Busca

Tag: MMA


13:05 · 27.04.2016 / atualizado às 13:05 · 27.04.2016 por
Foto: (Divulgação/montagem)
Foto: (Divulgação/montagem)

Mais um artista resolveu se aventurar no mundo das lutas. Dessa vez foi o britânico Josh Herdman, que interpretou Gregory Goyle nos oito filmes da franquia “Harry Potter“. O ator, que fez sua estreia no mundo do MMA, derrotou Janusz Walachowski, no último final de semana, no leste de Londres.

Em entrevista ao The Mirror, Herdman disse que não pensar em largar a carreira de ator, mas continuar lutando é uma possibilidade. “Não me desapaixonei por atuar. Ainda tenho agente e faço testes, mas é pouco, como depender de ganhar a loteria para viver”, disse o jovem de 28 anos.

Josh, que interpretou um dos amigos de Draco Malfoy, antagonista do personagem principal Harry Potter, é faixa preta de jiu-jitsu tradicional na vida real

“Escolhi o MMA porque amo o esporte. É empolgante e imprevisível”, disse Herdman ao site Addicted MMA.

O último trabalho de Herdman como ator foi em 2013, no seriado de televisão “Coming UP” e a última participação em Harry Potter foi em 2011, com o filme “Harry Potter e as Relíquias da Morte: Parte 2”.

12:22 · 19.02.2016 / atualizado às 12:23 · 19.02.2016 por
Royce durante a pesagem para o Bellator 149. Brasileiro enfrentará Ken Shamrock. (Foto: Digulgação/Twitter/Bellator)
Royce durante a pesagem para o Bellator 149. Brasileiro enfrentará Ken Shamrock. (Foto: Divulgação/Twitter/Bellator)

Uma lenda do MMA e do jiu-jitsu brasileiro está prestes a voltar aos ringues. Royce Gracie, uma das lendas das artes marciais do País, tem luta marcada para a noite desta sexta-feira (19), pelo Bellator 149, evento secundário do universo do MMA e rival do UFC.

Royce Gracie, atualmente com 49 anos, enfrentará o americano Ken Shamrock, 52. Ambos os lutadores estão no Hall da fama do UFC.

“Muitos lutadores reclamam: “Ah ele está dois quilos mais pesado que eu”. Sério? Não importa. A arte do jiu-jítsu Gracie é aprender como se defender em qualquer situação, não para pontuar, não para competições, mas para uma situação de briga de rua”, disse o brasileiro ao site MMA Fighting.

Esta é terceira vez que os lutadores se encontram no ring. Em 1993, na primeira edição do Ultimate, Royce finalizou Shamrock com um mata-leão ainda no primeiro minuto de combate. Fato curioso é que o segundo duelo terminou com um empate, após 36 minutos, e ficou marcado como a luta mais longa da história do UFC.

Royce Gracie tem 16 vitórias, apenas 2 derrotas e 3 empates em toda a carreira.

Confira os duelos do Bellator 149:

Card principal

Royce Gracie vs. Ken Shamrock
Kimbo Slice vs. Dada 5000
Derek Campos vs. Melvin Guillard
Emanuel Newton vs. Linton Vassell
Daniel Pineda vs. Emmanuel Sanchez

Card preliminar

Richard Knepp vs. Isaac Villanueva
Ryan Hollis vs. Adrian Yanez
Anthony Ivy vs. Jason Langellier
Jeremy Mahon vs. Davis Sylvester
Juan Torres vs. Justin Wren
Mike Trinh vs. Angel Zamora
Ruben Esparsa vs. C.J. Hancock
Manny Lozoya vs. Jacob Norsworthy

Veja alguns dos bons momentos de Royce Gracie nos ringues:

10:56 · 12.01.2016 / atualizado às 10:56 · 12.01.2016 por
(Reprodução Facebook)
Ediane Gomes abriu uma conta no GoFundMe para poder pagar os gastos com exames médicos antes da luta deste final de semana – sábado (16) (Reprodução Facebook)

Quem acompanha o mundo das lutas pode ter uma noção de que dinheiro não é um problema. Mas essa afirmação não é a realidade de todos os atletas, assim como no futebol.

A veterana lutadora brasileira Ediane “India Gomes, lutadora pela organização da Invicta FC, que já afirmou estar acostumada com as dificuldades teve buscar uma nova estratégia para conseguir terminar a preparação para a próxima luta.

Com duelo marcado para o próximo sábado, contra a americana Amanda Bell, na Califórnia, Ediane abriu uma conta em um site de financiamento coletivo para poder os testes médicos antes da luta. Os exames servem para determinar se o atleta está apto para enfrentar o esforço do confronto.

“Eu já lutei na Califórnia antes, contra a Ronda Rousey. Foi uma luta sem muito tempo de preparação, e eu passei um dia inteiro fazendo exames médicos. Eu nunca esqueci como eu tive de fazer todos aqueles testes médicos durante a perda de peso”, disse Ediane Gomes ao site MMA Junkie.

A brasileira afirma que ela precisa fazer 13 exames médicos relacionados ao evento do Invicta, que é regulamentado pela Comissão Atlética do Estado da Califórnia (California State Athletic CommissionCSAC).

De acordo com Andy Foster, diretor executivo da CSAC existem nove requirimentos básicos para se disputar uma luta chancelada pela entidade da Califórnia: exame de sangue, histórico cardiovascular, electrocardiograma, ressonância magnética aliada a um histórico e resumo das condições corporais, relatório neurológico, exame ocular e exame físico.

Shannon Kapp, presidente do Invicta FC, também comentou sobre esta dificuldade financeira da brasileira, lamentando que esses problemas com as despesas de preparação para os eventos são costumeiros para alguns lutadores. Mas Kapp disse que a organização ficaria mais do feliz em ajudar Gomes.

“Ela poderia pegar o telefone e ligar para mim, e nós pagaríamos. Nosso objetivo não é atrapalhar os nossos lutadores, mas sim ajudá-los”, disse a presidente do Invicta ao MMA Junkie.

Duelo com campeã

Com um card acumulado de 10 vitórias e 4 derrotas, Ediane Gomes já teve a oportunidade de enfrentar a ex-campeã das pesos-galo feminino do UFC, a americana Ronda Rousey, em 2011. O resultado, no entanto, não foi dos melhores para a brasileira, que perdeu com um arm-lock aos 25 segundos do primeiro round.

Veja a luta entre Gomes e Rousey:

13:30 · 05.01.2016 / atualizado às 13:30 · 05.01.2016 por
Rafael dos Anjos está na disputa pelo prêmio de melhor lutador do ano (Foto: Divulgação/UFC)
Rafael dos Anjos está na disputa pelo prêmio de melhor lutador do ano (Foto: Divulgação/UFC)

Seis brasileiros concorrem ao prêmio dos melhores de 2015 do MMA da revista “Fighters Only”. Rafael dos Anjos, Thomas Almeida, Fabricio Werdum, Patricio Freire, Jorge Filho e Thiago Alves disputam a premiação, que ainda conta com a luta entre Conor McGregor e José Aldo na briga pelo melhor nocaute.

O prêmio, que chega à oitava edição, é decidido pelo voto popular pela internet.

Confira a lista de premiação:

Melhor lutador
Rafael dos Anjos
Conor McGregor
Luke Rockhold
Demetrious Johnson
Max Holloway

Melhor lutadora
Holly Holm
Ronda Rousey
Joanna Jedrzejczyk
Tonya Evinger
Angela Lee

Melhor ‘campanha’ de 2015
Thomas Almeida
Henry Cejudo
Tony Ferguson
Joanna Jedrzejczyk
Holly Holm

Melhor lutador estrangeiro (não-americanos)
Conor McGregor
Joanna Jedrzejczyk
Joseph Duffy
Liam McGeary
Marat Gafurov

Melhor luta
Robbie Lawler vs. Rory MacDonald 2 (UFC 189)
Daniel Cormier vs. Alex Gustafsson (UFC 192)
Andrei Arlovski vs. Travis Browne (UFC 187)
Justin Gaethje vs. Luis Palomino (WSOF 19)
Vitaly Bigdash vs. Igor Svirid (One Champs 32)

Melhor nocaute
Holly Holm (vs. Ronda Rousey, UFC 193)
Conor McGregor (vs. José Aldo, UFC 194)
Thomas Almeida (vs. Brad Pickett, UFC 189)
Jorge Filho (vs. Claudio Cezario, Jungle Fight 83)
Hisaki Kato (vs. Joe Schilling, Bellator 139)

Melhor finalização
Fabricio Werdum (vs. Cain Velasquez, UFC 188)
Ronda Rousey (vs. Cat Zingano, UFC 184)
Marcos Galvao (vs. Joe Warren, Bellator 135)
Tony Ferguson (vs. Edson Barboza (TUF 22 Finale)
Liam McGeary (vs. Tito Ortiz, Bellator: Dynamite)

Maior surpresa de 2015
Rafael dos Anjos (vs. Anthony Pettis, UFC 185)
Fabricio Werdum (vs. Cain Velasquez, UFC 188)
Holly Holm (vs. Ronda Rousey, UFC 193)
Uriah Hall (vs. Gegard Mousasi, UFC FN 75)
Maryna Moroz (vs. Jojo Calderwood, UFC FN 64)

Melhor treinador
Rafael Cordeiro
John Kavanagh
Javier Mendes
Mike Winkeljohn
Firas Zahabi

Melhor centro de treinamento
American Kickboxing Academy
Blackzilians
Jackson-Wink MMA
Kings MMA
SBG Ireland

Ring Girl do ano
Jhenny Andrade
Carly Baker
Arianny Celeste
Brittney Palmer
Mercedes Terrell

17:54 · 27.12.2015 / atualizado às 18:02 · 27.12.2015 por
Atual campeã da categoria peso palha, Joanna Jedrzejczyk saiu em defesa de Ronda Rousey.
Atual campeã da categoria peso palha, Joanna Jedrzejczyk saiu em defesa de Ronda Rousey. (Foto: Divulgação/UFC)

Atual campeã da categoria peso palha feminina, a polonesa Joanna Jedrzejczyk declaru seu apoio à americana Ronda Rousey, ex-campeã das peso-galo. Em entrevista, Joanna afirmou que a derrota para Holly Holm no UFC 193 não apaga tudo o que Rousey já fez pelo UFC e pelo MMA.

“Estamos juntos nesse esporte. Não podemos esquecer o que Ronda Rousey fez por todos nós, não apenas para as lutadoras, mas por todo o UFC e o MMA ao redor do mundo. As pessoas podem lembrar apenas que ela perdeu sua última luta. Ela era da equipe olímpica americana de judô, disputou uma Olimpíada e ganhou uma medalha. Ela era a campeã e ainda é uma das melhores lutadoras do mundo. As pessoas não podem esquecer isso”, disse ao site ‘Sherdog’.

"Não podemos esquecer o que Ronda fez por todos nós", diz Joanna Jedrzerjczyk.
“Não podemos esquecer o que Ronda fez por todos nós”, diz Joanna Jedrzerjczyk. (Foto: Divulgação/UFC)

Segundo a polonesa, as derrotas fazem parte da vida dos lutadores e o que importa é o legado que eles deixam no esporte.

“O MMA é um esporte lindo, mas às vezes brutal. Um soco ou um chute podem acabar com uma luta, e por isso temos que prestar atenção em cada segundo de uma luta. Fico feliz que o MMA esteja crescendo e que eu seja parte disso”, finalizou.

14:32 · 16.12.2015 / atualizado às 14:36 · 16.12.2015 por
"No Chance" tem 44 lutas na carreira, incluindo 37 vitórias, dois no contests e cinco derrotas (Foto: Divulgação)
“No Chance” tem 44 lutas na carreira, incluindo 37 vitórias, dois no contests e cinco derrotas (Foto: Divulgação)

Quando se pergunta para José Maria “No Chance”, sobre o estilo de luta dele a resposta é bem diferente do que costuma se ouvir: “sou showman”. Na tradução do inglês para o português, a expressão seria algo como “homem espetáculo”. O lutador cearense, no entanto, se define de tal forma por afirmar que, durante a luta, “não preciso lembrar os treinos, os golpes vêm de forma involuntária”.

No XFCi 12, quando encarou Marcel Adur na Superluta até 57,2kg, conseguiu vencer por decisão unânime dos juízes laterais, mas em uma exibição que pode ser definida mais uma batalha. Agora, ele vai enfrentar Bruno Azevedo “Macaco” na disputa pelo cinturão do peso-mosca (até 56,7kg) e, além de sair com a vitória, quer justificar o apelido que se colocou.

Inicialmente, “No Chance” já enfrentaria Bruno “Macaco” no XFCi 12. Porém, o brasiliense da Nova União teve uma lesão na mão e ficou impossibilitado de lutar. Como a mudança de adversário ocorreu cerca de um mês antes da luta, o cearense já havia realizado boa parte da preparação visando as características de “Macaco”. Dessa forma, o cearense garante estar bem preparado para enfrentá-lo e mostra grande expectativa por um duelo próximo do estilo que o agrada mais.

Há mais de uma década como profissional de MMA, “No Chance” tem 44 lutas na carreira, incluindo 37 vitórias, dois no contests e cinco derrotas. Aos 33 anos, nove a mais que Bruno “Macaco”, o cearense acredita que a bagagem adquirida ao longo da carreira traz uma responsabilidade maior para si.

“Esse cinturão representa muito para mim. Estou há mais tempo nesse mundo das lutas e acho que é minha obrigação ser o número 1, o mais gabaritado, do XFC. Tenho uma meta, que é conseguir o máximo de cinturões possíveis, e vou conseguir. Quero retribuir todo o apoio que a organização me dá e não tem nada melhor do que vencer essa próxima luta para conseguir”, afirma José Maria “No Chance”.

 

 

09:45 · 27.11.2015 / atualizado às 09:45 · 27.11.2015 por
A atleta da Dragon Kombat tem nove vitórias em nove lutas disputadas (Foto: Divulgção XFCi)
A atleta da Dragon Kombat tem nove vitórias em nove lutas disputadas (Foto: Divulgção XFCi)

A contagem regressiva para o duelo entre as duas melhores pesos-palha do Brasil já começou. Neste sábado, dia 28 de novembro, no XFCi 12, a cearense Viviane Sucuri e a curitibana Vanessa Guimarães disputam o cinturão mundial da franquia na categoria até 52,2kg, em São Paulo.

Campeãs das duas primeiras temporadas do torneio internacional, Viviane e Viviane fazem a co-luta principal do evento, que terá como destaque da noite a disputa da medalha de ouro do torneio masculino peso-meio-médio (até 77,1kg), entre Michel Pereira e Carlston Harris.

Primeira cearense campeã internacional de MMA, Viviane Sucuri ainda não sabe o que é derrota na carreira. A atleta da Dragon Kombat tem nove vitórias em nove lutas disputadas.

No XFC, a jovem lutadora de apenas 22 anos fez três duelos, com vitórias sobre Fernanda Priscila, Liana Pirosin e Vuokko Katainen, esta última valendo o título do torneio feminino peso-palha da segunda temporada, em julho de 2015. Na carreira, ostenta triunfos sobre duas lutadoras do XFC: a campeã mundial peso-mosca Poliana Botelho e Ilara Joanne.

Ciente das qualidades de sua nova adversária, Viviane pretende aproveitar o longo tempo de Vanessa fora de competição para cansar a adversária durantes os cinco rounds. “Eu estudei bastante a Vanessa e sei que tenho que ter muito cuidado com a trocação dela, porque tem a mão pesada. Mas o objetivo é fazer cinco rounds intensos para que ela sinta fisicamente o tempo sem lutar e eu possa me aproveitar disso. Nunca vou querer deixar a luta na mão dos juízes, mas nesse caso preciso ter inteligência para cansá-la ao longo do combate. Tenho ciência de que será uma verdadeira batalha, mas podem ter certeza que esse cinturão vem para o Ceará”, confia.

Além de Viviane Sucuri, o cearense José Maria “Sem Chance”, ex-lutador do UFC, também está no card do XFC 12. Ele encara Marcel Adur, em duelo válido pela superluta na categoria até 56,7 kg.

Confira o card do XFCi 12:

Até 77,1kg: Carlston Harris x Michel Pereira – Final do Torneio Peso-Meio-Médio
Até 52,2kg: Viviane Sucuri x Vanessa Guimarães – Disputa de Cinturão Peso-Palha feminino
Até 56,7kg: José Maria “No Chance” x Marcel Adur – Superluta
Até 70,3kg: Ricardo Tirloni x Jadison Costa – Superluta
Até 70,3kg: Sergio Junior x Vitor Negão – Superluta
Até 70,3kg: Vinicius Loureiro x Ary Santos – Superluta
Até 56,7kg: Manel Kappe x João Elias – Torneio Peso-Mosca Masculino
Até 70,3kg: Luciano Palhano x Antônio Paulo Nego – Torneio Peso-Leve Masculino
Até 52,2kg: Daniela “Dany Fenix” Da Silva x Hellen Bastos – Torneio Peso-Palha feminino
Até 56,7kg: Molly McCann x Vanessa Melo – Superluta Peso-Mosca feminino
Até 56,7kg: Pedro Curiri x Jimmy Martinez Vela – Torneio Peso-Mosca masculino
Até 77,1kg: Gian Siqueira x Wellington Thurman – Superluta

12:52 · 20.11.2015 / atualizado às 12:52 · 20.11.2015 por
Jon Jones comparou a forma física de 2013 com a atual em montagem nas redes sociais. (Foto: Reprodução)
Jon Jones comparou a forma física de 2013 com a atual em montagem nas redes sociais. (Foto: Reprodução)

Ele voltará ao Ultimate Fighting Club (UFC)! Suspenso desde abril deste ano de 2015, Jon Jones criou forças para superar as dificuldades e músculos para voltar à boa forma. A mudança da sua motivação e da sua condição física foi apresentada por ele próprio, em montagem postada em suas contas nas redes sociais, na última quinta-feira (19).

Jones comparou o seu corpo em 2013 com o estado atual e se mostrou confiante com o que definiu como uma “transformação completa”. “Comecei a levantar peso em 1º de junho de 2015. Em cerca de sete meses de treinamento, quatro dias por semana, meu corpo teve uma transformação completa”, comentou o atleta, agradecendo ao “surpreendente” programa de treinos realizado pelos seus técnicos.

O “Bones” (Ossos, em inglês), como é chamado, aproveitou a oportunidade para se mostrar preparado para voltar ao octógono do UFC e já antecipou a data. “Mais cinco meses para se preparar para essa vitória. Eu estarei no meu melhor em 23 de abril (de 2016)”, destacou o ex-campeão dos meios-pesados.

Jones não disputa uma luta desde janeiro deste ano de 2015, quando venceu Daniel Cormir no UFC 182 por decisão unânime. No mesmo mês, ele foi flagrado no exame antidoping por uso de cocaína.
Mas a punição pesada para o lutador foi decretada no dia 29 de abril. Motivado por “violações ao código de conduta”, o UFC suspendeu Jon Jones “por tempo indeterminado” após ele se envolver em um acidente de carros que deixou uma grávida ferida e fugir sem prestar os primeiros socorros.

11:09 · 16.11.2015 / atualizado às 11:48 · 16.11.2015 por
Ronda Rousey foi nocauteada por Holly Holm com 59 segundos do segundo round. (Foto: Reuters)
Ronda Rousey foi nocauteada por Holly Holm com 59 segundos do segundo round. (Foto: Reuters)

Além de ser surpreendida, nocauteada e perder o cinturão dos pesos galos femininos no UFC 193 para a compatriota Holly Holm, a norte-americana Ronda Rousey ainda irá carregar danos físicos da luta realizada em um estádio de Melbourne, na Austrália, na madrugada de sábado para domingo (15) – no Brasil.

A sequência de golpes de Holm, no início do segundo round, derrubou Ronda – e a sua invencibilidade no UFC – e fez “estragos” no rosto da ex-campeã. Segundo o canal ESPN dos Estados Unidos, Ronda Rousey terá que passar por cirurgia plástica para corrigir uma lesão no lábio e uma fratura no nariz.

A gravidade dos golpes de Holm foi atestada logo após o juiz encerrar a luta, e Ronda precisou ser levada imediatamente ao hospital, onde ficou apenas em observação e se contestou a necessidade de passar pelo processo cirúrgico.

16:53 · 16.09.2015 / atualizado às 17:18 · 16.09.2015 por
Belfort encara Henderson se enfrentam pela terceira vez (foto: divulgação)

O UFC anunciou mais um evento no Brasil. Na noite da última terça-feira (15), estrelas do MMA se reuniram em um hotel de São Paulo para assistir a apresentação do UFC Fight Night São Paulo. O encontro também contou com a presença dos lutadores que participarão do card principal, além do anúncio da venda de ingressos.

Victor Belfort enfrentará Dan Henderson pela terceira vez. Ambos acumulam uma vitória cada. O americano não participou da festa por conta de problemas no voo para o Brasil. Glover Teixeira e Patrick Cummins farão a segunda luta principal do evento, que acontece no dia 7 de novembro, no ginásio do Ibirapuera. Os lutadores estiveram presentes na apresentação do UFC Fight Night São Paulo e realizaram uma encarada para promover o combate.

Ingressos

A venda de bilhetes começam a ser vendidos nesta quarta-feira (16) pelo livepass. Os ingressos vão de R$ 150,00 até R$ 1.200,00.

Lutas do UFC Fight Night São Paulo confirmadas

Vitor Belfort x Dan Henderson
Glover Teixeira x Patrick Cummins
Thomas Almeida x Anthony Birchack
Fabio Maldonado x Tom Lawlor
Yan Cabral x Johnny Case
Gilbert “Durinho” Burns x Rashid Magomedov
Gleison Tibau x Abel Trujillo
Viscardi Andrade x Gasan Umalatov
Matheus Nicolau x Bruno “Korea” Rodrigues
Alex “Cowboy” Oliveira x Piotr Hallmann