Categoria: UFC 187


05:43 · 24.05.2015 / atualizado às 09:08 · 24.05.2015 por
Cormier suportou a pressão do rival e conseguiu uma bela finalização (Foto: Reprodução UFC)
Cormier suportou a pressão do rival e conseguiu uma bela finalização (Foto: Reprodução UFC)

O cinturão dos pesos-meio-pesados do UFC tem um novo dono. Sem Jon Jones, coube aos americanos Daniel Cormier e Anthony Johnson disputarem o título da categoria, na luta principal do UFC 187, na madrugada deste domingo (24). Em um combate bastante movimentado, Cormier segurou a pressão de “Rumble“, aguentou fortes golpes e acabou conseguindo uma finalização no terceiro round, que lhe rendeu a vitória e o cinturão.

Chris Weidman vence Belfort e mantém cinturão

Ainda dentro do octógono, o novo campeão mandou disse que pretende uma nova luta contra Jon Jones. “Não quero desrespeitar todas as 16 mil pessoas aqui na arena, mas eu tenho um recado para apenas uma pessoa. Jon Jones, toma rumo na vida, estou te esperando”, disse o empolgado o americano.

Esta foi a 15ª vitória de Daniel Cormier na carreira. Em seu cartel só há uma derrota e foi justamente para “Bones”, em janeiro deste ano, no UFC 182.

Já Anthony Johnson, que vinha de três vitórias seguidas- contra Phil Davis, “Minotouro” e Alexander Gustafsson- amargou a quarta derrota na carreira. Conformado, Johnson apenas agradeceu por ter a oportunidade de disputar o título.

“Hoje eu perdi, mas queria mandar um recado: ‘Nunca desistam. Continuem perseguindo seus sonhos’. Fiz tudo o que tinha planejado, mas ele é um monstro. Não estou surpreso que ele tenha essa resistência”, declarou o lutador.

Confira todos os resultados do UFC 187:

CARD PRINCIPAL

Daniel Cormier venceu Anthony Johnson por finalização aos 2m39s do R3
Chris Weidman venceu Vitor Belfort por nocaute técnico aos 2m53s do R1
Donald Cerrone venceu John Makdessi por nocaute técnico aos 4m44s do R2
Andrei Arlovski venceu Travis Browne por nocaute técnico aos 4m41s do R1
Joseph Benavidez venceu John Moraga por decisão unânime

CARD PRELIMINAR

John Dodson venceu Zach Makovsky por decisão unânime
Dong Hyun Kim venceu Josh Burkman por finalização aos 2m13s do R3
Rafael Sapo venceu Uriah Hall por decisão dividida
Colby Covington venceu Mike Pyle por decisão unânime
Islam Makhachev venceu Leo Kuntz por finalização aos 2m38s do R2
Justin Scoggins venceu Josh Sampo por decisão unânime

05:37 · 24.05.2015 / atualizado às 08:37 · 24.05.2015 por
Esta foi a quinta vitória de Weidman sobre brasileiros (Foto: Reprodução UFC)
Esta foi a quinta vitória de Weidman sobre brasileiros (Foto: Reprodução UFC)

Não foi dessa vez que o Brasil voltou a ter o cinturão dos médios do Ultimate. Após aplicar verdadeira blitz de socos em Chris Weidman, Vitor Belfort foi dominado no solo pelo norte-americano e saiu derrotado do combate por nocaute técnico, na madrugada deste domingo (24), no UFC 187, em Las Vegas (EUA).

Esta é a quinta vitória do invicto campeão sobre um atleta brasileiro na organização, que antes havia derrotado Anderson Silva duas vezes, Lyoto Machida e Demian Maia.

O duelo começou bem estudado, até que o “Fenômeno” acertou uma joelhada em Weidman, que sentiu o golpe. O brasileiro partiu com tudo pra cima e desferiu diversos golpes no adversário, que apenas se defendida.

Mesmo com um corte na sombrancelha, Weidman conseguiu se recuperar e derrubar Belfort. O americano passou a guarda e aplicou um ground and pound agressivo com cotoveladas e socos. Apesar de ter tentado se livrar da posição, Vitor foi completamente dominado e não conseguia se defender dos golpes, o que obrigou o árbitro Herb Dean a interromper o combate.

“Ele me acertou bons golpes, mas nada que eu não tenha levado na academia. Fiquei me defendendo até me recuperar. Coloquei na minha cabeça que se a luta ficasse no grappling, eu sairia vencedor. Mas quero uma salva de palmas para Vitor Belfort, ele é uma lenda do esporte. Eu sou a última pessoa que gosta de falar mal dos outros, só tinha algo de errado com seus testes. Mas não quero xingar ninguém”, falou o campeão ainda no octógono.

Belfort, claramente emocionado, também deu sua palavra. “Ele é um grande atleta e eu sabia que ele iria querer lutar no chão. Tentei evitar, mas foi uma noite melhor para ele. Ele sabe lutar no solo. Tentei trabalhar posições e dar bons golpes, mas ele foi superior. As coisas funcionam assim e quero agradecer a Deus, Jesus e todos os brasileiros e americanos presentes aqui”, declarou o brasileiro, que amargou sua 11ª derrota na carreira.

Confira todos os resultados do UFC 187:

CARD PRINCIPAL

Daniel Cormier venceu Anthony Johnson por finalização aos 2m39s do R3
Chris Weidman venceu Vitor Belfort por nocaute técnico aos 2m53s do R1
Donald Cerrone venceu John Makdessi por nocaute técnico aos 4m44s do R2
Andrei Arlovski venceu Travis Browne por nocaute técnico aos 4m41s do R1
Joseph Benavidez venceu John Moraga por decisão unânime

CARD PRELIMINAR

John Dodson venceu Zach Makovsky por decisão unânime
Dong Hyun Kim venceu Josh Burkman por finalização aos 2m13s do R3
Rafael Sapo venceu Uriah Hall por decisão dividida
Colby Covington venceu Mike Pyle por decisão unânime
Islam Makhachev venceu Leo Kuntz por finalização aos 2m38s do R2
Justin Scoggins venceu Josh Sampo por decisão unânime

Com informações do UFC Brasil

22:13 · 22.05.2015 / atualizado às 22:14 · 22.05.2015 por
Os lutadores farão o co-evento do UFC 187 (Foto: Reprodução UFC)
Os lutadores farão o co-evento do UFC 187 (Foto: Reprodução UFC)

O clima voltou a esquentar na noite desta sexta-feira (22) durante a pesagem oficial para o UFC 187, em Las Vegas (EUA). No momento mais aguardados pelos fãs, Vitor Belfort e Chris Weidman subiram na balança e conseguiram bater o peso. Após o teste, os lutadores realizaram mais uma encarada tensa, precisando, novamente, da intervenção do presidente do UFC, Dana White.

O americano direcionou duras críticas contra Belfort, pelo fato dos níveis de testosterona do brasileiro estarem maiores que os seus. ” Sou mais jovem e mesmo assim ele com níveis de testosteronas mais altos. Ele (Vitor Belfort) está trapaceando, mas eu vou fazer ele pagar”, afirmou o americano, que vai para sua terceira defesa do cinturão.

Já o “Fenômeno” manteve o foco na disputa do cinturão e não entrou na provocação de Weidman. “Para mim é um sonho. Estou abençoado de estar neste esporte e estou pronto para vencer”, ressaltou o brasileiro, que fará sua primeira luta após o banimento da Terapia de Reposição de Testosterona (TRT).

Luta principal

Os americanos Anthony Johnson e Daniel Cormier, que farão a luta principal do UFC 187, realizaram uma encarada tranquila e sem provocações, com ambos os atletas batendo o peso. Os lutadores irão disputar o cinturão dos pesos-meio-pesados do UFC.

Programação

O evento está programado para iniciar às 19h (horário de Brasília) com o primeiro combate do card preliminar, entre os pesos moscas Josh Sampo e Justin Scoggins. O card principal está programado para começar às 23h.

Confira todas as lutas do UFC 187:

CARD PRINCIPAL

Peso-meio-pesado: Daniel Cormier x Anthony Johnson
Peso-médio: Chris Weidman x Vitor Belfort
Peso-leve: Donald Cerrone x John Makdessi
Peso-pesado: Travis Browne x Andrei Arlovski
Peso-mosca: Joseph Benavidez x John Moraga

CARD PRELIMINAR

Peso-mosca: John Dodson x Zach Makovsky
Peso-meio-médio: Josh Burkman x Dong Hyun Kim
Peso-médio: Uriah Hall x Rafael Sapo
Peso-palha: Rose Namajunas x Nina Ansaroff
Peso-meio-médio: Mike Pyle x Colby Covington
Peso-leve: Leo Kuntz x Islam Makhachev
Peso-mosca: Josh Sampo x Justin Scoggins

 

 

 

 

08:36 · 22.05.2015 / atualizado às 14:58 · 23.05.2015 por
O presidente do UFC, Dana White, precisou separar os lutadores (Foto: Reprodução)
O presidente do UFC, Dana White, precisou separar os lutadores (Foto: Reprodução)

Os lutadores do card do UFC 187 realizaram a frente a frente pela última vez antes da pesagem oficial para o evento do próximo sábado (23). Uma das encaradas mais aguardadas foi entre o Vitor Belfort e Chris Weidman, que lutarão pelo cinturão dos pesos-médios.

A encarada foi tensa e arrancou aplausos das centenas de fãs presentes no MGM, em Las Vegas. Com olhar fixo em Weidman, o “Fenômeno” fechou os punhos e chegou bem próximo do rosto do americano. Foi preciso, inclusive, que o presidente do UFC, Dana White, separasse os lutadores.

Já as demais encaradas, foram mais amistosas. Entre elas, a que reuniu Daniel Cormier e Anthony Johnson, que disputarão o cinturão dos pesos-meio-médios, na luta principal do evento.

O UFC 187 será realizado no próximo sábado (23), em Las Vegas (EUA). O primeiro duelo da noite, pelo card preliminar, será entre Josh Sampo e Justim Scoggins, pela divisão dos moscas.

Confira todas as lutas:

CARD PRINCIPAL

Peso-meio-pesado: Daniel Cormier x Anthony Johnson
Peso-médio: Chris Weidman x Vitor Belfort
Peso-leve: Donald Cerrone x John Makdessi
Peso-pesado: Travis Browne x Andrei Arlovski
Peso-mosca: Joseph Benavidez x John Moraga

CARD PRELIMINAR

Peso-mosca: John Dodson x Zach Makovsky
Peso-meio-médio: Josh Burkman x Dong Hyun Kim
Peso-médio: Uriah Hall x Rafael Sapo
Peso-palha: Rose Namajunas x Nina Ansaroff
Peso-meio-médio: Mike Pyle x Colby Covington
Peso-leve: Leo Kuntz x Islam Makhachev
Peso-mosca: Josh Sampo x Justin Scoggins

13:10 · 19.05.2015 / atualizado às 13:12 · 19.05.2015 por

Vitor Belfort, desafiante ao cinturão do americano Chris Weidman, já está em Las Vegas, onde ocorrerá a luta. Depois de quase cinco horas de voo, o brasileiro desembarcou ao lado de sua equipe e disse, em tom bastante tranquilho, que está feliz em poder representar o Brasil no UFC.

“Estou tranquilo, curtindo cada momento. Vou dar o meu máximo e estou bem feliz em poder representar o Brasil. Vou dar meu melhor”, afirmou o lutador em entrevista ao UFC.

Confira a entrevista completa:

O duelo entre Belfort e Weidman, valendo o título dos médios, será realizado neste sábado (23), após ser remarcado por três vezes. Além deste duelo, o UFC 187 ainda terá o combate entre Anthony Johnson e Daniel Cormier, que ganhou a oportunidade de lutar pelo cinturão, após Jon Jones ser suspenso do Ultimate.

Confira o card do UFC 187:

Card principal
Daniel Cormier x Anthony Johnson
Chris Weidman x Vitor Belfort
Donald Cerrone x John Makdessi
Travis Browne x Andrei Arlovski
Joseph Benavidez x John Moraga

Card preliminar
John Dodson x Zach Makovsky
Josh Burkman x Dong Hyun Kim
Uriah Hall x Rafael Sapo
Rose Namajunas x Nina Ansaroff
Mike Pyle x Colby Covington
Leo Kuntz x Islam Makhachev
Josh Sampo x Justin Scoggin

09:31 · 29.04.2015 / atualizado às 11:59 · 29.04.2015 por
O lutador é suspeito de se envolver em um acidente automobilístico (Foto: Reprodução UFC)
O lutador se envolveu em um acidente automobilístico e teria se negado a realizar o socorro das vítimas (Foto: Reprodução UFC)

O inferno astral de Jon Jones (e do UFC) parece se intensificar mais a cada dia. Após se envolver em acidente automobilístico e se negar a socorrer as vítimas, incluindo uma grávida (que teve o braço quebrado), o campeão dos meio-pesados  perdeu o cinturão na noite desta terça-feira (28) e será impedido de lutar contra Anthony Johnson, em luta que seria realizada no próximo dia 23 de maio, em Las Vegas, pelo card do UFC 187. Seu substituto será Daniel Cormier.

“O UFC anuncia que está suspendendo Jon Jones por tempo indeterminado e retirando o seu cinturão peso-meio-pesado como resultado das violações ao código de conduta da nossa organização. Jones foi recentemente preso em Albuquerque com uma acusação de crime por fugir do local do acidente envolvendo uma pessoa ferida. Como resultado dessa acusação e de outras violações do nosso código de conduta, a organização acredita que é melhor conceder tempo ao Jones para que ele foque nas suas pendências legais”, disse o comunicado oficial da organização, divulgado ontem à noite.

Pouco antes de a notícia se tornar oficial, o lutador norte-americano, que já havia sido flagrado anteriormente em teste antidoping que detectou o uso de cocaína, se pronunciou sobre o caso em sua conta no Twitter. “Tenho muito a refletir. Perdão a todo mundo que eu desapontei”, declarou o atleta.

O lutador havia se entregado à polícia de Albuquerque, Estados Unidos, na última segunda-feira (27), mas já está em liberdade.

08:49 · 19.02.2015 / atualizado às 09:46 · 19.02.2015 por
A luta entre o americano e o brasileiro vale o cinturão dos pesos-médios (Foto/montagem: Valdir Almeida)
A luta entre o americano e o brasileiro vale o cinturão dos pesos-médios (Foto/montagem: Valdir Almeida)

Após ser remarcado por três vezes, finalmente o duelo entre o brasileiro Vitor Belfort e o americano Chris Weidman, valendo o cinturão dos pesos-médios do UFC, ganhou uma nova data. O Ultimate confirmou oficialmente que o combate será realizado no dia 23 de maio, em Las Vegas, no torneio de número 187.

O UFC 187 tem tudo para ser um dos mais disputados do ano, já que o duelo entre Belfort e Weidman ficou agendado apenas como co-evento da noite. A organização anunciou que a luta principal será entre Jon Jones e Anthony Johnson, que valerá o cinturão dos pesos-meio-pesados.

Jon Jones vem de vitória sobre o rival Daniel Cormier, no UFC 182, em janeiro deste ano. Na ocasião, o campeão venceu por decisão unânime dos juízes. Já Johnson ganhou a chance de disputar o cinturão após atropelar o sueco Alexander Gustafsson no UFC Estocolmo.

Além das duas disputas de cinturão, foi confirmado o confronto entre russo Khabib Nurmagomedov e norte-americano Donald Cerrone pela divisão dos leves.  Nurmagomedov tem um cartel incrível no MMA e no UFC de 22 lutas e 22 vitórias, sendo são seis delas na organização. Já Cerrone vem de sete triunfos seguidos.

Os demais combates já confirmados para o UFC 187 foram entre Travis Browne x Andrei Arlovski, pelos pesos-pesados, e Joseph Benavidez x John Moraga pelos pesos-moscas.

Pesquisar

Faça uma busca em nosso blog:

Vai Encarar

Blog da seção Vai Encarar, da editoria Jogada, sobre lutas e artes marciais, especialmente cobertura sobre UFC.

VC REPÓRTER

Flagou algo? Envie para nós

(85) 98948-8712

Tags