Busca

Categoria: Shooto Brasil


11:49 · 27.06.2015 / atualizado às 11:50 · 27.06.2015 por
Esta foi a 7ª vitória na carreira do pupilo de Pedro Rizzo (Foto: Divulgação)
Esta foi a 7ª vitória na carreira do pupilo de Pedro Rizzo (Foto: Divulgação)

A participação dos cearenses Jamil Silveira e Michael William no Shooto Brasil 55 não foi como era esperado. Os representantes da equipe Dragon Fight Nova União bem que tentaram, mas acabaram derrotados em seus duelos no evento que foi realizado na noite deste sexta-feira (26), no Clube Hebraíca, na Zona Sul do Rio de Janeiro.

O primeiro a entrar no ringue foi Micheal, que encarou o paraense Imerson Oliveira, pela categoria dos moscas. O cearense segurou a pressão do adversários, conseguiu desferir alguns golpes, mas acabou derrotado por decisão unânime dos juízes. Esta foi a 6ª derrota do lutador, que acumula ainda 11 vitórias em seu cartel.

Depois, foi a vez de Jamil Silveira, que enfrentou o pupilo de Pedro Rizzo, o jovem Leonardo Limberger.

Limberger foi superior na trocação durante todo o combate, desferindo fortes cotoveladas e chutes. No segundo round, quando levava a melhor, Leonardo ainda foi beneficiado por Jamil ter segurado na grade e ter um ponto descontado, acabando o combate com a vitória por decisão unânimes dos juízes.

Este foi o sétimo resultado positivo na carreira em oito lutas, enquanto o cearense perdeu pela 16ª vez, além de possuir 42 vitórias.

Confira todos os resultados do Shooto Brasil 55:

Leonardo Limberger venceu Jamil Silveira por decisão unânime dos juízes laterais
Fábio Ventura e Joel Soares empataram em decisão majoritária dos juízes laterais
Irmeson Oliveira venceu Michael William por decisão unânime dos juízes laterais
José Milton venceu Alexandre Cirne por nocaute técnico aos 18seg do primeiro round
Jones Murilo venceu Thiago “Bananinha” Melo por nocaute técnico aos 1min e 55 seg do segundo round
Jiraya Pereira venceu Leonardo Moura por decisão dividida dos juízes laterais
Klinger Pinheiro venceu Adailton Silva por decisão unânime dos juízes laterais
Jhonata Silva venceu Danilo Gomes por nocaute técnico aos 3min 55seg do segundo round
Rafael Macapá venceu Ronald Castro por decisão unânime dos juízes laterais
Rafael Bernardo venceu Marcos Nenê por nocaute técnico aos 56seg do primeiro round
Cleverson Carrilho venceu Elvis Batista por nocaute técnico aos 2min 15seg do segundo round
Bruno Polegar finalizou Victor Sombra com um mata-leão aos 4min 03seg do terceiro round
Matheus Malta finalizou Murilo Marques com um triângulo de mão aos 1min e 59seg do primeiro round
Daniel Hortegas finalizou Victor Siqueira com uma chave de braço aos 58seg do primeiro round