Busca

Tag: UFC Jaraguá do Sul


09:20 · 02.11.2013 / atualizado às 09:31 · 02.11.2013 por
Lyoto Machida em sua estreia na categoria 84kg após vitória sobre Mark Muñoz (Foto: Divulgação UFC)
Lyoto Machida em sua estreia na categoria 84kg após vitória sobre Mark Muñoz (Foto: Divulgação UFC)

A direção do UFC gostou mesmo da estrutura da Arena Jaraguá do Sul, na pequena cidade do interior de Santa Catarina. Em seu twitter oficial, a franquia anunciou o retorno de Lyoto Machida ao octógono contra o armênio/ holandês Gegard Mousasi. O combate será o principal da noite de 8 de fevereiro do próximo ano. Ao que tudo indica, o primeiro evento do UFC no Brasil de 2014.

Até agora foi o único combate anunciado para o evento. O brasileiro Machida acabou de fazer sua estreia na categoria dos médios, ao nocautear com um chute o ex-companheiro de treinamentos Mark Muñoz. Já Mousasi, que havia pedido o combate contra Vitor Belfort, primeiramente, estrou no Ultimate com vitória sobre Ilir Latif, em abril deste ano.

Após a rejeição de Vitor Belfort sobre uma provável luta, o ex-campeão do Strikeforce apelou pelo twitter para enfrentar o Dragão brasileiro.

12:02 · 19.05.2013 / atualizado às 12:20 · 19.05.2013 por

Acompanhe os melhores momentos das três principais lutas da noite histórica em Jaraguá do Sul. Os comentários são do falastrão Chael Sonenn. O americano rasga elogios ao brasileiro. Parabeniza a técnica do “Alligator”, nosso Jacaré; e reclama do resultado da luta entre Rafael dos Anjos e Evan Dunham.

03:44 · 19.05.2013 / atualizado às 03:51 · 19.05.2013 por
Brasileiro ganhou bônus de nocaute da noite (UFC Divulgação)
Brasileiro ganhou bônus de nocaute da noite (UFC Divulgação)

O brasileiro Vitor Belfort levou o bônus de nocaute da noite sobre o americano Luke Rockhold. Com um movimento rápido e plástico, ele acertou em cheio o rosto do adversário e depois partiu pra a definição com uma sequência de socos bem ao estilo do fenômeno. De quebra, Belfort ganhou mais US$ 50 mil para casa além da chance de disputar mais uma vez o title shot da categoria médios do Ultimate.

Jaraguá do Sul ainda viu outro brasileiro levar o bônus de melhor finalização do evento. Ronaldo Jacaré Souza estreou no octógono mais famoso do planeta com katagatame sobre Chris Chamozzi, que vinha de um sequência de quatro vitórias consecutivas.

A melhor luta da noite ficou mesmo com o card preliminar no combate entre Lucas Martis e Jeremy Larsen. A vitória de Martis só veio mesmo no terceiro round por nocaute, que levantou o público catarinense.

Com informações de Juliano de Medeiros direto de Jaraguá do Sul

03:01 · 19.05.2013 / atualizado às 03:13 · 19.05.2013 por
Vitor levantou o público brasileiro com uma das melhores performances da carreira (Foto: UFC Divulgação)
Vitor levantou o público brasileiro com uma das melhores performances da carreira (Foto: UFC Divulgação)

Na luta principal do UFC Jaraguá do Sul, Vitor Belfort lutou contra às críticas em relação ao TRT e contra a juventude e altura do ex-campeão do Strikeforce, Luke Rockhold. Mesmo com todas as adversidades, o Fenômeno conseguiu vencer, com um belo chute rodado, o americano. Assim como no início da carreira, Belfort volta a assombrar o mundo com sua perfomance.

O combate começou estudado, mas com Belfort tomando a iniciativa. Ainda no primeiro round, o brasileiro surpreendeu o campeão do extinto Strikeforce, com um dos nocautes mais espetaculares da história do UFC. “Tenho que tirar o chapéu para o Vitor por ter acertado aquele chute.  Eu estava bem e tinha certeza da vitória. Agora, é voltar para academia e treinar.”, contou o americano visivelmente incrédulo com o que estava acontecendo.

Com a família inteira assistindo à luta em Jaraguá do Sul, Belfort agradeceu a Deus e disse que vai torcer para Anderson Silva contra Chris Weidmann. Vitor deverá ser o próximo desafiante em busca do cinturão dos médios do UFC.

Mais informações em instantes…

01:19 · 19.05.2013 / atualizado às 01:37 · 19.05.2013 por
hacran-dias
Hacran Dias, da Nova União, até conseguiu um bom momento no terceiro round da luta, mas não foi o suficiente para trazer a vitória (UFC Divulgação)

O Brasil foi muito bem no card preliminar do UFC Jaraguá do Sul contra estrangeiros. Além de Hacran Dias, os únicos brasileiros que perderam foram os que enfrentaram outros brasileiros. Dias acabou sendo derrotado pelo norte-americano Nik Lentz na decisão dos jurados.

Lentz  já havia frustrado a torcida brasileira, derrotando Diego Nunes no UFC São Paulo. Em Santa Catarina, o americano foi bem nos dois primeiros rounds, derrubando seu adversário diversas vezes. Já no último Hacran tentou tirar o atraso e quase conseguiu um nocaute e uma finalização. Mas, como a luta foi para os juízes, o primeiro brasileiro saiu derrotado para um estrangeiro.

Card preliminar Brasil x Resto do Mundo:
Nick Lentz venceu Hacran Dias por decisão unânime
Francisco Massaranduba finalizou Mike Rio com um kata-gatame no 1R
Gleison Tibau finalizou John Cholish com uma guilhotina no 2R
Fabio Maldonado venceu Roger Hollett por decisão unânime
John Lineker venceu Azamat Gashimov por nocaute técnicno no 2R
Jussier Formiga venceu Chris Cariaso por decisão unânime
Lucas Martis venceu Jeremy Larsen por nocaute no 3R

Lutas entre brasileiros

Paulo Thiago venceu Michel Trator por decisão unânime
Iuri Marajó venceu Illiarde Santos por nocaute técnico no 1R

00:44 · 19.05.2013 / atualizado às 01:38 · 19.05.2013 por
massaranduba_UFC
Lutadores do Nordeste, como Massaranduba Trinaldo, não decepcionaram em Jaraguá do Sul (Foto: UFC Divulgação)

Praticamente todos os nordestinos venceram no UFC Jaraguá do Sul. Enquanto o potiguar Jussier Formiga venceu por pontos, o também potiguar Gleison Tibau e o piauiense Francisco Massaranduba tiveram o braço levantado após uma finalização.

Após a luta, Massaranduba, que mora em Brasília, comemorou o desempenho dos nordestinos. “Isso é ótimo. Mostra a nossa força, nossa garra. Todos os brasileiros também estão de parabéns. A gente trabalha muito para chegar aqui”, disse.

Massaranduba também exaltou a preparação no Sul do País para a vitória. “De onde eu venho é quente, mas em Curitiba é muito frio. Tive que acordar todo dia cedo, naquele frio. Valeu a pena”, comemorou o lutador.

O único nordestino que não venceu foi Iliarde Santos, que na verdade só nasceu em Pernambuco, mas foi criado em Belém do Pará e se considera paraense.

00:25 · 19.05.2013 / atualizado às 00:48 · 19.05.2013 por
yurimarajo
Yuri venceu facilmente duelo contra compatriota (Foto: UFC Divulgação)

Yuri Marajó não teve muito problemas para vencer o seu amigo Iliarde Santos. No duelo entre paraenses, no UFC Jaraguá do Sul, pelo peso galo, Yuri venceu por nocaute técnico, após acertar um forte soco no seu adversário. Essa foi a quinta luta de Marajó no UFC, sendo também a quinta luta do atleta no Brasil, tendo participado de quase todos os eventos do UFC em território brasileiro nos últimos anos.

“É sempre maravilhoso lutar em casa. Eu sempre entro buscando uma finalização ou um nocaute, e finalmente pude fazer isso aqui. Daqui pra frente, vai ser sempre assim”, disse.

Já Iliarde lamentou ter que enfrentar logo um ex-companheiro de treino em sua estreia no UFC. “Foi uma estreia difícil. Lutei contra um oponente complicado, que é meu amigo e já morou comigo. Estou nesse evento grande, senti a pressão e congelei. Agora é preparar para a próxima. É bom ver o Pará começando a aparecer e crescendo no esporte”, falou.

00:01 · 19.05.2013 / atualizado às 00:28 · 19.05.2013 por
Paulo Thiago consegue vitória em Jaraguá do Sul |Foto: Divulgação/Textual

Paulo Thiago entrou no UFC Jaraguá do Sul com a corda no pescoço.  Com cinco derrotas nas últimas quatro lutas, o brasiliense precisava desesperadamente vencer Michel Trator no evento catarinense. O ex-policial do Bope da capital federal até conseguiu a vitória por pontos, mas sem convencer o público. Mesmo sem ter feito uma grande luta, Paulo acredita que a demissão não é mais um problema.

“Não temo demissão. Eu vivo para lutar. Treino desde pequeno e é isso que eu gosto de fazer. Todo mundo quer vencer e hoje, apesar das dificuldades, eu consegui”, disse.

O lutador, que mudou de Estado e academia para esta luta – deixou Brasília e foi treinar na X-Gym no Rio de Janeiro, disse que mudou toda sua vida para melhorar e conseguir essa vitória. “Eu deixei tudo para trás para melhorar e conseguir essa vitória. Foi muito importante para mim”, comemorou.

Brasília

Tão certo de que continuará no Ultimate, Paulo já fez projeções para sua próxima luta. “Quero lutar em Brasília, estão falando muito que vai acontecer um UFC por lá. Dana White, me deixe lutar em casa”, pediu.

23:35 · 18.05.2013 / atualizado às 00:28 · 19.05.2013 por
jussierformiga
Nordestino da equipe Nova União passou por dificuldades mas faturou vitória em SC (Foto: UFC Divulgação)

Jussier Formiga fez uma luta estratégica em Jaraguá do Sul, vencendo por pontos. Nos dois primeiros rounds, o potiguar derrubou seu adversário, o americano Chris Cariaso, mas não chegou a bater e nem tentar uma finalização. Formiga parecia procurar a melhor posição para começar uma sequência de golpes, mas não chegou a ser contundente em nenhum momento.

No fim do terceiro round, Cariaso conseguiu se livrar das quedas e ficar por cima do brasileiro. Com uma guilhotina encaixada, o americano quase conseguiu vencer a luta. “Eu estava indo muito bem, mas no terceiro round ele me surpreendeu com a guilhotina e depois com a cotovelada. Ela estava encaixadíssima, tive que sair ‘na tora’, mas pensei ‘posso apagar, mas não vou bater’.

Após ter sobrevivido ao terceiro round, Formiga foi declarado vencedor do combate. “Entrei com a pressão extra de ter perdido na minha estreia, mas graças a Deus tudo deu certo e estou muito feliz por ter conseguido essa vitória no Brasil”, disse.

23:04 · 18.05.2013 / atualizado às 00:29 · 19.05.2013 por
Lucas Mineiro foi o primeiro vencedor da noite |Gaspar Nóbrega/Inovafoto

Vencedor do primeiro combate da noite no UFC Jaraguá do Sul, Lucas Mineiro esteve perto de ser nocauteado. Cambaleante em vários momentos da luta, Mineiro admitiu que sentiu o peso da mão do seu adversário  Jeremy Larsen, e que acredita que ele não iria tentar a luta em pé: “Fiquei um pouco surpreso com o peso da mão dele, achava que seria um pouco mais leve, e também esperava que ele fosse buscar trocar um pouco e partir mais para as quedas. Em vez disso, ele quis trocar”, disse apresentando surpresa.

Lucas então partiu para o que sabe fazer e resolveu trocar com seu adversário, sem se preocupar com uma possível queda. “Tive que mudar um pouco meu plano na hora, mas pensei ‘vamos sair na mão’. Decidi que ele não ia me derrubar. Eu adorei a luta e acho que abri a noite com chave de ouro. Estou muito feliz de ter ganhado essa vitória no Brasil”, completou.

Já Larsen ficou chocado com o fato de Lucas não ter caído, mesmo levando vários golpes: “Eu estava certo de que ele ia cair até o terceiro round, fiquei buscando aquele ponto em que ele ia quebrar, mas ele nunca veio. Eu sempre luto 100% para os fãs, sempre quero ficar de pé e trocando. Não estou feliz com a derrota, mas estou feliz com o fato de que pudemos dar um show para essas pessoas que vieram nos assistir”, revelou.