Busca

Tag: Dan Henderson


12:53 · 15.02.2016 / atualizado às 13:06 · 15.02.2016 por
(Foto: Divulgação/UFC)
(Foto: Divulgação/UFC)

Se preparando para enfrentar Dan Henderson, pelo UFC Flórida, 16 de abril, o brasileiro Lyoto Machida parece não estar esperando uma repetição da última luta com o americano, quando “The Dragon” venceu por decisão dos juízes, em uma luta que foi criticada pela falta de agressividade.

Os fãs do UFC andaram não muito satisfeitos com Lyoto, e o brasileiro parece ter mudado de postura depois de uma sequência nada tranquila, nem muito favorável, que terminou com a derrota para o ex-campeão dos pesos-meio-pesados Jon Jones.

Machita sempre buscou explorar os contra-ataques e os erros dos adversários, mas o brasileiro afirmou em entrevista ao site do Canal Combate que a intensão, além de vencer mais uma vez, é dar um show para a torcida.

“Eu acredito que essa vai ser uma luta mais intensa, um pouco mais agressiva. Nosso principal objetivo, além de trazer a vitória, é fazer um grande show. Isso está na nossa cabeça. Como profissional, ficamos no dilema entre esporte e entretenimento”, disse Machida.

Outro fator importante para a mudança de postura, continuou Lyoto, é o retorno aos treinos com Rafael Cordeiro, na Kings MMA, mesma academia de Rafael dos Anjos, atual detentor do cinturão dos pesos-leve. Cordeiro foi eleito, em votação popular, o melhor técnico de 2015 pela revista Fighters Only.

“A mudança está acontecendo, estou sempre procurando o melhor caminho para desenvolver a minha técnica. Venho mudando devagar, mexendo na intensidade do treinamento, aumentei a quantidade de treinos lá”, completou Machida.

16:53 · 16.09.2015 / atualizado às 17:18 · 16.09.2015 por
Belfort encara Henderson se enfrentam pela terceira vez (foto: divulgação)

O UFC anunciou mais um evento no Brasil. Na noite da última terça-feira (15), estrelas do MMA se reuniram em um hotel de São Paulo para assistir a apresentação do UFC Fight Night São Paulo. O encontro também contou com a presença dos lutadores que participarão do card principal, além do anúncio da venda de ingressos.

Victor Belfort enfrentará Dan Henderson pela terceira vez. Ambos acumulam uma vitória cada. O americano não participou da festa por conta de problemas no voo para o Brasil. Glover Teixeira e Patrick Cummins farão a segunda luta principal do evento, que acontece no dia 7 de novembro, no ginásio do Ibirapuera. Os lutadores estiveram presentes na apresentação do UFC Fight Night São Paulo e realizaram uma encarada para promover o combate.

Ingressos

A venda de bilhetes começam a ser vendidos nesta quarta-feira (16) pelo livepass. Os ingressos vão de R$ 150,00 até R$ 1.200,00.

Lutas do UFC Fight Night São Paulo confirmadas

Vitor Belfort x Dan Henderson
Glover Teixeira x Patrick Cummins
Thomas Almeida x Anthony Birchack
Fabio Maldonado x Tom Lawlor
Yan Cabral x Johnny Case
Gilbert “Durinho” Burns x Rashid Magomedov
Gleison Tibau x Abel Trujillo
Viscardi Andrade x Gasan Umalatov
Matheus Nicolau x Bruno “Korea” Rodrigues
Alex “Cowboy” Oliveira x Piotr Hallmann

 

 

08:42 · 04.08.2015 / atualizado às 08:43 · 04.08.2015 por
Os dois ex-campeões se enfrentam no dia 7 de novembro, em São Paulo (Foto: UFC Brasil)
Os dois ex-campeões se enfrentam no dia 7 de novembro, em São Paulo (Foto: UFC Brasil)

Duas lendas do MMA se reencontrarão no Brasil. O brasileiro Vitor Belfort retornará ao octógono do UFC para um tira-teima contra o americano Dan Henderson. O combate será no dia 7 de novembro, na luta principal do UFC Fight Night São Paulo.

Os ex-campeões do Ultimate já lutaram duas vezes, com uma vitória para cada lado. Em sua primeira luta no extinto Pride, em outubro de 2006, Henderson ganhou do brasileiro por decisão unânime dos juízes. Belfort conseguiu igualar o placar com um belo nocaute no UFC Goiânia, no dia 9 de novembro de 2013.

Aos 38 anos, Vitor Belfort vem de derrota para o campeão dos pesos-médios Chris Weidman, em maio deste ano. Já Henderson, se recuperou de duas derrotas seguidas e na última luta, em junho deste ano, nocauteou o americano Tim Boetsch.

10:31 · 07.06.2015 / atualizado às 10:31 · 07.06.2015 por
Esta foi a 31ª vitória na carreira de Dan Henderson (Foto: Reprodução UFC)
Esta foi a 31ª vitória na carreira de Dan Henderson (Foto: Reprodução UFC)

Aquele velho ditado de que “panela velha é que faz comida boa” serve bem para contar como foi a luta principal do UFC Nova Orleans, realizado na madrugada de sábado (6) para domingo (7). Aos 44 anos, o norte-americano Dan Henderson precisou de apenas 28 segundos para conseguir um nocaute fulminante sobre Tim Boetsch, mostrando que sua “Bomba H” ainda está afiada.

Como já é de costume, o veterano começou o combate com a mão direita engatilhada, só esperando a primeira oportunidade. Logo no início do primeiro round, Henderson conectou um forte soco e, em seguida uma joelhada, que derrubou o adversário. No chão, o norte-americano ainda aplicou uma sequencia de golpes, até que o árbitro interrompeu a luta.

“Estou muito bem e ainda não acabei. Estou aqui há algum tempo, e as pessoas ainda querem me ver”, comentou o veterano após a vitória.

Esta foi a 31ª vitória na carreira de Dan Henderson. Já Tim Boetsch, amargou a 9ª derrota, sendo a segunda seguida- já havia perdido para o brasileiro Thales Leites.

Demente e Thiago Tavares são derrotados

Entre os brasileiros, Ricardo Abreu, o “Demente”, foi o primeiro no octógono contra Jake Collier. O participante da terceira temporada do TUF Brasil até que tentou continuar invicto, mas os juízes decretaram sua primeira derrota como profissional de MMA.

Já no card principal, Thiago Tavares buscava sua terceira vitória consecutiva, mas Brian Ortega se mostrou mais forte e conseguiu a vitória por interrupção médica no terceiro round.

03:06 · 25.05.2014 / atualizado às 03:18 · 25.05.2014 por
renanxdillashaw
Mão direita de TJ Dillashaw derruba Renan Barão ainda no primeiro round (Foto: Divulgação UFC)

E a festa foi norte-americana no UFC 173, em Las Vegas, Nevada, EUA. O brasileiro Renan Barão perdeu o cinturão dos galos para o estadunidense TJ Dillashaw, no sábado, e com ele foi embora uma invencibilidade de quase nove anos do potiguar no MMA.

O até então quarto do ranking na categoria surpreendeu Barão com um jogo de muita movimentação e velocidade na aplicação dos golpes. O brasileiro não achou a distância em nenhum momento na luta. Logo no primeiro round, ele levou um ‘knock down’ e Dillashaw quase encerrou o combate ali mesmo.

Muito bem preparado fisicamente, o americano continuou seu plano de luta de bater e sair sem ser incomodado por Renan Barão. Com um bom jogo de pernas, ele conseguiu, por muitas vezes, confundir o brasileiro, e acertá-lo violentamente.

No quinto e último round, já em desvantagem na contagem dos pontos e bastante machucado, Renan Barão foi para o tudo ou nada. Porém, mais uma vez, Dillashaw mostrou que estava melhor na trocação ao acertar uma violenta sequência que derrubou o potiguar. O árbitro Herb Dean interferiu. A luta foi encerrada por nocaute técnico para delírio de boa parte do público noMGM Arena. Como um lutador  Urijah Faber, colega de treinos do americano. Faber já perdeu duas vezes para Barão e uma para José Aldo, ambos da Nova União.”U-S-A, U-S-A”, berrava ele, após a conquista do compatriota.

renanxdillashawdois
Barão perde o cinturão e uma sequência de 32 lutas sem derrota (Foto: Divulgação UFC)

“Eu sonhei com isso por muito tempo. Foi uma honra enfrentar o Renan Barão no octógono, o melhor do mundo. Eu o respeito muito, mas o meu muay thai está bem afiado e eu procurei acabar com a luta o tempo todo”, comentou a zebra americana e novo campeão dos galos do Ultimate.

“Hoje foi o dia dele. Está de parabéns mesmo. Mas eu vou voltar. Deus sabe todas as coisas e eu ainda vou recuperar o que é meu”, disse Barão, decepcionado com a sua perfomance, muito aquém do rendimento natural do brasileiro.

Outros combates

Se a zebra esteve solta no evento principal, no co-evento não houve espaço para surpresas. Daniel Cormier sobrou contra o veterano Dan Henderson, qua fazia sua primeira luta após o abandono do uso da Terapia de Reposição Hormonal (TRT).

Cormier dominou Hendo o combate inteiro e finalizou o compatriota no terceiro round com um mata-leão. “Jon Jones, não adianta mais fugir de mim como você fez nos campeonatos de wrestling”, afirmou “DC”, desafiando o atual campeão dos meio-pesados.

Massaranduba não soube anular o jogo de chão de Chiesa e foi derrotado no UFC 173 (Divulgação UFC)
Massaranduba não soube anular o jogo de chão de Chiesa e foi derrotado no UFC 173 (Divulgação UFC)

Outro brasileiro que lutou no UFC 173 foi Francisco Trinaldo Massaranduba. No card preliminar, ele não suportou o jogo de chão de Michael Chiesa e foi derrotado por decisão unânime.

23:06 · 23.03.2014 / atualizado às 01:24 · 24.03.2014 por

Após perder os dois primeiros rounds e quase ser nocauteado, o americano Dan Henderson conseguiu por à lona o brasileiro Maurício Shogun, no terceiro assalto no segundo confronto épico entre as lendas.

Henderson levou a melhor na trocação e nocauteou Shogun |Foto: Natinho Rodrigues
Henderson levou a melhor na trocação e nocauteou Shogun |Foto: Natinho Rodrigues

O público recebeu de pé os dois mitos, no Ginásio Nélio Dias, no UFC Fight Night Combate em Natal.  Após um início de bastante estudo, Maurício Shogun tomou a iniciativa do combate. Em um contragolpe, Hendo acertou o brasileiro que pareceu sentir. Shogun, porém, revidou  e conseguiu quase nocautear o norte-americano. Ele foi salvo pelo gongo.

No segundo assalto, a situação voltou a ser a mesma. Com Shogun à frente das ações. O brasileiro soltou uma bomba de direita que derrubou o adversário. Contudo, Shogun não deu sequência nos golpes e Herb Dean acabou pondo a luta para cima de novo.

Sem tempo para mais nada, Hendo voltou para o terceiro round com o mesmo jogo. sempre esperando Maurício Shogun atacar. Em um desses contra-ataques o americano acertou Maurício Shogun em cheio e com um forte ground and pound, foi a vez de Herb Dean paralisar o combate. Era o fim de o segundo capítulo de um confronto épico entre duas lendas.

“Eu senti a mão dele, mas ele também sentiu a minha. Quero agradecer muito o Shogun por essa oportunidade. No começo fui paciente mas fizemos uma luta parecida com a primeira”, falou Henderson após a vitória.

 

17:29 · 22.03.2014 / atualizado às 18:55 · 22.03.2014 por

A pesagem do UFC Natal contou com algumas encaradas bem tensas no Ginásio Nélio Dias, na tarde deste sábado, na capital potiguar. Os protagonistas da luta principal, contudo, não empolgaram ao ficar frente a frente. Maurício Shogun e Dan Henderson estão pregando o respeito antes do duelo. Entre os cearenses Godofredo Pepey foi o que mais empolgou na encarada.

Pepey é conhecido por fazer boas encaradas |Foto: Natinho Rodrigues
Pepey é conhecido por fazer boas encaradas |Foto: Natinho Rodrigues

Especialista na hora de intimidar o adversário, Pepey saiu da balança após marcar 65,7kg e já foi pra cima do israelense Noad Lahat. Já Diego Brandão, como sempre agressivo, não chegou a ter um momento tenso com Will Chope, que foi bastante educado e juntou as mãos, como em uma oração, na hora da encarada. A diferença de altura dos dois também chamou atenção. Chope, de 1,93m, parecia ser no mínimo duas categorias acima de Brandão, de 1,70m.

Rony Jason mudou a postura no momento da encarada. Normalmente, o quixadaense coloca as mãos na cintura e sorri. Dessa vez, o lutador ficou mais sério, apesar de ter cumprimentado cordialmente o seu adversário depois.

A encarada que mais empolgou o público foi a de Léo Santos com Norman Parke. Os dois chegaram a se encostar e trocaram insultos ao serem separados. CB Dollaway e Cezar “Mutante” Ferreira também passaram por um momento tenso. O punho do Mutante encostou no pescoço de Dollaway.

O único atleta a não bater o peso foi Ronny Markes, que já subiu ao palco pedindo a toalha, consciente de que não atingiria o peso de sua categoria. O lutador será multado em 20% de sua bolsa, que vai para seu oponente.

LUTA PRINCIPAL

Dan Henderson (91.5) VS Mauricio “Shogun” Rua (93)

CARD PRINCIPAL
CB Dollaway (83.4) VS Cezar “Mutante” Ferreira (83.9)
“Stormin'” Norman Parke (70.7) VS Leo Santos (70.3)
Gian Villante (92.5) VS Fabio Maldonado (92)
Mairbek Taisumov (70.3) VS Michel “Trator” Prazeres (70.3)
Steven Siler (66.2) VS Rony Jason (65.7)

CARD PRELIMINAR
Will Chope (66.2) VS Diego Brandão (65.3)
Thiago Santos (83) VS Ronny Markes (86.1)*
Scott Jorgensen (56.6) VS Jussier Formiga (56.6)
Kenny Robertson (77.5) VS Thiago Perpétuo (77.1)
Hans Stringer (92.5) VS Francimar Barroso (92.5)
Noad Lahat (65.7) VS Godofredo Pepey (65.7)

*Não bateu o peso e será multado em 20% de sua bolsa, que vai para seu oponente.

11:49 · 22.03.2014 / atualizado às 17:08 · 22.03.2014 por

Quem não conhece um pouco melhor o esporte pode até estranhar as imagens abaixo clicadas pelo repórter fotográfico Natinho Rodrigues, mas esse é o espírito de competição e respeito entre os atletas. É um intervalo inferior a cinco minutos, Maurício Shogun e Dan Henderson se encontraram no Sehrs Natal Grand Hotel de forma totalmente amistosa e descontraída.

Encontro entre duas lendas do MMA mundial nos bastidores do UFC Natal...
Encontro entre duas lendas do MMA de forma bem descontraída e amigável  nos bastidores do UFC Natal…

Sorrisos, apertos de mãos entre as duas equipes, e poucas palavras de um para o outro antecederam a encarada oficial do evento, realizada a poucos metros dali e minutos depois. Aí, o clima já era bem diferente: os dois sérios, taciturnos, olhares fixos e intimidadores, e apenas um aperto de mão forte como único sinal de interação.  São coisas do esporte.

...menos de cinco minutos depois Shogun e Henderson estavam se encarando em clima mais tenso (Fotos: Natinho Rodrigues)
…menos de cinco minutos depois Shogun e Henderson estavam se encarando em clima mais tenso (Fotos: Natinho Rodrigues)
09:10 · 22.03.2014 / atualizado às 17:12 · 22.03.2014 por
Para Hendo, há outras formas de tratamento que podem substituir TRT (Foto: Natinho Rodrigues)
Para Hendo, há outras formas de tratamento que podem substituir TRT (Foto: Natinho Rodrigues)

A polêmica sobre a proibição da Terapia de Reposição de Testosterona (TRT) ainda respinga em Natal/ RN. A equipe do Blog Vai Encarar ouviu o lutador Dan Henderson sobre esse tema. O norte-americano era um dos lutadores que aderiam ao TRT.

“Eu não tenho problema com isso (a proibição da terapia). Vou continuar lutando porque não pretendo me aposentar. Vou procurar novas formas mais naturais de tratamento até porque o meu uso de TRT não era em níveis muitos elevados”, respondeu.

Hendo vai enfrentar Maurício Shogun no próximo domingo, (23), em Natal/ RN. No primeiro encontro entre os dois, em 2011, onde os dois fizeram um dos combates mais espetaculares da história do esporte.

11:06 · 07.03.2014 / atualizado às 11:06 · 07.03.2014 por

O segundo evento do Ultimate Fighting Championship no Nordeste brasileiro promete eletrizar o público no dia 23 de março, em Natal, com a esperada revanche entre os ex-campeões Mauricio Shogun (UFC e PRIDE) e Dan Henderson (Pride e Strikeforce) e outros 11 combates. A menos de 20 dias para o evento e com a grande procura por ingressos mais próximos ao famoso octógono do UFC, a organização adequou o espaço do Ginásio Nélio Dias para receber os fãs e anunciou um novo setor para o UFC FIGHT NIGHT NO COMBATE: SHOGUN vs. HENDERSON 2.

Desde ontem, 6 de março, os ingressos para os assentos “Octógono” estão disponíveis pelo site www.ticketsforfun.com.br, em todos os pontos de venda credenciados (clique aqui), na Central de Relacionamento Tickets for Fun, pelo telefone 4003-5588, e na bilheteria oficial do Ginásio Nélio Dias, no dia do evento. O valor da entrada é R$ 800 (inteira) / R$ 400 (meia-entrada/idosos) e o setor fica localizado entre o “Octógono Premium” e “Arquibancada A”. Os bilhetes à venda são: Arquibancada B (R$ 180,00 / R$ 90,00 – meia-entrada); Cadeira Premium (R$ 700,00 / R$ 350,00 – meia-entrada); Octógono (R$ 800/ R$ 400 – meia-entrada); Octógono Premium (R$ 950,00 / R$ 475,00 – meia-entrada);  Portadores de Necessidades Especiais (R$ 90,00 – meia-entrada).

O início do card principal está previsto para as 20h, com as lutas preliminares começando às 16h30. Os portões estarão abertos para os fãs às 14h30.

Para mais informações sobre cancelamentos de aquisições anteriores e compra de ingressos no novo setor, consulte o regulamento abaixo:

 

Sobre a venda de ingressos

 

Cancelamentos, alterações e aquisição de novo setor:

Devido à inclusão de um novo setor no dia 6 de março de 2014 (Octógono), o consumidor que já adquiriu seu ingresso e gostaria de cancelar e/ou solicitar reembolso do mesmo tem até o dia 13/03/2014 para fazê-lo. A compra de ingressos no novo setor fica sujeita à disponibilidade. A opção pelo cancelamento de ingressos em outro setor não dá preferência na compra ou garante disponibilidade de novos ingressos. Não haverá troca de ingressos adquiridos anteriormente por ingressos do novo setor. A nova compra está limitada a 4 ingressos por CPF, neste limite devem ser computados os ingressos anteriormente adquiridos. Portanto, se você já possui 4 ingressos e deseja adquirir ingressos novos, deverá cancelar o número de ingressos antigos na mesma proporção do número de ingressos novos que serão adquiridos. Esta operação deverá ser efetuada simultaneamente. Todos os ingressos cancelados serão colocados imediatamente à venda.

Para cancelamento de compras efetuadas em bilheteria ou pontos de venda, o cliente precisa se dirigir ao canal de compra portando os ingressos originais. Para compras efetuadas com cartão de crédito, o valor será creditado na fatura do cartão utilizado. Para compras efetuadas com cartão de débito, o valor será creditado na conta vinculada ao cartão de débito utilizado.

Para cancelamento de compras efetuadas pela internet ou call center, o cliente deverá enviar um e-mail com os dados da compra para sac@ticketsforfun.com.br, com o assunto “Reembolso”.

Demais questionamentos podem ser esclarecidos através da Central de Relacionamento pelo telefone 4003-5588, de segunda-feira a sábado, das 09h às 21h, ou encaminhados por e-mail para sac@ticketsforfun.com.br.

 

Compra de ingressos por CPF e Meia-Entrada:

O consumidor poderá adquirir até 4 (quatro) ingressos por CPF, ficando limitado à aquisição de 2 (dois) ingressos de meia-entrada por consumidor. Ou seja: no caso de aquisição de um ingresso de meia-entrada, o consumidor poderá adquirir ainda até 3 (três) ingressos inteiros; no caso de aquisição de dois ingressos de meia-entrada, o consumidor poderá adquirir ainda até 2 (dois) ingressos inteiros. A meia-entrada é um benefício pessoal e intransferível. Portanto, no ato da compra, deverá ser apresentado o documento que garanta o benefício para que o ingresso seja emitido nominalmente, anotando-se o nome do beneficiário no bilhete para acesso ao evento.

 

Quem tem direito a meia-entrada?

– Idosos (com idade igual ou superior a 60 anos): Lei Federal 10.741/2003.

– Estudantes e Jovens de até 29 (vinte e nove) anos pertencentes a famílias de baixa renda:  Lei Federal nº 12.852, de 5 de agosto de 2013.

– Portadores de Necessidades Especiais;

 

Qual a classificação indicativa do evento?

Tendo em vista que o UFC  é um evento esportivo televisionado com diversas modalidades de lutas de competição, a entrada de menores de 16 anos somente será permitida se comprovadamente acompanhados dos responsáveis legais, portando documentos comprobatórios e o termo de responsabilidade do acompanhante disponível no site www.ticketsforfun.com.br, sendo que os responsáveis deverão permanecer no local do evento enquanto o menor estiver presente. Esta determinação, assim como a classificação etária, poderá a qualquer momento ser alterada pelo Juiz de Direito da Vara da Infância e Juventude da Comarca de Natal – RN.

 

Quais documentos serão aceitos para comprovar a meia-entrada?

Estudantes: Carteira de identificação estudantil, nos termos da legislação em vigor. Somente o boleto bancário sem documento com foto não será aceito como documentação hábil para comprovação da condição de estudante.

Idosos: Documento oficial com foto que comprove idade igual ou superior a 60 anos.

Pessoas portadoras de necessidades especiais: A pessoa que não apresentar deficiência aparente deverá se identificar com o cartão próprio da entidade que é associada, no qual deve conter seu nome, filiação, naturalidade, RG ou CPF, foto, data de expedição, prazo de validade e logotipo da instituição.

 

Entrega e retirada dos ingressos:

O fã do UFC poderá escolher por receber seu ingresso em sua casa – a taxa de entrega por compra, independente do número de ingressos adquiridos, será variável de acordo com os preços de Sedex praticados em cada praça – ou retirá-lo nos pontos da Tickets For Fun. No caso de ingressos em setores numerados, há ainda a opção de fazer a impressão de e-ticket em domicílio.

 

Se optar pela retirada na bilheteria e em pontos de retirada credenciados

O fã poderá retirar seus ingressos antecipadamente nos pontos de venda listados, nos respectivos horários de funcionamento, a partir do dia 14 de fevereiro. Na bilheteria do Ginásio Nélio Dias, as entradas poderão ser retiradas entre os dias 15 e 22 de março, das 10h às 18h, e no dia 23 de março até duas horas antes do início do evento.

É importante que seja apresentado o documento de identidade e o cartão de crédito utilizado na compra. Esses requisitos são estabelecidos para a própria segurança do fã do UFC e são indispensáveis para a entrega dos ingressos. Para os setores de Octógono Premium e Cadeira Premium, quando a opção escolhida for  a impressão do e-ticket, o ingresso será enviado anexado ao e-mail de confirmação de compra e deverá ser impresso pelo próprio cliente. Cada ingresso possui um código de barras único. Cada código de barras permite somente uma entrada ao evento. Se mais de um ingresso for comprado, será necessário imprimir cada um deles separadamente.

 

Assentos marcados:

Os setores Octógono Premium, Octógono e Cadeira Premium terão lugar marcado no UFC® FIGHT NIGHT NO COMBATE: SHOGUN x HENDERSON 2. Nos demais setores a escolha do assento será feita por ordem de chegada conforme consta na disposição do Ginásio Nélio Dias.

 

Card oficial* do evento:

Peso meio-pesado: Mauricio Shogun x Dan Henderson

Peso médio: Cezar Mutante x CB Dollaway

Peso leve: Leo Santos x Norman Parke

Peso meio-pesado: Fabio Maldonado x Gian Villante

Peso leve: Michel Prazeres x Mairbek Taisumov

Peso pena: Rony Jason x Steven Siller

Peso pena: Diego Brandão vs Will Chope

Peso médio: Ronny Markes vs Thiago Marreta

Peso mosca: Jussier Formiga x Scott Jorgensen

Peso meio-médio: Thiago Bodão x Kenny Robertson

Peso pena: Godofredo Pepey x Noad Lahat

Peso meio-pesado: Francimar Bodão x Hans Stringer

Fonte: assessoria de imprensa do UFC no Brasil

 

* todas as lutas ao vivo; card sujeito a alterações

 

Para mais informações, visite br.ufc.com