Busca

Tag: Andrezinho Nogueira


07:27 · 15.08.2015 / atualizado às 10:44 · 15.08.2015 por
Andrezinho sofre, mas vence Paulo Magão (Foto: Valdir Almeida)
Andrezinho sofre, mas vence Paulo Magão (Foto: Valdir Almeida)

Quem compareceu ao ginásio do Náutico Cearense na noite desta sexta-feira (15) pode acompanhar um verdadeiro espetáculo de MMA. A 5ª edição do Brazilian King Fighter (BKF) foi marcada por grandes combates e duas disputas de cinturão.

Na luta principal, o campeão dos pesos-penas Andrezinho Nogueira fez um duelo empolgante contra Paulo Magão. O lutador iniciou o combate pressionando e logo no início do primeiro round aplicou uma sequencia de soco, que levou Magão para o chão. Por cima, Andrezinho aplicou golpes no ground pound e por pouco não acabou com a luta.

Magão mostrou resistência e veio para o segundo round melhor. Ele conseguiu conectar um forte chute alto, no rosto de Andrezinho. No entanto, quando Paulo Magão estava melhor, o representante da Team Nogueira reverteu a posição, ficou por cima e desferiu uma sequencia de socos no rosto do rival. O árbitro interrompeu o combate e decretou a vitória por nocaute técnico para Andrezinho, que chegou ao 19º triunfo na carreira e manteve o cinturão do BKF.

Atuação impecável de Carlos Índio 

Carlos Índio conquistou a 35ª vitória na carreira (Foto: Bruno Gomes)
Carlos Índio (esquerda) conquistou a 35ª vitória na carreira (Foto: Bruno Gomes)

O combate co-principal do evento foi uma disputa entre experiência e juventude. Com 44 lutas no cartel, Carlos Índio enfrentou o jovem Mailton Azevedo e não deu chances ao adversário.

Após um primeiro round avassalador, onde Índio massacrou Mailton com fortes socos no rosto, o atual campeão dos meio-médios conseguiu uma finalização no início do 2º round e decretou a vitória. Esta foi a terceira defesa de título bem sucedida de Carlos Índio, que tem agora 35 vitórias na carreira.

Danilo Mota e Naja vencem

Antes dos duelos pelos cinturões, outras feras do MMA cearense subiram no octógono e protagonizaram grandes duelos. Destaque para Danilo Mota, da equipe V8, que encarou Alexandre Colosso e com uma sequencia de socos conseguiu a vitória por nocaute técnico.

No fim, Danilo agradeceu ao rival que aceitou o desafia às vésperas do combate. “Meu adversário foi trocado na última hora, mas eu estava bem treinado e consegui sair com a vitória. Ele também foi um guerreiro e eu tenho muito a agradecer”, destacou o lutador.

O antigo adversário de Danilo Mota, o sobralense Carlos Estevão, enfrentou Leandro Naja. A luta não empolgou os lutadores foram vaiados pela torcida. Com uma atuação bem abaixo do esperado, Leandro Naja mostrou superioridade principalmente no jiu-jítsu e manteve em cima por boa parte do combate. No fim, veio a vitória por decisão unânime dos juízes para o lutador da Dragon Fight Nova União.

Confira todos os resultados do BKF 5:

Andrezinho Nogueira venceu Paulo Magrão por nocaute técnico no 2º round
Carlos Índio venceu Mailton Azevedo por finalização no 2º round
Danilo Mota venceu Alexandre Colosso por nocaute técnico no 1º round
Leandro Naja venceu Carlos Estevão por decisão unânime
Lucas Tortuga venceu Davi Ferreira por finalização no 1º round
Sasso Oliveira venceu Glefeson GG por nocaute técnico no 1º round
Antônio Pedreira venceu Baiano por finalização no 2º round
Fernando Germano venceu Israel Oliveira por nocaute no 1º round
Lucas Calou venceu Carlos Doido por decisão unânime
Alexandre Scarface venceu Nilton Menezes por desqualificação (joelhada irregular)
Regina Pereira venceu Amanda Carvalho por nocaute técnico no 1º round

15:56 · 13.08.2015 / atualizado às 16:20 · 13.08.2015 por
Carlos Índio e Neilson Azevedo disputam o cinturão dos médios (Foto: Bruno Gomes)
Carlos Índio e Neilson Azevedo trocaram empurrões após a pesagem (Foto: Bruno Gomes)

Com uma encarada dura, que precisou da intervenção da organização para separar os lutadores, a pesagem do Brazilian King Fighter (BKF) foi marcada, principalmente, pela rivalidade, nesta quinta-feira (13), no Shopping Parangaba, em Fortaleza. Apesar de alguns lutadores ficarem acima do peso, os combates da 5ª edição do torneio foram confirmados, após acordo entre as equipes

A encarada mais tensa foi entre o campeão Carlos Índio e o desafiante Neilson Azevedo, que disputarão o cinturão da categoria dos pesos-médios, em uma das lutas principais. Após passarem pela balança, os lutadores trocaram empurrões na tradicional encarada e precisaram ser contidos por um dos árbitros do torneio.

“Não gosto muito de falar, prefiro mostrar o que sei fazer dentro do octógono. Houve um desentendimento ali, mas acho que essa rivalidade em uma disputa como essa. Treinei bem, estou preparado para a luta e vou sair com a vitória e manter o cinturão comigo”, comentou o campeão, que vem de três vitórias e uma luta sem resultado (N-C).

Confira a entrevista com o lutador:

Disputa de cinturão

13 de agosto de 2015 - pesagem do BKF 5 no shopping parangaba.andrezinho nogueira x paulo magao.
13 de agosto de 2015 – pesagem do BKF 5 no shopping parangaba.andrezinho nogueira x paulo magao.

Protagonistas da outra luta valendo cinturão, os pesos-penas Andrezinho Nogueira e Paulo Magrão fizeram uma encarada um pouco mais amistosa, deixando a emoção apenas para a luta. Atual campeão da categoria, Andrezinho realizou parte do treinamento na Academia Team Nogueira, no Rio de Janeiro, com ao lado de Rodrigo Minotauro e Rogério Minotouro. O lutador afirmou que vem forte para o duelo.

“Sei que vou enfrentar um atleta duro, mas estou muito focado em conseguir a vitória e manter o cinturão. Eu luto pelo meu projeto (Luta Pela Vida) e com a ajuda de Deus vou sair com mais uma vitória”, afirmou o lutador, que vai para sua primeira defesa do cinturão.

Assista à entrevista completa:

Andrezinho Nogueira vem embalado por três vitórias e vai realizar sua primeira disputa do cinturão do BKF, desde que faturou o título em abril de 2014. Seu adversário vem

Luta feminina

As lutadoras Regina Pereira e Amanda Carvalho não tiveram dificuldades em passar pela balança. As atletas bateram o peso e confirmaram a única luta feminina do BKF.

Outro combate que promete ser acirrado será entre Danilo Mota e Carlos Estevão. O lutador que teve maiores dificuldades em bater o peso foi Leandro Naja, que não compareceu á balança e teve que perder quatro quilos para poder se credenciar para a luta. Os organizadores informaram que Naja teria que retornar posteriormente para realizar uma nova pesagem.

O Brazilian King Fighter será realizado na noite desta sexta-feira (14), no ginásio do Náutico, localizado na Avenida da Abolição, no bairro do Meireles.

Confira o card do evento:

Carlos Índio x Neilson Azevedo (cinturão dos meio-médios)
Andrezinho Nogueira x Paulo Magrão (cinturão dos penas)
Leandro Naja x Gerlândio Índio Payakan
Amanda Carvalho x Regina Pereira
Carlos Estevão x Danilo Mota
Lucas Tortuga x Israel Valente
Iramar Frota x Nilton Menezes
Germano Santana x Davi Ferreira Lima
Nelcione Nascimento x Luiz Paulo Sasso
Glefeson GG x Sasso Oliveira
Lucas Calou x Carlos Doido
Baiano x Aderbaldo ‘Berguim’ Marinho

13:39 · 12.08.2015 / atualizado às 13:44 · 12.08.2015 por

Andrezinho Nogueira não esconde que um dos seus maiores orgulhos é o projeto social Luta pela Vida. O lutador já coordena a ação há sete anos dando aulas gratuitas de várias modalidades de artes marciais para cerca de 100 crianças e adolescentes.

Na última terça-feira (11) Andrezinho esteve, juntamente com seus alunos, no tatame montado no Shopping Parangaba. Na ocasião, os atletas exibiram exercícios iniciais de quatro modalidades de lutas: judô, jiu-jitsu, muay thai e MMA.

Cerca de 100 crianças e adolescentes estiveram no Shopping Parangaba (Divulgação)
Cerca de 100 crianças e adolescentes estiveram no Shopping Parangaba (Divulgação)

“Eu sou apaixonado pela artes maciais desde criança e quis apresentar isso a outras pessoas. Vi que era uma ferramenta que eu poderia ajudar o próximo por meio dos ensinamentos e exercícios para quem não pode pagar”, conta o lutador.

De acordo com ele, o objetivo é transformar a vida dessas crianças e adolescentes por meio do esporte. ”É importante perceber como eles podem ter uma perspectiva de futuro, tanto como professor, quanto como atleta”, orgulha-se.

É esse o caso de Samuel Ricardo Sousa, 21, um dos alunos do projeto que estiveram presentes na apresentação no Shopping Parangaba. “Eu estou no Luta pela vida desde o começo. Me apaixonei pelo esporte e hoje não me vejo fazendo outra coisa da vida”. O jovem atualmente é professor de Judô e cursa o sexto semestre da faculdade de Educação Física. Outro fruto do projeto é o faixa-preta Alan Gomes, que atualmente está no Rio de Janeiro e segue invicto em disputas de sua categoria no MMA.

Para Felipe Bahiana, gerente de marketing do Shopping Parangaba, é gratificante receber os lutadores e viabilizar a ação. “O projeto social de André é belíssimo e o Shopping sempre buscou incentivar a pratica de esportes. Procuramos também apoiar os grandes eventos como o BKF, além de incentivar os atletas”, afirma. Segundo Andrezinho, a parceria é importante e possibilita divulgar o trabalho desenvolvido por ele e sua equipe. “É importantíssimo que todos percebam como o esporte pode ser revolucionário na vida de alguém”, conclui.

08:21 · 23.07.2015 / atualizado às 08:28 · 23.07.2015 por
Carlos Índio fará a luta principal do evento contra o gaúcho Eder Lara, pelo cinturão dos meio-médios (Foto: Reprodução)
Carlos Índio fará a luta principal do evento contra o gaúcho Eder Lara, pelo cinturão dos meio-médios (Foto: Reprodução)

O Ginásio do Náutico Atlético Clube, no Meireles, em Fortaleza, será palco da 5ª edição do Brazilian King Fighter (BKF), que acontece no dia 14 de agosto e será oficialmente lançado na noite desta quinta-feira (23), no Shopping Parangaba. Entre nomes de peso no cenário nacional e jovens promessas do esporte, a competição contará com um card de 12 lutas, sendo três delas válidas por cinturão.

No combate principal do evento, o potiguar Carlos ‘Índio’ defenderá o cinturão da categoria dos meio-médios (até 77 kg) contra o gaúcho Eder Lara. Já pela categoria dos leves (até 70 kg), a luta que vale título será entre o cearense atual campeão Mario Pimpa contra o paraibano João Paulo Santos.

Outro que defenderá o cinturão do BKF é o cearense Andrezinho Nogueira. O lutador da academia Team Nogueira encara o potiguar Paulo ‘Magão’, no duelo co-principal da competição, pela divisão dos pesos-penas (até 65 kg).

Além das três disputas de cinturão, o BKF 5 ainda contará com lutas envolvendo nomes conhecidos do MMa cearense, como Leandro Naja, atual o campeão do Limo Fight; Danilo Mora, campeão do Evolução MMA; e Iramar Frota, ex-campeão do LFC.

A 5ª edição do BKF marca também o retorno da competição a Fortaleza após hiato de um ano e meio. O último evento do franquia na Capital foi em novembro de 2013, no Ginásio Paulo Sarasate. No ano passado o torneio ocorreu no município de Juazeiro do Norte. Nas últimas edições o evento contou com a presença dos lutadores do UFC José Aldo e Renan Barão.

Confira o card completo do BKF 5:

Carlos Índio x Elder Lara (cinturão dos meio-médios)

Andrezinho Nogueira x Paulo Magrão (cinturão dos pesos-penas)

Mário Pimba x João Paulo (cinturão dos pesos-leves)

Leandro Naja x Gerlândio Índio

Carlos Estevão x Danilo Mota

Lucas Tortuga x Israel Valente

Iramar Frota x Nilton Menezes

Germano Santana x Davi Ferreira

Nelcione Nascimento x Luiz Paulo Sasso

Glefeson GG x Sasso Oliveira

Lucas Calou x Carlos Doido

Baiano x ‘Berguim’ Marinho

12:25 · 13.02.2014 / atualizado às 12:42 · 13.02.2014 por
Após acertar uma sequência de socos, Andrezinho finalizou Eric Silva, com uma guilhotina (Foto: Divulgação/ Isabela Pina)
Após acertar uma sequência de socos, Andrezinho finalizou Eric Silva, com uma guilhotina (Foto: Divulgação/ Isabela Pina)

Depois da reconquista do cinturão (70kg) do Bitteti, em Manaus, na semana passada, o cearense Andrezinho Nogueira foi confirmado no confronto internacional e luta principal da primeira edição do OX Revolution, que vai ocorrer em abril, na cidade de Fortaleza. Ele vai encarar o argentino Eneas Gonzales.

Andrezinho retomou o cinturão depois de aplicar uma guilhotina no amazonense Eric Silva na principal luta da 19ª edição do Bitteti. “Fiquei muito emocionado por ter retomado o cinturão e feliz por ter a luta principal num card com duas lendas do MMA, que eu sempre gostei de ver lutar: Ronnys Torres e Paulão Filho. Foi uma honra”, considerou Andrezinho.

andrezinhoisabelapinadois

O cearense está bastante cotado para ser chamado no card dos eventos do Utimate no Brasil. “Reergui meu nome nacionalmente com essa vitória, já tinha feito isso localmente quando venci o Chiqueri’, diz, reconhecendo a boa fase e admitindo a série de convites que tem recebido para particpar de eventos de MMA nacionalmente e também internacionalmente.

O principal deles seria o Ultimate. “O UFC é assim. Eles podem chamar a qualquer momento por motivo de lesão de algum lutador. E eu estarei pronto. Só que meu foco agora é o Bitteti 21 e trabalhar na preparação de Alan Gomes (lutador que faz parte do projeto social Luta Pela Vida, de Andrezinho Nogueira)”.

Segundo Andrezinho, seu próximo combate no Bitteti deverá ser na categoria até 66 kg. “Não sei se já houve alguém que levou dois cinturões diferentes do Bitteti. Mas pretendo realizar isso”, comentou.

15:40 · 07.11.2013 / atualizado às 15:40 · 07.11.2013 por

O Blog Vai Encarar conversou com o ex-atleta do UFC, Willamy Chiquerim. No bate-papo, o jovem de 26 anos relembrou a primeira luta contra Paulo Guerreiro e sobre a derrota para Andrezinho Nogueira. Chiquerim disputa o cinturão do BKF, nesta quinta-feira, no Ginásio Paulo Sarasate, em uma revanche com Guerreiro.

12:37 · 13.09.2013 / atualizado às 12:43 · 13.09.2013 por

O maior orgulho do lutador cearense Andrezinho Nogueira não são as vitórias que ele conquista no cage. Por por trás desses feitos existe um ser humano que tenta trazer oportunidades de vida a pessoas que teriam poucas chances na vida. É assim que Andrezinho se satisfaz: ajudando ao próximo por meio do projeto Social “Luta pela Vida”, que já atende mais de 100 crianças e adolescentes no Ceará.

Idealizada por Andrezinho, em 2008, é preciso que os beneficiados com o programa estejam devidamente matriculados nas escolas públicas  para continuarem integrando a  Associação Esportiva Luta Pela Vida.

Projeto social beneficia mais 100 crianças e adolescentes (Foto: Divulgação)
Projeto social beneficia mais 100 crianças e adolescentes (Foto: Divulgação)

O projeto de cunho social e esportivo atende a pessoas de ambos os sexos com idade compreendida entre 8 e 16 anos. Eles aprendem  jiu-jítsu, muay thai, MMA e judô, no outro turno da escola, o que ajuda no combate à ociosidade. Os treinos acontecem de segunda a sexta, sendo as turmas divididas por faixa etária, peso e modalidade, na sede da Associação Esportiva Luta Pela Vida, e é composto por seis professores e dois alunos que atuam como monitores.

Os desafios do projeto são a falta de profissionais, de recursos e de incentivos. Para se manter, o espaço da Associação é dividido entre alunos do projeto social Luta Pela Vida e sócios da Academia Black Belt, que pagam uma taxa simbólica utilizada como ajuda de custo nas despesas como água,
luz, material e professores.

Aulas são ministradas na academia Black Belt (Foto: Divulgação)
Aulas são ministradas na academia Black Belt (Foto: Divulgação)

Segundo Andrezinho Nogueira, o Luta Pela Vida surgiu com a proposta de ensinar artes marciais e atuar na formação moral e psicológica dos alunos. Porém, não há profissionais para exercer essa função. “O Projeto existe há 5 anos e se mantém com dificuldades. Nossa intenção era fazer o acompanhamento dos alunos, mas não temos como. Somos apenas professores, e para fazer um trabalho melhor, precisaríamos de, pelo menos, um assistente social e um psicólogo para conversar com os meninos, e o acompanhamento de um pedagogo, já que trabalhamos em parceira com escolas públicas”, afirma o lutador.

Mais informações: 

Associação Esportiva Luta Pela Vida
Rua Vinícius de Morais, nº 3
Bairro São Gerardo – CEP 60325-120
Contato: Andrezinho Nogueira (85) 8867-7282

 Colaboração jornalista Xandy Rodrigues

18:42 · 06.09.2013 / atualizado às 10:34 · 13.09.2013 por
Andrezinho superou Chiquerim em seu último compromisso |Foto: Kléber Gonçalves

Andrezinho Nogueira não vai mais lutar no Bitetti Combat. O lutador cearense estava com luta marcada para o evento de 5 outubro, mas não fará mais parte do card. O peso leve queria que a franquia lhe desse uma revanche contra Claudiere Freitas, mas a luta não foi agendada.

“Eu queria uma revanche, e eles não me deram. A luta que marcaram não era interessante e conversei com meu empresário e nós decidimos por tomar outros rumo na carreira”, disse.

Esse novo rumo também foi revelado pelo lutador.  Andrezinho agora quer marcar lutas nos Estados Unidos para ganhar visibilidade internacional, buscando uma vaga no Ultimate Fighting Championship (UFC).

Outro fator que ajudou no afastamento de Nogueira do Bitetti foi que o evento não marcou luta para o seu aluno Alan Gomes.

18:09 · 09.08.2013 / atualizado às 18:11 · 09.08.2013 por

O cearense Willamy Chiquerim levou a pior na terceira luta contra o conterrâneo Andrezinho Nogueira, no OX MMA, realizado em Fortaleza, dia 8.

Muito desapontado com o seu desempenho, o ex-atleta parabenizou o adversário que desempatou o duelo entre os dois e pediu desculpas. Ele também falou dos projetos futuros e de uma possibilidade de lutar no Jungle Fight. Confira:

08:22 · 08.08.2013 / atualizado às 11:27 · 08.08.2013 por

OX MMA EVENT

Conterrâneo vai pegar ´a besta´

Luta principal de hoje à noite no Paulo Sarasate será entre o gigante Bob Sapp e lutador que já chegou a pedir esmolas

O pernambucano Edson “Conterrâneo” França vai fazer a principal luta de sua carreira hoje, ao entrar no ringue montado no Ginásio Paulo Sarasate contra o gigante Bob Sapp, no OX MMA Event.
O evento, que conta com o apoio do Sistema Verdes Mares, começa às 20h.O peso-pesado Edson “Conterrâneo” já foi morador de rua, pedreiro e hoje trabalha na construção civil. O lutador vem de uma derrota para “Caião”, no Jungle Fight, há 19 dias. O pernambucano mora em São Paulo desde os 10 anos Foto: JL Rosa“Vou jogar tudo o que passei para trás lá em cima (do ringue), e não vou perder. Estou treinado e focado. Essa luta é muito importante para mim. Ainda bem que veio o Bob Sapp. Acho que não tinha cara melhor para eu fazer essa luta”, comentou França.
A volta ao Nordeste faz Conterrâneo se lembrar de tudo o que passou em sua infância. Cansado dos abusos do pai alcoólatra e violento, o peso pesado deixou o estado de Pernambuco com apenas dez anos de idade. Ele relata que teve de vender um jumento da família para conseguir dinheiro e pedir carona até chegar em Itu, São Paulo. “Fiquei na rua mesmo. Dos 10 aos 17, passei pedindo esmola e juntando latinha”, confessou.
Minotauro (foto) e Sapp travaram um dos principais combates do MMA, no extinto Pride, em 2002. O brasileiro venceu por finalização Foto: Lucas de Menezes
O caminho para sair das ruas veio nas obras do interior paulista. “Comecei a trabalhar de ajudante de pedreiro. Foquei na construção civil, virei pedreiro, empreiteiro, construtor. Hoje, com 37 anos de idade, tenho 40 funcionários, várias obras”, contabiliza o lutador.Por ter passado por tantas dificuldades na vida, Conterrâneo não teme mais nada dentro do ringue.
“Um cara de dois metros, 160kg, não é nada perto do que já passei”, emociona-se o lutador, que possui 17 vitórias e sete derrotas na carreira.Edson conta que começou na luta após sofrer com o preconceito no Sudeste do País. “Resolvi ir para academia para treinar e extravasar todo os problemas. Comecei a tomar gosto pela luta porque é um espaço onde posso liberar o que eu sinto. Descarrego lá dentro toda a energia negativa”, completa.Confira o vídeo onde Conterrâneo se emociona ao falar de trajetória

BOB SAPP

Para enfrentar Conterrâneo, o OX MMA Event trouxe o gigante norte-americano Bob Sapp. Com 1,95m e 150 kg, o lutador viveu sua melhor fase entre 2002 e 2008, época em que conquistou 10 vitórias e sofreu apenas três derrotas. Um desses reveses, em 2002, foi para Rodrigo Minotauro. Os dois travaram uma das lutas mais emocionantes do MMA. Sapp dominou durante quase toda o combate, mas o brasileiro achou uma chave de braço e finalizou.

Para comemorar a vinda do norte-americano ao Brasil, o OX resolveu promover o reencontro com Minotauro. A luta entre os dois será passada no telão para os presentes no evento.

De 2009 para cá, o grandão decaiu e acumulou 14 derrotas e apenas uma vitória. Já são 11 reveses seguidos.

A outra grande luta do OX será o terceiro encontro entre os cearenses Andrezinho e Chiquerim. Cada um venceu um dos dois confrontos anteriores.