Categoria: UFC Natal


23:23 · 23.03.2014 / atualizado às 23:39 · 23.03.2014 por

O cearense Godofredo Pepey já provou que deve continuar no UFC após o incrível nocaute aplicado em Noad Lahat, neste domingo, no UFC Natal. A sua atuação agradou tanto que o atleta foi premiado com o prêmio de Performance da Noite. Além dele, Dan Henderson também foi agraciado com a premiação. A melhor luta do evento também envolveu o veterano norte-americano. O combate entre Hendo e Shogun foi escolhido como luta da noite.

_M0X6205

Pepey, que chegou a ser cogitado como possível demitido do UFC, agora será agraciado com a premiação de 50 mil dólares. “Eu venho praticando essa joelhada há um bom tempo, mas não consegui encaixá-la nas minhas últimas lutas por causa do meu nervosismo. Eu não estava com o psicológico bom. Agora estou de volta. O leão acordou.”

23:06 · 23.03.2014 / atualizado às 01:24 · 24.03.2014 por

Após perder os dois primeiros rounds e quase ser nocauteado, o americano Dan Henderson conseguiu por à lona o brasileiro Maurício Shogun, no terceiro assalto no segundo confronto épico entre as lendas.

Henderson levou a melhor na trocação e nocauteou Shogun |Foto: Natinho Rodrigues
Henderson levou a melhor na trocação e nocauteou Shogun |Foto: Natinho Rodrigues

O público recebeu de pé os dois mitos, no Ginásio Nélio Dias, no UFC Fight Night Combate em Natal.  Após um início de bastante estudo, Maurício Shogun tomou a iniciativa do combate. Em um contragolpe, Hendo acertou o brasileiro que pareceu sentir. Shogun, porém, revidou  e conseguiu quase nocautear o norte-americano. Ele foi salvo pelo gongo.

No segundo assalto, a situação voltou a ser a mesma. Com Shogun à frente das ações. O brasileiro soltou uma bomba de direita que derrubou o adversário. Contudo, Shogun não deu sequência nos golpes e Herb Dean acabou pondo a luta para cima de novo.

Sem tempo para mais nada, Hendo voltou para o terceiro round com o mesmo jogo. sempre esperando Maurício Shogun atacar. Em um desses contra-ataques o americano acertou Maurício Shogun em cheio e com um forte ground and pound, foi a vez de Herb Dean paralisar o combate. Era o fim de o segundo capítulo de um confronto épico entre duas lendas.

“Eu senti a mão dele, mas ele também sentiu a minha. Quero agradecer muito o Shogun por essa oportunidade. No começo fui paciente mas fizemos uma luta parecida com a primeira”, falou Henderson após a vitória.

 

21:44 · 23.03.2014 / atualizado às 21:47 · 23.03.2014 por

Antes de entrar na sala de imprensa, Rony Jason desabafou à reportagem. “Um dia a gente chora e no outro a gente ri. Hoje foi meu dia”. Sempre bem humorado, o lutador já começou a coletiva arrancando risos dos jornalistas. “Não vai ser dessa vez que eu vou ser demitido”, brincou. O lutador quixadaense precisava da vitória para reencontrar o caminho em busca do Top 10 da categoria dos penas. Após perder para Jeremy Stephens, Rony voltou a saber o que é vitória ao nocautear Steven Siler. O cearense disse que estaria pronto para lutar pelo cinturão agora mesmo. “Respeito muito o José Aldo, mas eu prometi que um dia ia pegar o cinturão do UFC e jogar no chão de Quixadá, na minha terra”, revelou.

Jason comemora após vitória |Foto: Natinho Rodrigues
Jason comemora após vitória |Foto: Natinho Rodrigues

Em relação a polêmica sobre a interrupção do juiz, Jason preferiu não entrar no mérito. “Só quem pode julgar isso é o juiz. Quando fui nocauteado na última luta, também achei que dava para aguentar mais. Até perguntei para o juiz porque ele tinha parado. É assim mesmo”, disse.

Para a luta atual, Jason explicou que resolveu mudar. Alterou sua música que era marca registrada – optando por uma do seu amigo pessoal Matheus Fernandes -, além disso trocou as bermudas grandes por uma do estilo mais colado. “Resolvi chutar o balde mesmo. Perdi a última luta, então tive que fazer algumas alterações nas minhas tradições. Deu certo”, disse.

Nocaute rápido

Jason já afirmou que é adepto de finalizar as lutas, seja por nocaute ou submissão. Ele não gosta deixar para os juízes. Contra Steven Siler não foi diferente. “Eu não gosto de ficar muito tempo ali dentro. Minha missão é entrar ali e sair logo. É assim que eu faço. Parto para um golpe que defina a luta”, analisou.

21:27 · 23.03.2014 / atualizado às 22:13 · 23.03.2014 por

Em uma luta bem ao estilo Fábio Maldonado,  o brasileiro levantou o público presente no Ginásio Nélio Dias, no Fight Night Combate em Natal, no Rio Grande do Norte. Ele derrotou por pontos o americano Gian Villante, em decisão unânime.

Maldonado teve um grande apresentação em pé |Foto: Natinho Rodrigues
Maldonado teve um grande apresentação em pé |Foto: Natinho Rodrigues

No primeiro round, ele não conseguiu impor seu jogo de boxe. Mas no segundo e terceiro rounds, mesmo com um corte que  atrapalhou a visão do brasileiro, ele conseguiu aplicar socos no corpo e rosto do americano que não foi nocauteado por pouco. “Foi uma guerra de pé, mas isso depois dele ter me amassado no chão. O wrestling dele é muito bom, então eu sabia que tinha que impor meu jogo de pé e evitar a grade. Eu sabia que, na luta de pé, ele se cansaria antes”, disse.

 No combate anterior, Michel Trator venceu por decisão unânime o Mairbek Taisumov.

20:26 · 23.03.2014 / atualizado às 21:29 · 23.03.2014 por
Jogada
Jason novamente sentiu o gosto da vitória no UFC (Foto Natinho Rodrigues)

O card principal foi aberto com um outro belíssimo nocaute cearense na noite de combates curtos em Natal (RN). Rony Jason Mariano precisou pouco ais de um minuto para vencer o americano Steven Siler, por nocaute técnico, ainda no primeiro round. A vitória foi um presente de aniversário de 30 anos para ele mesmo, que celebrou a data com toda a família em Natal (RN).

“Essa vitória é para todo mundo do Rio Grande do Note. Eu voltei  para ser respeitado e temido na minha categoria. Para quem duvidava de mim, eu voltei”, disse ao fim do combate.  Siler reclamou que o árbitro tenha se precipitado no momento em que resolveu paralisar o combate. O americano caiu atordoado após receber dois socos, mas se mostrou ativo no chão com pedaladas para afastar o brasileiro.

Outra novidade do renovado Rony Jason foi a entrada no octógono. Ele abdicou da tradicional canção So Far Way, da banda Staind,  para entrar com um música personalizada chamada Spring Pray, do cantor Matheus Fernandez. “Chegou o Rony Jason e o bicho vai pegar” era o verso principal que embalou e trouxe sorte para o supersticioso quixadaense. Ele adotou o Jason no nome por causa do número 13, do personagem central do filme de terror Sexta-feira, 13.

 

19:42 · 23.03.2014 / atualizado às 19:43 · 23.03.2014 por

O lutador potiguar Jussier Formiga finalizou o americano Scott  Jorgensen e enlouqueceu o público presente no Ginásio Nélio Dias, no UFC Natal, neste domingo. A vitória do atleta local foi o ponto forte do card preliminar do evento, que também contou com a vitória do cearense Godofredo Pepey.

Formiga finalizou o seu oponente com um mata-leão |Foto: Natinho Rodrigues
Formiga finalizou o seu oponente com um mata-leão |Foto: Natinho Rodrigues

Formiga mostrou evolução trocação e chegou a acertar um golpe que balançou o americano. Formiga foi rápido e já pulou para as costas de  Jorgensen, buscando o mata-leão. Pouco depois, o tatuado estava batendo e desistindo do combate. O lutador local Ronny Markes acabou sendo a decepção do card preliminar. Ele acabou sendo nocauteado por Thiago Marreta. Markes sentiu um chute na região estomacal e foi ao chão. Thiago foi rápido e já caiu usando ”marretando”.

Já os “Bodões” também não corresponderam ao que se esperava deles. O primeiro, Francimar “Bodão” perdeu em decisão dividida para Hans Stringer. Já o Bodão mais conhecido, o Thiago Bodão, foi vencido ainda mais facilmente. Kenny Robertson o  finalizou com certa facilidade, usando um mata-leão.

18:26 · 23.03.2014 / atualizado às 18:42 · 23.03.2014 por

Após a vitória espetacular contra o israelense Noad Lahat no UFC Fight Night Combate em Natal (RN), o cearense Godofredo Pepey desabafou e lembrou ter passado dificuldades na vida. “Passei fome quando saí de Fortaleza. Poucas pessoas sabem o que passei na vida. Como eu disse rapadura é doce mas não é mole não”, contou para jornalistas ainda no Ginásio Nélio Dias.

Pepey aplicando um jab contra Lahat |Foto: Natinho Rodrigues
Pepey aplicando um jab contra Lahat |Foto: Natinho Rodrigues

“Essa vitória veio no momento certo. Eu precisava muito. Logo agora que eu vou ser pai “, revelou. O lutador contou que treinou muito e que nas duas derrotas anteriores estava muito bem, mas o psicológico o atrapalhou. “Eu fui acompanhado com o psicológo e isso me ajudou bastante. Essa vitória era para ter saído antes. Desejo que o Lahat se recupere como eu também me recuperei e tenha outra chance”,  comentou.

No dia anterior, Pepey já havia conversado com o Blog Vai Encarar sobre a mudança de comportamento em relação à maneira de lutar. “Estou afiado no aço“, chegou a comentar ao detalhar o trabalho psicológico que passou.

17:53 · 23.03.2014 / atualizado às 18:31 · 23.03.2014 por

O cearense Godofredo Pepey garantiu sua permanência no UFC em grande estilo. Ainda no primeiro round, o lutador de cabelos coloridos acertou uma joelhada voadora no israelense Noad Lahat, que caiu automaticamente nocauteado. Pepey dedicou a vitória ao seu irmão, Godofredo Cláudio, aniversariante do dia.

_M0X6198
Pepey ainda golpeou o isrealense após o nocaute |Foto: Natinho Rodrigues

A luta entre os faixas pretas de jiu jitsu aconteceu toda em pé. Godofredo mostrou maior agressividade na trocação, tendo acertado alguns socos em Lahat antes do nocaute.  Quando a joelhada entrou o Ginásio veio abaixo e Pepey comemorou como nunca. Esta foi a primeira vez que o cearense encerrou uma luta no UFC, tendo vencido uma na decisão, contra Miltinho Vieira, perdido uma na decisão para Jason e tendo sido nocauteado duas vezes.

“Fiquei nervoso nas minhas últimas duas lutas. Tive ajuda psicológica Eu vim aqui fazer meu trabalho. Eu disse pro meu mestre. Eu vou dar o meu melhor.

“Rapadura é doce, mas não é mole não”, gritou Pepey ao fim da entrevista ainda no octógono.

17:48 · 23.03.2014 / atualizado às 01:29 · 24.03.2014 por

Com a proibição de bebida alcoólica dentro do Ginásio Nélio Dias, em Natal (RN), os vendedores ambulantes potiguares imaginavam em aproveitar o Ultimate para lucrar um pouco mais. Porém, não foi um o que eles esperavam. A Prefeitura de Natal proibiu que eles vendessem cerveja, refrigerante e até água mineral.

Ambulantes não tiveram vida fácil |Foto: Natinho Rodrigues
Ambulantes não tiveram vida fácil |Foto: Natinho Rodrigues

“Está muito difícil. Se a gente parar um pouco aqui vem o pessoal contratado da prefeitura para retirar a gente”, afirmou Maria Aparecida da Silva, ambulante há 30 anos na cidade. “A gente precisa disso para viver. É uma renda extra que ajuda demais em casa”, disse, frustrada.

Para a outra vendedora Maria Diva de Araújo, que  chegou de manhã cedo essa ação dos agentes da prefeitura prejudicaram as vendas quase que de forma total. “Estou aqui desde 6h da manhã. Já são 16 horas e só consegui fazer uns 20 ou 30 reais”, reclamou.

17:30 · 23.03.2014 / atualizado às 17:37 · 23.03.2014 por

Quase que despercebido, o ex-lutador do UFC e veterano da primeira edição do TUF Brasil, Anistávio Gasparzinho pegou a fila para entrar no Ginásio Nélio Dias. O atleta, que tem se mantido ativo após a saída do Ultimate, revelou que veio ao evento apenas como espectador, acompanhado da família e amigos. “Estou na torcida aí dos meus amigos Rony Jason e Fábio Maldonado, que treinaram com a gente lá na Pitbull Brothers”, disse.

_M0X6091UFC

Gasparzinho está com luta marcada para o Jason Fight, em Quixadá, no dia 25 de abril. Seu adversário será Jossyone dos Santos. “Estou treinando duro aí para essa luta. Vou com tudo”, afirmou.

O atleta natural do Rio Grande do Norte tem feito lutas no Ceará com certa frequência, tendo vencido combates no Limo Fight e no BKF. Ele já acumula três triunfos consecutivos.

Pesquisar

Faça uma busca em nosso blog:

Vai Encarar

Blog da seção Vai Encarar, da editoria Jogada, sobre lutas e artes marciais, especialmente cobertura sobre UFC.

VC REPÓRTER

Flagou algo? Envie para nós

(85) 98948-8712

Tags