara de Sapato” vs Patrick Cummins
Peso meio-médio: Erick Silva vs Mike Rhodes
Peso leve: Elias Silvério vs Rashid Magomedov
Peso meio-pesado: Marcos Rogério “Pezão” vs Igor Pokrajac
Peso médio: Daniel Sarafian vs Dan Miller
Peso meio-médio: Marcio Lyoto vs Tim Means
Peso galo: Leandro Issa vs Ulka Sasaki

07:31 · 24.10.2014 / atualizado às 07:32 · 24.10.2014 por
O duelo está sendo considerada umas das maiores lutas do MMA feminino (Foto: Reprodução UFC)
O duelo está sendo considerada umas das maiores lutas do MMA feminino (Foto: Reprodução UFC)

Uma das maiores lutas do MMA feminino foi confirmada pelo UFC e já tem data definida. A campeã peso-galo, Ronda Rousey, vai enfrentar a número 1 do ranking, Cat Zingano, no co-evento do UFC 182, que será realizado no próximo dia 3 de janeiro, em Las Vegas. A edição também terá o esperado duelo entre Jon Jones e Daniel Cormier pelo título dos meio-pesados como a luta principal da noite.

Com uma carreira impecável e invicta há 10 lutas, Ronda Rousey vai defender o cinturão da categoria pela 5ª vez. Este pode ser o maior desafio da campeã dentro da organização, já que Zingano também não sabe o que é perder no MMA (9 vitórias).

Zingano estreou no UFC nocauteando Miesha Tate. A lutadora iria ser uma das treinadoras do TUF 18, mas uma lesão no joelho a impediu de participar do programa e enfrentar a campeã.

O período de afastamento aumentou devido ao suicídio do seu marido, o brasileiro Mauricio Zingano, em janeiro. Em seu retorno ao octógono, ela nocauteou a brasileira Amanda Nunes, no terceiro round, em uma luta espetacular, o que lhe deu o direito de disputar o cinturão contra Ronda.

09:16 · 09.10.2014 / atualizado às 09:18 · 09.10.2014 por
Dois cearenses, Rony Jason e Godofredo Pepey, foram os destaque da primeira etapa do reality show (Foto: Divulgação UFC)
Dois cearenses, Rony Jason e Godofredo Pepey, foram os destaque da primeira etapa do reality show (Foto: Divulgação UFC)

A grande maioria dos lutadores de Artes Marciais Mistas (MMA, sigla em inglês) compartilham no mesmo sonho: entrar para o UFC, a maior organização de lutas do mundo. Neste mês de outubro os atletas poderão ficar um pouco mais perto de atingir este objetivo. O Ultimate realizará a seletiva para a 4ª edição do The Ultimate Fighter Brasil, reality show transmitido pela Rede Globo e que dá ao vencedor um contrato com o UFC.

A seleção acontecerá no próximo dia 26 de outubro, no Hotel Windsor Barra, no Rio de Janeiro. Os candidatos devem ter entre 18 e 34 anos e Um cartel de, no mínimo, 3 lutas profissionais, sendo a maioria com vitórias.

A etapa 2015 do reality trará atletas das categorias peso-galo (até 61 kg) e peso-leve (até 70 kg). Os treinadores ainda não foram definidos pelos organizadores. O UFC lembra que ex-lutadores da organização não poderão participar.

Antes de se apresentarem para a seletiva no Hotel Windsor, os candidatos devem preencher o formulário online no site do UFC. Os atletas são responsáveis por todas as despesas nesta primeira etapa, incluindo passagens, alimentação e hospedagem.

Cearenses bem representados no The Ultimate Fighter Brasil

Na primeira edição do programa, dois lutadores cearenses foram à final na categoria peso-pena. Rony Jason acabou vencendo Godofredo Pepey, por decisão unânime dos juízes. Após a luta, ambos os lutadores acabaram assinando com o UFC e hoje representam o Estado dentro da organização.

13:18 · 08.10.2014 / atualizado às 13:28 · 08.10.2014 por
Aldo e Mendes disputam cinturão no próximo dia 25 (Foto: Reprodução)
Aldo e Mendes disputam cinturão no próximo dia 25 (Foto: Reprodução)

As provocações vêm se tornando rotina entre adversários que disputam cinturão no UFC. O holofote da vez está voltado para a dupla José Aldo e Chad Mendes, que compete pelo mais alto patamar dos penas (66 kg) da organização no próximo dia 25, no Ginásio Maracanãzinho, no Rio de Janeiro, no evento UFC 179.

Em bate-papos com o canal do UFC no Brasil, brasileiro e americano trocaram farpas mais uma vez. Ao ser indagado sobre uma palavra que classifique a Team Alpha Male (TAM), equipe de Mendes, Aldo, atleta da Nova União, emplacou “freguês”, fazendo referência às duas vitórias que conquistou contra atletas da TAM: o mesmo Mendes, em 2012, e Urijah Faber, em 2010. Nova União e Team Alpha Male são classificadas como as melhores academias para pesos-pena do mundo.

Como reposta, o desafiante classificou Aldo como “inimigo”. O manauara foi protagonista da única derrota de Mendes na carreira, após aplicar uma potente joelhada e finalizar o americano no UFC 142, que também aconteceu no Rio.

A revanche entre José Aldo e Chad Mendes estava marcada anteriormente para o evento principal do UFC 176, que aconteceria em julho, em Los Angeles. No entanto, o brasileiro se lesionou durante os treinamentos e sua presença no evento acabou sendo cancelado.

Veja o depoimento de José Aldo:

Confira a reposta de Chad Mendes:

07:14 · 02.10.2014 / atualizado às 08:31 · 02.10.2014 por
A forma física de Le levantou já havia levantado suspeita (Foto: Reprodução Facebook)
A forma física de Le levantou já havia levantado suspeita (Foto: Reprodução Facebook)

O peso médio Cung Le, 42 anos,  foi flagrado no exame antidoping e deverá ficar 9 meses suspenso do UFC. O exame realizado no último dia 23 de agosto, após a luta contra Michael Bisping em Macau, no último dia 23 de agosto, testou positivo para o excesso de hormônios do  crescimento (GH) no organismo do lutador.

Com o resultado positivo, o UFC suspendeu o atleta e ainda notificou que ele violou as políticas de conduta da organização (UFC Fighter Conduct Policy and Promotional Agreement) com a Zuffa, LLC. Após a período de suspensão, o vietnamita passará por um novo teste antidoping para poder competir novamente pelo Ultimate.

Como Cung Le perdeu o duelo, o resultado não deve ser alterado. Michael Bisping venceu por nocaute técnico aos 57s do quarto round e o vietnamita saiu com os dois olhos inchados.

Confira o comunicado feito pelo Ultimate:

“O peso-médio do UFC Cung Le testou positivo para um nível excessivo do Hormônio do Crescimento em seu organismo após sua luta no UFC Fight Night em Macao, China, em 23 de agosto. Devido ao seu resultado positivo, Le foi suspenso pelo UFC e notificado que violou a Política de Conduta dos Lutadores do UFC e seu Acordo Promocional com a Zuffa, LLC. O UFC tem uma política restrita e consistente contra o uso de qualquer droga ilegal e/ou de melhora de performance, estimulantes ou agentes mascarantes por nossos atletas. Le vai servir uma suspensão de nove meses e, à sua conclusão, vai precisar passar por um exame antidoping antes de competir novamente no UFC.”

07:56 · 28.09.2014 / atualizado às 09:09 · 28.09.2014 por
Esta foi a quinta defesa bem sucedida de Johnson (Foto: Reprodução Facebook)
Esta foi a quinta defesa bem sucedida de Johnson (Foto: Reprodução Facebook)

O UFC 178 foi marcado por grandes lutas e vitórias contundentes na noite do último sábado (27), em Las Vegas, EUA. O destaque ficou o atual campeão peso-mosca (até 57kg), Demetrious Johnson, que venceu por finalização (kimura) o americano Chris Cariaso e manteve o cinturão da categoria.

Esta foi a quinta defesa bem sucedida de Johnson, que agora tem um cartel de 21 vitórias, 2 derrotas e 1 empate. Já Cariaso, que vinha de uma sequencia de 3 triunfos seguidos, conheceu seu 6º revés, em 23 lutas.

No co-evento da noite, Donald Cerrone enfrentou o estreante Eddie Alvarez. Após três rounds de intensa trocação, Cerrone acabou saindo do octógono vitorioso por decisão unânime dos juízes (triplo 29-28) e chegou ao 5º triunfo seguido.

Zingano derrota a brasileira Amanda Nunes

A única brasileira em ação no UFC, Amanda Nunes, não suportou o impeto da americana Cat Zingano e acabou sendo nocauteada no final do 3º round. Zingano voltou ao ocotógo após um longo periodo de afastamento por conta de uma sequencia lesões e a morte de seu marido, o brasileiro Mauricio Zingano. Agora, a americana deve ser a próxima desafiante da campeã Ronda Rousey.

McGregor vence Poirier e manda recado para José Aldo

O “falastrão” Conor McGregor fez uma luta impecável e nocauteou o irlandês Dustin Poirier ainda no primeiro minuto de combate. Foi a 4ª vitória seguida de McGregor, que pediu uma luta contra o campeão dos pesos-penas (até 66kg), o brasileiro José Aldo.

“Sabem o que eu quero agora. Quero lutar contra aquele brasileiro se ele quiser (José Aldo). Ele vai eliminar o Chad Mendes e quero ele num estádio de futebol repleto de brasileiros, quero onde ele quiser”, disse após a luta.

Retorno triunfal

Outra luta que empolgou os presentes no UFC 178 foi o retorno triunfal Dominick Cruz, que  nocauteou Takeya Mizugaki  com uma sequencia de socos ainda no primeiro round.

Confira todos os resultados do UFC 178:

CARD PRINCIPAL

Demetrious Johnson finalizou Chris Cariaso com uma Kimura aos 2min29s do R2
Donald Cerrone venceu Eddie Alvarez por decisão unânime
Conor McGregor venceu Dustin Poirier por TKo a 1min46s do R1
Yoel Romero venceu Tim Kennedy por TKO aos 58s do R3
Cat Zingano venceu Amanda Nunes por TKO a 1min21s do R3

CARD PRELIMINAR

Dominick Cruz x Takeya Mizugaki
Jorge Masvidal venceu James Krause por decisão unânime
Stephen Thompson venceu Patrick Cote por decisão unânime
Brian Ebersole venceu John Howard por decisão dividida
Kevin Lee venceu Jon Tuck por decisão unânime
Manny Gamburyan finalizou Cody Gibson com uma guilhotina aos 4min56s do R2

16:37 · 16.09.2014 / atualizado às 16:39 · 16.09.2014 por
Pesão foi nocauteado pelo bielorrusso na luta principal do UFC Brasília (Foto: Reprodução Facebook UFC)
Pesão foi nocauteado pelo bielorrusso na luta principal do UFC Brasília (Foto: Reprodução Facebook UFC)

A derrota no UFC Brasília para o bielorrusso Andrei Arlovski não foi nada boa para Antônio Pezão. Além do nocaute, o brasileiro também perdeu 5 posições e caiu para o 9º lugar na categoria dos pesos-pesados. Já para Arlovski, a vitória lhe colocou na 7ª colocação no ranking.

Com a queda de Pezão, os pesos pesados Stipe Miodic (4º), Josh Barnett (5º) e Mark Hunt (6º) ganharam uma posição cada. Os brasileiros Fabrício Werdum e Júnior Cigano ainda lideram o ranking dos pesados, quem tem Cain Velasquez como dono do cinturão.

Outro brasileiro que perdeu posição com a atualização dos rankings do UFC foi o peso galo Renan Barão. O lutador foi ultrapassado pelo campeão dos pesos-meio-médio, Johny Hendricks, e caiu do 9º para o 10º lugar no ranking peso por peso da organização.

Confira o ranking completo atualizado pelo Ultimate:

Foto: Divulgação UFC
Foto: Divulgação UFC
16:07 · 13.09.2014 / atualizado às 17:25 · 13.09.2014 por
Diaz foi liberado após pagamento de fiança (Foto: Reprodução Facebook)
Diaz foi liberado após pagamento de fiança (Foto: Reprodução Facebook)

O próximo adversário de Anderson Silva no UFC, o americano Nick Diaz, foi preso por suspeita de dirigir alcoolizado em uma cidade do interior da Califórnia, nos EUA. Outras 3 acusações também foram direcionadas ao lutador: obstruir um policial, destruição de provas e dirigir com a carteira de habilitação vencida.

De acordo com o jornal “Lodi News-Sentinel“, Diaz foi preso na madrugada do último dia 6 de setembro, porém a notícia só veio à tona nesta semana. Segundo o sargento Steve Maynard, o lutador não resistiu à prisão, mas fez de tudo para complicar o trabalho policial.

Nick Diaz foi liberado após pagamento de fiança e agora aguarda, em liberdade, o julgamento. Após a divulgação do ocorrido, o UFC se pronunciou oficialmente através de seu site.

“Nós estamos cientes da situação e estamos no processo de reunir os fatos. Nós entendemos que há um processo legal em andamento e que Nick Diaz terá a oportunidade de lidar com essa situação no futuro próximo,” diz o comunicado.

A luta entre Anderson Silva e Nick Diaz está marcada para acontecer no UFC 182, em Las Vegas, no dia 31 de janeiro de 2015. O combate marca o retorno do Spider após fraturar a perna na revanche contra Chris Weidman.

Pesquisar

Faça uma busca em nosso blog:

Vai Encarar

Tudo sobre o mundo da luta, novidades, entrevistas exclusivas e cobertura dos principais eventos pelo Brasil e pelo mundo.

VC REPÓRTER

Flagrou algo? Envie para nós

(85) 98887-5065

Tags