Busca

Tag: conor mcgregor


10:25 · 07.04.2016 / atualizado às 10:25 · 07.04.2016 por
Em sua última luta, Amanda Nunes (de preto) venceu Valentina Shevchenko nesse sábado, em Las Vegas (Foto: AFP)
Em sua última luta, Amanda Nunes (de preto) venceu Valentina Shevchenko, em Las Vegas (Foto: AFP)

O Brasil estará envolvido em mais uma disputa de cinturão no UFC 200, que já conta com a luta entre José Aldo e Frank Edgar, pelo título interino dos pesos-leve. Pelo peso-galo feminino, a baiana AmandaThe LionessNunes desafiará a mais nova campeã da categoria, a americana, de Las Vegas, Miesha Tate.

Ex-campeã do Strikeforce, no UFC 196, Tate finalizou Holly Holm para subir pela primeira vez ao topo da categoria do Ultimate. No mesmo evento, a brasileira Amanda Nunes venceu, por decisão unânime, a lutadora do Quirguistão Valentina Shevchenko, se qualificando para uma chance de disputar o cinturão.

Coincidência é que a luta principal do próximo evento marcado para Nunes é idêntica à do UFC 196, que marcou o desafio entre Conor McGregor e Nick Diaz. A revanche entre os dois lutadores, porém, valerá o cinturão dos pesos-pena masculino.

Amanda Nunes tem 12 vitórias e 4 derrotas no card, mas vem de três resultados positivos consecutivos, contra Valentina Shevchenko, Sara McMann e Shayna Baszler, por decisão unânime, finalização e knockout técnico (TKO), resectivamente. A última derrota da brasileira foi contra Cat Zingano, por TKO, pelo UFC 178.

Confira o card do UFC 200 até agora:
Nate Diaz x Conor McGregor (meio-médios)
José Aldo x Frankie Edgar (título interino dos penas)
Miesha Tate x Amanda Nunes (título dos galos femininos)
Cain Velasquez x Travis Browne (pesados)
Johny Hendricks x Kelvin Gastelum (meio-médios)
Gegard Mousasi x Derek Brunson (médios)
Diego Sanchez x Joe Lauzon (leves)
Sage Northcutt x Enrique Marín (leves)
Takanori Gomi x Jim Miller (leves)

Relembre a análise do Blog Vai Encarar, com os convidados Viviane Sucuri e Marcos Batista, sobre o desempenho de Amanda Nunes no UFC 196:

09:57 · 31.03.2016 / atualizado às 13:26 · 31.03.2016 por
(Foto: Reprodução/Instagram)
(Foto: Reprodução/Instagram)

Talvez não fosse a luta que todos estavam esperando, mas o presidente do UFC, Dana White, anunciou, pelo Instagram, que a luta principal do UFC 200 será a revanche entre Conor McGregor e Nate Diaz. Mas dessa vez o duelo será pelo peso-pena, valendo o cinturão da categoria.

Na última vez que se enfrentaram, pelos meio-médios, Diaz venceu McGregor com uma finalização (Foto: AFP)
Na última vez que se enfrentaram, pelos meio-médios, Diaz venceu McGregor com uma finalização (Foto: AFP)

Críticas não faltaram para o “fechão” do Ultimate, já que grande parte dos fãs esperavam que notório irlandês enfrentasse o brasileiro José Aldo, ex-campeão dos penas. Mas com Diaz sendo escolhido como o desafiante da vez, o manauara terá de esperar um pouco mais para tentar recuperar o título, defendido por ele por mais de 5 anos.

Mas nem tudo está perdido para José Aldo, que também foi confirmado para o cardo do UFC 200. O brasileiro irá duelar com Frank Edgar pelo título interino dos penas. O vencedor deverá enfrentar o vencedor da luta entre McGregor e Diaz.

“Acho que lutar no UFC 200, um card histórico, é um evento que vai ficar marcado também para mim. Sempre vejo com bons olhos os eventos, estou muito feliz por isso, mas por outro lado a gente esperava lutar contra o Conor, a gente esperava pela revanche, que eu acho que era a coisa mais justa que deveria se fazer. Por outro lado, eu fico feliz, é uma grande luta, um grande evento, valendo cinturão interino e vai ficar próximo do nosso objetivo”, comentou Aldo, em entrevista ao site do canal Combate.

Poster promocional da luta entre José Aldo e Frank Edgar (Foto: Reprodução/ Instagram)
Poster promocional da luta entre José Aldo e Frank Edgar (Foto: Reprodução/ Instagram)

Na única e última vez que se encontraram, José Aldo derrotou Frankie Edgar por decisão unânime 49-46, 49-46, 48-47) e manteve o titulo dos pesos penas, no UFC 156.

Confira o card do evento até agora:

Peso-meio-médio: Conor McGregor x Nate Diaz
Peso-pena: José Aldo x Frankie Edgar
Peso-pesado: Cain Velásquez x Travis Browne
Peso-meio-médio: Johny Hendricks x Kelvin Gastelum
Peso-médio: Gegard Mousasi x Derek Brunson
Peso-leve: Joe Lauzon x Diego Sanchez
Peso-leve: Takanori Gomi x Jim Miller

10:53 · 02.03.2016 / atualizado às 11:02 · 02.03.2016 por
Conor McGregor foi avaliado como o melhor lutador na trocação do UFC, pela EA Games. (Foto: Reprodução/Twitter/EA Sports UFC)
Conor McGregor foi avaliado como o melhor lutador na trocação do UFC, pela EA Games. (Foto: Reprodução/Twitter/EA Sports UFC)

A luta entre Conor McGregor e Rafael dos Anjos pode ter sido cancelada, mas a produtora de jogos eletrônicos EA Games trouxe mais um ponto de discussão para o embate dos dois campeões com o lançamento do novo jogo do Ultimate, o UFC 2. O irlandês, dono do cinturão dos penas, foi avaliado como o melhor lutador no quesito da trocação em pé (stand up fight, tradução em inglês) do game. Nesta categoria, apenas um brasileiro aparece entre os dez melhores, o ex-campeão dos penas José Aldo, derrotado por Conor no UFC 194.

Rafael dos Anjos, no entanto, de acordo com os produtores da EA, levaria vantagem em outro quesito. O atleta do Rio de Janeiro aparece no top 10 dos melhores lutadores no quesito do clinch, aquele tradicional “abraço” do muay thai. Daniel Cormier, atual campeão dos meio-pesados, é quem lidera o ranking desta categoria.

Fica a dúvida agora do que realmente teria acontecido se a luta tivesse acontecido. Será que os produtores do jogo acertariam? Confira um pouco do gameplay do UFC 2:

“Girl power”

Destaque interessante é que as mulheres também receberam o devido reconhecimento durante o desenvolvimento desta edição do jogo da EA. Joanna Jedrzejczyk, campeã do peso-palha do UFC e 15ª melhor lutadora peso-por-peso da organização, ficou atrás apenas de Conor McGregor na trocação, ficando com o segundo lugar do ranking do game.

Holly Holm, campeã do peso-galo feminino, única lutadora a aparecer nos dois top 10, trocação e clinch, aparece em 5ª na luta em pé, e em 8ª na luta agarrada. Ronda Rousey ficou com o bronze na categoria do clinch.

Rafael dos Anjos é 7º melhor lutador no clinch, segundo o UFC 2. (Foto: Reprodução/Twitter/ EA Sports UFC)
Rafael dos Anjos é 7º melhor lutador no clinch, segundo o UFC 2. (Foto: Reprodução/Twitter/ EA Sports UFC)

Evento no sábado

Conor McGregor voltará ao octógono neste sábado (5) para enfrentar Nate Diaz, pelo UFC 196, em Las Vegas. O evento marcaria a disputa pela cinturão dos pesos-leve entre o irlandês e Rafael dos Anjos.

12:19 · 25.02.2016 / atualizado às 12:19 · 25.02.2016 por
Dos Anjos teve de cancelar sua participação no UFC devido a uma fratura no pé esquerdo.
Campeão dos pesos-leve, dos Anjos teve de cancelar sua participação no UFC devido a uma fratura no pé esquerdo. (Foto: Divulgação/UFC)

Fora do UFC 196 por conta de uma fratura no pé, o campeão dos pesos-leve do UFC Rafael dos Anjos rebateu as críticas feitas pelo irlandês Conor McGregor durante a coletiva de imprensa para o evento que, agora, tem Nate Diaz completando o espaço deixado pelo brasileiro.

“Eles sempre desistem. Eles sempre correm”, disse, aproveitando para também alfinetar José Aldo. “Eles sempre fazem parecer que querem lutar, mas na verdade não querem. Eu vi a foto que o Dos Anjos postou, e é um hematoma. Ouvi dizer que compressa de gelo funciona maravilhas nesses casos”, disse McGregor sobre a lesão de dos Anjos.

O lutador niteroense não demorou muito e respondeu a provocação, através de sua conta no twitter.

(Foto: Reprodução/Twitter)
(Foto: Reprodução/Twitter)

“Por que o McGregor não escolheu o Cerrone que estava em forma? Preferiu pegar um desavisado com 10 dias como fez com o Mendez (sic)”.

19:33 · 05.12.2015 / atualizado às 20:05 · 05.12.2015 por

josé aldo

A luta entre José Aldo e Conor McGregor já é uma das mais esperadas pelos fãs do UFC (Ultimate Fighting Champioship). Antes mesmo de começarem a preparação, os lutadores se envolveram em provocações e respostas públicas, uma verdadeira troca de farpas, o que colaborou ainda mais para aumentar a expectativa pelo duelo. Para embalar a torcida brasileira, a organização de lutas encomendou uma música para promover o evento que define o campeão dos peso-pena.

O single “Campeão do Povo”, nas vozes de Tony Mariano e Marcelo D2 foi idealizado, de acordo com o UFC, para ser o grito de guerra dos torcedores no dia 12 de dezembro, quando acontece a luta. A letra do rap foi criada a partir das centenas de mensagens dos próprios fãs do lutador, gravadas em uma cabine no último evento do UFC realizado em São Paulo.

O refrão diz “Cabeça erguida/ Na fé guerreiro/ Eu sou blindado/ Já nasci vencedor/ Campeão do Povo”. A produção musical é assinada pela Marroquino Music.

Tony e D2 ainda estrelam o clipe, dirigido por Rafael Kent. Os cantores aparecem no centro de um octógono enquanto imagens de lutas e vitórias de Aldo surgem na tela.

Confira o clipe da música “Campeão do povo”:

08:18 · 02.12.2015 / atualizado às 08:19 · 02.12.2015 por
Dono de um currículo, segundo ele, de milhares de lutas, sendo mais de 600 somente no UFC, o árbitro Big John McCarthy é uma lenda no mundo do MMA (Youtube)
No currículo, o árbitro Big John McCarthy já comandou mais de 600 lutas no UFC (Youtube)

 

A Comissão Atlética de Nevada (NAC), definiu, na última segunda-feira (30), quem serão os árbitros das duas lutas principais do UFC 194, que será realizado no dia 12 de dezembro, em Las Vegas, Estados Unidos e contará com duas disputas de cinturão.

Na luta principal da edição, que terá a unificação do título dos penas, com o confronto entre José Aldo e Conor McGregor, a ação terá o comando do experiente John McCarthy. Já na disputa entre os médios, entre Chris Weidman x Luke Rockhold, Herb Dean será o responsável pela arbitragem.

Além de José Aldo x Conor McGregor e Chris Weidman x Luke Rockhold, o UFC 194 contará com o grande confronto entre Ronaldo Jacaré e Yoel Romero, que deverá definir o próximo desafiante ao cinturão dos médios. O evento ainda terá em ação os brasileiros Demian Maia, Warlley Alves, Léo Santos e Márcio Lyoto, que medirão forças contra Gunnar Nelson, Colby Covington, Kevin Lee e Court McGee, respectivamente.

CARD COMPLETO:

UFC 194
Sábado, 12 de dezembro de 2015
MGM Grand Garden Arena, em Las Vegas, Estados Unidos (EUA)

Card Principal

José Aldo x Conor McGregor
Chris Weidman x Luke Rockhold
Ronaldo Jacaré x Yoel Romero
Demian Maia x Gunnar Nelson
Max Holloway x Jeremy Stephens

Card Preliminar

Urijah Faber x Frankie Saenz
Tecia Torres x Jocelyn Jones-Lybarger
Warlley Alves x Colby Covington
Léo Santos x Kevin Lee
Joe Proctor x Magomed Mustafaev
John Makdessi x Yancy Medeiros
Court McGee x Márcio Lyoto

09:17 · 11.08.2015 / atualizado às 09:17 · 11.08.2015 por
O duelo vale o cinturão unificado dos pesos-penas (Foto: Reprodução)
O duelo vale o cinturão unificado dos pesos-penas (Foto: Reprodução)

A tão aguardada luta entre José Aldo e Conor McGregor já tem uma nova data para acontecer. O presidente do UFC, Dana White, confirmou, em entrevista ao Yahoo Sports, que o duelo será realizado no dia 12 de dezembro, no UFC 194, no MGM Grand Gardem Arena, em Las Vegas (EUA).

A declaração do mandatário surge dias depois de o ex-lutador Tito Ortiz, atual empresário de Cris Cyborg, garantir que o UFC havia oferecido para a brasileira uma luta contra Ronda Rousey, campeã do peso-galo, para o UFC 194. A luta, segundo Ortiz, seria realizada no estádio do Cowboys, no Texas.

“Para mostrar que Tito Ortiz não faz ideia do que ele está falando, nós sequer vamos fazer o evento em Dallas, Texas. O UFC 194 será no MGM, em Las Vegas. Isso mostra que Tito está falando besteira. O acordo com a Cyborg é que nós dissemos para ela bater 61,2 kg e aí nós poderíamos falar sobre ela enfrentar a Ronda e eles ainda não fizeram isso! Eles ainda estão falando sobre lutar em 63,5 kg na próxima luta dela no Invicta. O que há de errado com essas pessoas? E nós já falamos que a Ronda iria enfrentar a Miesha Tate em seguida e é isso que vamos fazer”, declarou Dana White.

A luta entre José Aldo e Conor McGregor vale o cinturão unificado dos pesos-penas. O combate já era para ter ocorrido no dia 11 de julho deste ano, no UFC 189, mas o brasileiro sofreu uma lesão na costela e precisou ser retirado do card.

O irlandês enfrentou o americano Chad Mendes, conseguiu um nocaute e faturou o título interino da divisão. José Aldo vai para sua oitava defesa do cinturão dos penas.

09:08 · 12.07.2015 / atualizado às 11:48 · 12.07.2015 por
Esta foi a sexta vitória do irlandês no UFC (Foto: Reprodução UFC)
Esta foi a sexta vitória do irlandês no UFC (Foto: Reprodução UFC)

Conor Mcgregor cumpriu mais uma promessa: venceu o norte-americano Chad Mendes no segundo round~do UFC 189, na madrugada deste domingo (12). Com o triunfo, o irlandês conquistou o cinturão interino dos pesos-penas e agora irá disputar com o campeão linear, José Aldo, o cinturão unificado da categoria.

McGregor entrou no octógono ovacionado pela torcida irlandesa lotou a Arena MGM, em Las Vegas. No primeiro round, porém, o lutador sofreu com wrestling afiado de Chad Mendes. O americano desferiu uma série de cotoveladas de cima para baixo que encontraram o rosto de McGregor, abrindo um corte em seu supercílio. Ainda assim, o irlandês não parou de provocar o americano.

Chad Mendes começou melhor também o segundo round, acertando alguns golpes e colocando novamente a luta para baixo. Ele seguiu fazendo seu jogo, mas ao tentar uma finalização o adversário conseguiu ficar em pé.

Mais inteiro fisicamente do que Chad Mendes, que teve pouco mais de 15 dias para se preparar, Conor começou a colocar sua estratégia em prática. O irlandês impôs uma trocação de alto nível, aplicou forte cruzado que derrubou o americano. Conor ainda aplicou mais alguns golpes, até que o árbitro interrompeu a luta e decretou o nocaute técnico.

Esta foi sexta vitória seguida de Conor McGregor no UFC. Já Mendes, perdeu sua terceira luta, todas elas valendo o cinturão (perdeu duas vezes para José Aldo).

Lawlwer mantém cinturão

A categoria dos meio-médios segue com um campeão. Robbier Lawlwer mostrou que tem muito coração, e aguenta muitos golpes, e conseguiu nocautear o rival canadense no quarto round com uma sequência de golpes que parece ter fraturado o nariz do adversário. Depois de Georges St-Pierre, Lawler é o primeiro lutador da categoria que consegue defender o cinturão. “Estou feliz porque sou um guerreiro de verdade, venho e nocauteio”, disse o campeão.

Thominhas conquista mais uma vitória

Na primeira luta do card principal, o brasileiro Thomas Almeida, 23 anos, mostrou que consegue lutar com adversidades. Ele perdeu o primeiro round, sofreu cortes no nariz, mas voltou para o segundo período ainda mais agressivo e nocauteou com uma joelhada voadora sensacional. “Mais um adversário difícil na minha carreira”.

Confira todos os resultados do UFC 189:

CARD PRINCIPAL
Conor McGregor venceu Chad Mendes por nocaute técnico aos 4m57s do R2
Robbie Lawler venceu Rory MacDonald por nocaute técnico a 1m do R5
Jeremy Stephens venceu Dennis Bermudez por nocaute técnico aos 32s do R3
Gunnar Nelson venceu Brandon Thatch por finalização aos 2m54s do R1
Thomas Almeida venceu Brad Pickett por nocaute aos 29s do R2

CARD PRELIMINAR
Matt Brown venceu Tim Means por finalização aos 4m44s do R1
Alex Garcia venceu Mike Swick por decisão unânime (29-28, 30-27 e 30-27)
John Howard venceu Cathal Pendred por decisão dividida (29-28, 28-29 e 29-28)
Cody Garbrandt venceu Henry Briones por decisão unânime (triplo 30-27)
Louis Smolka venceu Neil Seery por decisão unânime (triplo 30-27)
Cody Pfister venceu Yosdenis Cedeño por decisão unânime (triplo 29-28)

00:00 · 11.07.2015 / atualizado às 09:25 · 11.07.2015 por
Os dois fazem a luta principal do UFC 189, neste sábado (11)
Os dois fazem a luta principal do UFC 189, neste sábado (11) – Foto: Reprodução UFC

A torcida irlandesa invadiu a Arena MGM em Las Vegas (EUA), na noite desta sexta-feira (11), para apoiar o ídolo Conor McGregor que faz a luta principal do UFC 189 contra o americano Chad Mendes, valendo o cinturão interino dos pesos-penas. Os lutadores ficaram frente a frente uma última vez antes do duelo durante a pesagem oficial para o evento.

O clima entre os dois já era tenso antes da balança e após passarem pela pesagem eles quase chegaram às vias de fato. O primeiro a registrar o peso foi o irlândes. Logo em seguida veio Mendes, que também bateu o peso e foi logo em direção ao rival. Eles trocaram provocações e só não brigaram porque foram separados pelo presidente do UFC, Dana White.

Confira a pesagem:

Em entrevista após a pesagem, os lutadores voltaram a trocar provocações. “Eu vou quebrá-lo pela metade e erguer o ouro pela Irlanda!”, afirmou McGregor.

“Eu estou incrível, amigo. Vamos lá! Amanhã o bicho vai pegar!”, rebateu o americano Chad Mendes.

Os dois se enfrentarão neste sábado (11), na luta principal do UFC 189, programado para ter início com a card preliminar às 19h30 (horário de Brasília).

Estrelas da segunda luta principal da noite, o canadense Rory MacDonald e o norte-americano Robbie Lawler estavam tranquilos e não tiveram problemas com a balança. Lawler é o campeão da categoria e fará sua primeira defesa de cinturão na noite deste sábado.

O brasileiro Thomas Almeida subiu na balança de óculos escuro, bateu o peso, e logo depois foi bem recebido por Dana White. A encarada com o inglês Brad Pickett foi intensa, mas sem empurrões ou qualquer tipo de polêmica. Será a terceira luta de Almeida, que vem de duas boas vitórias e muitos elogios.

Confira o card completo do UFC 189

CARD PRINCIPAL – a partir de 23h (horário de Brasília)

Peso-pena: Conor McGregor x Chad Mendes
Peso-meio-médio: Robbie Lawler x Rory McDonald
Peso-pena: Dennis Bermudez x Jeremy Stephens
Peso-meio-médio: Gunnar Nelson x Brandon Thatch
Peso-galo: Thomas Almeida x Brad Pickett

CARD PRELIMINAR – a partir de 19h30 (horário de Brasília)

Peso-meio-médio: Matt Brown x Tim Means
Peso-meio-médio: Cathal Pendred x John Howard
Peso-meio-médio: Mike Swick x Alex Garcia
Peso-galo: Cody Garbrandt x Henry Briones
Peso-mosca: Neil Seery x Louis Smolka
Peso-leve: Yosdenis Cedeno x Cody Pfister

11:05 · 24.06.2015 / atualizado às 11:05 · 24.06.2015 por
O UFC ainda não cancelou oficialmente o combate, mas a presença do campeão é incerta (Foto: UFC)
O UFC ainda não cancelou oficialmente o combate, mas a presença do campeão é incerta (Foto: UFC)

O lutador José Aldo sofreu uma fratura na costela e seu combate contra o ‘falastrão’ Conor McGregor pode ser cancelado. O brasileiro passou por uma tomografia computadorizada e constatou a lesão.

Aldo tem luta marcada para o UFC 189, no dia 11 de julho, quando irá defender o cinturão dos pesos-penas do Ultimate diante do irlandês. O evento é considerado o maior do ano e a expectativa já era intensa devido as entre os lutadores.

O técnico de José Aldo, Dedé Perdeneiras, lamentou a lesão e ressaltou que o lutador estava decepcionado com a lesão. “Ele chorou, quer muito essa luta, foi um investimento de todos os lados. Estive com ele boa parte da tarde. Ele está arrasado, quer a luta de qualquer jeito. Agora tem que esperar o resultado do exame, o laudo. O Aldo está sentindo muita dor” disse Pederneiras, em entrevista exclusiva ao Combate.com.

O UFC ainda não informou se o combate será cancelado, mas a permanência do atual campeão dos penas é incerta, já que o período de recuperação para esse tipo de lesão é três a quatro semanas, além de repouso e medicação com anti-inflamatórios.